Academia Cross RPG
Bem Vindos!!

Aos visitantes e Novatos Na Academia Cross.

Leiam as Regras para participar do RPG.

Regras Gerais, orientações e Sistema do Jogo

Arigato pela Visita e volte Sempre!

Administração Equipe Cross



RPG Vampire Knight
 
Portal CrossInícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Club FIVE

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Club FIVE    Dom 10 Jan 2016 - 13:52

Relembrando a primeira mensagem :

[Lounge] [Bathroom] [BAR] [DJ] 



Spoiler:
 


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D


Última edição por Master em Dom 7 Fev 2016 - 20:37, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda

AutorMensagem
kagura
SP
SP


Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3598
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Dom 17 Jan 2016 - 22:57

++Junes++

Aquela cidade era um saco. Mas já devia ter sabido disso, ou será que só pensava assim porque papai havia me prendido naquela mansão e Junniper não parecia fazer nada a não ser falar no telefone com investidores e diplomatas enquanto eu folheava os livros e os quadrinhos que já acabara, muito embora fizesse menos de uma semana que os tinha adquirido. Vovô ainda não tinha aparecido por ali, fora buscar “a menina” ou algo assim em outro lugar. Mas tudo isso fazia com que Dante fosse o nosso líder em sua ausência. E bem, papai ultimamente havia decidido que eu deveria impressionar o líder Murtagh como um herdeiro dos sonhos. E para isso precisava de uma nova educação e ser menos irresponsável. Que bobagem. O sujo falando do mau lavado. Havia pensado durante aquele anuncio, enquanto acariciava as folhas do livro de ficção. E talvez até houvesse aguentado bem durante os primeiros dois dias. Mas agora, agora aquilo tudo havia se tornado um inferno no qual preferia passar meu tempo dormindo ou infurnado em jogos da internet do que especificamente treinando politica ou reconhecer famílias vampíricas.

Devo confessar no entanto, que quando recebi o convite com o cartão dourado de Walker me surpreendi, principalmente quando meu pai concordou com um sorriso, dizendo que iria precisar de novas vestes para ir a inauguração da boate. – O senhor bebeu ou o que? – Perguntei desconfiado na hora, até, através de seu silencio, desvendar suas ideias malignas. Ele provavelmente queria que eu observasse os outros vampiros e fizesse amizades com puro sangues e nobres. Que coisa ótima... Pensei girando os olhos. Seria algo ótimo, só que não. Mas pelo menos poderia finalmente sentir o cheiro da liberdade.

E a liberdade ali tinha cheiro de hortelã. Ou será que isso era culpa dos pinheiros plantados no jardim de casa, quando sai acompanhado de Elliot, o motorista. Não que o vampiro fosse um motorista de verdade, mas o sequestro de seu patrão havia sido um dos motivos de sua punição e rebaixamento a faz tudo da família. O melhor que já tive, é verdade, embora um tanto arrogante demais para meu gosto. – Lembre-se... Sem causar badernas, Junes, ou garanto que penduro você pelo saco naquelas arvores ali por uma semana. – Ah... As velhas ameaças de meu pai... Como eram comuns e sinal de ser mal comido apesar de compartilhar de minha beleza. Sendo assim, apenas acenei em silencio antes de entrar no novíssimo modelo do volvo escuro que me levariam a tal boate.

Não diria que estava tão adequado a ir a uma. Formal demais. Essas eram as vestes exigidas pelo meu clã que sai. Um terno e gravata, sapato social e uma calça preta, como um pinguim indo a um baile formal. Não que não tivesse arranjado um jeito de me livrar delas logo que a imagem da fila de pessoas surgiu a minha frente, desabotoando dois botões da camisa e livrando-me do terno e da gravata. – Esse lugar é quente demais. – Respondi quando o “assistente” pôs-se a perguntar e, de certa forma, não era mentira. Apesar de um sangue puro não se importar muito com noções de frio e calor, eu sabia que ali era bem mais quente que minha casa bem ao norte e o clima do ducato de Fallneaves.

Com passos rápidos e certeiros que pretendiam se livrar logo do olhar de Elliot, e expressão altiva, logo eu consegui falar com o segurança que me deixou entrar. Meus cachos caiam um pouco sobre os olhos mas estavam muito bem arrumados, enquanto sentia os cheiros e observava as pessoas. - É... Até que isso pode ser mais divertido que pensava. – Expressei com um sorriso no rosto. Cheiro de humanos, sangue, álcool e suor misturavam-se no ar enquanto a música tocava alta. E talvez, finalmente, eu conseguisse sentir a liberdade por alguns instantes. Além do mais, ninguém tinha dito para não me divertir não é?

Off: Só pra introduzir ele. Livre pra interações.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Sebastian A. Walker
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!


Masculino
Char RPG : Sebastian Ares Walker (Vampire PB / Vagante/ Musico)
Richard Wilson (Vampire B | Musico | NPC)
Tomo MIlicents (Vampire B | Musico | NPC)
Humor : Incostante / Caotico
Localização : Em algum lugar do mundo...
Posts: : 20
Inscrição : 15/12/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Seg 18 Jan 2016 - 14:51


Como sempre estava rodeado de pessoas como eu, a minha volta, somente uma vampira, que ainda desconfiava dela, estava ao nosso redor. Logo ouvi a palavras de Lewis para mim, sobre manter os contatos, dei apenas um afirmativo com a cabeça, antes de ver alguém se aproximar de mim, outro como eu logico, já me cumprimentando, e logo em seguida falando sobre um tal cassino, ai que me toquei quem era a pessoa. Nikolayev Nightroad, esse como eu tinha convidado por cortesia, e ele tinha aceito, bom saber. Olhando para ele. 


- Que bom que gostou Nightroad. Espero que curta nossa pequena festinha no dia de hoje. - falei sorrindo para ele, mas por causa do que era do que qualquer coisa.


Logo ouvi "Jourdan" falar algo mesmo baixo dava para ouvir suas palavras, fui ate ela, e com um sorriso nos labios beijei sua mão novamente.


- Mulheres são sempre mais importantes do que qualquer coisa. - falei piscando para ela, com um sorriso no rosto. 


Logo senti a presença de quem eu tanto queria conhecer, e sabia quem era, pois tinha visto fotos dele para poder saber exatamente com quem estava lidando, finalmente um dos que tinha chamado estava finalmente aqui para conversar, mesmo que fosse coisas banais. Ouvi as piadinhas dele, para Lewis, e dei um sorriso de canto, ele era sarcastico, isso era bom. Olhando para Nikolayev.


- Com sua licença. - sempre cordial. Olhei para Charles, e dei um sorriso forte para o mesmo. Antes de eu mesmo me apresentar. - Sebastian Ares Walker. - falei para ele dando um fino sorriso discreto, meu alvo tinha chegado, pelo menos um dos dois alvos que tinha em mente. 


Logo senti a presença de outro como eu, era aquele garoto, então ele tinha sido convidado, provavelmente teria sido obra da pirralha, que gostou do mesmo, ela quando resolve brincar, não e uma coisa boa, ainda mais quando é com um sangue puro, ela e muito mais esperta que muito imaginam. Dando um sorriso voltei minhas atenções para Charles, Lewis, Jourdan, e ate mesmo Nikolayev se quisesse participar da conversa. 





off: Champanhe é a bebida que esta sendo distribuída pela boate de cortesia pelo dia de hoje. De primeira qualidade. Comum para humanos. Com capsulas de sangue para os vampiros.


Sebastian Ares Walker | 840 anos | Vampire Pure Bloody
Vampiro Vagante / Musico profissional / Idol Vampírico
(*) Richard "Rick" Wilson (Vampire B | Musico | Compositor | NPC)
(*) Tomo Milicents (Vampire B | Musico | Compositor | NPC)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Andrômeda A. Walker
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!


Feminino
Char RPG : Andrômeda Athena Walker (Vampire B | Musica | Night Class)
Milli Muniz (Vampire B | Gerente | Empresaria | NPC)
Jane Watson (Vampire D | Assistente | Secretária | NPC)
Humor : Incostante / Caotico
Localização : Em seus sonhos...
Posts: : 20
Inscrição : 23/12/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Seg 18 Jan 2016 - 15:23


Andy tinha se aproximando por impulso da jovem de pele tão branca, que mesmo com toda aquela roupa podia ver que ela era unica, e diferente, tão linda e delicada, dando um sorriso para a mesma quando ela falou consigo, ela deu um sorriso pequeno, mas simpático para a garota. Então a mesma não estava sozinha, o que era uma pena, pois queria saber mais sobre essa garota.


Dando um olhar para ela, quando ia falar uma garota de cabelos azuis chega pulando na mesma, de forma empolgada, Andy somente da um risinho, antes de olhar para Garota que gritava o nome da outra. Então seu nome parecia ser Lilac, era um nome bonito combinava com ela. Ela ouviu a outra garota que tinha chegado de cabelos azuis falar que tinha gostado do dela.


- Valeu, e algo que gosto. - falou sorrindo para as duas. - Sou Andrômeda Athena Walker, e vocês seriam? Mal lhe pergunte seus nomes, mas é curiosidade. - falou ela sorrindo. 


Não conseguia distingui a aura de garota de cabelos azuis, era tão difícil de saber, saber se ela era como Andy ou como a garota de cabelos brancos. Logo ela sentiu uma aura se aproximando na boate, era ele, so podia ser ele. Levantou seus braços no alto para chamar a atenção do mesmo, para ela, para que Junes se aproximasse dela. Tudo bem que ela era baixinha, e sempre foi assim, mas mesmo assim era legal ter algo conhecido nesse momento ali. Ela chamava a atenção de Junes. 


Andrômeda Athena Walker | 17 anos | Vampire B
Cantora / Idol Vampírico / Night Class
(*) Milli Garcia Muniz (Vampire B | Gerente | Empresaria | NPC)
(*) Jane Liwne Watson (Vampire D | Assistente | Secretária | NPC)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Norman McWolf
Recem Criado
Recem Criado


Masculino
Char RPG : Norman McWolf (Vampiro B / Nobre / Empresário)
Gabriel Mostif (Vampiro C / Servo / NPC)
Anabelly Finningan (Vampiro C / Secretária / NPC)
Humor : Incontrolavel
Localização : em algum lugar da casa.
Posts: : 56
Inscrição : 27/10/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Seg 18 Jan 2016 - 16:17




Eu começava a pensar que ela estava querendo me fazer raiva, mas sabia que esse era o jeito dela de ser mesmo, mesmo assim não pensei duas vezes, quando me aproximei mais dela, e lhe beijei com carinho, e mais carinho, ou apenas um beijo mesmo, mas era o beijo que dava em minha esposa, como uma pequena forma de possessão como se ela pertencesse a minha e ninguém mais pudesse chegar perto dela. Ela era minha. Somente minha.

- Soube que tem uma parte da boate para os amantes, para eles curtirem. Que tal fugirmos dessa bagunça e ir para lá? - falei tomando champanhe.



Lembrava que os beijos de Angel tinha gosto de champanhe com cereja, pedi mais alguns frios vendo que os nossos tinha acabado, e um pouco a mais de cerejas, já que ela gostava tanto. Dando um sorriso para minha esposa, queria sair daqui e fazer uma festinha particular com ela, mas sabia que ela não iria aceitar, nossa filha estava na boate, e em nossa casa nesses dias.


Norman McWolf | 435 anos | Vampiro (Vampire B)[size=15]
Nobre | Empresário | Playboy | Milionário | Filantropo
Conde de BlackMoon

(*) Gabriel Mostif | 465 anos | Vampire C | Assistente Pessoal[/size]
(*) Annabelly Finningan | 130 anos | Vampire C | Secretária
Voltar ao Topo Ir em baixo
Angel D'Angelys
Recem Criado
Recem Criado


Feminino
Char RPG : Angel D'Angelys (Vampira / Professora)
Humor : Inconstante...
Localização : Onde menos se espera.
Posts: : 68
Inscrição : 25/10/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Seg 18 Jan 2016 - 16:53



Angel estava meio que apreciando a musica que tocava naquele
momento, e curtindo um pouco as coisas, pelo menos o básico 
aquela festa, já que não gostava muito daquilo. Enquanto isso
tomava champanhe e comia as cereja do prato de frios que seu
marido tinha pedido.


Quando sentiu ele se aproximando e lhe beijando a boca, sentiu 
algo não muito forte, mas sentiu, e sabia que o mesmo queria ir
alem do beijo, podia sentir o gosto dos frios que ele tinha comido
junto a champanhe, ela por sua vez ainda mantinha a postura, 
enquanto ouvia ele falar.


- Não vamos não, isso são para pessoas mais novas, não para 
nós, então sossegue aqui quietinho, e vamos ficar somente apreciando
a festa. - falou Angel olhando para ele.


Sim ela tinha cortado ele facilmente com suas palavras, viu quando
ele pediu um novo prato de frios com mais cerejas, e comeu algumas
quando elas chegaram, seu marido sabia que gostava de cerejas, e
abusava disso.


Angel D'Angelys / 350 anos / Vampira (Vampire B)
Professora de Treinamento de combate.
Condessa de BlackMoon
Voltar ao Topo Ir em baixo
Selene D'Angelys
Recem Criado
Recem Criado


Feminino
Char RPG : Selene D'Angelys (Vampira B / Night Class)
Alicia Sophy D'Angelys (Vampira B / Socialite / NPC)
Humor : Alegre
Localização : Academia Cross
Posts: : 66
Inscrição : 05/11/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Seg 18 Jan 2016 - 17:13


Sentiu quando foi puxada pelas mãos para a mesa, depois de ser apresentada ao garoto que tinha chegado. Selene tinha sorrido com a empolga da garota, ainda mais quando ela falou que tinha ganhado um bichinho, e que seu nome era Salém, olhando para ela. 


- Eu tenho uma pequeninha também, minha Shadow, sempre esta comigo, agora esta em casa descansando, não pude trazer ela, não gosta de barulhos altos. - falou Selene para ele.


Naquela hora, ela levantou, rapidinho, e foi ate o bar lotado, esperando ser atendida, quando conseguiu pediu um prato de frios grande, e champanhes alternativa, no qual ela levou para a mesa depois de apresentar o cartão para registar a compra do prato do frios. Ainda bem que pediu com mais cerejas, ela gostava de cerejas. Chegando na mesa trazendo as bebidas, e o prato de frios. 


- Desculpa, estava com um pouco de fome. - falou sorrindo pegando um dos frios e comendo.


Ela ficou olhando a pista de dança, para Dimitri e Rose, era engraçado ver a mesma dançando e o guardião somente perto dela, sem fazer movimento algum. Ela viu que a boate começava a lotar, e isso era divertido. 


Selene Luna D'Angelys McWolf | 15 anos | Vampire B
Nobre | Estudante - Night Class

(*) Alicia Sophy D'Angelys | 758 anos | Vampire B | Socialite
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vasilisa Dragomir
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!


Feminino
Char RPG : Vasilisa Dragomir (Vampire B | Realeza | Night Class)
Tatiana Marina Ivashkov (Ancião / Queen USA / NPC)
Humor : Alegre / Esnobe
Localização : Academia Cross
Posts: : 24
Inscrição : 25/12/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Seg 18 Jan 2016 - 17:36


Lissa tinha escutado o que seu namorado tinha dito e ficou vermelha, mas mesmo assim, antes de qualquer coisa, ela tinha sorrido para o mesmo, e para Selene que estava a sua frente. Ela ouvia as palavras de Selene sobre ter um bichinho também, e isso era legal, gostaria de conhecer ele, já que não teve tempo para conversarem muito antes dela viajar. 


Quando a mesma saiu voltando minutos depois com um prato de frios, viu que estava sentindo um pouco de fome, pegou um dos frios e comeu, junto a cereja, e também ao champanhe que a outra tinha trago. 


- Obrigada Selene, você foi um amor. - falou Lissa para ela. 


Ela viu que o pequeno grupo estava em silencio, quando finalmente pensou em algo, dando um sorriso para ambos.


- Selene, depois tem que me apresentar sua gatinha, e eu te apresento meu novo gatinho. - falou ela sorrindo para a garota. 


Agora ela ate sentia vontade de dançar, e com isso puxou Christian para a pista de dança ficando ao lado de Rose e Dimitri, e fazendo de tudo para o moreno dançar. 


- Vamos se anima. - disse alto para ele. 


Ela dançava ao ritmo da musica, bem animada, torcendo para que o moreno fizesse o mesmo, ele parecia como Dimitri, paradão somente olhando a gente dançar. 


Vasilisa Sabina Rhea Dragomir | 17 anos | Vampire B
Realeza "Princesa" | Night Class
(*) Tatiana Marina Ivashkov (Ancião / Queen USA / NPC)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dimitri Belikov
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!


Char RPG : Dimitri Belikov (Vampire C | Guardião)
Christian Ozera (Vampire B | Night Class | NPC)
Posts: : 46
Inscrição : 18/11/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Seg 18 Jan 2016 - 17:55


Essa garota me tirava do serio, esse jeitinho dela, ainda mais dançando, me deixava com uma louca vontade de agarrar ela ali mesmo, e fazer mais do que beijos roubados, ela sempre com esse jeitinho dela bobo e inconsequente as vezes, dando um sorriso de canto para ela.

- Você me provoca de qualquer jeito, e hoje esta me deixando fora do serio. - falei me aproximando de sua orelha e dando um beijo na mesma. 

Sim eu também podia provocar ela, e pelo que parecia Vasilisa e Christian estava vindo dançar com a gente, eu nada disse somente observei. Eu ficava mais parado observando ela dançar do que dançando, já que não curtia muito isso.







Eu estava de boa conversando com Lissa ali na boate, somente querendo curtir um pouco ela, quando ouço ela continuar a falar do tal gatinho, parecia que ela tinha mesmo gostado dele. E estava sempre falando do mesmo afinal. Vejo a garota saindo para buscar um pouco de comida e bebidas para a gente, e aproveitei para comer, e ouvi Lissa agradecendo, fiz o mesmo.

- Obrigado Selene. - falei para a garota.

Logo que pensei que ia ficar parado, ela me puxa para a pista, somente dou um bye com a mão para a garota e logo estou sendo obrigado a dançar ao lado de Dimitri e Rose, que como eu, permanecia boa parte do tempo parado. Somente olhava a animação delas na pista.


Dimitri Belikov | 24 anos | Vampire C | Guardian
(*) Christian Ozera (Vampire B | Night Class | NPC)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Syaoran Kinomoto
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!


Masculino
Char RPG : Syaoran Lee Kinomoto (Vampire C / Night Class)
Sousuke Orion Kinomoto (Vampire C / Artesão)
Humor : Descontraido
Localização : Academia Cross
Posts: : 48
Inscrição : 05/11/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Seg 18 Jan 2016 - 18:19



Eu tinha meu avô tinha recebido um convite para ir a inaguração de uma boate, mas o velho não curte muito isso, então eu iria representando o mesmo, e espero que não tenha problemas. Me vesti apropriadamente, vendo que estava me vestindo para uma boate, uma festa, ainda mais de final de ano, para comemorar o ano novo. Eu então olhava o espelho e gostava de como estava vestido. Sai de cara me despedindo do meu avô pegando um taxi que me levaria até a nova boate que ia ser lançada na cidade.

Como pude perceber estava cheia de pessoas querendo entrar, mas muitos estava sendo barrados na porta. O convite dizia que era somente apresentar o convite na portaria para entrar, e eu fiz isso. Os seguranças me olharam, e viram que eu era como eles, então minha idade não era o que aparentava. Entrei na boate passando pela recepção e recebendo um cartão prateado, que falaram que tinha um valor que estava liberado, e o resto seria por conta da pessoa. Eu apenas sorri, dava sorte por ter algum dinheiro.

Não era riquíssimo como a Selene, mas era rico, tinha umas economias boas, e também meus pais, mesmo que aparecessem pouco, eles tinham seus negócios, e com isso eu ganhava uma boa mesada também. Coloquei no bolso com cuidado para não perder, e logo estava entrando na boate, com luzes e mais luzes, musica alta e pessoas conversando. Vi em um canto o famoso cantor Sebastian Walker, que eu sabia quem era por causa de Selene que sempre ouvia a musica do cara. 

Como eu sabia como localizar Selene, perguntava por mensagem onde ela estava, e a mesmo me respondeu onde estava, foi um pouco complicado chegar onde ela estava sentada. E pelo que parecia sozinha, cheguei por trás dela, não seria louco de tampar seus olhos, cheguei por tras com calma, mostrando a minha presença.

- Ei linda lua, por que esta ai sentada sozinha?  - falei para ela e vi seu sorriso para mim. - Eu tava pensando em dançar, mas sei que não gosta, então acho que não vamos dançar. - eu não curtia, mas por ela fazia muitas coisas que não queria. Uma delas dançar.

Vi ela correndo para pegar uma plaquinha no balcão do bar chamando "RESERVADO", e voltou correndo colocando a mesma em cima da mesinha, e me puxou para pista de dança para dançar junto com as amigas. Pelo que pude ver eram Rosemarie e Vasilisa, duas das alunas da escola. Cumprimentei com a cabeça, antes de olhar para Selene que dançava junto comigo e com as meninas também.






Syaoran Lee Kinomoto | 15 anos | Vampire C
Estudante Night Class
(*) Sousuke Orion Kinomoto | 550 anos | Vampire C | Artesão
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rose Hathaway
Recem Criado
Recem Criado


Feminino
Char RPG : Rosemarie Hathaway
Humor : sarcástica
Localização : onde Tohru estiver e/ou com o Dimitri
Posts: : 130
Inscrição : 03/09/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Seg 18 Jan 2016 - 20:15

Rose se arrepiou toda ao sentir aquele beijo na orelha.Ele,então, também tava a fim de provocar? Ótimo, vamos ver quanto ele aguenta. Ela riu e correu um dedo provocante pelo peito forte, depois, ficando na ponta dos pés e fazendo ele abaixar um pouco pra falar no ouvido dele.
- Vou tirar você do sério ainda mais quando sairmos daqui pro seu apartamento, camarada...Não perde por esperar....Quero matar as saudades...
 Vendo Lissa chegando com Christian e Selene com Syoran acenou e sorriu  pra eles, continuando a dançar.




"Eles vêm primeiro."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Qua 20 Jan 2016 - 1:24





Lewis deu um sorriso de lado com a fala de Jourdan. Parecia mesmo que não eram importantes para aquele rockstar. Não estava incomodado de ser ignorado pelo anfritrião, ambos já haviam feito suas partes e burocracia necessária, não precisariam estender aquela encenação se não desejassem. Antes que pudesse fazer algum comentário, Sebastian pareceu prestar atenção no comentário alheio e se aproximou da mulher beijando sua mão. Lewis não pôde deixar de rolar os olhos com aquele galanteio barato, por mais que ele mesmo se utilizasse daquilo. Todos ali sabiam que uma vampira do nível dela jamais seria mais importante que a vida de um puro. A menos que… bem, ele ainda não sabia porque ela o incomodava tanto. Por hora lhe daria o privilégio da dúvida (ou curiosidade).

Mas logo outra presença chamou sua atenção. Mais um puro?! Aquilo havia virado um festival por acaso?! Mas... Ele olhou surpreso. Charles?! Aquele loiro safado... Mas desde quando ele era um vampiro puro? Deu um sorrisinho de lado. Aquele canalha havia subido de nível, em quem ele teria feito o fowlon para conseguir tal proeza? Gostaria de saber, talvez o importunasse depois para que ele lhe contasse...

Sendo sincero? Ele ficou feliz de ver aquele puto. Finalmente um rosto conhecido naquele lugar, já estava achando que acabaria no tédio. Sabia que Charles era tão impaciente quanto ele. Se ficassem entediados ele sabia que o loiro toparia algo para “animar” qualquer lugar. Sorriu com as palavras dele e pegou uma das taças de champanhe com sangue que estavam sendo servidas antes de se aproximar e colar o ombro no do outro para sussurrar.

- Não acha mesmo que eu morreria para uma pirralha, não é? Até me ofende – respondeu em igual tom zombeteiro – E você... me parece um vaso ruim muito longe de ser quebrado, não é? – Lewis o olhou de lado e tomou um gole da bebida, continuando a falar baixo – Afinal... que eu me lembre você não estava com a bola tão cheia da última vez que nos vimos... Como você subiu de rank, seu filho da puta? Andou mordendo pescoços por aí? – perguntou em um tom maldoso, porém não se importava de verdade. Não considerava Charles como uma ameaça devido a pseudo-amizade que já tinham.


Ele se afastou quando Charles voltou sua atenção para a dama. Com o loiro ele não se importou, sabia que aquele ali era safado mesmo, já estava acostumado com o comportamento dele. Voltou a atenção à bebida até ouvir a piadinha do outro rapaz. Lewis engasgou com a bebida e botou a mão nos lábios para não cuspir o líquido. Engoliu o champanhe batizado e caiu na gargalhada descaradamente.  Respirou fundo e pigarreou enquanto tentava recobrar a postura em vão.


- Que é isso, Lutont? Minha visão é perfeita. Tropeçar nele seria uma possibilidade muito “pequena” – ele entrou na zoação com o outro puro, sussurrando para que o baixinho não ouvisse. O que não impedia que a vampira que estava ao lado deles ouvisse devido a proximidade.

Quando Sebastian se aproximou para cumprimentar Charles o ruivo ainda tinha um sorriso nos lábios e ria baixo, logo recobrando a postura e disfarçando enquanto bebida e terminava a primeira taça de champanhe, substituindo por outra.


 
 
 
 
 
Lily deu de ombros com o elogio de Naru. Não havia notado a forma como as duas haviam sido facilmente dispensadas pela patricinha. Ela não entendia porque era errado ou anormal falar daquela forma com alguém famoso.
 
 
- Por que eu teria vergonha? Eu admiro o trabalho e o talento dela, é claro, mas ela é uma pessoa que nem eu, não é? Eu não sou pior do que ela porque não sou famosa, também tenho minhas qualidades e não tenho vergonha disso – sorriu para a japonesa – Não precisa sentir vergonha de nada, Naru. Se você baixar a cabeça os outros se aproveitam de você. Então erga a cabeça e entenda que todos tem qualidades e defeitos, ninguém é perfeito, nem mesmo alguém famoso.
 
 
Nero olhou com calma para a filha enquanto ela falava. Desviou o rosto para outro lado, mas deu um leve sorriso cheio de significado. Lillian era igual a Claire. Ele ficava feliz que ela houvesse puxado aquele lado bom da mãe. Sempre altruísta, mesmo com quem não merecia. Olhou Naru quando a menina se desculpou e fez um aceno com a mão como se dissesse para ela deixar para lá, ele não estava mais bravo com as duas jovens.
 
 
Lily voltou a atenção ao namorado quando ele a beijou e sorriu para ele. Os elogios fizeram seu rosto corar, mas o tom de voz dele a fez rir. Daryl estava com ciúmes dela? Que bonitinho.
 


- Ah, nós estávamos conhecendo a Andrômeda Walker – ela respondeu empolgada e então se lembrou que Daryl não deveria fazer idéia de quem era – Ela é uma cantora da modernidade, uma cantora de rock, as músicas dela são ótimas!  – ela explicou.
 

- É a filha do anfitrião – Nero explicou de uma forma que Daryl entendesse melhor e indicou a garota loira com um aceno da cabeça. A conhecia por causa da fama – Ela e o pai são famosos nos dias de hoje. E ele é um puro.
 
 

- Por isso não precisa ficar com ciúmes, ok? – Lily riu e beijou a bochecha dele, deixando uma marca com o batom vermelho - Só tenho olhos pros meus dois meninos – ela sorriu e Nero rolou os olhos mas sorriu também.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Luthica
C
C


Feminino
Char RPG : Daryl Cannigan (B)

Naru Jenkins (ex-humana; D)

Elliot Casper von Wright (A)

Euphemia von Wright (A)

Vilhelmina von Wright (A)

Clã von Wright
Posts: : 481
Inscrição : 28/08/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Qua 20 Jan 2016 - 12:13



~ * Vilhelmina

"Jourdan" sorriu satisfeita a Sebastian, fazendo graça como se o "perdoasse" por alguma coisa.

- Uma celebridade com bons modos, que adorável. Agora estou encantada ~ - sorriu lisonjeada, fazendo seu papel de uma vampira qualquer.

Quando Charles Lutont apareceu, "Jourdan" o olhou de cima a baixo e deu um sorriso. Se soubesse que tantos como ela estavam brincando em festinhas, já teria viajado para lá mais cedo. Como eram temperamentais todos eles. Sentia-se muito em casa e sem aquele julgamento estúpido de sua família.

- Sou Jourdan. - disse simplesmente, sem muita intenção de disfarçar a obviedade que era seu desleixo em inventar um sobrenome. Era quase como contar uma piada. - É um imenso prazer - acrescentou, agora sincera. Quando viu que eles pareciam ter uma intimidade, sentiu-se no lugar exato onde deveria estar! Certamente teria boas oportunidades por ali.Queria muito ouvir aquela conversa em detalhes. Talvez... se usasse seus poderes só um pouquinho... Não. Por enquanto era bom se pudesse se fazer de desentendida.

Aí..veio a piada. E Vilhelmina achou tão maldoso e divertido esnobar de outra pessoa que riu livremente e depois de capturar uma taça lançou um olhar para o "tampinha" e sorriu amável e falsa, "brindando" em sua direção.

Claro que sabia que tamanho não era exatamente um medidor de força, especialmente porque seu sobrinho, filho daquela maldita, parecia uma criança eterna de 10 anos.

- Atitudes pequenas querem compensar outra coisa~ - brincou.



Ela capturou uma taça de um garçom e passou a beber, satisfeita. Quando tudo isso tivesse uma pausa, poderia simplesmente conversar  em particular com cada um. Não era como se estivesse realmente se disfaçarndo, apenas descobrindo para quem valeria a pena revelar seu nome.




~ * Naru e Daryl


Naru corou com a resposta de Lily ainda sobre Andrômeda e tinha sido como um tapa na cara "do bem". Passou a refletir suas palavras. O mundo precisava de mais gente como Lily. Nem tinha palavras para dizer o quanto ela era incrível. Em vez disso, sorriu.
- Eu vou me esforçar. - prometeu. Tinha que ser menos lacaia e mais dona de si.


Daryl acompanhou as explicações e fez questão de buscar a loira com os olhos. Não era nada ligado a música, apenas conhecia os sobrenomes e sendo ela filha de um puro, deveria ser muito respeitada. Sabia que Lily não fazia ideia da "importância" de se entrar em contato com alguém como Andrômeda Walker.

- Certo. Nesse caso tudo bem...

Tudo bem o quê? Nem ele sabia responder direito. Deu um gole na taça e quase engasgou com a menção de seu ciúmes.

-  Coff.. Só estou cuidando de você. Você sabe como tem aproveitador hoje em dia - comentou disfarçando, mas sorriu com o beijo na bochecha.

Naru só sorria e pensava o quanto a vida da amiga era uma coisa boa. Ter nascido vampiro parecia ótimo. Ela ficava feliz de voltar a presenciar momentos felizes e normais depois de ter se tornado uma empregada dos Cannigan.

- Lily, vamos dançar? - convidou com toda uma reunião de coragem e um pouco de afobação.


Daryl achava que ela tinha mais é que se divertir. A última festa que tiveram só entre eles tinha sido bem divertida e queria ver novamente aqueles risos espontâneos.

-   Ouvi dizer que esta noite Nero quer repetir a dose daquela música em espanhol... - divertiu-se com um sorrisinho. Era uma ótima brincadeira falar com o sogro daquela maneira.


Última edição por Luthica em Qui 21 Jan 2016 - 6:51, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dark_Rose
B
B


Feminino
Char RPG : Rose Valentine (PB)
Lara Kapetine (Hunter)
Humor : Incompreesível
Localização : Inglaterra
Posts: : 663
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Qua 20 Jan 2016 - 13:25




Lara sente a leve irritação na voz de Lilac, então ela a solta, mas mantém o sorriso. Não havia entendido o porquê, mas achava que não havia feito nada que pudesse ser julgado.
 
- Que bom que não esperou muito, achei que fosse me atrasar mais, porém vim correndo. – Termina com um risinho.
 
Ela toma um gole do drink que segurava enquanto ouve a vampira se apresentar, percebe o olhar confuso dela sobre si. Não consegue conter o sorriso, já até imaginava a confusão que poderia estar passando na cabeça dela. Na verdade, isso já ajudou muito em mantê-la viva em missões.
 
- Sou Lara Kapetine. Me mudei há pouco tempo para a cidade. – Diz mantendo o bom humor.
 

- Gostei daqui, bem animada essa boate.


Lara Kapetine
Voltar ao Topo Ir em baixo
Makie
E
E


Char RPG : Personagens:

Freya Gatemberg - Night Class
Aidan Becker - Day Class
Lilac Löfgren - Universitária
Juliet Glotieb - Prof.ª Ed. Fisica
Posts: : 323
Inscrição : 26/08/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Qua 20 Jan 2016 - 23:00

Andy escreveu:
Sou Andrômeda Athena Walker, e vocês seriam? Mal lhe pergunte seus nomes, mas é curiosidade.

Citação :
- Sou Lara Kapetine. Me mudei há pouco tempo para a cidade. – Diz mantendo o bom humor.
 
- Gostei daqui, bem animada essa boate.

- Prazer, me Chamo Lilac Löfgren, mas me chamam de Lila!

com um sorriso gentiu me recompus, percebi que Lara havia sentido minha mudança de humor, mas eu estava lá para ver e ser vista, seria ruim ser lembrada como a modelo que caiu, ou coisas do gênero.

- é verdade, as coisas por aqui parecem divertidas, que bom que uma festa tão grande assim aconteceu por aqui, a cidade estava meio depré de uns tempos pra cá...

a albina não entendia o porque da Andrômeda acenar para alguém, estaria esperando alguém para esta noite? ou será que um amigo havia chegado também?  ser curiosa era algo no qual se divertia, mas muitas vezes a motivação acabava, tudo parecia não passar de um pequeno jogo para ela.

- seus amigos também chegaram?- sorria de maneira travessa enquanto tirava um drops de bala e oferecia a lara


mushu:
 
coisas que apenas o chat explica!
Voltar ao Topo Ir em baixo
kagura
SP
SP


Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3598
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Sex 22 Jan 2016 - 22:46

++Charles++

Lewis parecia estar, no mínimo, disposto a brincar com fogo. Mas desde quando a relação dos dois não fora assim? Desde a antiga academia aquilo em si não mudara. E talvez isso sempre fora o que mais divertia o loiro, de qualquer forma, ele apenas levantou as sobrancelhas diante das insinuações do ruivo. Aquele era um jogo perigoso, não que Charles se importava. As regras sempre foram chatas para si e, mesmo que as coisas acontecessem de forma não convencional que ele nunca soubera direito como, em sua vida, nunca vira problemas em quebra-las.

-Não deveria subjugar uma garota em fúria, elas não costumam sossegar até lhe arrancarem tudo o que puderem. – Soltei uma risada baixa. – Mas sim, acho que estou em melhor estado quando não tenho um “adesivo humano” para me incomodar, não acha? – Então ele encarou o garçom e o copo de bebidas, optando estranhamente por pegar uma que não tivesse alguma pastilha de sangue envolvida. O cheiro da pastilha dissolvida, já começava a me dar dor na garganta por si só, devido a minha alergia. – Quanto a pescoços? Quem não sai da linha de vez em quando, não é seu puto? Um pouco de sangue direto da fonte de vez em quando não faz mal e eu sempre preferi o de alta qualidade, você não?

Quase sussurrou a última frase, dirigindo um sorriso quase divertido tanto para Lewis, quanto para mulher, enquanto tomava alguns goles de champanhe pura. Ela também sabia algumas coisas e transgressões dele embora, por sua amizade, preferisse não citar. Como uma pequena level E, por exemplo, que vinha a tempos lhe procurando. Também não diria nada sobre isso, a não ser que fosse questionado. De qualquer forma, já havia feito algo pior ou igual e não era nenhum tipo de pacifista para questionar os outros.

Ele deu outro gole na amarga bebida esbranquiçada. Normalmente preferia vodka, uísque ou algo mais forte, mas não podia dar má impressão ao meu anfitrião. Ficando calado enquanto o ruivo era consumido por uma crise de riso diante de minha piada.

-Não duvido de sua visão, Murdock, mas quem sabe não tenha costume de deixar sua mente nas alturas as vezes. – Sugeri em resposta, então observando que a conversa do nanico e do anfitrião havia se encerrado e agora o ultimo vinha em nossa direção. – No entanto, confesso que essa atitude tenha me intrigado um pouco, seria um homem pequeno e de pequena educação para não prestar atenção em uma bela dama ou um distinto puro sangue? – Mesmo que a bela dama a qual ele se referia com formalidade falsa também o intrigasse. Uma vampira comum? Daquilo Charles duvidava. Ela emitia-lhe algo estranho e ainda parecia confortável demais.

De qualquer forma, logo sua atenção se voltou a outra coisa. A Sebastian, o organizador, que logo veio cumprimenta-lo. – Charles Lutont... – Se apresentou, apertando sua mão. – É um prazer. – Outro gole da champanhe pura e o copo se esvaziou. Logo o deixei sobre o balcão. – Belo local tem por aqui. Mesmo em uma cidade tão pequena é impressionante como não parece perder em nada para a filial em Londres. - Ah. Palavras de cortesia. A velha e chata mania dos puro sangues almofadinhas, que tinha que respeitar seguindo o protocolo.

E embora agir com pompa fosse um saco, ele não poderia dizer que estava mentindo daquela vez. Aquela boate estava no mesmo nivel das que encontrava em sua velha morada.

++Junes++

Nunca tive problemas em conviver com humanos. Na verdade, sempre os achei mais divertidos que os ditos ""nata de vampiros", com quem minha família me obrigava a reunir em muitos noites em meus 900 anos. Não me levem a mal, eles eram belos, mais fortes e quase não envelheciam, é verdade, e eu mesmo era um. Mas de certa forma me irritavam. Quem insiste na política da idade média nos dias atuais. Por que eu era criticado por me atualizar? Sim. Pois se haviam festas em meu mundo, elas comumente eram eventos chatos no qual deveria flertar com os mesmos rostos por interesse. Eventos onde a música clássica predominava e onde não havia nada mais do que importância política, interesses e de qual sangue você pertencia.

Já ali.... Ali, mesmo que negasse, a liberdade me soava como uma grandeza palpável onde, pelo menos uma vez na vida podia não ser Junes Fallneaves. Não que não gostasse de sê-lo. Gostava de minha juventude, de minha beleza, de meus privigelegios. Sim. Também era egocentrico e às vezes até poderia gostar do jogo que se desenrolava minha vida. Mas um pouco de anonimato de vez em quanto é bom, principalmente quando dançava e conversava com aqueles humanos de sangue provavelmente saboroso, jovens e fúteis, até aproveitando meu tempo para dançar com algumas e tomar alguns goles de bebida alcoólica do novo século.

Quanto isso durou? Um pouco. Pelo menos até que visse a distancia um chamado de uma recém conhecida a distância, tratando de me despedir de meus mais novos companheiros em direção dela e de duas garotas. Humanas. Pelo que podia sentir. Um sorriso brotou em minha bela face ao mesmo tempo que me aproximei. - Senhorita Andromeda? - Dei um sorriso para a nobre, beijando sua mão em um fingimento de um cumprimento formal e cavalheirescas, embora, pela minha expressão jovial claramente se tratasse de uma brincadeira. - É bom te ver por aqui. Principalmente tão bela. - Claro que preferia não mencionar que sabia ser a boate de seu pai/irmão para as outras duas e que não estava nem um  pouco surpreso em encontrá-la. Havia coisas que eu também preferia manter ocultas.

Então, meu olhar se voltou finalmente às outras garotas que lhe acompanhava. A bela albina e a de cabelos azuis.- Sou Junes. Prazer em conhecê-las, senhoritas. - É continuei sorrindo de forma amigável, estendendo a mão em direção às duas para cumprimenta-las


Voltar ao Topo Ir em baixo
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Sab 23 Jan 2016 - 15:39


 
 
Quando Jourdan fez o comentário dela sobre o baixinho, Lewis deu um sorriso de lado com um olhar sacana para ela. Era muita coragem uma vampira de nível inferior se juntar a uma zoação a um sangue puro, mas ele havia gostado da mulher justamente por isso. Ao invés de repreendê-la, ele riu baixo e acompanhou seu brinde ao baixinho.
 
 
- Posso pensar em algumas coisas que possam querer ser compensadas – ele sussurrou a ela em um tom maldoso e malicioso.
 
 
Então voltou sua atenção ao amigo loiro que estava se fazendo de desentendido. Era melhor assim, outras pessoas não precisavam saber dos podres deles apesar das alfinetadas entre si. Riu em escárnio quando falou sobre a menina ruiva que ele tanto almejava ter de volta em suas garras.
 
 
- Ou não sossegam até conseguir enfiar uma estaca em nossos corações, não é mesmo? – um certo tom irado tomou sua voz – Seria uma pena se fôssemos mais resistentes do que elas pensam – ele sorriu agressivo, mostrando as presas afiadas, tanto as superiores quando inferiores. Era óbvio que ele queria fazer aquela transformada pagar por sua ousadia – Você não teria visto uma delas pequena e com cabelos de fogo por aí, teria? – ele jogou a indireta. Quem sabe Charles não poderia lhe ajudar a encontrar a vadia?
 
 
Observou que Charles pegou um champanhe sem sangue e ergueu uma sobrancelha. Porque ele recusaria uma bebida batizada? Não era disso. A menos que... Então parecia que não era apenas o antigo colega mauricinho Aesir que tinha alergia a pílulas de sangue. Lewis ficou quieto. Tinha respeito e amizade pelo loiro para não expor uma fraqueza assim. Não que aquela fraqueza fosse alguma coisa grave afinal.
 
 
- Canalla – o xingou baixo com um leve sorriso nos lábios quando Charles lhe jogou a indireta sobre Lohanne – Sabe que se eu pudesse só beberia diante da fonte, mas... – o ruivo lambeu as presas - ... nenhum de nós quer dor de cabeça com recém-transformados, não é?...
 
 
Lewis riu maldoso quando o loiro continuou com as piadinhas, mesmo que o anfitrião tivesse se aproximado deles e talvez o baixinho já estivesse ouvindo o que falavam.
 
 
- Quando bebo minha mente só tende a ficar turva, mas ela está sempre nas alturas - ele brincou se referindo a seus 1,90m. Tomou mais um gole da sua segunda taça com sangue e continuou ouvindo-o falar – Oh, Charles, não seja tão preconceituoso... Talvez nosso caro amiguinho só seja um pouco tímido.
 
 
Em seguida começou o papo de elogios e formalidades que não o interessavam. Lewis não tinha aquela etiqueta toda e nem fingiu ter, apenas desviou o olhar, entediado, enquanto trocavam falsas cordialidades.
 


Lily sorriu quando a menina disse a ela que iria se esforçar. Iria ajudá-la a tornar-se mais forte, sabia que ser uma lacaia fraca não acabava bem, então a incentivava a ser forte ao menos para sobreviver. Mesmo que naquele momento não tivesse feito aquilo por querer. Havia sido apenas um conselho de amiga.
 
 
Então Daryl falou e ela riu. Era impossível ele esconder os ciúmes, e mais engraçado ainda a sua tentativa de disfarçar. Bobinho. Ele não corria perigo algum quanto àquilo, mesmo que o lugar estivesse repleto de vampiros surreais de tão atraentes. Ela só tinha olhos para aqueles cachinhos de anjo.
 
 
- Vamos – ela sorriu e entrelaçou o braço no da amiga quando ela a chamou para dançar, puxando Naru para a pista de dança com ela. Riu de leve e acenou discretamente com a cabeça – Acho que ele ficaria ainda com mais ciúmes se tivesse notado eles – comentou se referindo aos puro sangues reunidos junto ao anfitrião. Deles, só conhecia Charles que era colega de classe delas. Não sabia que tinha tantos puros na cidade.
 
 
Nero ainda degustava a segunda bebida quando ouviu aquele gracejo de seu genro. Parou e ergueu os olhos lentamente a ele. Oh, queridinho... Ele não deveria brincar com fogo se não estivesse disposto a agüentar a temperatura. Sorriu docemente para Daryl e se aproximou, enlaçando a cintura dele de lado com um braço, olhando-o de forma maliciosa.
 
 
- Adoraria repetir a dose... mas só se você me acompanhasse, mon cher – ronronou sacana.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Sebastian A. Walker
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!


Masculino
Char RPG : Sebastian Ares Walker (Vampire PB / Vagante/ Musico)
Richard Wilson (Vampire B | Musico | NPC)
Tomo MIlicents (Vampire B | Musico | NPC)
Humor : Incostante / Caotico
Localização : Em algum lugar do mundo...
Posts: : 20
Inscrição : 15/12/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Dom 24 Jan 2016 - 0:26


Vamos dizer que eu estava feliz em finalmente ver ele na minha frente Charles Lutont, aquele garoto não era quem aparentava ser, era muito mais do que aparentava, dando um sorriso falso para ele, quando o mesmo se apresentava para mim, e falava as cordialidades de sempre. Olhei para as pessoas em volta e vi que estavam envolvidas em conversa, deixando o jovem Nikolayev, um pouco de lado, além das piadas e claro, como sempre adoravam zoar as pessoas, tipico de seres como nós. Olhando para Charles, resolvi dar minha resposta, estava analisando ele demais.

- Sim, a Matriz e nossa maior boate, por sinal to o conceito e cia da boate, vem da mente da minha adorável companheira de anos, minha irmã Andrômeda, que deve esta em algum lugar por aqui. - falei olhando ao redor e não vendo ela mais no bar. - Aprecie a bebida e o divertimento dessa noite, espero que goste. - falei com um sorriso falso, mas não parecia assim se alguém visse. 

Tinha outras intenções com Lutont, uma conversa amena, sobre negócios rapidamente nessa noite, nada fora do normal, mas não poderia fazer isso na frente de muitas pessoas, querendo ou não teria que encontrar o mesmo em outro momento para então conversar com ele com calma. 

Olhava em volta observando as pessoas, tentando achar a pirralha, mas pelo que parecia ela tinha sumido do bar, quando lembrei da outra presença de sangue puro que senti, e quando olhei para o cara, ela estava ao lado dele conversando, essa garota sabia onde estava se metendo, ela como sempre era muito boa em esconder o que realmente desejava. 

- Murdock, meu cara, como vi que conhece o Lutont, fico feliz em saber que não ficara desacompanhado nessa noite para conversa, além da presença da bela Jourdan. Companhia não ira lhe faltar essa noite. - falei olhando para o ruivo.

Como sempre fui galante e muito esperto, dou um pequeno sorriso, e olhou para a bela Jourdan, na qual pego sua mão e dou um leve beijo, mas em minha palma escondia um pequeno objeto no qual eu com um sorriso nos lábios e com uma leve dor para ela, somente a picaria levemente seu delicado dedo, deixando uma gota de sangue em minha mão, na qual eu poderia levar aos lábios, sorriso descaradamente, tudo seria em movimentos rápidos e imperceptíveis a olhos humanos. 

Sei que era arriscado, mas a curiosidade era maior do que eu, eu queria de alguma forma saber quem era aquela mulher, ela não era quem aparentava ser, e somente com aquilo eu poderia saber. Sorri para ela. 


off. jogada
5(labia) + 2 (manha) = 7 dados
dificuldade 6, acertos 2


Sebastian Ares Walker | 840 anos | Vampire Pure Bloody
Vampiro Vagante / Musico profissional / Idol Vampírico
(*) Richard "Rick" Wilson (Vampire B | Musico | Compositor | NPC)
(*) Tomo Milicents (Vampire B | Musico | Compositor | NPC)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Dom 24 Jan 2016 - 0:26

O membro 'Sebastian A. Walker' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

'D10' : 9, 7, 9, 10, 9, 1, 7


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Andrômeda A. Walker
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!


Feminino
Char RPG : Andrômeda Athena Walker (Vampire B | Musica | Night Class)
Milli Muniz (Vampire B | Gerente | Empresaria | NPC)
Jane Watson (Vampire D | Assistente | Secretária | NPC)
Humor : Incostante / Caotico
Localização : Em seus sonhos...
Posts: : 20
Inscrição : 23/12/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Dom 24 Jan 2016 - 0:58


Andy ficou aguardando a resposta das duas garotas a sua frente, quando ouviu o nome da de cabelos brancos, lhe chamou atenção, já tinha ouvido antes, a outra não importava muito, mas guardou o nome dela mesmo assim, dando um sorriso charmoso que sempre tinha por ser uma celebridade, ela sorriu para Lara que falou sobre o local.


- Sim aqui é sim. Nossa boates sempre tem essa característica. Serem divertidas para as pessoas. - falou ela calmamente.


Logo viu que a jovem garota de cabelos brancos perguntava se estava esperando algum amigo, quando tinha ficado amimada ao ver Junes chegar, bem vamos dizer que ela estava esperando sim, mas não um amigo, estava mais para um conhecido. Dando um sorriso.


- Somente um amigo, achei que não viria. - falou sorrindo para as duas.


Quando Junes se aproximou, ela pode sentir aquela aura de sangue puro que ele tinha, e na qual a mala do seu pai mandou ficar longe, por ser encrenca, mas quem disse que ela não queria isso. Dando um sorriso para Junes, quando o mesmo a cumprimentou com um beijo na mão, ao estilo de galanteio do seculo 19, ela deu um sorriso e fez um reverencia ao mesmo estilo para ele. Ouvira o mesmo se apresentar as outras duas, e logo falou.


- Que bom que chegou, achei que não viria. - falou sorrindo para ele. 


Tudo bem que estava em seus planos ter a presença dele ali, e tinha conseguido, agora era somente fazer o resto da certo, manteve a cara de boa menina, na frente das duas garotas e manteve a mesma cara para dele, dando uma de artista fofa e idiota, mas abafem o caso. Ela queria apenas se divertir nessa virada de ano, apenas isso, e tinha achado outra diversão no meio do caminho. 




Andrômeda Athena Walker | 17 anos | Vampire B
Cantora / Idol Vampírico / Night Class
(*) Milli Garcia Muniz (Vampire B | Gerente | Empresaria | NPC)
(*) Jane Liwne Watson (Vampire D | Assistente | Secretária | NPC)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Norman McWolf
Recem Criado
Recem Criado


Masculino
Char RPG : Norman McWolf (Vampiro B / Nobre / Empresário)
Gabriel Mostif (Vampiro C / Servo / NPC)
Anabelly Finningan (Vampiro C / Secretária / NPC)
Humor : Incontrolavel
Localização : em algum lugar da casa.
Posts: : 56
Inscrição : 27/10/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Seg 25 Jan 2016 - 19:53



Eu me aproximei dela mesmo ela não gostando disso, e sorri para a mesma. Hoje era um dia que queria aproveitar ao máximo. Perto dela, comecei a fazer o corpo dela ir no ritmo da musica, mesmo com ela sentada na cadeira, dava um sorriso para ela, charmoso, provocante, enquanto as vezes tomava alguns goles de champanhe, para alegrar minha noite. Mesmo com a musica alta e ouvindo tocar musicas que não fazia ideia de quais eram, já que nesse ponto não sou atualizado, falei para ela.

- Sei que em breve vai ter uma musica bem ao nosso estilo, quer dançar comigo? - falei perguntando para ela, se aceitaria ou não dançar comigo.

Naquela hora senti meu bolso vibrar, e meu celular estava tocando, pela musica alta não daria para ouvir ele tocando. Pedi um Minuto me afastando dela, e foi para perto da Area de recepção onde a musica era mais fraca, peguei o celular e mais uma vez era Mostif querendo falar alguma coisa. Esperava que fosse importante.

- O que foi Mostif? -perguntei pelo Celular.

- Houve uma complicação nos meios de transportes das nossas empresas por causa das nevascas que estão acontecendo agora mesmo. Nenhum deles vai chegar no momento exato de suas entregas, muito vão ter que esperar, para poder seguir em frente. - falou ele para mim pelo celular.

- Uma complicação bem no final do ano. - balancei a cabeça negativamente, não gostando disso. - Fale para eles ficarem onde estou ou acharem um local quente para ficar ate a nevasca passar, vai atrasar tudo, mas pelo menos não acontece maiores acidentes e maiores prejuízos para mim. Faça essa noticia correr o mais rápido o possível. - falei para ele.

- Sim senhor. - falou me respondendo e desliguei o celular.

Naquele momento via Sebastian como sempre rodeado de pessoas, como sangue puro e também um bendito de um astro, ele aproveitava cada momento disso. Tomei o ultimo gole da champanhe da minha mão, trocando na mesma hora por uma nova, e fui em direção a eles, na maior cara de pau do mundo, por sinal um deles me interessava.

- Boa noite Senhores. - falei sendo cordial ate demais com eles. - Norman McWolf. - falei me apresentando.

Como sabia quem eram não adiantava ficar enrolando nas apresentações, pelo menos se dessa vez Mostif tivesse feito o dever de casa certinho. Sorri para os ali presentes, vendo que não somente tinha um louro, um ruivo, como uma bela jovem, e um garoto que parecia ter acabado de sair das fraudas, mas não poderia me enganar pela aura que vinha dele. Fiz um gesto para que minha esposa viesse ate mim para me acompanhar nessa parte, ela como sempre poderia ofuscar o brilho de qualquer pessoa, ate mesmo da bela jovem.


Norman McWolf | 435 anos | Vampiro (Vampire B)[size=15]
Nobre | Empresário | Playboy | Milionário | Filantropo
Conde de BlackMoon

(*) Gabriel Mostif | 465 anos | Vampire C | Assistente Pessoal[/size]
(*) Annabelly Finningan | 130 anos | Vampire C | Secretária
Voltar ao Topo Ir em baixo
Angel D'Angelys
Recem Criado
Recem Criado


Feminino
Char RPG : Angel D'Angelys (Vampira / Professora)
Humor : Inconstante...
Localização : Onde menos se espera.
Posts: : 68
Inscrição : 25/10/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Seg 25 Jan 2016 - 20:12


Angel tomava sua champanhe e comia seu aperitivo ao som da
musica alta que rolava, ela via Norman se aproximar dela, tocando 
em seus quadris, fazendo os mesmo mexerem mesmo que contra a
vontade dela, Ela estava apenas de olho na filha, e pelo que viu 
Syaoran tinha chegado e estava junto com eles também, então não 
precisaria de ficar preocupada. Ouvia Norman falar uma coisa de 
ir dançar com ela, mas quando pensou em rejeitar, o mesmo estava
pedindo um minuto e saindo de perto com o celular na mão. 


Angel ficou sentada, pediu mais uma champanhe, pois a sua tinha
acabado, e olhava ao redor para ver sempre como andava sua filha,
e ver no que Norman estava aprontando quando saiu de perto. Poucos
minutos se passaram e logo ela viu Norman lhe chamando com a mão 
para que fosse ate ele, como se fosse um cachorrinho de estimação. 
Ela suspirou e sabendo que não poderia falar nada, pegou a nova taça
que chegava em sua mão, e pediu para reserva o local, que ela somente
ia ate ali e voltava. 


Angel andou em seus salto de dez centímetros, pretos e poderosos como
ela mais gostava, de usar para algo assim, indo em direção ao pequeno grupo.
Era novamente Sebastian e deveria ser alguns vampiros, pela aura, sangues 
puros, ela sorriu indo em direção a eles, se postando ao lado de Norman,
antes de olhar com um sorriso o anfitrião.


- Boa noite. Angel D'Angelys. - falou ela calmamente, fazendo uma leve reverencia
 com a cabeça para os ali presentes. 


Angel olhou cada um deles, e um deles era seu aluno, e nada disse, afinal, 
vampiros tem mais idade do que aparentam ter. Olhando para uma jovem 
ficou curiosa com ela, o que uma vampira comum fazia em meio a tantos
vampiros poderoso.


Angel D'Angelys / 350 anos / Vampira (Vampire B)
Professora de Treinamento de combate.
Condessa de BlackMoon
Voltar ao Topo Ir em baixo
Selene D'Angelys
Recem Criado
Recem Criado


Feminino
Char RPG : Selene D'Angelys (Vampira B / Night Class)
Alicia Sophy D'Angelys (Vampira B / Socialite / NPC)
Humor : Alegre
Localização : Academia Cross
Posts: : 66
Inscrição : 05/11/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Seg 25 Jan 2016 - 20:26


Selene estava triste por que seus amigos estavam todos saindo para irem dançar, e ela estava ali sozinha sentada, quando recebe uma mensagem de Syaoran perguntando onde ela estava, ela falou onde estava e logo sentiu a presença dele, e ficou mega contente quando o mesmo lhe convidou para dançar junto com todo mundo. Ela correu para pegar uma plaquinha de reservado que ela soube que poderia fazer, e colocou na mesa para que quando eles voltasse tivessem lugar para sentar. Dando um sorriso foi para a posta de dança junto com Syaoran.


Lá encontrou as meninas com seus pares, e como sempre eles não dançavam nem que pagasse a eles, estavam mais ali para ver elas dançarem do que dançar junto com elas. Gostava de Syaoran, por que mesmo naqueles momentos que teria que dançar, o mesmo sabia dançar e dançava com ela, Dando um sorriso para ele continuou a dançar com o mesmo com Rose e Lissa próximos dela. Olhando para Syaoran. 


- Que bom que veio, achei que não viria mais. - falou ela sorrindo para ele, com cara fofa.


Selene estava curtindo as musicas que rolavam na boate e curtindo ver seus amigos próximos dela, assim ela tava ate que tendo uma festa de final de ano legal.  


Selene Luna D'Angelys McWolf | 15 anos | Vampire B
Nobre | Estudante - Night Class

(*) Alicia Sophy D'Angelys | 758 anos | Vampire B | Socialite
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vasilisa Dragomir
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!


Feminino
Char RPG : Vasilisa Dragomir (Vampire B | Realeza | Night Class)
Tatiana Marina Ivashkov (Ancião / Queen USA / NPC)
Humor : Alegre / Esnobe
Localização : Academia Cross
Posts: : 24
Inscrição : 25/12/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Seg 25 Jan 2016 - 20:44


Lissa estava adorando esta na pista de dançar junto aquelas musicas tão fortes e dançantes, não faziam muito seu estilo, mas era musica que gostava para dançar e curtir ao menos. Dando um sorriso dançava ao lado de Rose e Selene, que pareciam dançar diferente do par dela, que ficava boa parte do tempo parado, sem fazer nada somente olhando para ela. Ela viu o par de Selene, e olhou para Christian. 


- Viu, tem que dançar como ele. Vem dança direito comigo. - falou ela empolgada com a musica que tocava.


Lissa então fazia de tudo para que seu parceiro de danças dançasse junto com ela, mostrando que não era dificil de sacudir e balançar o corpo um pouco ao ritmo da musica. Vendo que o carrancudo guardião continuava como antes se virou para Rose. 


- Acho que esse ai vai ficar assim para sempre. Nem dançar ele quer. - falou ela para a amiga. - Tinhamos que ter parceiros como o Syaoran que gosta de dança. - falou ela dando uma leve risada.


Ela queria ver a reação deles para essas suas palavras. 


Vasilisa Sabina Rhea Dragomir | 17 anos | Vampire B
Realeza "Princesa" | Night Class
(*) Tatiana Marina Ivashkov (Ancião / Queen USA / NPC)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dark_Rose
B
B


Feminino
Char RPG : Rose Valentine (PB)
Lara Kapetine (Hunter)
Humor : Incompreesível
Localização : Inglaterra
Posts: : 663
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Seg 25 Jan 2016 - 21:49




Lara vê a vampira acenando para alguém, mas não se importa muito, deveria ser mais algum vampiro amigo dela. Aceita a bala de Lilac agradecendo e dando um sorriso. Nunca recusaria qualquer tipo de comida, a não ser que, por algum motivo, achasse nojento.
 
Foi então que ela sentiu.
 
O arrepio que surgia pelas suas costas chegando até o topo da coluna, ela nem havia visto a pessoa, mas a aproximação foi o suficiente para causar a sensação de incomodo. Ela fica calada e isso fica bem claro para eles que ela muda de postura para uma mais séria, principalmente para a albina que está acostumada com Lara sempre mantendo a pose de extrovertida.
 
A mão dela chega a coçar e, por um momento, ela começa a deslizar a mão sobre a bolsa que usava para sentir o par de sai dentro dela, mas não faz nenhum movimento que pudesse causar estranheza ou incomodo entre eles.  Só de saber que estava armada a fazia se sentir mais calma, e dá graças aos deuses por ter colocado as armas na bolsa mesmo achando aquilo besteira.
 
Ela dá um longo gole na bebida que segurava acabando com o líquido, sabia que não aconteceria nada ali, mas criada por uma família de caçadores, desde cedo aprendeu a temer os puros, a maldição do sangue era abominada em sua família, então qualquer um que virasse um vampiro, mesmo que sem querer, era punido com a morte. Então, para ela, puros são os monstros da sua infância que faziam com que ela perdesse o sono com pesadelos. Ainda mais depois de presenciar um membro de sua família ser morto por culpa deles.
 
Ela dá um longo suspiro depois de beber. Percebe que ele olhava para ela e para Lilac estendendo a mão em cumprimento.   Ela já estava mais recomposta internamente, precisava parecer que estava tudo bem, principalmente para não causar tumulto. Então, na maior cara de pau que conseguiu fazer naquele momento. Fingiu ser uma humana ignorante que acha que vampiros são histórias da carochinha. Estendeu a mão retribuindo o cumprimento.
 
- Sou Lara. – Preferiu não dar o sobrenome, receando que ele reconhecesse, preferiu não arriscar.
 

Ela sorria, mas dava para perceber que seu olhar estava diferente, mais sério, mais firme. Ela parecia mais adulta mantendo a postura e falando pouco.


Lara Kapetine
Voltar ao Topo Ir em baixo
Makie
E
E


Char RPG : Personagens:

Freya Gatemberg - Night Class
Aidan Becker - Day Class
Lilac Löfgren - Universitária
Juliet Glotieb - Prof.ª Ed. Fisica
Posts: : 323
Inscrição : 26/08/2015

MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Seg 25 Jan 2016 - 22:29

Andrômeda era o nome de uma constelação. a albina poderia fingir que era apenas coincidência, mas isso não poderia ser algo escolhido no chute, andromeda athena? Alguém ali gostava de mitologia grega/romana... algo do tipo, ela não lembrava qual era qual no final mas aquele era um fato que preferiu dar de ombros enquanto tentava descobrir para quem a loirinha parecia chamar a atenção, mas a primeira vista ofuscado pela iluminação escura do lugar Lila deu de ombros, mas ao vê-lo de perto, não teve como conter a surpresa, seus olhos se arregalaram e o violeta se mesclou ao azul pálido  que rasgava o violeta  com tons cinzas , seus rosto não me era estranho, talvez também fosse modelo em algum lugar, como era a inauguração, não seria impossível de outros modelos virem, ou quem sabe era um ator, mas não se lembraria disso agora.

Lara parecia um pouco dura demais, diferente do que era mais cedo, alguma coisa estava meio confusa, prontamente sua parceira havia tomado a frente, será que se sentia ameaçada, com ciúmes? Um sorriso divertido tomou os lábios de Lila enquanto sua face ganhava um pouco de cor e então levou as pontas dos dedos ate os lábios para disfarçar se voltando novamente ao recém chegado.

- Me chamo Lilac, muito prazer Junes – com um olhar um pouco travesso observou Lara dando um passo a frente — imagino que um rapaz tão bonito assim deve ser o seu namorado Andromeda , nenhuma garota que se prese deixaria um cara assim andar desacompanhado.

Imaginou que assim lara se acalmasse com a provável resposta que sim, tinha namorada e então relaxasse de volta


mushu:
 
coisas que apenas o chat explica!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Club FIVE    Hoje à(s) 21:19

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Club FIVE
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
 Tópicos similares
-
» ArremateClub
» Boate Freedom
» Esporte Club Pin (ESCUDO)
» Rock The World - Online Music Game
» OLHO NO CLICK CLUB

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Academia Cross RPG  :: Província Ambarantis :: Ambarantis :: Cidade Central-
Ir para: