Academia Cross RPG
Bem Vindos!!

Aos visitantes e Novatos Na Academia Cross.

Leiam as Regras para participar do RPG.

Regras Gerais, orientações e Sistema do Jogo

Arigato pela Visita e volte Sempre!

Administração Equipe Cross



RPG Vampire Knight
 
Portal CrossInícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 >:: Floresta de Ambarantis ::<

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Sab 16 Jan 2010 - 23:04

Relembrando a primeira mensagem :

Floresta de Ambarantis
Próximo a entrada da cidade havia uma floresta
 ainda pouco explorada, uma reserva ambiental ainda preservada e
protegida com animais selvagens e vegetação rara.





E lá dentro daquela densa floresta havia
uma enorme gruta funda e coberta por árvores e muita vegetação.




Evento da primeira noite...:
 



~* Narrador Master *~


Última edição por Master em Dom 1 Nov 2015 - 13:16, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda

AutorMensagem
Fabi
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1423
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Dom 18 Out 2015 - 23:00

+ Nero


O vampiro sequer sentiu o toque do outro ou seu ato misterioso. Ele dormiu até pouco antes das quatro. Como não ouviu o costumeiro despertador, continuou deitado descansando. Abriu os olhos e olhou ao redor.


Inicialmente ficou confuso por não estar em seu quarto mas aos poucos, conforme o sono foi passando, se lembrou de onde estava. Fitou o teto e ficou em silêncio. As coisas ficariam difíceis dali em diante. Suspirou e levantou, vendo a muda de roupa. Sorriu e negou com a cabeça.


Após se vestir, saiu do quarto e seguiu relutante pela casa, seguindo o cheiro de onde estaria Louis.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Dom 18 Out 2015 - 23:16

Da cozinha ele preparava algo para o dejejum de Skye e Noah, conversavam e por vezes ouvia risos das crianças. O cheiro era bom e acabava invadindo todo o comodo da sala ligado aquela cozinha.

_Ei pai, não precisa de tanto, somos só nós, esta fazendo coisas para uma multidão._Skye pegava algo parecido como bolinhos e provava, enquanto arrumava a mochila.

_Deve ser para aquele lá...-Noah fez uma careta lembrando de Nero.

_Aquele lá tem nome... Nero, e por favor seja educado... Não estou obrigando a aceitar ele, mas educação te dei.

_Ok...-Noah diz revirando os olhos e comendo bolo.

_Eu gostei dele, se faz papi bem, fico feliz e você também deveria Noah...-Ela cutuca o garoto para rir.

_Para Skye...- riu com as cosquinhas que ela fazia nele.

Louis sorriu para eles sentando a mesa e comendo também, fazia tempo que não tinha um momento como aquele com os filhos.

Nesse momento ver Nero aparecer na porta, o via nitidamente, sabia que assim que terminasse de passar todos os seus poderes para ele, se tornaria comum, e vendo como ele era sem a aura brilante suspirou.

_Olá... Espero que tenha fome, acho que exagerei um pouco na quantidade de coisas aqui na mesa.-Sorriu sem jeito pegando prato e uma caneca e pondo a mesa para Nero.

Skye tinha um sorriso simpático a Nero e Noah adotou a tática de cara de paisagem e deu um boa noite entre os dentes comendo novamente um pedaço de bolo.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1423
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Dom 18 Out 2015 - 23:43

+ Nero


Ele sentiu o cheiro da comida e seguiu farejando. Parecia que estavam cozinhando algo bom... Nero parou ao ouvir o riso das crianças. Aquilo era... estranho, no mínimo. Hesitou. Estava acostumado a somente ele e Lillian, mas suas outras relações entre sua própria família eram... conturbadas, para ser gentil. Estremeceu com algumas lembranças e logo as afastou da mente. O passado era apenas aquilo, passado.


Parou à porta e ouviu aquele diálogo. Deu um leve sorriso e se aproximou devagar, olhando a bela cozinha.


- O cheiro está bom - ele se sentou ao lado de Louis.


Antes de se servir observou aquela cena. Sentia-se deslocado ali. Parecia... feliz demais. E ele sabia que aquilo não era a realidade. A ilusão de paz o deixava um pouco nervoso. Ou talvez fosse apenas porque não sabia lidar com aquilo como uma pessoa normal. Então apenas disfarçou tomando um gole de café sem açúcar.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Dom 18 Out 2015 - 23:55

Louis olhou sorrindo, mas por dentro sentiu receio, dali em diante Nero seria para ele uma enorme incógnita já que antes para saber o que Nero estava sentindo era só ler a aura, mas agora isso mudou.

_E hoje o dia que está marcado o encontro com Hanabusa.-Louis dizia a ele vendo ainda os filhos naquela implicância infantil um com o outro._Eu irei até Amadeus e te deixarei antes na sua casa._Ele virou o rosto olhando Nero que parecia está tentando se acostumar com aquela cena.

_Algum problema? -O moreno agora teria que aprender a perguntar para saber o que o outro sentia.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1423
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Seg 19 Out 2015 - 0:08

+ Nero


Ele respirou fundo ao se lembrar do encontro com Hanabusa. Deveria ter muito cuidado e... argh... etiqueta naquele encontro. Tomou mais um gole do café, pensativo. Teria que estudar aqueles papéis rápido. Então saiu dos devaneios com a pergunta do moreno.


- Umn?... Não - ele pousou a caneca na mesa, um tanto sério e suspirou. Virou para Louis e deu um leve sorriso, como que para dizer que estava tudo bem - Só não... estou acostumado a um desjejum tão... leve. Digamos que... isso não era algo comum na minha família - e um brilho de raiva brilhou em seus olhos.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Seg 19 Out 2015 - 16:54

Louis olhou por um instante, pensativo, sem enxergar a aura ele percebe que nunca perguntou sobre o passado do ruivo. Na verdade via muita raiva e ressentimento no fundo dele, mas que preferiu esconder dentro de si.

Nunca quis saber do passado, pois algo dizia que isso mexia com Nero e não era de uma forma boa.

Agora ele estava vivenciando algo que para Louis era comum, não que ele tivesse vivido algo assim no passado, não fora criado juntos dos irmãos, então não sabia dizer se está com os filhos tomando um café da manhã despreocupado e sorrindo era normal ou não.

Apesar de não ler mais aura ele anda percebia reações e sabia ler isso, ao menos algo para dar uma luz ao moreno.

_Eu não sei dizer se isso é certo, só tento colocar de forma agradável o pouco tempo que tenho com eles.-Olhou Noah e Skye que brincavam um com o outro numa pequena disputa de quem pegava o último pedaço de bolo.

Skye então deixa para Noah e pega sua mochila.

_Eu vou até associação, ver como anda as coisas, volto o mais rápido que eu puder.

Louis consentiu com a cabeça.

De repente a garota passa as mãos na face e desce pelos cabelos aquele gesto ao passar faz ela mudar a cor do cabelo e a estrutura física. Diante deles estava uma pequena garota de cabelos curtos e pele rosada. Era a aparência humana dela, até o cheiro era de uma humana.

Louis sorrir baixinho, vendo pela primeira vez a filha usar seu poder de ilusão.

_Observe tudo e volte logo, procure saber sobre alguma repercussão da academia.

_Claro, então estou indo...-Deu um beijo na bochecha de Louis e bagunçou o cabelo de Noah e finalizou dando um beijo na bochecha de Nero.

Saiu saltitante pela outra porta.

_Nero, eu devo ficar até ela voltar se quiser pode pegar meu carro, precisa se prepara para o encontro com Hanabusa.

Levantou recolhendo os talheres e copos da mesa, fazia isso manualmente, sem usar o poder como sempre fazia e levou a pia para lavar.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1423
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Seg 19 Out 2015 - 17:25

+ Nero


O ruivo olhou aquela cena novamente, sério. Não tinha com quem conviver daquele jeito quando tinha a idade deles, já que o irmão era quase 200 anos mais velho do que ele. Pensava que se ficasse realmente com Louis teria que... Se acostumar com aquilo.


- Não acho ruim... só é surreal para mim... - ele olhou Louis - É que... eu nunca convivi bem com meu irmão - deu de ombros - A sua família é muito mais agradável.


Então a garota simplesmente trocou de aparência como quem troca de roupa. Ele arregalou os olhos. Até o cheiro da menina! O sangue de Louis era mesmo poderoso e parecia ter passado para ambos os filhos, mesmo que Noah tivesse poderes diferentes, os da mãe segundo o moreno explicara.


Viu a menina beijar os outros dois, mas não esperava que ela viesse e beijasse sua bochecha também. Olhou um pouco desconcertado para a menina saindo. Aquela situação toda era tão surpreendente para ele que sequer notou que Louis não estava usando seus poderes.


- Tudo bem. Vou tentar concertar os vidros para você - ele se levantou e o ajudou a arrumar tudo antes de ir - Qualquer coisa ligue para minha casa e virei... Dê o número a eles também. Vou pedir para Lillian me deixar informado de como as coisas estão na academia... Melhor eu ir agora.


Ele acariciou o rosto de Louis e deu um beijo em seus lábios. Depois olhou o garoto ruivo.


- Até mais, Noah - afagou os cabelos dele de leve.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Seg 19 Out 2015 - 18:26

Ele ver o ruivo se espantar com o dom de Skye.

_Ilusão, ela consegue induzir a ilusão em qualquer um, até os sentidos são afetados.

Louis viu sair e riu quando ele passa a mão na cabeça de Noah que fica emburrado na mesma hora.

_Tudo bem, me envie mensagem se precisar de algo, preciso reportar a Magnus depois.

Assim ele se ver sozinho na cozinha, Noah vai ao seu quarto para jogar e Louis pega as pastilhas aumenta mais uma vez a dosagem e respira, tonteia. Não era mais como antes, dessa vez sentiu fraqueza e resolveu sentar esperar passar aquele mal estar.

Teria que se acostumar sem os poderes e aparentemente a sua necessidade de sangue começava a aumentar. Ouve um toque de mensagem recebida em seu celular, suspirar imaginando ser Magnus, ao pegar ver na tela mais de 30 mensagens de Alanis, resolve ligar.

_Lanis, precisa encher a caixa de entrada de meu celular com tantas mensagens?

"~Você some e nem liga mais para mim..."

_Eu só sai uma noite eu não sumi, bem que eu queria, mas não posso...

"~E então já desgrudou daquele cabeça de fogo?"

_Ele foi ao encontro com Hanabusa, e como está as coisas ai na Amadeus?

"~Aparentemente tudo calmo, mas sei lá... Sinto como se fosse a calmaria diante da tempestade."

Louis engoliu seco, sabia que isso poderia acontecer, aquela coisa lá dentro e Magnus com uma incognita.

_Eu devo ir mais tarde, estou resolvendo alguns assuntos.

"~Esta com esse cara não é? Louis eu não confio nele, algo me diz que ele vai te apunhala pelas costas."

_Não se preocupe tanto, acredito que ele esteja do meu lado, ao menos corri primeiro que Magnus para ter a confiança dele.

"~Não sei... Não consigo olhar ele e confiar assim, ainda mais que sei que você se envolveu, você é sensível demais, vai acabar se apaixonando."

Louis sentiu aquelas palavras dela, antes podia até controla os irmãos e até manipular as emoções deles para não sentirem tanto por ele, mas agora não sabia como acalmar Alanis.

_Desculpa te preocupar, mas sei o que estou fazendo e vai da certo, vamos conseguir.

"~Louis...? Você se apaixonou ..."

Um silêncio se fez entre eles, e Louis ouviu o som do suspirar dela de insatisfação.

"~Espero mesmo que isso de certo, porque se não, estaremos condenados."

_Vai dar tudo certo.

"~Te espero mais tarde."

Ela encerra a chamada e ele fica olhando a tela do celular, seus olhos estavam vermelhos, mas não era a vontade de sangue , era por está chorando.



"


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Lohanne
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Lohanne - Hunter
Yan Yuriev - Vampiro Puro Sangue

Posts: : 3153
Inscrição : 15/05/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Sab 28 Nov 2015 - 7:26

Após a partida de Loran e dos caçadores, Stelian aguardou um segundo carro que logo chegou. O motorista, provavelmente algum lacaio de Yuriev, era um vampiro bastante inferior e corpulento e trouxe a Stelian, além do veículo que o levaria até o local de caça, uma bolsa de sangue.


Motorista:
 

 
Sem dizer uma palavra a Stelian, o carro começou a ser guiado pelo vampiro até a entrada da floresta de Ambarantis.
 
Stelian tomou alguns goles da bolsa durante o caminho, o suficiente para seus olhos voltarem ao azulado natural. Estava pensativo, sentia-se, pela primeira vez, despreparado para a missão ao qual fora designado. Ele havia traçado um plano, mas as coisas haviam saído do controle de tal forma que ele ainda se perguntava como sobreviera àquelas poucas horas no solo de Ambarantis.
 
Ao chegar a entrada da floresta, Stelian saltou do carro, deixando a bolsa de sangue quase vazia no banco traseiro, indo então até a porta do motorista que lhe entregou um mapa e tornou a fechar o vidro, desligando carro em seguida.
 
Stelian olhou para o mapa e ligou o GPS do celular, localizando-se naquela mata desconhecida, seguindo a trilha indicada até chegar a um casebre decadente em meio a mata.

Casebre:
 
 
Ele podia sentir a presença do level E que estava ali dentro, pronto para lhe servir de fonte de alimento, mas ele não estava preparado para o que viria a seguir.
 
Ele abriu a porta, deixando seus olhos vermelhos e sua aura mais forte do que o daquela criatura, para dominá-la, mas, assim que viu o rosto que o encarava, ele parou por um momento.
 
- Você...? – ele se aproximou mais, ainda incerto pela fraca luz e examinou melhor aquela vampira acorrentada que guinchava como um porco amordaçado. A jovem vampira transformada o olhava de volta, furiosa, disposta a lutar por sua sobrevivência.

Vampira Level E:
 
 
Stelian a encarou por longos segundos, mas então se aproximou e, num gesto rápido e bruto, fincou suas presas no pescoço da vampira presa.
 
Ele sorveu longos goles, até que o corpo em seus braços parou de se debater e pareceu aceitar seu destino, mas Stelian ainda tinha perguntas e ele não daria um fim àquela vampira, não agora.
 
Satisfeito, ele largou a garota que só não caiu de joelhos pois estava acorrentada as paredes e então saiu do casebre.
 
Ele retornou ao carro em passos largos, o motorista desceu o vidro assim que ele se aproximou:
 
- Satisfeito, meu senhor? – ele perguntou num tom formal, sua pele negra-acinzentada exibia diversas cicatrizes.
 
- Sim, mas eu quero um último favor seu – Stelian pediu, olhando naqueles olhos quase sem vida do vampiro transformado. Era apenas uma máquina de servir e Stelian bem sabia disso.
 
- Quero que alimente e guarde aquele level E, dê a ela às pílulas de nosso mestre Yuriev, consiga o que for necessário.
 
O motorista apenas assentiu e tornou a fechar o vidro, sem fazer qualquer pergunta e Stelian voltou a embarcar, rumando à Academia.
 

“Isso... isso esta cada vez mais interessante...” – ele se permitiu sorrir enquanto olhava a estrada pela janela, as árvores passando como borrões – “... eu só espero saber lidar com tudo isso, quando for o momento certo... Mas por hora...” – ele passou a mão pelo próprio pescoço – “Por hora eu preciso tomar meu lugar na vida dos Kuran, principalmente daquela vampira inconsequente....”.





"We greeted death as an old friend"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Dom 6 Dez 2015 - 20:44

+Arthur/ Louis+

Ele havia pedido o táxi chamou-o o mesmo de sempre, logo que chegou diante dele na rua da cidade, ele entrou e rapidamente tomou o caminho para fora da cidade, poucos minutos depois, estavam na entrada da floresta, fez o pagamento como sempre um valor a mais da corrida. O moreno viu o táxi se afastar e entrou na floresta, caminhou rápido precisava tirar Noah de lá e enviou uma mensagem a Skye que lhe encontrasse em um conjunto residencial na cidade alta, iria levar eles para Alanis, contar a ela sobre os filhos e pedir que fiquem lá até ele resolver toda a situação.

Logo que chega na gruta, observa ao longe que havia movimentação dentro da mansão, começa a se aproximar mais cauteloso e ao chegar, abre a porta, estava tudo escuro e de repente sentiu um baque lhe acertar as costas, a pancada o jogou ao chão e gritou com a dor, as luzes se acenderam e ele viu que eram os capangas de Magnus.

"Não... NÃO... por favor, não pode..."



Procurou por Noah e viu que ele estava preso com Rick e Pierre.

_Arthur.. Arthur... Arthur... Achou que enganaria quem... ? - O homem andou até ele, muito bem vestido e educado, falando manso.

Spoiler:
 
_Vic..tor...- sentindo a dor da pancada, virou o corpo tentando levantar inutilmente pois foi empurrado por um pé que pisava em suas costas. _ Por favor, deixe o garoto... eu irei com você.-As palavras do moreno saiam quase como suplica.

_Você acredita mesmo que farei isso.- Aproximou dele e agachou pegou pelos cabelos e o fez olhar para ele._Eu sabia que um dia você ia vacilar e sabe o que Magnus me disse.-fez uma pausa e tragou seu cigarro._Faça o que você quiser, só não o mate... por enquanto.-Levantou e fez um sinal com a cabeça a cachorro louco.

O homem puxou Arthur fazendo-o se levantar, pegou um par de algemas e o prendeu, fazendo-o sentar no sofá.

_Vasculhem tudo, achem a grana.- Victor deu a ordem e vários outros homens começaram a vasculhar a mansão, conforme entravam nos lugares desarrumavam tudo, jogavam ao chão objetos e  destruíam moveis para ver se estava escondido dentro deles o dinheiro.

Noah estava com uma coleira e tinha uma expressão assustada, ele olhava o pai e suspirava a cada barulho de objetos destruídos.

_Victor... Magnus está errado, eu não peguei o dinheiro...

Victor fez um gesto de silêncio ao vampiro.

Louis estremeceu, ele sabia que não teria salvação e olhou Noah dizendo:

_Vou tirar você disso...

Victor olhou para o garoto e diz:

_Como você escondeu tanto tempo uma cria... realmente andou fazendo o que não deve por ai, acho que Magnus irá gostar de saber dessa cria sua.

_NÃOOO... - desespero de Louis aumentava. _Por favor Victor...

Quando finalmente os homens voltaram fizeram a negativa de não ter achado anda, Victor mostra impaciencia.

_Queimem tudo, vamos embora... Levem o garoto vampiro para o carro Pierre, Rick acompanhe ele.

Victor olhou Arthur e mandou que o levassem para o carro que haviam vindo. Ao saírem colocaram fogo em um canto da mansão que logo se espalhou. Todos saíram da casa e foram se afastando pegando o rumo da saída da gruta.
Spoiler:
 

Louis viu ao longe tudo pegar fogo, sua mente estava vazia, seu peito doía e agora não sabia mais qual seria seu destino e de Noah.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Makie
E
E
avatar

Char RPG : Personagens:

Freya Gatemberg
Lirion Gatemberg
Aidan Becker
Lilac Löfgren
Juliet Glotieb
Posts: : 341
Inscrição : 26/08/2015

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Seg 4 Jan 2016 - 16:39

a lua estava encoberta pelas nuvens que traziam com sigo alguma neve,  em algum momento alguns flocos começariam a cair criando um tapete branco por onde tocasse, Lirion trajava sua roupa simples de inverno, um terno bem cortado preto juntamente com um sobretudo longo preto. Seus sapatos não eram os mais adequados para andar numa floresta, as não se importava em estraga-los , havia algo maior no qual procurava.  Ele tirou algumas coisas dos bolsos interno do casaco, alguns papeis, algumas ampolas e um delicado lenço, quais as relações que eles tinham? Eram até obvias, mas não vinha ao caso explicar.
 
Seus olhos azuis se ajustaram a iluminação precária e então caminhou por entre as árvore numa rota que iria fora das trilhas humanas, o gelo se tornava compacto e áspero para que ele não escorregasse, afastando o excesso por seu caminho, não era necessário enxergar com perfeição na escuridão da floresta, seus poderes conseguiam guia-lo, principalmente pela pequena camada de neve  que já havia sobre o chão funcionando quase que como um sonar para o vampiro. Foram alguns minutos de caminhada até que pudesse achar uma pequena clareira, e pelos sinais, alguns animais viviam por ali, então deveria preparar o terreno.
 
Colocou os papeis o lenço e as ampolas num canto  da clareira enquanto abria um pequeno corte na mão. O sangue fluía como num filete continuo que ele mesmo controlava manchando o chão. Isso manteria os animais indesejados fora. Ele marcou umas arvores num pequeno caminho, de alguma forma ele chamava aquele que o conhecia. Assim que fechou o corte, pegou o lenço e abriu a primeira ampola, era um produto químico que fez o cheiro do pano exalar por ali. Juntamente com a segunda ampola, não bastava ser o lenço de rosto de freya, a mistura de seu perfume amadeirado com um pouco de ether traria aquelas lembranças a qualquer um que a conheceu, então o dobrou colocando no chão sobre uma o pacote onde veio o lenço. Alguns bons passos afastados daquele lenço e com as mãos ocupadas com as folhas de papel e o restante daquelas ampolas Lirion se manteve de pé com seus olhos Azuis que pareciam iluminados de alguma forma focando a noite fria. Fitando o céu a espera dos primeiros flocos de neve. Esperava que aquilo não demorasse, ou teria que deixar outros recados,  ele não gostava de prorrogar certos assuntos.
a lua estava encoberta pelas nuvens que traziam com sigo alguma neve,  em algum momento alguns flocos começariam a cair criando um tapete branco por onde tocasse, Lirion trajava sua roupa simples de inverno, um terno bem cortado preto juntamente com um sobretudo longo preto. Seus sapatos não eram os mais adequados para andar numa floresta, as não se importava em estraga-los , havia algo maior no qual procurava.  Ele tirou algumas coisas dos bolsos interno do casaco, alguns papeis, algumas ampolas e um delicado lenço, quais as relações que eles tinham? Eram até obvias, mas não vinha ao caso explicar.
 
Seus olhos azuis se ajustaram a iluminação precária e então caminhou por entre as árvore numa rota que iria fora das trilhas humanas, o gelo se tornava compacto e áspero para que ele não escorregasse, afastando o excesso por seu caminho, não era necessário enxergar com perfeição na escuridão da floresta, seus poderes conseguiam guia-lo, principalmente pela pequena camada de neve  que já havia sobre o chão funcionando quase que como um sonar para o vampiro. Foram alguns minutos de caminhada até que pudesse achar uma pequena clareira, e pelos sinais, alguns animais viviam por ali, então deveria preparar o terreno.
 
Colocou os papeis o lenço e as ampolas num canto  da clareira enquanto abria um pequeno corte na mão. O sangue fluía como num filete continuo que ele mesmo controlava manchando o chão. Isso manteria os animais indesejados fora. Ele marcou umas arvores num pequeno caminho, de alguma forma ele chamava aquele que o conhecia. Assim que fechou o corte, pegou o lenço e abriu a primeira ampola, era um produto químico que fez o cheiro do pano exalar por ali. Juntamente com a segunda ampola, não bastava ser o lenço de rosto de freya, a mistura de seu perfume amadeirado com um pouco de ether traria aquelas lembranças a qualquer um que a conheceu, então o dobrou colocando no chão sobre uma o pacote onde veio o lenço. Alguns bons passos afastados daquele lenço e com as mãos ocupadas com as folhas de papel e o restante daquelas ampolas Lirion se manteve de pé com seus olhos Azuis que pareciam iluminados de alguma forma focando a noite fria. Fitando o céu a espera dos primeiros flocos de neve. Esperava que aquilo não demorasse, ou teria que deixar outros recados,  ele não gostava de prorrogar certos assuntos.


mushu:
 
coisas que apenas o chat explica!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Dom 10 Jan 2016 - 17:43

+ Skye +






Resolvera sair para caçar e depois ir a mansão da floresta, tinha que saber do pai, mas antes estava faminta e mesmo que não fosse algo tão bom quanto sangue humano, caçaria algum servo na floresta.

Ao chegar, depois de pedir ao táxi para deixa-la na entrada da floresta, adentrou o local estava vestida com roupas comuns, jeans e camisa branca e levava uma mochila nas costas, olhou a sua volta e vendo que não poderia ser vista, assumiu a sua verdadeira aparencia, fazendo sumir a ilusão, estava sendo muito desgastante manter-se acordada e com aquela ilusão, finalmente de volta a floresta poderia ser ela mesma.






A caminhada logo deu resultado e estava por fim diante de sua caça, conseguira capturar aquele servo e se alimentar não era muito, mas daria para aguenta até chegar a mansão.




Olhou o céu e a lua cheia iluminava a floresta de tal forma que parecia quase dia, até era possivel ficar ali admirando, só que não tinha muito tempo a perder, tinha que chegar a mansão rápido.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Lohanne
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Lohanne - Hunter
Yan Yuriev - Vampiro Puro Sangue

Posts: : 3153
Inscrição : 15/05/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Seg 11 Jan 2016 - 20:24



Aquilo fora realmente entendiante, exaustivo e inútil. Cada dia era mais difícil andar no sol e, mesmo com o inverso, era penoso seguir os caminhos para a zona rural. O ar puro tornava o sol ainda mais forte, mesmo em pleno inverno.

Após se livrar daquele fardo de fingir missão, Lohanne passou o dia seguindo os passos de Skye. A princípio não havia nada anormal, a caçadora passara o dia na Associação, mas parecia inquieta e aquilo atiçava ainda mais Lohanne.

“Há algo de errado, ela passou o dia no celular e ainda esta inquieta, parecia dispersa na missão…” - Lohanne pensou, enquanto assistia a menina sair da Associação.

“Onde você vai?” - ela pensou, esperando alguns minutos e então indo em direção a saída, fingindo conversar com alguns caçadores que havia ali. Não demorou muito para chegar um táxi e Lohanne se apressou para cortar a conversa e seguir para o estacionamento, em busca de sua moto.

Deu qualquer desculpa de que precisava entregar algo urgente a Skye e havia esquecido e então se pôs a caminho, seguindo o táxi a uma boa distância, com seu capacete vestido, ocultando sua cabeleira ruiva. Também vestia uma capa, comum aos motoqueiros, o que poderia confundir ainda mais.

O táxi rumava à floresta e Lohanne tomou um pequeno atalho, uma trilha conhecida, ocultando sua moto em determinado local em meio a mata. Agora bastava deixar seus instintos fluírem.

Logo seus olhos vermelhos seguiam o rastro, os aromas, o cheiro de sangue fresco da caça.

“Caça?” - Lohanne estranhou. Por que Skye estaria caçando noa floresta? Estaria praticando sua pontaria? Mas ela sequer ouvira barulho de tiro.

Ela seguiu ao local, mas quem encontrou lá foi outra pessoa. ao contrário da albina Skye, havia uma jovem de cabelos castanhos, uma vampira.

“Chto…” - Lohanne estava confusa, mas de qualquer forma ficou ali, observando quais seriam os passos daquela vampira e quem poderia ser e, além de tudo, onde estaria Skye.

No fundo, algo dentro dela começava a fazer sentido, mas ela queria ter certeza antes de se revelar.

“Espero que minha pontaria seja certeira esta noite” - ela pensou, aguardando para ver para onde a vampira iria.







"We greeted death as an old friend"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Ter 12 Jan 2016 - 20:27

+Skye+

Após ter terminado de caçar e alimentado daquele cervo, a morena voltou a caminhar, pegou sua mochila e andou por uma trilha, ela tinha agora a intenção de voltar a mansão na gruta e assim descobrir o que estava acontecendo.

Já estava chateada resmungando consigo mesma, quando sentiu algo no ar, parou por um momento olhando em volta, tinha a impressão que estava sendo seguida, mas não viu nada, preferiu então usar uma estratégia e começou a andar pela floresta em círculos, já que se estivesse sendo vigiada logo algo ou alguém se revelaria. Farejou o ar para sentir a presença e identificar quem era.


Spoiler:
 


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Lohanne
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Lohanne - Hunter
Yan Yuriev - Vampiro Puro Sangue

Posts: : 3153
Inscrição : 15/05/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Sex 15 Jan 2016 - 13:57

Rolagem de dados Furtividade + Raciocínio:5





"We greeted death as an old friend"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Sex 15 Jan 2016 - 13:57

O membro 'Lohanne' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

'D10' : 10, 5, 8, 2, 6


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Lohanne
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Lohanne - Hunter
Yan Yuriev - Vampiro Puro Sangue

Posts: : 3153
Inscrição : 15/05/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Sex 15 Jan 2016 - 14:05







Cuidadosa, Lohanne seguia aquela vampira, esgueirando-se pelas árvores, deixando-se guiar especialmente pelo aroma da vampira para que não ficasse em seu campo de visão, ao mesmo tempo que tentava encontrar alguma pista da caçadora albina. Teriam as duas marcado um encontro ali? O que Skye poderia querer com aquela vampira?


Além disso, havia o aroma de Skye ali, junto ao cheiro de sangue e ao cheiro da vampira. Teriam as duas já se encontrado?


Lohanne continuou, caminhava o mais próximo que podia, com cautela, mas nem todos os seus cuidados foram suficientes para que evitasse de pisar num galho que acabou assustando um pequeno animal, que correu, em direção à vampira.


Lohanne apressou-se em ocultar seu corpo atrás de uma árvore e torceu para que houvesse sido rápida o suficiente para que a vampira achasse que fosse o pequeno mamífero que agora corria em direção a ela.


“Essa vampira… ela tem um cheiro tão parecido com Skye… será que? Isso seria muito dispendioso, manter-se disfarçada por tanto tempo… ela pode ser uma vampira… muito poderosa se for isso que estou pensando” - abaixada ali, ela aguardou que a vampira voltasse a caminhar, mas ela parecia fazer círculos pela mata. Será que havia percebido a presença de Lohanne?

A caçadora resolveu aguardar, voltando a seguir a vampira de uma distância maior. Só esperava não perder seu rastro.





"We greeted death as an old friend"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Seg 25 Jan 2016 - 14:12

+ Skye +


Ela farejou o ar, não notou nada além dela mesma exalando o ar, voltou a fazer a trilha, alguns minutos chegou a entrada da gruta Abriu caminho e de longe notou que havia algo errado a mansão exalava um cheiro ao longe de queimado. Desceu a trilha e adentrou a gruta chegando correndo na entrada da mansão.

Seus olhos estava arregalados e apavorada abriu entrou pela porta queimada, tudo estava destruído e queimado. Ela tremia de medo, sua mente vagava a imagem de Noah e seu pai nesse caos. Mortos?! Não ... não queria acreditar nessa possibilidade.

Spoiler:
 

_PAIII...??? .... NOAHHH...???

Nenhuma resposta, tentou farejar o rastro deles, mas odor de queimado da mansão não lhe mostrava nada. Após rodar todo o lugar voltou ao holl principal e saiu da mansão totalmente desolada, sentou no degrau e chorou, estava nervosa e puxou um cigarro estava instável e seu poder de ilusão começava a oscilar.



~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Lohanne
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Lohanne - Hunter
Yan Yuriev - Vampiro Puro Sangue

Posts: : 3153
Inscrição : 15/05/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Ter 26 Jan 2016 - 12:36





Lohanne continuou a seguir à vampira, agora ela aparentemente havia parado de andar em círculos. Certamente não a havia notado ou talvez não a houvesse notado desde o princípio e só estivesse tentando despistar outra pessoa. O que mais lhe intrigava era o cheiro de Skye que vinha da direção da vampira.

A vampira entrou em uma gruta e, com todo cuidado, Lohanne se aproximou do local, afinal, aquilo poderia ser simplesmente uma emboscada e ela não queria arriscar. Ela aguardou alguns minutos antes de entrar e então adentrou ao local.

Um forte cheiro de queimado exalava pelo ar e então Lohanne se alarmou ao ouvir os gritos. Aquela ERA a voz de Skye, não havia como negar. Ela apressou-se em seguir o caminho pelo qual ouvia os gritos e então novamente se deparou com uma mansão imensa ao final do caminho.

Não teve tempo de se aproximar, à porta da mansão a vampira saia novamente, chorando, parecendo pegar alguma coisa e colocar na boca.

O que estava acontecendo ali? Que lugar era aquele? Bom, só havia um modo de descobrir e a principal testemunha de qualquer coisa que poderia ter ocorrido ou de onde estaria Skye (ou se aquela fosse a verdadeira ela) estava bem ali, naqueles degraus.

Lohanne se aproximou, a arma sempre engatilhada e apontada para a vampira e então se fez ouvir:


-Skye - o forte sotaque da russa era inconfundível - O que esta fazendo aqui? - ela parou há alguns passos diante da outra, olhando então em volta com cautela - Que lugar é esse? É bom me responder agora ou eu vou chamar a associação inteira aqui! - ela ameaçou.





"We greeted death as an old friend"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Ter 26 Jan 2016 - 17:01

+ Skye +




"Meu pai... meu irmão... não quero acreditar... eles não..."

Ela tinha a mente atordoada e não parava de pensar na possibilidade de estarem mortos, agora sabia que deveria ter forçado ao pai a deixar aquela vingança de lado e fugirem de Ambarantis.

A cabeça pesava e ela chorava desesperada, mas precisava ter calma, não tinha condições de ter calma seu coração estava em pânico.

Sua mente ainda estava presa naqueles pensamentos desesperados quando ouviu uma voz familiar, ao olhar deparou-se com a hunter vampira, levantou de subito e subiu de costa um dos degrais.



_O que?!! - se afastou olhando em volta.

Quando a ruiva falou de chamar toda associação ela tremeu, por que estava tudo acontecendo naquele momento? Sua mente só queria pensar no quanto tudo aquilo era desesperador.

_Chame o que você quiser.. - Naquele momento se deu conta que não interessava mais nada daquilo, somente descobrir quem fez aquilo na mansão. Virou e pegou sua mochila, dando as costas para a hunter. _Abaixa sua arma srta Lobanova, se pretende atirar em mim, vai perder tempo e munição, porque enquanto eu não descobrir quem fez isso aqui. - Apontou para a mansão queimada. _Não pretendo morrer.

A expressão dela era mais seca e sem vida, suas lágrima enxugadas pela manga de seu casaco e a sensação de raiva que começava a brotar em seu peito só lhe dizia uma coisa, mate quem tirou sua família.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Lohanne
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Lohanne - Hunter
Yan Yuriev - Vampiro Puro Sangue

Posts: : 3153
Inscrição : 15/05/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Ter 26 Jan 2016 - 20:06





Lohanne teve que usar todo seu autocontrole para não atirar na vampira no momento em que ela se pôs de pé. Estava claramente descontrolada, ou simplesmente não conhecia Lohanne o suficiente para saber que sim, que se ela quisesse, o tiro certamente atravessaria a cabeça de Skye.

Lohanne manteve sua mira nas costas da vampira, adiantando alguns passos conforme a vampira falava e falava, sequer havia percebido que não estava mais sob a forma de uma doce menininha albina.

-Cala a boca! Eu sempre soube que você era burra mas eu não imaginava que fosse tanto! - Lohanne retrucou, seguindo o olhar da vampira até os destroços - Você não me respondeu que lugar é esse e também… - ela fez um gesto com a cabeça - olhe você, você não é você e eu sabia isso desde o começo. Você é um dos infiltrados na associação!

-Me diz agora quem é você e o que esta acontecendo aqui e talvez eu não atire na sua cabeça e assim você vai ter tempo de descobrir quem fez essa merda aqui! - ela não se sentiu nenhum pouco intimidada por Skye, muito pelo contrário, ela se sentiu ainda mais tentada a dar uns bons tiros de advertência na vampira.
-Quem é Noah? Ele é seu pai? Quem é você afinal? - ela perguntou, dessa vez bem mais próxima de Skye, sua Nightshade mirando num ponto certeiro de seu peito.





"We greeted death as an old friend"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Ter 26 Jan 2016 - 21:59

+ Skye +


Ela ouvia as palavras ofensivas da ruiva, mas quem se importava com isso, todo seu mundo havia desmoronado ali mesmo sobre aqueles destroços queimados do que era seu refúgio.

_Prefere assim então ...

Como em um giro de corpo a figura morena volta a forma da figura que a ruiva conhecia, a pequena albina de olhos e cabelos prateados.


_Muitas perguntas srta Lobanova, mas para falar a verdade pouco me importa o que pretende fazer, -aproximou dela ao ponto de deixar o cano da arma encostar no seu peito._Se quiser atire, se for um pouco menos esquentada e mais ouvinte poderá saber a verdade, claro se me matar morrerei com ela... -Deu de ombros se afastando dela novamente, mas para a surpresa da ruiva ela muda de forma novamente só que dessa vez copia a imagem e semelhança de Lohanne.

Cruza os braços e fica analisando o lugar falando com ela.

_Sou Skye Montgomery, vim da Inglaterra minha terra natal, sou filha de Louis Montgomery e tenho... bom ... Noah Montgomery é meu irmão.

Vira para ela voltando a sua verdadeira forma a morena e alta vampira.

_E não srta Lobanova,  não estou aqui para prejudicar ninguém e quanto a associação, bom o caos que está lá foi provocado por homens infiltrados de um mafioso chamado Adolph Magnus.

Como um piscar de olhos ela some da frente de Lohanne e reaparece atrás dela e diz em seu ouvido.

_Agora guarda sua arma e para de ser precipitada, nem sempre que achamos que são nossos inimigos são inimigos ... vai começar a entender que como é uma vampira as aparências enganam... Sim eu sei que você é recém transformada e está decaindo.

Some novamente voltando a aparecer na frente dela pegando um cigarro e acendendo onde resmunga sobre o ato.

_Meu pai detesta que eu fume... ts..



~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Lohanne
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Lohanne - Hunter
Yan Yuriev - Vampiro Puro Sangue

Posts: : 3153
Inscrição : 15/05/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Qua 27 Jan 2016 - 9:11





Skye pode ouvir o exato momento em que o gatilho foi acionado e a bala da Nightshade foi deslocada para o cano, ainda sem disparar, quando ela finalmente encostou no cano da arma de Lohanne.

Os olhos azuis da ruiva não saiam do rosto de Skye e mesmo as mudanças que ocorriam ali pouco mudaram sua expressão, até o momento em que Skye se transformou em Lohanne e uma incômoda sensação fez com que Lohanne hesitasse.

Estava pálida, alta, diante de um espelho que ela queria negar a si mesma. Estava cada dia mais uma vampira e cada dia menos uma humana. Ainda assim a arma manteve firme cutucando o peito da outra.

Skye então começa a falar, se afastando novamente e só então Lohanne percebe que estava segurando o ar, exalando lentamente. A conversa de Skye pouco lhe chama atenção até aquele nome surgir do lábio da outra vampira.

-Espere, você disse Adolph Magnus? - o nome estava na antiga carta que ela havia encontrado registrada na Associação e lhe chamou a atenção imediatamente. Hunters infiltrados por conta de um vampiro milenar? Aquilo era algo bastante alarmante.

Aquele breve instante de desatenção foi o suficiente para Skye surgir novamente, só que dessa vez atrás dela. Lohanne abaixa insintivamente a mãe até sua estaca de prata, presa ao cinto, mas a vampira não parecia hostil.

A questão é, exatamente como Skye dizia, as aparências naquele mundo enganavam e ela precisava tomar uma decisão naquele momento: Acreditar na outra ou não.

- Parece que andamos investigando uma a outra então - Lohanne desengatilha a arma mas mantém seus olhos atentos sobre Skye - Vamos ver onde isso vai dar, afinal o pior que pode acontecer é eu morrer não é? Mas acho que esses não são seus planos ainda - ela respirou fundo e então num gesto quase automático arrancou o cigarro da boca da vampira, jogando-o no chão.

Detestava aquela porcaria, era por conta daquilo que a cada dia Leon ficava pior de seus problemas respiratórios. Não queria assistir ninguém a se matar, mesmo que fosse uma vampira qualquer.
-Onde vai agora? Onde esta este tal Magnus? - ela perguntou, guardando a arma e olhando em volta - Não acredito que tenha muito o que se procurar por aqui, mas se você conseguir… não, não deve ter nada - ela olhou em volta e então aguardou qualquer atitude da outra.





"We greeted death as an old friend"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Qua 27 Jan 2016 - 13:32

+ Skye +



Ela parecia procurar algo, realmente não restava nada naquele lugar, tudo tinha ficado completamente destruído pelo fogo. Lembrou do carro, tinha que está inteiro, foi o que pensou.

Ela se espanta um pouco com o gesto da ruiva em arrancar o cigarro da sua boca e antes que fosse resmungar algo notou que a mesma estava estranha, mas preferiu se limitar a responder suas perguntas.

_Eu não investigava necessariamente a ti, srta Lobanova, mas sim fatos e situações onde Magnus estava atuando a questão é que parece que investigávamos a mesma coisa. Os infiltrados de Magnus, aqueles que ainda não descobri quem são dentro da associação, estão na busca de documentos antigos que sumiram da biblioteca hunter, ou parte deles. - ela saiu da casa destruída e foi para a clareira. _Vou voltar para cidade... os documentos... -pegou outro cigarro, mas antes de levar a boca exitou por fim guardou novamente dentro da carteira de cigarro e botou no bolso do seu casaco. _Esses documentos a qual eu tentei descobrir o que são, uma parte deles você já viu e leu. E respondendo sua outra pergunta, Adolph Magnus é um ex hunter que atualmente está no comando de máfia de tráfegos de drogas e armas pelo mundo, ele está em Ambarantis.

Skye de certa forma fica grata pela distração que a hunter vampira lhe dera, estava transtornada e depois de se acalmar lembrou que seu pai lhe enviara por mensagem um endereço e que era para ir a esse lugar encontra-la, o que foi a sua esperança dele e Noah estarem lá e vivos.

Quando Lohanne falou de morte, ela deu um leve sorriso e falou como quem profetizasse algo.

_Não irá morrer srta Lobanova, irá renascer... - sorriu doce a ela. _Não tenho planos "cruéis" para ti. -Chegou perto da ruiva e afagou a face com um gesto suave e delicado ao passar o dedo em sua bochecha pálida e afastou-se novamente ainda sorrindo. _Nossa como você é arisca e desconfiada, está certa, no mundo vampirico tem que ser, se não, realmente pode morrer.

Skye caminhava até uma fenda de pouco mais de 2 metros de altura e um tanto estreita na largura, mas o suficiente para poder passar e olhou para a ruiva.

_Meu pai me enviou uma mensagem dias atrás com um endereço, pretendo ir até lá para descobrir o que aconteceu com ele e meu irmão, se desconfia que estou fugindo para provocar o apocalipse pode vir comigo, vai que realmente esse seja meus planos malignos rs

Skye já parecia mais relaxada e mesmo com aquela hunter vampira que sacava armas para ela ameaçando pudesse cumprir para valer suas ameaças ainda assim não estava preocupada com isso, afinal se o pior tivesse acontecido ela já não teria mais ninguém nesse mundo e não suportaria viver sozinha com essa dor.

Entrou por fim na fenda e no final daquele estreito corredor de pedra saiu em uma pequena clareira onde havia um carro coberto por lona preta, ela suspirou, parecia inteiro e foi até lá passando a mão na lona e com a mente, usando seu poder,  fez a mesma rolar de cima do carro, revelando o opala preto que era o carro favorito de Louis.


Foi até o porta malas e abriu, examinando tudo dentro e tocou em um fundo falso sem que a hunter visse e conferiu que a sacola preta com o dinheiro estava lá. Fechou jogando por cima as bolsas que sempre ficavam arrumadas para uma possível fuga deles. Fechou o porta malas e voltou caminhando dando a volta no carro e parando do lado da porta do motorista tinha a cópia das chaves e abriu entrando assumindo o volante.

_Então, vai ficar ai parada ou vai entrar?

Sorriu novamente a ela esperado a resposta da hunter.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Lohanne
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Lohanne - Hunter
Yan Yuriev - Vampiro Puro Sangue

Posts: : 3153
Inscrição : 15/05/2009

MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   Qua 27 Jan 2016 - 15:10





Skye então passou a falar sobre Magnus, informando que ele era um caçador mas, se aquilo fosse verdade havia algo na história que não se encaixava ou ela não sabia ou até mesmo não queria dizer para Lohanne.

“Aquela carta que encontrei nos arquivos da Associação era a respeito de uma guerra de milhares de anos, não acredito que possa ser o mesmo, a não ser que ele tenha sido transformado ou se alimente de sangue vampírico. Aquela carta era do século XVII, eu me lembro a data” - ainda assim ela não perguntou nada, afinal ela não poderia dizer o que sabia ou não sobre aquilo.

Mesmo que Skye soubesse que ela andara pesquisando na biblioteca, sequer imaginava que ela havia ido antes deles na fazenda e de que havia recuperado dois objetos. Lohanne queria estar aquilo melhor com Leon, por isso retirara os mesmos da Associação e levara para a pensão onde Leon estava. Seria mais seguro daquela forma e agora ela teria que ter ainda mais cautela quando fosse visitar seu pai adotivo. Skye sequer poderia imaginar onde Leon estava.

-Se ele é um poderoso traficante como você diz, o que o traz aqui? Loran Kuran? Ainda acho que devemos fazer alguma coisa também quanto aos caçadores infiltrados na Associação, vidas estão sendo perdidas todos os dias por conta disso, tenho certeza que você mais do que ninguém pode me explicar a ligação de tudo isso com aqueles leveis e alterados. Você esta ligada à isso - ela afirmou, sem nenhuma dúvida.

-Quanto a este renascimento eu preferia apenas morrer como humana, mas por enquanto eu também tenho minhas contas a pagar por aqui… - ela pensou poe um momento em Sakura e Willian, mas prosseguiu em silêncio, acompanhando Skye à meia distância  até a vampira tocar em seu rosto e ela recuar completamente.

Sim, ela era arisca, ainda mais com alguém que não conhecia, alguém que visivelmente tinha o poder de manipular mentes, vampiros como um todo.

-Não acho que você seja boa o bastante para provocar este tipo de coisa, mas… eu vim até aqui então acho que estou num ponto sem retorno. Além disso - ela mentiu - eu avisei para alguém aonde estava indo e em busca de quem, ou seja, se eu desaparecer, a pessoa sabera onde procurar - ela então retirou o celular do bolso e ativou o sistema de localização. Sabia que Leon seria bom o bastante para saber que, através do e-mail dela, era possível saber onde ela esteve.

Lohanne acompanhou os movimentos de Skye, agora apenas espiando pela brecha, um carro cheio de malas e malas de dinheiro estava ali. Ela sabia que vampiros poderiam ser ricos mas, se guardavam dinheiro ali num local tão escondido, certamente estavam prontos  a fugir a qualquer momento.

-Por que seu pai esta fugindo de Magnus? - Lohanne então jogou a pergunta, se aproximando e dando a volta no carro, indo para o lado de passageiro.

Estaria fazendo certo em seguir aquela vampira? Só o destino poderia dizer mas o principal agora era que não era somente Skye que a investigava ou vice e versa, mas sim, olhos da Associação que estavam sobre Lohanne e ela sequer desconfiava





"We greeted death as an old friend"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: >:: Floresta de Ambarantis ::<   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
>:: Floresta de Ambarantis ::<
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» >:: Floresta de Ambarantis ::
» Avaliem campo de treinamento na floresta(tile Inq)
» Episódio 1 - Combate Na Floresta Uivante
» Caern de Cura Nível 5 - Floresta da Tijuca - Totem: Unicórnio
» [Konoha] Floresta da Morte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Academia Cross RPG  :: Província Ambarantis :: Ambarantis :: Floresta e arredores-
Ir para: