Academia Cross RPG
Bem Vindos!!

Aos visitantes e Novatos Na Academia Cross.

Leiam as Regras para participar do RPG.

Regras Gerais, orientações e Sistema do Jogo

Arigato pela Visita e volte Sempre!

Administração Equipe Cross



RPG Vampire Knight
 
InícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Últimos assuntos
» Sala do Trono
Dom 3 Set 2017 - 16:34 por Adrian Ivashikov

» Green path - Central Park
Dom 3 Set 2017 - 15:39 por Tohru Kuran

» Royal Kinnokate
Dom 2 Jul 2017 - 11:01 por Makie

» Clã Sorel - Roma
Sab 1 Jul 2017 - 16:43 por Master

» Galpão - Fazenda Casa Grande
Sab 1 Jul 2017 - 16:11 por Master

» A missão ?! - Cidade Alta
Sab 24 Jun 2017 - 21:16 por Makie

»  Lirion Gatemberg
Sab 24 Jun 2017 - 18:18 por Master

» Hall de entrada/sala da mansão
Seg 19 Jun 2017 - 18:15 por Dorii'

» Sala de Estar e Jantar
Dom 18 Jun 2017 - 21:50 por Dorii'

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Votação
Como conheceu Vampire Knight?
1. Através do mangá.
34%
 34% [ 23 ]
2. Através do anime.
66%
 66% [ 44 ]
Total dos votos : 67
Top dos mais postadores
Dorii'
 
kagura
 
Lohanne
 
Master
 
Aga-chan
 
Fabi
 
Fernanda Shanira
 
Marcelo
 
Hauro
 
Alucard
 
Outubro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 Mansão Kristan

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2389
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Mansão Kristan   Dom 4 Dez 2016 - 19:50

Relembrando a primeira mensagem :

Mansão Kristan 




~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda

AutorMensagem
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2389
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Sab 11 Fev 2017 - 9:50

+ Kyo +

Abraçado a ela sorriu balançando a cabeça concordando com as doces palavras de sua amada, estava tão bem e feliz naquele momento que sua cabeça esqueceu por completo de tudo que o angustiava naquelas ultimas horas. 

Quando ela cantarolou aquela canção apertou mais em seus braços como quisesse aquele bem precioso para si e para sempre ao seu lado. Quando ela parou, afastou o seu rosto e tocou afagando.

-Tohru-dono estou feliz com a sua presença, mas creio que no momento, ficaremos um pouco afastados, devido a isso quero lhe pedir que não se indisponha com vosso tio. - Se ajeitou e encarou-a por um tempo. - Otosan ao que parece é inimigo de vosso tio, não sei o que acontecerá até meus poderes não são capazes de me dizer, mas farei o possível para poder ficar ao seu lado sempre que nos permitirem.

Voltou afagar seu rosto com carinho.

- Enquanto isso quero que treine o que ensinei e podemos quando estivermos juntos treinar mais algo que lhe ajude a se proteger. - Sorriu suave e depois ficou mais sério - Não quero que nada lhe aconteça, então garanta que será forte e se protegerá, preciso ter certeza que não se deixará ser sub julgada por ninguém. - Falava com firmeza a ela. - Preciso que seja forte e por favor não chore e sofra mais. - levou a mão a seu peito - Eu sofro se vê-la sofrer.

Um vampiro puro quando se envolve ao ponto de amar, somente aquele que ama lhe completará, lhe saciará a sede e fará feliz. Kyo sabia que se algo acontecesse a ela, se tornaria ainda mais solitário e não suportaria a existência sem ela. Ele se apaixonara e agora somente ela o completava. 

- Posso lhe pedir algo? - sorriu um pouco corado - Eu não me alimento de sangue algum tempo e mesmo que possa suportar um bom período sem sangue, tem momentos que... - segurou o braço dela e a fez se aproximar novamente. Tocou o rosto e depois deslizou a mão para o pescoço e por cima da vestes dela afastando ao ponto de mostrar a pele da vampira. - Sei que se alimenta por dois, não seria cruel está lhe pedindo sangue, mas o seu cheiro e voz me atrai... - aproximou o rosto e beijou a pele alva da jovem vampira, lambeu ansioso e suas presas apareceram. - Perdoe-me... - Fincou as presas na pele dela e começou a sorver do sangue dela, soltou um gemido suave ao sangue descer pela garganta e apertou-a em seus braços, porém com cuidado para não machucá-la. 

Kyo tinha uma mordida diferente, tinha uma suave dor que depois foi amenizada com uma sensação de acalanto e por fim a jovem Tohru podia sentir prazer naquele contato dos lábios dele e as presas na sua pele. 

O puro satisfeito afastou os lábios tirando as presas e lambeu a ferida feita na pele dela não deixando marcas e nem manchas de sangue, afastou dela e puxou para o lado seus longos cabelos brancos deixando o pescoço exposto para ela.

-Venha, precisa se alimentar ... a puxou envolvendo pela cintura e deixou que a sua amada saboreasse de seu sangue.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B
avatar

Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 758
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 12 Fev 2017 - 1:31


Tohru ouvia com toda atenção às palavras preocupadas de Kyoshiro com sua segurança e bem-estar. Uma sombra de tristeza passou pelo rosto expressivo quando ele falou que ficariam separados por enquanto e que não deveria confrontar seu tio por isso.  Sentiu uma ponta de desespero mas sabia que ele estava certo e não adiantava lutar ou definhar pois Loran era o Rei dos Vampiros, além de seu tio e responsável e somente conseguiria prejudicar a si mesma e à sua criança.
- Somente pensar em me afastar do senhor, Kyo-Sama, me causa uma dor sem tamanho...Mas se assim deseja me esforçarei para ter paciência e resignação e obedecer ao meu tio e soberano...- ela suspirou, se aconchegando ao peito do Puro que amava. Uns instantes depois, ergueu a cabeça e olhou pra ele, acariciando seu rosto de forma tranquila e carinhosa e tentando parecer serena e confiante. - Me esforçarei para fazer como me pede, treinarei e praticarei todos os dias, Rose me ajudará e virei vê-lo sempre que me permitirem, para podermos... ficar juntos... e treinar também.- corou, sorrindo.- Serei forte e tomarei cuidado. Não se preocupe comigo e se cuide também... Não suportarei se algo lhe acontecer...- engoliu em seco, estremecendo.
Então ele lhe pediu seu sangue...Se arrepiou de prazer ao sentir o beijo em seu pescoço e gemeu baixinho quando sentiu as presas perfurarem a pele mas a sensação em seguida era indescritível...Sentia-se tão feliz em sentir seu sangue apreciado por ele que quase protestou quando ele parou, embora se sentisse ligeiramente tonta. Mal acreditou quando ele lhe ofereceu o pescoço. Sabia o significado daquele gesto e emocionou-se...Aquela troca entre vampiros era ainda mais íntima que o ato sexual e era a prova máxima de ele a amava...Lembrou-se das vezes em que Yuriev a fizera beber dele. Primeiro para seduzi-la e depois para humilhá-la e chorou de emoção. Agora era diferente...Assim como Marshall, Kyoshiro a amava e precisava tanto dela quanto ela dele e não se envergonhava dela ser uma mestiça originalmente. Passando a língua sem sentir pelos lábios rosados, sentiu as pequeninas presas surgirem, lambeu com carinho o local e fincou as presas na pele de seu amado. a mordida dela era tão delicada quanto a dele e ela sorveu o sangue dele devagar e em pequenos goles. Não tardou muito a saciar-se, sentindo-se plena como jamais se sentira antes. com os olhos semicerrados e um tanto trôpega, ela parou e lambeu o local, cicatrizando as feridas e limpando resíduos de sangue da pele dele e dos próprios lábios.
- Aishiteru, Kyo-Sama...Agora sou sua e você é meu...- ela sussurrou, se recostando a ele, saciada e feliz.- Kyo-Sama nunca irá me magoar, não é?- perguntou se aconchegando, sonolenta.


               Tohru e Kyoshiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2389
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 26 Fev 2017 - 19:28

+ Kyo +

O puro abraçou quando ela sugou seu sangue, seus lábios eram delicados e sentiu um arrepio a pele quando tocou-o, gostava da sensação, era a primeira vez que fora mordido daquela forma e sorriu baixinho afagando as costas dela com carinho.

Quando a vampira se afastou ele afagou seu rosto e aconchegou-a em seus braços, inspirou fundo acariciando-a nas costas. Ao ouvir aquela pergunta ficou um pouco tenso, já que apesar de tudo que ela passará isso deveria ser-lhe muito importante.

- Tohru-dono, acabei de lhe dizer que não precisa mais ficar tão triste, isso mostra o quanto me preocupo com vós, acha mesmo que faria algo para lhe magoar? - Tocou o rosto dela e fez virá para olha-lo. - Não sou de quebrar com minha palavra e lealdade é algo que preso e retribuo a altura, mas se em algum momento fizer ou disser algo que lhe a magoe quero que me fale, sem medos e restrições, fale a mim. - tocou a face dela e aproximou os lábios beijando os dela suavemente. - Quero vê-la bem e sorrindo, prometa que vai sempre sorrir para mim?

Ele sorriu doce ainda afagando o rosto dela como quem quisesse decorar cada pequena parte da face dela guardando na memória.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B
avatar

Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 758
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 26 Fev 2017 - 20:44


-Gomennassai, Kyo-Sama...- ela abaixou o olhar, envergonhada.- Jamais duvidei do senhor, sei que... é diferente... É bom e puro, digo de coração e de intenções, demo...Confiei minha vida e meu coração à Marshal, meu primeiro amor e meu primeiro marido e ele me traiu...- ainda havia dor em sua voz quando ela se lembrava disso, mas ela tentou disfarçar.- E Yuriev...- balançou a cabeça com força.- Fui uma tola inocente...Enfim, sei que não sou mais a mesma Tohru de antes. Sei que posso confiar no senhor, sei que me ama como eu o amo...Peço desculpas e prometo que nunca lhe esconderei o que sinto e peço que faça o mesmo. Nunca me esconda nada, nem mesmo para me poupar, hai? 
Recebeu o beijo e retribuiu, fechando os olhos, o enlaçando pelo pescoço, acariciando os longos cabelos brancos com carinho. Sorriu pra ele, sentindo-se feliz e amada como sempre sonhara.
-Prometo sempre sorrir para Kyo-Sama e também sempre fazê-lo sorrir. Quero fazê-lo feliz para sempre. Tão feliz quanto Kyo-Sama me faz agora e que eu nunca pensava que seria.


               Tohru e Kyoshiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2389
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Ter 28 Fev 2017 - 22:15

+ Kyo +

O puro ouvia as palavras dela que tanto acalentavam seu coração, queria sempre por perto, e lamentou internamente que logo teria que partir, suspirou baixo e envolveu-a em seus braços satisfeito por ter aquele contato.

-Tohru, posso chamá-la assim, sem formalidades? - afagou seus cabelos – Que tal começar a me chamar de Kyo, sem o sama?

No lado de fora a guardiã notou aproximação de Liriel, filha do senhor daquele lugar, a jovem chegou perto dela e olhou-a de cima abaixo e depois deu um sorriso.

- Desculpe-me, mas o tempo acabou. - Olhou para a porta e sorriu novamente dessa vez ao se virar para Rose seus olhos mudaram, tornando-se todo negro e uma energia massante e pesada abateu-se sobre a guardiã paralisando-a.

Angelus fitava a criatura sugadora de sangue com desdém, sorriu novamente sobre a forma daquela criança humana.

- É melhor que aproveitem o tempo que tem juntos, aliás, todos vocês sugadores de sangue devem aproveitar o tempo que tem, já que o futuro destinado a todos já foi escrito e determinado.

Rose sentia-se mal, cada vez que a menina de olhos negros fitava e falava suavemente no idioma da vampira.

- Agora, guardiã vá e leve sua protegida. - Estendeu a mão e apontou para a porta.

Kyo sentiu aquela presença massante e estremeceu afastou Tohru e levantou ficando de pé voltou o rosto para a porta e a colocou atrás dele para protegê-la.

“Morte...”

“Sim ancião, sou a morte, Angelus e mesmo que tente disso nenhum de vocês irão escapar, virei buscar um a um quando o fim de toda sua raça chegar...”

A porta se abriu e Tohru pode ver Rose e Liriel que tinha os olhos negro fitava todos até que tudo mudou e a sensação pesada e estranha sumiu.

- Tohru-chan... - Olhou-a e sorriu – Infelizmente tem que ir, já passou da hora.- Olhou Rose e depois Kyoshiro, notando que ele não parecia bem. - Meu pai virá vê-lo assim que a jovem Kuran partir.

Esperou por fim que as duas fossem embora.

Kyo se virou a Tohru e afagou seu rosto, abraçou-a e se despediu.
- Vá, e faça o que lhe pedi, continue treinando não quero vê-la triste e não se preocupe comigo, estarei bem. - Beijou a testa dela e virou o rosto para Rose fazendo um gesto com a cabeça para levar a vampira.

Logo que saíram do quarto dois hunters a esperavam para acompanhar ambas até o carro que as levariam para a mansão Kuran.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B
avatar

Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 758
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Qua 1 Mar 2017 - 1:03


Embora corasse vivamente, os  belos olhos verdes de Tohru brilharam de felicidade quando ele pediu para chamá-la informalmente.
- H-hai, Kyo-Sa...Quero dizer...Kyo...Anata(querido)...- corou mais ainda.- Pode me chamar da maneira como desejar...Não tem ideia de quanto... de quanto isso me deixa feliz...- murmurou, emocionada, aconchegando-se mais ao abraço dele, pressentindo que logo teriam de se separar.
Então sentiu aquela estranha presença opressiva e Kyoshiro a colocou atrás de si, parecendo apreensivo.
-Kyo, o que está acontecendo?! O senh...Você está bem?- perguntou, assustada.
Então a  se abriu e ela pode ver Liriel e Rose, mas sua amiga e guardiã estava estranha e sua amiga humana hunter ainda mais.Que olhar era aquele? Jamais a vira assim!
-Liriel-chan? Rose-san? - murmurou, hesitante.
Então, a sensação pesada passou.Tohru sentiu-se tonta, segurando-se levemente em Kyo, mas logo firmou-se para não alarmá-lo. Não pôde ocultar a decepção ao ouvir que teria que se retirar mas já esperava que os separassem a qualquer momento mesmo.
- Hai...Estou indo...- respondeu e voltou-se para Kyoshiro que a abraçou forte de novo e se despediu dela.- Wakarimasu...Kyo...- baixou o olhar triste por um instante, mas estava sorrindo conforme prometera quando ergueu o olhar cheio de amor pra ele de novo. Se ele pudesse vê-la naquela hora...- Prometo me esforçar, conforme prometi e ...farei mais doces para quando nos encontrarmos de novo...- olhou Liriel de relance, esperançosa.- Espero que seja muito em breve...- suspirou profundamente e já ia se afastando quando teve uma ideia e voltou-se.
Tirou o enfeite de cabelo que usava no alto de seu penteado e entregou na mão do Puro, não sem antes beijar o objeto com carinho.
- Por favor, guarde isso pra mim,hai? É meu enfeite favorito,nunca me separo dele, foi meu Oto-san que me deu quando fiz 15 anos...É para que me sinta junto a você e não se sinta mais sozinho...Aceite,por favor...- disse, fechando a mão dele sobre o delicado enfeite com carinho. - Poderá me devolver quando pudermos ficar juntos...definitivamente...
Ela, então, curvou em despedida e  se afastou com sua guardiã, que ainda encarou Liriel e Kyoshiro antes de levar a jovem Kuran dali.


               Tohru e Kyoshiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rose Hathaway
Recem Criado
Recem Criado
avatar

Feminino
Char RPG : Rosemarie Hathaway
Humor : sarcástica
Localização : onde Tohru estiver e/ou com o Dimitri
Posts: : 147
Inscrição : 03/09/2015

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Qua 1 Mar 2017 - 2:08


Rose estava pensando em se afastar de novo e deixar os pombinhos á vontade quando sentiu a presença de um hunter se aproximando, logo reconhecendo-a como a de Liriel. Ela se colocou, cautelosa, em posição de defesa. Reconhecia-a da mansão Kuran, sabia que era irmã postiça de Loran Kuran, mas tinha algo nela que Rose não gostava, além do fato dela ser uma hunter. Não esquecia também a maneira como ela olhara para Tohru aquele dia quando a jovem Kuran quase morrera e Kyoshiro a salvara dando seu sangue a ela.
-Oh, Kombawa, Liriel-san. Como vai? - cumprimentou, cordial, mas sem se curvar, apenas um leve movimento de cabeça.
Ouviu a hunter, não gostando do jeito arrogante como a outra a olhava, mas engolindo seu orgulho, já ia tentar negociar um pouco mais de tempo para o casalzinho quando sentiu aquela estranha força opressiva e viu aqueles olhos negros estranhos. Tentou levar a mão até sua estaca de prata mas descobriu que não conseguia mover-se.
-Mas que mer...- tentou falar mas o som não saía de seus lábios.
"O que diabos é isso que tem dentro dela?!? Isso não é humano e nem poder de hunter! Ela também não é um Strigoi (antiga raça de vampiros malignos da terra natal dela) Que energia poderosa é essa e por que quer nos destruir? Loran-Sama precisa saber  disso..." - pensava ela, rangendo os dentes, as presas querendo aflorar.
Rose entrou com Liriel, tentando apesar de tudo proteger o casal de vampiros colocando-se na frente deles.
Sentiu pena da jovem Kuran. Sabia o quanto era penoso se afastar de quem se ama, ainda mais para alguém tão doce e sofrida como Tohru mas não havia jeito. Ambas sabiam que não adiantava protestar. curvou-se respeitosamente ao Puro quando ele lhe pediu com um gesto de cabeça que ela levasse Tohru pra casa. Sabia que isso era difícil pra ele também.
- Fique tranquilo, Kyoshiro-Sama...Eu cuidarei bem de Tohru. - lançou um olhar beligerante para Liriel. Apesar do que acabara de se passar entre elas, Rose não se deixava intimidar.- Vamos, Tohru... 
Ela já ia levando a vampira quando ela se soltou e voltou entregando o rico e delicado enfeite para o amado Puro. Achou fofo e esperava que realmente eles pudessem tornar a se ver logo.
Apreensiva, ela conduziu a sobrinha do rei para o carro.


"Eles vêm primeiro."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2389
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Qua 1 Mar 2017 - 11:27

+ Kyo +

O puro relutou internamente, porém sabia que não era a hora e nem o momento para falar com a criatura naquela criança humana, não até que Tohru saísse. Virou a face a ela quando lhe deu aquele objeto pegando e sorrindo com suavidade.

-Guardarei e cuidarei até que esse momento chegue. - Aproximou e abraçou-a falando em seu ouvido. - E será logo, deixe tudo preparado irei buscá-la. -Virou-se para eles e a viu ir embora com a guardiã.

Logo após estarem sozinhos, Angelus olhou-o novamente com seus olhos negros.
-Poderá fugir para onde desejar vampiro, a morte sempre saberá onde encontra-los.

Kyo colocou uma expressão mais séria e queria saber o que aquela criatura tanto falava, sentiu a forças esvaindo apesar de se manter de pé e atento a criança humana a sua frente.

-O que você quis dizer como o fim de nossa raça? - Tinha perguntas. - Kuran sama sabe de algo, não é?

Angelus sorriu e andou pelo quarto envolta do puro que virava a cabeça acompanhando os movimentos dela.

- Kyoshiro apesar de ter vindo de um monstro é diferente, criatura pura presa no corpo de um monstro. - parou ao lado dele – No entanto isso não o livrará do fim, sua raça foi condenada a extinção definitiva.

Kyo engoliu seco e se alarmou, a sensação que sentiram dela antes e agora aquelas palavras confirmavam o que eram aqueles hunters.

-Não... - Ele sabia, sua mente vislumbrou o futuro, guerra e cinzas, vampiros virando cinzas sobre os pés da morte. - Tocou o peito e ofegou, andando acuado para o canto do quarto.

- Os vampiros são bestas que surgiram de um erro no passado, anomalia, eram para ser apenas poucos, sabiam disso e os puros preferiram fugir de seus destinos para se tornarem monstros por desobediencia. - Angelus olhava-o com desdém.

- Por que?! - Virou o rosto a hunter – Depois de milênios, por que a decisão?

- Essa decisão já havia sido tomada a muitos milênios atrás, no entanto sempre surgia um puro que impedia de se concretizar, acabava por salva sua raça, porém a promessa de manter os vampiros sobre controle não adiantou de nada, continuam agindo e destruindo o equilíbrio natural. - Aproximou dele. - Sabe das leis naturais em que tudo deve está em equilibradas para que a existência permaneça e quando ocorre o desequilíbrio, é preciso agir para normalizar e a natureza age, sabe disso.

Kyo entendia bem sobre isso, as leis naturais era o que regiam no mundo e as especieis, se um grupo de especieis se tornasse grande para quebrar o equilíbrio, o mundo girava para harmonizar novamente. Era assim na natureza, com animais, humanos e com os vampiros não era diferente.

-Os vampiros estão desequilibrando...


- Óbvio que não sabem fazer parte do equilíbrio, preferem dominar e serem superiores a tudo e todos, por esse motivo que foram condenados, não tem como salvar uma especie que não sabe ser obediente a harmonia natural. 

- Nem todos são assim, nem todos querem isso... - Apreensivo falava a ela com ansiedade – Existem aqueles que querem somente viver e não interferem com humanos.

-É o que seu Rei diz, mas infelizmente não tem como voltar atrás, dessa vez não serão perdoados ou será aceito qualquer barganha para salvar uma raça que nem deveria existir. - afastou-se para sair. - Vampiros são como pragas, gafanhotos destruindo uma enorme plantação e as pragas serão eliminadas.

Kyo estremeceu e antes que ela saísse foi a porta e travou virando a face a ela sério questionou-a.

- Por que me contou isso? 

Ela deu de ombros e olhou-o para que se afastasse.

- És um monge reencarnado no corpo de um vampiro, talvez isso lhe salve a alma, porém sua existência vampírica será libertada. - abriu a porta e finalizou – Da próxima vez que fala-lhe novamente será para guia-lo ao vale da Morte. - os olhos da menina voltaram ao normal e Liriel olhou Kyo dando um doce sorriso. - Kyo sama não se preocupe ao que parece, Loran pediu ao meu otosan para deixar que Tohru-chan venha vê-lo sempre que desejar.

Saiu se curvando na porta e deixando o puro naquele estado apreensivo.

- Preciso falar com Loran sama... - andou até o tatame e sentou respirando fundo para acalmar sua mente.

+++++

Sessão Encerrada

Tohru + 5 

Rose + 4 

Tohru ganha + 2 pontos pra vitae por beber do sangue do puro.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2389
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 5 Mar 2017 - 22:33

 Três noites depois...


+ Loran + Kyoshiro +

O sangue puro estava ansioso, havia pedido um encontro com Loran Kuran para conversarem sobre ocorrido naquele dia, porém as muitas obrigações do monarca o impediam de ter aquele encontro apesar de ser urgente, Kyo não tinha outra opção a não ser esperar.

Finalmente naquela noite recebera dos hunters que Loran iria ao seu encontro e que aguardasse. Mediante a isso, resolveu se preparar adequadamente escolheu suas roupas tradicionais de monge e ficou no quarto aguardando enquanto entoava para si um mantra e contava as contas de seu rosário.

Loran havia tido dias muito cansativos, descoberta que Rose estava gravida e sendo a principal suspeita do assassinato de Naomi o deixara muito tenso e preocupado, afinal sabia que ela era inocente, porém com a notícia da chegada de Zero da visita que ele fizera a Yuuki teria realmente sérios problemas. O hunter ex-humano era intransigente e poderia exigir que Rose fosse presa na Associação para fins de investigações.

Logo que o carro estaciona ele salta e deixa seus guardiões a espera se direcionando aos empregados da casa pede para avisar que havia chego seguiria direto para os aposentos de Kyo. Pouco depois de ter atravessado o corredor externo ele chegou a ala norte da mansão onde era o quarto do puro preparado a ele para ser sua “sela” e bate a porta entrando em seguida.

- Kyoshiro-san, peço desculpas pela demora em vir lhe encontrar, ando muito ocupado e abrir um tempo dentro das tarefas que estou fazendo é realmente raro. - Aproximou dele e sentou no tatame de frente ao puro. - O que deseja falar-me? Algo sobre seu pai?

Kyo ouviu as batidas na porta e se ajeitou esperando que o puro sentasse e virou a face para ele escutando as suas perguntas. Sentia-o tenso e preocupado, não somente com a conversa que teriam, principalmente com algo externo. Preferiu não falar por hora sobre isso e sim focar no que ele queria realmente.

-Loran sama, sinto ter que lhe tomar esse precioso tempo, no entanto o que desejo falar-te é justamente algo de interesse de todos da nossa raça. - Baixou a cabeça quando seu pai foi mencionado – Acredito que até para ele isso seria grave demais do que uma simples rivalidade entre clãs.

Loran olhou fixamente Kyo, estranhando aquela conversa fez um gesto de passar a mão na nuca e voltou a falar.

-Kyoshiro san, o que realmente quer me falar?

- Sobre o fim já determinado de nossa raça. - virou a face para Loran encarando mesmo que não visse, notou nitidamente a aura do jovem rei oscilar rapidamente nervosa. - Responda-me o que ser no corpo da humana hunter falou é realmente o decreto divino de nosso fim?

Loran estremeceu e depois se ajeitou voltando a tocar a testa irritado.

- Angelus... Droga... - Ficou um tempo em silêncio ponderando o que iria falar ao puro. - Kyoshiro-san, infelizmente sim, somos todos condenados, aliás é como os seres celestiais nos chamam. - Bufou. - O que Angelus lhe disse?

Kyo ficou tenso quando ouvir a confirmação.

-Que nossa extinção já foi ditada a séculos, porém que sempre surge um sangue puro que impede de acontecer. 

-Sim, Kaname Kuran e antes dele uma sangue puro do clã Kuran, sacrificou dando seu coração para os hunters a fim de criar armas que parassem os vampiros, inclusive sangue puros. - Loran tinha concluído suas pesquisas. - Descobri que Kaname havia feito uma acordo e ele mesmo se caso fosse necessário iria fazer valer o equilíbrio das espécies com o intuito de manter os vampiros sobre controle e respeitando a ordem natural.

Kyo tinha a face fixa no jovem rei.

- Loran sama e agora sem o seu ancestral e na atual situação de descontrole dos vampiros, o fim será realmente feito, todos serão exterminados, até mesmo aqueles que nunca quiseram se intrometer ou interferir na ordem natural?

- Exatamente. - Loran levantou e caminhou de vagar pelo quarto indo até a janela. 

-Loran sama será que eu poderia ajudar a convence-los de não fazer tal atrocidade, ao meu entender é injusta e cruel. - Suspirou – Como podem julgar e condenar a todos só por conta de um grupo que está realmente desequilibrando as existências na terra?

- Eu falei o mesmo que vós Kyoshiro-san, a resposta foi simples e direta, assim como todos de cada raça, seja humana , animal e vampírica se interferir de forma que prejudique os demais especieis, haverá uma limpeza para evitar que destruía tudo. - abriu a janela e olhou a noite e o jardim – Eu rodei o mundo atrás de aliados tanto para enfrentar seu pai e seus aliados, como para avisar desse nosso fim.

Kyoshiro ouvia sem poder acreditar que tal coisa realmente iria acontecer.

-Preciso que todos os clãs coloquem suas disputas de lado e se unam para pedir pela preservação de todos nós.

Kyo estendeu os braços a frente e seu rosário ficou entre seus dedos fazendo um circulo que tinha o diâmetro que tocava o tatame.

- Loran sama, posso vislumbrar fatos que irão acontecer no futuro próximo, vejo grandes lutas, batalhas entre vampiros e humanos, vejo os puros tentando defender os seus clãs e um único vampiro estingando o caos.

Loran virou-se para ele e se alarmou, visões do futuro e aquelas eram as piores possíveis.

- Não, exatamente isso que estou tentando evitar, se ocorrer essa guerra entre humanos e vampiros, vai ser o fim. - Se ajoelhou no tatame e baixou a cabeça. - Kyoshiro-san, diga-me que ver o fim disso, ver outra possibilidade?

Kyo ainda vislumbrava o futuro e balançou a cabeça negando, não conseguia ver luz em meio aquelas trevas das batalhas e vampiros virando cinzas aos milhares sobre os pés da morte.

- Infelizmente não … - Ele falou com uma dor enorme que transbordou na voz. Eu... Eu quero ajudar, como posso fazer? Falarei com eles, tentar evitar a guerra essa é a resposta.

- Sim, eu quero muito que seja essa a resposta. -passou dias e dias remoendo e se dando conta que o tempo está passando e que eles estão sem tempo. - Eu fiz um trato para poder segurar mais e ganhar tempo necessário para unir os 5 clãs e fazer com que coloquem suas picuinhas e desafetos de lado para podermos nos salvar. Institui o Tomo dos Anciões para que todos tente coexistir entre si e depois entenderem que sem essa união não haverá mais raça dos vampiros.

Loran suspirou baixo e calo-se, estava com medo, temia pela família que estava por começar a criar, sua Rose e seu bebê que acreditava ter direito de viver como todos aqueles que desejam apenas viver no mundo.

- Kyoshiro-san, entende o fato de que até a tríade nesse caso é o menor problema diante do nosso fim?

- Compreendo e espero que esse seu acordo seja cumprido até que encontre a forma de resolver tudo sem uma guerra. - inclinou a cabeça – E acredito que conseguirá.

- Obrigado...

- Loran-sama, eu sei que seria um grande atrevimento ou pior que seja uma afronta máxima ao seu clã, porém preciso que entenda o que sinto.

Loran voltou a encarar sério o puro.

- Tohru.


- Hai... Eu desenvolvi um grande apreço por ela, maior que algo que eu já havia sentido e com base nesse meu argumento, ou seja, o sentimento de amor que tenho por ela que quero lhe fazer um pedido.

Loran ficou calado ouvindo ele terminar.

- Deixe-me partir e levar comigo Tohru dono e sua cria?

Loran ficou calado e chegou a prender o ar de tão tenso que ficou. Deixar eles partirem, era algo radical e teria que enfrentar a decisão de Rocco em mante-lo preso naquela mansão até que o pai dele aparecesse para procura-lo e assim conseguirem capturar o último sangue puro milenar. Loran ficou na dúvida.

- Loran-sama se acaso não consiga, quero ao menos proteger Tohru dono, sua cria e aquela que espera em seu ventre, peço humildemente a permissão de partir com eles de volta a minha terra natal.

Kyo abaixou os braços e o rosário e curvou ao ponto de tocar a testa no chão, tinha as palmas voltada para baixo e pedia com humildade ao monarca dos vampiros.


+++++

Rolar dados 

Lábia + Empatia
Dificuldade 8
2 acertos – Loran permite que eles partam para o Tibet.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B
avatar

Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 758
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 5 Mar 2017 - 23:01

Spoiler:
 


               Tohru e Kyoshiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2389
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 5 Mar 2017 - 23:01

O membro 'Tohru Kuran' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


'D10' : 6, 4, 2, 10, 7, 6


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B
avatar

Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 758
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 5 Mar 2017 - 23:07

Spoiler:
 


               Tohru e Kyoshiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2389
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 5 Mar 2017 - 23:07

O membro 'Tohru Kuran' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


'D10' : 2


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B
avatar

Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 758
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 5 Mar 2017 - 23:25


Tohru treinara bastante naquela noite e estava cansada, mas sentia que precisava ir ver Kyoshiro. sabia que não conseguiria dormir ou descansar sem encontrá-lo de novo e beber dele e dar seu sangue de novo. Se sentia estranha, algo devia estar acontecendo com Kyo pois sentia-o tenso.
Rose tentava conversar com ela para distrai-la, mas Tohru pouco respondeu, concentrada com o amado na fortaleza dos hunters.
Quando chegaram na entrada da mansão, Tohru paralisou, tensa. Seu tio Loran também se encontrava lá. O que estaria acontecendo?
- Rose-san!- pegou no braço da guardiã em busca de apoio.- Oji-Sama está com Kyo. Será que vamos poder entrar?


               Tohru e Kyoshiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2389
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Qua 8 Mar 2017 - 18:41

+ Loran + Kyoshiro +




Loran olhou-o um tanto receoso, ficou pensativo, depois negou com a cabeça.

- Kyoshiro-san, realmente essa possibilidade é fora de questão, sabes bem que está sobre a custódia desse clã hunter e mesmo que eu quisesse, não teria como lhe permitir partir e pior levar minha sobrinha com vós.

Kyo inspirou tenso e voltou a face ao monarca.

- Eu sei do tamanho da afronta é esse pedido, tenho ciencia de tudo isso e de minha condição de preso nesse clã, queria poder resolver tudo da melhor forma, afinal não sabia dessa história de meu pai, no entanto, quero poder sair daqui e voltar ao Tibet. - Ficava encarando Loran - Loran-sama se não deixar que parta terei que fazer de outra forma.

Loran estreitou os olhos e bufou baixo.

- Irá fugir dos hunters? Mesmo que tente fugir eles não permitiram.

Kyo concordou e continuou.

-Por esse motivo que estou recorrendo a vós para deixar ir, tenho certeza que se pedir irão acatar.

- Não Kyoshiro-san, não tenho tanta palavra nesse clã, sou um sangue puro e eles me aceitaram como sendo um deles, porém sempre fui lembrado de ser um vampiro. - Passou a mão no rosto demonstrando certo cansaço.

- Eu compreendo... - parou e notou a aura dele ficar oscilando de tons - Está se sentindo bem Loran-sama?

- Sim, não se preocupe é somente cansaço. - Puxou um banco e se sentou. - Eu não tenho como fazer isso e tem outra se fugir com Tohru e sua criança que garantias terá de manter a segurança dela? Poderá por todos em risco.

- Loran sama, garantias nenhuma, porém se já somos condenados, nenhum de nós estará seguro. - Suspirou baixo - Sei da condenação e extermínio, quero poder ficar com ela e protege-la, aqui nessa cidade não é um local seguro e tenho a sensação que vai acontecer algo grave a qualquer momento. - Encarou sério - Permita-nos que partamos e lhe garantirei por minha vida que aonde levarei a vossa sobrinha será o local mais seguro do mundo, minha morada.

Loran ficou tenso, deixar ele ir com Tohru era risco alto, afinal aquele puro era a ligação com o terceiro membro daqueles vampiros anciões milenares e precisava encontra-lo para por um fim naquela situação de lutas sem fim.

No lado de fora, na sala de estar a vampira e sua guardiã estavam um tanto preocupadas, haviam dito a elas que não poderiam ver o puro naquele momento, pois o mesmo estava com Loran em uma reunião.

Decidiram esperar e um dos hunters foi avisar.

Loran sentiu a presença de Tohru, juntamente como Kyo e ele voltou a falar.

- Eu a amo, quero cuidar dela e assumirei suas crias como minhas, darei a ela toda proteção e paz que tanto necessita longe de conflitos e disputas por poder. - Voltou a uma postura mais humilde e conclui. - Já somos ligados e necessitamos um do outro, agora nesse momento ela tem sede e precisa se alimentar sua gestação a consome muito e posso lhe dar esse sangue.

Antes que Loran falasse ouviram suaves batidas a porta e assim ele deu a permissão para entrar, o hunter anunciou a presença da jovem kuran. Loran olhou para Kyo como quem ponderasse toda a situação.

- Traga-a até aqui por favor. 

O jovem hunter curvou um pouco o corpo e se retirou para assim guiar a vampira para os aposentos do puro. Ambos aguardaram em silencio a chegada dela e logo que a vampira chegou Kyo sorriu gentil e estendeu a mão para ela, queria o contato novamente em seus braços.

Loran viu a cena e não gostou muito, não pelo fato de ambos estarem assim e sim pela forte ligação que somente na presença deles dois juntos pode sentir.

Era como ele e Rose, era realmente amor. O jovem rei dos vampiros se viu em uma decisão complicada, porém ele simpatizava com Kyo e seria bom ter aquele ancião protegendo-a principalmente dos Yurievs.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B
avatar

Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 758
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Qui 9 Mar 2017 - 0:33


Tohru se encontrava agitada e apreensiva e por mais que Rose tentasse só sossegou um pouco quando lhes permitiram ir até o quarto do Puro. 
Gentil e educada como sempre, ela sorriu para o jovem hunter e cumprimentou-o, curvando-se em agradecimento por levá-la até onde seu coração ansiava e entrou.
Olhou, um pouco receosa e hesitante, para Loran e Kyo, incerta de como deveria proceder, mas quando o Puro que amava sorriu para ela e lhe estendeu a mão chamando-a para seus braços...Foi como seu um imã atraísse um pedaço de metal. Sem hesitar mais ela correu para os braços dele e o envolveu com força com os seus como se nunca mais quisesse se separar dele. Erguendo o rosto para olhá-lo nos olhos, com adoração e amor transbordando pelos olhos verdes brilhantes.
Depois, sem-graça, se afastou um pouco, relutantemente de Kyo, encarando Loran e se curvando pra ele, cumprimentando-o devidamente.
-Loran Oji-Sama...Kombawa...Ano...Gomenassai...- ela olhou do tio para Kyoshiro.- Está acontecendo algo entre vocês dois? Kyo, Anata...O que houve?


               Tohru e Kyoshiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2389
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Qui 9 Mar 2017 - 15:44

+ Loran + Kyoshiro +

O jovem rei olhou a sua sobrinha que tinha uma expressão preocupada, voltou a ficar sério e por fim suspirou.

- Tohru não se preocupe estamos tendo uma conversa, Kyoshiro-san fez um pedido e estou lhe informando que dificilmente será acatado, já que temos interesses maiores com a presença dele aqui.

Kyo segurou a mão dela e voltou a face a Loran.

- Quero carar-me com ela, lhe dá proteção e cuidar de suas crias. - Virou a face a jovem vampira. - Permita Loran sama, deixe-nos ir e prometerei que nada e ninguém lhe fará mal.

Loran se sentiu em um beco escuro apesar de tocado pelos sentimentos de ambos ainda não tinha certeza de deixar aquela loucura acontecer.

- Tohru sabe bem o que lhe acontece quando arrisca e na maior parte das vezes suas decisões tomadas por emoções lhe causaram enormes problemas, acarretando até um clã como inimigos. - Loran suspirou - Acho que não tenho como concordar com isso, com a partida dele e permitir que a leve.

Loran não gostava nada daquela situação e se concordasse? E sabia que teria que falar com os pais humanos sobre isso e tinha certeza que negariam.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B
avatar

Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 758
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Sex 10 Mar 2017 - 2:39


Tohru ficou olhando de um para o outro, intrigada, quando Loran lhe disse que não se preocupasse, que era apenas uma conversa...Desde a última vez que estivera lá tinha a impressão de que lhe escondiam algo...Rose também lhe dava respostas evasivas...Por que Kyo ficara tão alarmado da última vez a ponto de parecer querer protegê-la de algo que ela não conseguia ver ou ouvir? Por que Liriel-chan tinha aquela aura tão sinistra e aqueles olhos negros com os quais tinha pesadelos há 3 dias? E aquele anúncio de fuga sussurrado... e agora esse pedido desesperado de Kyo para ir embora e levá-la dali...
Tohru suspirou fundo e olhou, magoada, para o tio com suas últimas palavras.
- Loran Oji-Sama, eu entendo que me ache uma ingênua e tola, incapaz de tomar decisões por mim mesma...Eu mereço isso, demo...Acredito que depois de tudo, como o senhor mesmo disse, estou mais madura depois de tudo que passei...E, eu já expliquei antes, Oji-Sama...É verdade que eu acreditava ter sentimentos por Yuriev, mas eu nunca, jamais teria ido atrás dele na Romênia se ele não tivesse sequestrado e ameaçado a vida do meu filho!- ela falou, emocionada, mas firme. Então inspirou fundo, fechando os olhos por um instante e o olhando, com ar mais sereno e doce.- Agora é muito diferente...Eu amo Kyo de todo meu coração, não consigo, não posso mais ficar longe dele...Quero muito me casar com ele também e segui-lo para onde for. Acredito do fundo da minha alma que ele deseja me proteger e, apesar de desejar ficar junto ao senhor, a quem amo e respeito como se fosse meu pai e também de Rose-Sama, me afastar para algum lugar remoto... Talvez ajudasse a me deixar a salvo dos Yuriev... Por que estou certa de que não deixarão de querer se vingar...- ela estremeceu ligeiramente.
-No entanto...- ela se voltou para Kyoshiro.- Isso será prudente? Entendo que é ...horrível - ela empalideceu visivelmente.- ...Se sentir preso...Também me senti assim quando adentrei os portões do castelo Yuriev... Mas se tivermos que ir contra a vontade deles...Tenho realmente medo do que possa acontecer e além disso, fugir e lutar com eles não é a melhor forma de mostrar que não é inimigo e não posso permitir que se prejudique por minha causa, meu querido Kyo...- ela o abraçou, descansando a cabeça em seu peito e ouvindo seu coração bater.
Ainda  assim aconchegada, apelou a Loran.
- Sei que é um terrível dilema, Oji-Sama, eu sinto muito por isso, de verdade e também que é muito difícil que sua família hunter aceite, mas pense bem e considere nosso apelo. O fato de Kyo-Sama implorar por nós em primeiro lugar ao invés de simplesmente fugir e me levar com ele, não é prova de que ele merece confiança de todos? O pai de Kyo é acusado de crimes terríveis, não ele!
Foi, então a vez de Tohru se ajoelhar com a testa no chão em posição de suplicante.
- Onegai, Oji-Sama...Ao menos permita que possamos nos casar e se de  fato não concordarem em última hipótese de que possamos seguir para a morada de Kyo-Sama nos permita ficar na mansão Kuran juntos.


               Tohru e Kyoshiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tohru Kuran
B
B
avatar

Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 758
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Sab 11 Mar 2017 - 10:39

Spoiler:
 


               Tohru e Kyoshiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2389
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Sab 11 Mar 2017 - 10:39

O membro 'Tohru Kuran' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


'D10' : 4, 1, 5, 5, 10, 2


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Rose Hathaway
Recem Criado
Recem Criado
avatar

Feminino
Char RPG : Rosemarie Hathaway
Humor : sarcástica
Localização : onde Tohru estiver e/ou com o Dimitri
Posts: : 147
Inscrição : 03/09/2015

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Seg 13 Mar 2017 - 1:37


Rose estava tensa...Por ter que voltar aquele ninho de hunters estranhos mas mais ainda por expôr a inocente Tohru àquele lugar...Tinha a impressão que Loran deveria saber o que havia de errado com a "irmâzinha" humana dele...O problema era conseguir falar com ele! Como rei ele andava extremamente ocupado e ouvira rumores de que havia algum problema referente à nova rainha... Bem, pensou, Loran está aqui. Quem sabe ele ou Kyoshiro-Sama poderiam lhe esclarecer O que havia de errado...
Ela foi andando atrás de Tohru, carregando mais uma pesada caixa de docinhos...Hummm... Só o aroma estava praticamente irresistível, imagina o sabor...
Lembrou-se de como o Puro ficara naquele dia...Pela posição defensiva dele, ele devia ter sentido a ..."coisa" na jovem hunter. Isso explicaria a ideia de fuga. Tohru lhe contara. A pobrezinha estava muito preocupada...
Quando entraram no quarto, sentiu que o clima estava meio tenso.Teria algo haver com "aquilo"? ao que parecia sim, afinal, porque Kyo estava tão ansioso para tirar Tohru da cidade? Loran não parecia querer colaborar...Rose mordeu os lábios para não se intrometer. Esperava que o rei aceitasse...Caso contrário, não seria o primeiro casal que ajudava a fugir, pensou em Lissa e Cristhian, com um sorriso escondido... Se bem que aquele caso era mais complicado...Kyoshiro não deveria arriscar uma fuga com Tohru naquele estado...Só esperava que tudo se resolvesse...
Ela recuou para a porta, tentando ser discreta, olhando, preocupada, para a jovem suplicando para casar com o Puro que amava.


"Eles vêm primeiro."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2389
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 9 Abr 2017 - 14:07

+ Kyo + Loran + Liriel +

Kyo observava a sua amada em seus argumentos, porém sabia que não teria o resultado que desejava, fora um tanto precipitado e ousado com aquele pedido, afinal ficará alarmado com as palavras do anjo da morte e da condenação de todos os vampiros a extinção, não queria ver a sua amada sofrer mais e se fosse o caso lutaria pela vida dela.

Suspirou baixo notando que a decisão de Loran não mudará e que ele realmente não permitiria aquela partida, uma fuga era arriscado para ambos, colocar ela e sua cria em perigo era desnecessário, então resolveu aceitar as condições que o monarca poderia impor.

Virou a face para Loran por um momento e estremeceu ao ter um vislumbre, o monarca estava envolto em sangue e trevas com a sua rainha aos pés que sangrava intensamente, algo aconteceria e isso levaria o sangue puro Kuran a loucura.

Não sabia o que dizer, mas precisaria dizer a ele o que vira, no entanto quando Tohru falou de se casarem ele saiu daquele vislumbre e virou a face a ela sorrindo gentilmente.

- Seria maravilhoso se isso pudesse acontece. - Voltou a face a Loran – Loran sama, na atual circunstancia já que nada pode ser feito, permita que ao menos fiquemos juntos e que aceite meu pedido formal de casamento com a sua jovem sobrinha?

Loran ainda não tinha muita certeza, apesar dela ter bons argumentos, ainda assim era arriscado demais. Após ela fazer aquele pedido ficou pensativo um tempo, até que notou a face do puro estranha virada para si e depois como quem saísse de algum transe voltou a falar.

-Kyoshiro-san, realmente não tem como permitir a saída de ambos daqui, Tohru está gestante e seu primogênito chega essa noite – Olhou para ela e suavizou a expressão – Sim, recebi a mensagem que ele chega em um voo essa noite, encaminhei Raiven e Wo li para acompanhar os emissários dos Yuriev's para traze-lo até a residência onde deverá está lá esperando-o, Tohru chan.

Kyo sorriu e falou a ela.
- Que ótima notícia, vai ver sua cria finalmente, fico feliz que tudo tenha sido resolvido.

Loran inspirou baixo e sua face voltou a ficar séria.
- Não sei ao certo se isso é bom ou não, só saberemos quando ver o menino, até lá vamos nos atentar a resolver a questão aqui nesse quarto.

Parou de falar e ficou em silêncio um tempo, por fim foi a porta e chamou um dos empregados da casa, pedindo que trouxesse sua irmã até eles.

Algum tempo depois Liriel aparece e bate a porta entrando em seguida.
- Chamou-me Loran, algum problema.

Loran olhou-a e foi direto ao ponto.
-Angelus o que andou falando para Kyoshiro san?

A face da jovem hunter mudou e os olhos ficaram negros, asas negras brotaram quase que instantaneamente de suas costas e olhava séria para o sangue puro que era seu irmão de criação.

- Que todos os vampiros são condenados ao extermínio. - falou seco e de tom irônico.

Loran demonstrou irritação.
- Não deveria falar de algo que ainda não aconteceu e se depender de mim não acontecerá. - a voz do puro era fria e demonstrava raiva imensa para o anjo da morte.

- Não sei ao certo se irá conseguir, sua raça lhe trai a todo momento e mesmo assim está se sacrificando por eles, tolo sangue puro. - Angelus estremeceu com olhar de Loran e curvou a cabeça, não que ele temesse aquele vampiro, mas eram ligado por laço de sangue e isso o fazia seu servo.

- Eu o proíbo de aparecer sem minha solicitação, de agora em diante não poderá vir sem que eu lhe ordene que apareça.

Angelus estreitou o olhar e baixou novamente a cabeça, curvou o corpo em respeito a Loran e Liriel voltou a despertar. Ela levantou a cabeça e olhou todos dando um sorriso sem jeito.
- Todos tão sérios, aconteceu algo?

- Nada demais irmã, só quero que você fique sabendo que Kyoshiro e Tohru irão se casar.

Liriel olhou Tohru com enorme sorriso.
- Jura Tohru-chan? Que legal, ao menos... - olhou Kyo – Bom, ao menos Kyo sama parece ser bom para ti, parabéns.

- Liri-chan, avise a nossos pais sobre essa decisão e que Kyo voltara para a mansão Kuran, eu mesmo irei manter tudo sobre controle.

- Hai... - ela sorriu e depois de se curvar saiu deixando todos a sós.

Loran olhou ambos.
- Espero que valorizem a minha decisão, bom agora tenho que ir, muita coisas para fazer e resolver. - Parou na porta antes de sair – Tohru não demore, tem que está na mansão para receber seu filho. - sai deixando ambos ali.

Passa pela guardiã Rose e dá uma olhada nela um momento.
- Tome conta dela, tem feito um bom trabalho.

Toma o rumo do corredor deixando eles ali no quarto.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B
avatar

Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 758
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 9 Abr 2017 - 17:09


Tohru não percebeu a perturbação de Kyo e sorriu a ele, tornando a aconchegar-se em seu abraço acolhedor enquanto ele falava com seu tio reforçando o pedido de casamento. Surpreendeu-se quando Loran que lhe contou que seu filho estava chegando naquela mesma noite. Seus olhos se iluminaram bem como a face pálida, mas logo uma sombra de preocupação tornou a obscurecer sua alegria pelo retorno iminente de seu precioso bebê. Como, bem lembrou seu tio, como o menino estaria?
Tohru deu um sorriso triste e tenso quando Kyo a felicitou pela volta do filho.
- Estou feliz, meu amor...Demo...Ka-chan... Ele...- sua voz embargou com um nó que a impediu de falar momentaneamente.- Só espero que ele ainda possa ser de novo o meu bebê doce e carinhoso...Depois de passar tanto tempo com aqueles...monstros...- ela baixou o olhar marejado.
Então seu tio chamou a irmã hunter e falou daquele jeito como se ela fosse outra pessoa...Tohru assustou-se com a transformação da amiga e ainda mais com o que ela ou o que havia nela respondeu. A reação de Rose, que já se achava em alerta quando Loran a chamou foi imediata. De estaca de prata em punho e expressão feroz, se postou à frente de Tohru e Kyoshiro.
-Li...Li-chan?- balbuciou, pálida, recuando instintivamente para junto a Kyoshiro. - Nani?!
Então como se nada houvesse acontecido, a jovem hunter voltou ao normal e Loran comunicou à irmã que ela e Kyo iam se casar. Ele aceitara!
Atordoada, Tohru aceitou os parabéns ainda sem entender o que estava acontecendo. Rose ainda junto a ela, com cara de poucos amigos, embora houvesse guardado sua arma.
- Hã...Ah...Hai... A-arigatô,Liriel-chan...- sorriu, meio-sem-graça.
Então, Loran falou com eles e a alertou de que deveria retornar sem demora para a Mansão Kuran a fim de recepcionar sua cria.
- Arigatô, Oji- Sama!!-ela se curvou profundamente em agradecimento.- Muito obrigada por permitir que nos casemos e fiquemos juntos! Estou tão feliz! - Tohru olhava de seu tio para Kyo, encantada. - Hai, irei em seguida, Oji-Sama!- tornou a se curvar em respeito ao tio.
Feliz, a jovem Kuran se voltou novamente pra Kyo, agora seu noivo, oficialmente.
- Oji-Sama permitiu! Kyo-Sa..Kyo, agora poderemos ficar juntos! Pra sempre! - eufórica, o abraçou com força.


               Tohru e Kyoshiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rose Hathaway
Recem Criado
Recem Criado
avatar

Feminino
Char RPG : Rosemarie Hathaway
Humor : sarcástica
Localização : onde Tohru estiver e/ou com o Dimitri
Posts: : 147
Inscrição : 03/09/2015

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 9 Abr 2017 - 18:36


Rose se manteve impassível como se espera de uma guardiã durante o dialogo entre os 3, mas ficou tensa  quando Loran chamou Liriel.
"Se aquela humana esquisita fizer aquilo de novo..."- ela pensou, alerta, e segurou com força no cabo da estaca ainda escondida em sua jaqueta de couro.
Então, Loran falou com a irmã e chamou um tal de Angelus e aquilo aconteceu de novo. Num décimo de segundo, Rose se encontrava diante do casal Tohru e Kyo com a estaca de prata em punho.Ao diabo com o poder sinistro que aquele ser emanava, ninguém iria tocar num fio de cabelo de sua protegida!
Com as presas à mostra e olhos vermelhos, Rose ficou em posição defensiva pronta pra partir pro ataque ao mínimo sinal de perigo e assim ficou até que a hunter, aparentemente, retornou do "transe". Guardando sua arma, ela ainda ficou postada junto a Tohru, encarando a hunter, já com a fisionomia normal ,mas ainda feroz em seu zelo de guardiã.
Ficou surpresa quando Loran concordou com o casamento, ficando feliz por Tohru e pelo Puro Kyoshiro. 
No momento, estava de serviço, mas assim que pudesse daria um abraço daqueles em Tohru para comemorar.
Curvou-se respeitosamente quando Loran falou com ela e achou que não poderia perder a chance de esclarecer aquele mistério.
- Loran-Sama, um momento, por favor!- seguiu-o para fora da sala.- Gomennassai...- curvou-se, sem jeito, mas continuou.- Sei que é muito ocupado e talvez não seja da minha conta, mas sua irmã, ou seja lá quem está nela, me ameaçou e a todos nós!Poderia me dizer o que foi aquilo, afinal?!


"Eles vêm primeiro."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2389
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Seg 10 Abr 2017 - 19:06

+ Kyoshiro + Loran +

A cena da jovem hunter assumindo a sua forma celestial fez o puro ficar em alerta, segurou o ombro de Tohru se colocando a sua frente, apesar dos movimentos suaves que fez naquele momento, ele estava tenso e mesmo que fosse contra sua vontade iria agir para protege-la.

As palavras de ordem vinda de Loran fez o ancião estranhar, porém numa rápida analise de auras percebeu que o ser naquela jovem humana era subordinado do Kuran e obedeceria a qualquer ordem dele, ficou menos tenso nesse momento, porém não baixou a guarda.

Logo que ouviu a confirmação do seu pedido sorriu a Tohru, no entanto sabia que poderia ter mais algo além de um simples concordar, teria oportunidade para conversar mais com Loran quando voltasse a mansão, por enquanto manteria a postura de discrição e aceitação até ter certeza do que realmente estava acontecendo.

- Hai, fico feliz que possamos ficar juntos. - envolveu-a em seus braços apertando um pouco e beijando sua testa, afagou as costas em seguida. - Agora que tudo se resolveu em parte para nós, quero que se preocupe com sua cria que está regressando.

Olhou a guardiã e ficou feliz pela postura dela em defende-los, tinha receio de Tohru ficar desprotegida na sua ausência, porém a jovem vampira morena foi bem ágil.

- Hataway-dono, agradeço por sua proteção, cuide dela por mim, acredito que seja em breve minha volta a mansão Kuran.

Virou a face a Tohru e tocou afagando seu rosto pequeno e delicado.
-Quando sai do Tibet não fazia ideia do que encontraria e olha o que achei, a mais bela criatura e sou grato pelo privilégio de ser amado por ti. - Sorriu

Olhou a caixa e farejou suavemente o aroma dos doces.
-Acho que podemos ter um tempo para ao menos saborearmos esses doces antes de ir certo?



No corredor...

Loran é abordado por Rose e parado ouve a pergunta dela, naquele momento ficou em silêncio e a jovem guardiã podia notar que aquele instante ele parecia ponderá as palavras que iria usar para aquela resposta. Por fim, falou um tanto preocupado.

- Essa família de hunters pelo que percebeu não são humanos comuns, na verdade, não são humanos, todos aqui são anjos e Liriel é um dos mais poderosos e indomáveis dos anjos da Morte, felizmente para mim temos laço de sangue o que facilita o controle sobre Angelus. - voltou a um momento de ponderação até falar novamente – O que você viu, stra Hataway, é para ser mantido em segredo, espero contar com sua discrição e não espalhar esse assunto, mas por hora o que precisa saber é que estou lutando para que o pior não aconteça. -Curvou a ela e se afastou acenando em despedida. - Proteja a Tohru e sua cria, o resto, estou resolvendo.

Saiu deixando-a no corredor com a sensação de que a situação era ainda pior que uma disputa de poder dos vampiros e o reinando de Loran.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Mansão Kristan
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Assustador! - Episódio 1 "A Mansão Velha"
» o {Mansão} ? Descrição da Mansão
» Capítulo 3 - A Mansão do Inferno
» Garagem da Mansão
» Mansão Hyuga

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Academia Cross RPG  :: Província Ambarantis :: Ambarantis :: Cidade Baixa :: Clã Kristan-
Ir para: