Academia Cross RPG
Bem Vindos!!

Aos visitantes e Novatos Na Academia Cross.

Leiam as Regras para participar do RPG.

Regras Gerais, orientações e Sistema do Jogo

Arigato pela Visita e volte Sempre!

Administração Equipe Cross



RPG Vampire Knight
 
Portal CrossInícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Mansão Kristan

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Mansão Kristan   Dom 4 Dez 2016 - 19:50

Mansão Kristan 




~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Sab 17 Dez 2016 - 0:37

+ Kyo + 


Kyo ficou em silêncio durante todo percurso , sabia que estava se afastando bastante da resistência dos Kurans. Pelo tempo percorrido percebia o trepidar do asfalto no solavanco do caminhão. Estaria indo pra uma região afastada até da cidade. Tentava se manter tranquilo , ao seu entender não havia feito algo errado , então sua postura era de resignação e espera. Pouco mais que uma hora depois o caminhão parou ele virou o rosto e farejou o ar para tentar identificar o ambiente, no entanto não conseguiu sentir odores além de borracha queimada do pneu do caminhão .

Quando abriu a porta sentiu a maca ser retirada e com o ar a sua volta pode sentir o aroma do lugar. Flores, vinho e temperos,  era uma residência familiar pelo sons de borborinhos alguns até infantil.
Ao longe o puro ouviu a voz de Loran e Rocco falavam com outro vampiro que ele até então ainda não havia identificado. Foi levado por fim até um longo corredor e ouviu barulho de porta ranger pelo som era uma porta pesada. No lugar ao pararem a maca soltaram,  Kyo desceu da maca e andou um pouco pelo lugar. Aqueles humanos hunters falavam em outra língua a qual ele ainda não havia ouvido por isso não entendia o que falavam. Percebia tudo a sua volta e a aura do lugar era tranquila e harmoniosa. 

"Um lugar bom assim, será que Loran sama entendeu que não quero o mal de ninguém?"

Pensando nisso ficou ali parado esperando enquanto dedilhava seu rosário entre os dedos e mentalmente entoava um mantra de tranquilidade. Via a aura dos dois humanos que ficava de pé perto da porta como guardas,  eles não demonstravam medo ou hostilidade contra o puro. Pelo contrário havia a sensação de serem superiores a Kyo. Nesse momento lembrou de seu pai, como queria ele consigo, foram tempos longos e sentia a sua falta. A sala onde estava ficava no subsolo da residência dos Kristans, o lugar havia uma cama simples além disso uma mesa e duas cadeiras. Kyo sentiu uma forte presença na sala surgindo de repente, havia mais um além daqueles dois humanos .

-Há mais um ser nessa sala, eu não quero o mal de ninguém. 

Os dois humanos se olharam e depois para Kyo, não havia ninguém além deles três. 

-Senhor aguarde Rocco e Loran chegar , isso será decido por eles.


Poucos minutos depois ouviram batidas na porta e em seguida eles entram , Loran seguido de Rocco e o vampiro que ele não conhecia.

-Kyoshiro-San, sente-se, vamos conversar.

Loran falou por fim sentando na outra cadeira e esperou que Kyo fizesse o mesmo.

Para demonstrar que não havia nenhum problema com ele obedeceu sentando.
 
Loran suspirou baixo tinha um ar cansado e chateado.

-Quero saber quais são suas reais intenções? 

-Loran-sama seriam as melhores ao menos é o que venho demonstrando. -Kyo ainda não entendia o motivo de Loran em leva-lo para aquele lugar. -Sai do Tibet para procurar meu pai, fugi de Magnus-San e acabei sendo amparado por Rocco San e o Loran sama , contei minha história e que procuro por meu pai. -balançou a cabeça lento negando aquela situação- Não compreendo o que está acontecendo.

Loran olhou Adrian , antes de entrarem havia combinado com ele analisar o puro e ver se estava ou não mentindo.

-Kyoshiro San, seu pai é considerado um vampiro extremamente perigosos e com um passado um tanto duvidoso. - voltou a olhar para o pai humano.-Então , como posso acreditar que esta aqui de boas intenções com o pai que tem? 

Kyo ficava cada vez mais confuso.

-Meu pai, não é perigoso. Ele é bastante tranquilo como eu sou,  não gosta de conflitos e evita até se envolver com problemas . -a face mostrava confusa a Loran.


~* Narrador Master *~


Última edição por Master em Dom 18 Dez 2016 - 19:14, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Adrian Ivashikov
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!
avatar

Char RPG : Adrian Ivashikov
Humor : Bipolar
Localização : Em seus sonhos , baby...^~
Posts: : 49
Inscrição : 09/03/2016

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Sab 17 Dez 2016 - 1:31


Adrian se encontrava num dilema. Amava Tohru e se inocentasse aquele puro, Loran poderia considerar a relação deles e suas chances com ela se tornariam nulas,porém Adrian, apesar de meio doidivanas, era acima de tudo honesto e jamais tiraria vantagem de seus dons... mesmo porque ele mesmo ainda estava sendo avaliado...
Concentrado, o que se via pelo verde de seus olhos que se tornara um pouco mais escuro, Adrian se aproximou de Kyo, analisando-o, sondando sua mente ou o que ele lhe permitia, ao menos...Detestava admitir, mas não podia mentir.
A aura dele lhe parecia límpida e clara, não parecia haver intenções ocultas...
Ele fechou os olhos por um instante, abrindo-os em seguida, piscando algumas vezes. A cor verde-esmeralda, idêntica aos de Tohru, voltando ao normal.
-Loran-Sama, ele não me parece ser maligno...Pelo menos, de acordo com o que sinto agora, o que já senti dele antes, as lembranças que ele tem do pai...Somente vejo lembranças inocentes e sentimentos sinceros...,inclusive em relação à minha ir...sua sobrinha... e vejo...muita confusão, ele me parece estar mesmo tão perdido quanto parece...Ao menos, é tudo que posso captar dele.- falou, olhando para Loran, muito sério.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 18 Dez 2016 - 19:33

+ Loran + 

Ele olhou o vampiro que trouxera consigo, aquele que alegava ser irmão de Tohru para aquela analise, sabia que ainda não era de todo certo aquelas palavras, ficou em silêncio por um tempo, pensativo.

+ Kyo + 

Ouviu aquele vampiro falar que ele estava falando a verdade, entendera de imediato que era algum tipo de vampiro mental pelas analises que fizera, talvez leitura da aura.

-Loran-sama, entendo sua preocupação em querer assegurar sua integridade e de sua família, mas falo a verdade, não desejo mal algum de vós e dos seus. - sacudiu a cabeça negando. - O que ainda não compreendo são os temores sobre meu pai, ele fez algo tão ruim assim para julgar-me dessa forma através de atos que ainda não entendo?

O puro era ingenuo e demonstrava aflição até que sentiu algo acalentar seu coração.

"Tohru dono"

Suspirou baixo e se silenciou aguardando as palavras do rei dos vampiros.

+++++

Rolar dados

Adrian 

Percepção + Lábia

Dificuldade 7

2 acertos - Loran acredita na analise dele.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Adrian Ivashikov
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!
avatar

Char RPG : Adrian Ivashikov
Humor : Bipolar
Localização : Em seus sonhos , baby...^~
Posts: : 49
Inscrição : 09/03/2016

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 18 Dez 2016 - 20:11

Rolar dados

Adrian 

Percepção  1 + Lábia 3 - 4 dados

Dificuldade 7 -  com Voz Encantadora diminui pra 6 a dificuldade

2 acertos - Loran acredita na analise dele.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 18 Dez 2016 - 20:11

O membro 'Adrian Ivashikov' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


'D10' : 4, 9, 4, 7


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Seg 19 Dez 2016 - 16:13

+ Loran +


Loran após pensar um pouco olha para o vampiro nobre e balança a cabeça concordando, todos naquela sala olham para aquele puro com um misto de curiosidade e até uma certa pena pela ingenuidade do ancião.

Ao se levantar, Loran caminha até Kyo e ao seu lado encosta na mesa e deixa sair um longo suspiro de chateação, afinal se o nobre ali presente estava certo em sua analise, Kyo não fazia ideia de nada que estava acontecendo.

-Kyoshiro-san, vou lhe contar uma história que me foi relatada algum tempo atrás, após eu vir a descobrir que um grupo de inimigos estavam se reunindo para acabar comigo e meus descendentes. - Fitava-o analisando - Eu descobri que era irmão de Yuki Kuran e consequentemente um dos herdeiros do clã e isso tudo juntamente com alguns inimigos que queriam me assassinar. Posteriormente ouvi falar da tríade, três vampiros milenares que vagam a mais de 10 mil anos cuje o intuito é provocar o caos por onde passam, claro que para vampiros mais jovens, de 2 mil anos atrás não sabem mais que lendas sobre esse trio, porém eles existem e um deles está em Ambarantis. 

Kyo ouvia tudo em silêncio queria compreender o intuito daquela história, porém estava mesmo interessado em vampiros tão antigos quando a história do surgimento de sua raça. 





-Então, Lya Merelyn conhecida como a Dama Negra já teve o prazer de tentar me assassinar, porém sem exito claro, ainda não sabemos, porém o que meus espiões descobriram que o segundo membro desses três matusalém, Aldoph está preste a acordar e por fim o terceiro e ao que me foi relatado o senhor desses dois o que nunca pode ser acordado seria o seu pai, Lord Dreizahl.

Kyo virou a face que antes estava serena para Loran e engoliu seco, sua mente tentava entender o que seu pai faria com esses dois vampiros? Continuou em silêncio só que dessa vez se mostrava preocupado.

-Lord Dreizahl é o vampiro original, nascido do clã surgido na mesma era que o clã Kuran, ou seja, vampiro acima dos vampiros, seu sangue é o mais puro de todos e claro se fosse cogitar um lugar entre a nossa raça, seu pai seria o rei de todos os vampiros pelo poder da pureza de seu sangue, ele está até acima de Kaname Kuran, porém o clã dele desapareceu da face da terra há milênios e seu pai vaga desde então com essa dupla de anciões da mesma época, provocando o caos, lutas, discórdia e morte.

Kyo engoliu seco quando ia abrir a boca o humano hunter colocou sobre a mesa alguns manuscritos antigos e falou.

-Para acaso duvide do que falamos, aqui está os relatos antigos de todo o mal que seu pai provocou aonde passava. - estendeu na frente do puro. - Como sabemos que não enxerga, posso ler esses relatos para vós.

Kyo estremeceu, sua cabeça girava e tudo que antes era estranho passou a ser algo como um pesadelo. 

"Meu pai, não, ele não é assim... Otosan amava meu pai e todos diziam que eles eram bom para nosso povo..."

Kyo ainda permanecia mudo, porém sua face era de uma mistura de dor e dúvida.

Rocco começou a relatar os crimes de Lord Dreizahl, eram inúmeros, desde destruição do próprio clã a qual fez fowlon em seus pais e devorou todos os membros e servos do clã, até clãs menores na região onde atualmente é a Europa ocidental, provocou guerras entre humanos, provocou guerra entre vampiros de vários clãs, genocídios em massa de cidades inteiras, conforme Rocco falava Kyo murmurava baixo algo em sânscrito e seu rosto era de pura dor.

- Pare...- falou baixo mexendo freneticamente o rosário em seus dedos - Pare... PAREE...- Gritou se levantando e acuando-se no canto daquela sala. - Isso não pode ser? Otosan, ele não é isso que descreveu... Otosan, ele cuida da nossa tribo, ele ajuda até os monges humanos, isso é mentira...- Kyo falava gaguejando e tremulo.

Nesse momento, todos na sala sentiram uma pressão forte como se fossem atingidos por algo e os forçassem a se afastar de Kyo. 

-Kyoshiro san, infelizmente esses relatos são todos de como seu pai é e o que ele fez. - Loran olhava Kyo sentindo de certa forma pena do puro. - Agora, quero que se acalme, eu não duvido que deseje meu mal ou de meus entes, porém quero ter certeza que não irá se virar contra nós por causa de seu pai.

Kyo mal ouvia as palavras de Loran, estava nervoso e tentava entender pelas suas lembranças o que era aquilo, aquele monstro que o humano havia relatado. 

-Otosan, não, não é verdade...- Kyo se encolheu mais no canto chegando a sentar e colocar as mãos em sua cabeça. - É mentira... - Levantou o rosto em direção a Loran e podia se ver lágrimas escorrerem pela face e os olhos em fio de abertura que emanava um leve brilho. - Por que? Por que, Loran sama está dizendo essas coisas? Meu pai, ele não é assim...- o chão em volta de Kyo começou a tremer e as pedras que faziam parte do piso se soltaram subindo e flutuando ao redor de Kyo.

Loran se afastou e os hunters na sala se prepararam para atacar.

-Kyoshiro, não quero ter que lhe fazer algo de ruim, abaixe essas pedras, não estou aqui para lhe atacar, porém...- Loran preparou sua espada. - Se nos atacar, teremos que revidar.

Kyo abaixou a cabeça para o chão ainda estava tremulo e respirava com certa dificuldade como quem se esforçava ao máximo para se controlar, seu cabelo começou a tomar o tom claro e a ilusão que o mantinha escondido começou a desaparecer. O ambiente daquele lugar começou a gelar, o ar foi descendo de temperatura rapidamente e envolta do puro as paredes de pedras congelaram.

- Otosan, eu lembro, era filhote, mas lembro, como ele ajudava e cuidava de tudo e de todos. - ele negava com a cabeça, porém sabia que não estavam mentindo, auras deles não eram de um mentiroso e a convicções em seus sentimentos lhe garantiam a verdade do que fora dito.





Kyo agora lutava entre suas lembranças e aquelas palavras, a verdade sobre seu pai, que amava e venerava.








~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Adrian Ivashikov
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!
avatar

Char RPG : Adrian Ivashikov
Humor : Bipolar
Localização : Em seus sonhos , baby...^~
Posts: : 49
Inscrição : 09/03/2016

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Ter 20 Dez 2016 - 2:35


Aquilo estava ficando cada vez mais tenso. Adrian sentia a agitação crescente do Puro Kyoshiro e já ia avisar Loran e os outros mas era tarde demais...colocou-se à frente dos demais e de Loran, mãos erguidas à frente do corpo, tentando se concentrar e enviar imagens e pensamentos tranquilizadores para tentar ao menos amenizar o descontrole do Puro.
- Kyoshiro-Sama! Por favor...Acalme-se...Não faça nada que irá se arrepender depois...pense...pense na Tohru...Lembra-se dela? O que acha que ela sentiria o vendo assim? Tudo vai ficar bem...


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Qua 21 Dez 2016 - 14:59

+ Kyoshiro +


“Otosan... Otosan... Posso ficar com ele? - o pequeno puro carregava um filhote de gato no colo e mostrava ao puro que sentado na varanda olhava a paisagem enquanto se abanava com um leque. Porém antes que o pai lhe respondesse alguns monges apareceram na porteira de entrada da residência. Kyo olhou-os e sorriu, gostava dos monges e foi apressado até eles que o cumprimentaram.
Um dos monges se aproximou e sério falou algo com o pai e esse fez um gesto para entrarem e pediu ao filho para ficar no lado de fora.
Kyo pode ouvir palavras estranhas que ele não entendia, mas seu pai estava chateado e irritado com aquela conversa, apareceu pouco depois com a face fechada e apreensivo. 
-Arruma suas coisas, vamos partir. - Voltou para dentro e o monge mais velho o parou. 
-Deixe-o... Podemos protege-lo.
-Nem pensar, sabe o que ele pode fazer, precisa de mim por perto.
-E quando estiver enfrentando seus inimigos, quem irá protege-lo?- o monge insistia.
Kyo continuava sem entender a língua que falavam, conforme olhavam para ele percebia que algo ruim estava preste acontecer.
Olhar de seu pai era desesperador e como quem tivesse tomado uma decisão estendeu a mão a jovem cria. 
-Vamos conversar.
Levou-o ao seu quarto e o sentou no tatame. 
-Vou precisar partir, mas voltarei assim que estiver resolvido tudo. - Afagou o filho. - Obedeça os monges, nunca deixe a montanha e me espere.
-Otosan, eu quero ir... eu quero ficar com otosan... - falava choroso.
-Não pode, agora não, enquanto tudo não se resolver, não pode. -Ouviu batidas na porta desesperadas. 
Levantou e abriu vendo apreensão do monge.
-Está perto precisa partir.
O pai olhou o filho.
-Preciso que entenda o que farei agora, Kyo peço que entenda e me perdoe por isso. - Tocou o rosto do filho e cobriu os olhos entoando algo baixo no seu ouvido e o filho caiu em seus braços desmaiado.
Pegou no colo e levou até o monge.
-Selei os olhos dele, assim evitará que se abram sem querer e aquilo aconteça, porém tem que jurar que suas vidas serão dele e por ele impediram que nenhum mal chegue.
O monge o segurou nos braços. 
-Nossas vidas já pertencem a Kyoshiro-sama, nosso mestre. - O monge saiu rápido da casa e outros monges vieram e colocaram o pequeno vampiro na carroça e levaram embora para as montanhas.
O pai viu eles se afastarem e pegou o pouco que tinha partindo abandonando a residencia e aquele país.”

O salão onde mantinham Kyoshiro preso estava completamente congelado e as pedras soltas do piso e parede giravam cada vez mais rápido no ambiente e em volta de Kyo, como que o protegesse impedia aproximação daqueles hunters. Ele não ouvia nada além da dor em seu coração, tudo a sua volta desmoronava nesse momento sentiu algo, uma voz vinha a mente, tão suave e delicada que enchia seu peito de conforto.

“Tohru-dono...”

Como quem despertasse daquele transe, suspirou baixo e sentiu o frio que provocará a sua volta estava suspenso no ar e completamente mudado na sua real forma, abaixou a cabeça e começou a diminuir a intensidade do frio e o gelo das paredes e do chão começaram a derreter.

Pedras que voavam a sua volta arrearam ao chão e ele abaixou sentando sobre as pernas e se curvando a Loran.
-Gomene, Loran sama, não … por favor, não queria isso, não quero fazer mal algum aqui e nem aos seus... Por favor, eu não sabia da natureza de meu pai, só das lembranças que tinha, eu era jovem demais, era filhote quando ele partiu... Gomenenasai – baixou a cabeça pedindo desculpas.

++++

+ Loran +

Aquela situação piorava até que de repente o puro se acalmou, o gelo começou a derreter da paredes e chão. As pedras que voavam entorno dele pousaram e Kyo abaixou ao chão pedindo desculpas.
-Está difícil de conseguir se controlar Kyoshiro san? Dessa forma fica de acreditar em vós. - Olhou os hunters que armados pararam em volta do puro.

Rocco estava de frente a Kyo e tinha uma arma apontada para ele.

-Ele é perigoso, o que aconteceu aqui é prova disso, Loran precisa se decidir, manter ele perto é algo inviável e corremos perigo.

Rocco estava decidido, iria por fim aquele puro que era uma ameaça em potencial.

-Otosan... Espere, ao meu ver ele não cometeu nenhum crime, estávamos questionando o seu pai que provavelmente sim tem que ser eliminado. - Olhou Kyo e como quem sentisse o que ele sentia virou a Rocco. - Podemos usá-lo para atrair o pai.

Rocco ficou um tempo pensativo e por fim abaixou a arma e fez um gesto aos dois hunters que se afastassem.

-Uma isca... - Olhou Loran. - Veremos, no entanto como vai manter esse puro sobre controle?

Loran olhou Kyo e se aproximou abaixando e ficando com um dos joelhos apoiado no chão.

-Kyoshiro san, o manterei conosco, no entanto vai ter que ficar sobre nossa guarda. - Loran retirou do bolso uma pulseira de prata com simbolo da família Kristan. - Isso que tenho aqui é um artefato sagrado dessa família de hunters, uma corrente sem prisão, poderá andar por onde quiser, porém se tentar algo a qualquer um humano ou vampiro essa pulseira irá lhe denunciar e os hunter vão lhe caçar.

Loran esperou um pouco a reação do puro.

-Eu não tenho escolha, isso é pra evitar que morra aqui, garantir que não faça mal a ninguém.

Kyoshiro levantou o rosto a Loran e suspirou.

-Se minha palavra não basta para ter confiança, eu aceitarei o uso dessa “coleira” para provar que não desejo mal a todos aqui. - Estendeu o braço a Loran.

Loran colocou por fim e Rocco a selou como um artefato de domesticação.

-Vamos lhe acompanhar a um quarto na casa, pode ficar aqui ou se preferi sair para um outo lugar as portas estarão abertas, mas lembre-se, saberemos aonde está. - Rocco ficou olhando Loran enquanto falava, depois fez um gesto para os hunter saírem e deixou o ambiente logo depois.

Loran encostou na mesa após se levantar e olhou Adrian.

-Arigato, sua ajuda foi importante. - voltou a olhar Kyo – Então, Kyoshiro san, o que pretende fazer ?

-Não tenho para onde ir, Loran sama, se me permitir qualquer lugar que me indicar eu ficarei, não me importo com luxo e conforto, pode ser até um quarto pequeno que não atrapalhe a ninguém. - Kyo tinha a voz embargada e depressiva, era quase um desespero, sentia-se só como nunca se sentiu antes.

A canção de Tohru estava em sua mente e ainda acalentava o coração, porém a dor não diminuía.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Adrian Ivashikov
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!
avatar

Char RPG : Adrian Ivashikov
Humor : Bipolar
Localização : Em seus sonhos , baby...^~
Posts: : 49
Inscrição : 09/03/2016

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Qua 21 Dez 2016 - 20:20


Adrian respirou aliviado quando viu que o Puro Kyoshiro se acalmava. No entanto,  em vista do destempero dele como era de se esperar todos ficaram ainda mais ressabiados com ele. Não os culpava. Juntando os os fatos revelados acerca do pai dele mais o poder e o descontrole que ele demonstrara o tornavam realmente na lógica um perigo em potencial, mas não conseguia vê-lo ferindo ninguém propositadamente ainda assim.
Mas o que o fizera se acalmar tão rápido?
Se curvou, respeitosamente, para Loran.
-Fico feliz e honrado por ter sido útil, Loran-Sama. Conte comigo sempre que precisar.
Adrian estava intrigado com o súbito autocontrole do Puro ainda. Ele tinha uma suspeita e resolveu investigar, embora não tivesse certeza de que pudesse conseguir. Concentrou-se novamente na aura de Kyoshiro. As cores estava mesclados com muito azul e tons escuros...Mas pressentia que havia algo além e tentou forçar seu dom um pouco além pra investigar...
Spoiler:
 
 dificuldade 8, dois acertos


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Qua 21 Dez 2016 - 20:20

O membro 'Adrian Ivashikov' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


'D10' : 9, 6, 2, 6, 4


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Adrian Ivashikov
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!
avatar

Char RPG : Adrian Ivashikov
Humor : Bipolar
Localização : Em seus sonhos , baby...^~
Posts: : 49
Inscrição : 09/03/2016

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Qua 21 Dez 2016 - 23:53


"A aura dele...apesar de confusa e tensa há... um tom intenso de roxo crescendo...Como na aura de  Rose e Dimitri quando estão juntos...E isso que está amainando a tensão toda...Por que não estou surpreso?"- pensou, com uma certa tristeza.
Adrian piscou os olhos novamente. Suspirou, sacudindo a cabeça. Isso iria ser complicado, pensou olhando para Loran.
-Loran-Sama, Rose ligou, não foi?- perguntou, hesitante.- Ela...Ela está bem?- perguntou sem querer dizer o nome de Tohru na frente de Kyo.- Permitirá que ela o veja?- perguntou,hesitante.- Eles parecem ter se afeiçoado bastante...


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Qui 5 Jan 2017 - 19:07

+ Loran +

Loran estava preste a responder Adrian quando ouviu suaves batidas a porta, informou que podia entrar e surgiu a sua frente Liriel.

- Otosan pediu para guiar o sangue puro a um dos aposentos que foi previamente preparado.

Loran concordou e olhou Kyoshiro que parecia alheio ao que acontecia, sentia a tristeza do puro e a confusão mental que lhe atingia.

-Kyoshiro san, pode acompanhar minha irmã, foi lhe preparado um quarto, ficará lá até decidirmos o que faremos daqui para frente. - Virou o rosto a Liriel - Peça para preparar algo para ele,m veja se quer algum alimento, roupas limpas e claro um banho.

- Os empregados já estão aguardando, vou informar, estou aqui como guia para acompanha-lo. - Liriel aproximou de Kyoshiro. - Vamos Kyoshiro san, irei lhe acompanhar.

Kyo ainda suspirava triste e confuso, precisava ver o pai porém não sabia se realmente conseguiria se aproximar dele sem ficar triste ou confuso. Levantou e curvou a Loran e Adrian e seguiu em silencio a jovem humana hunter.

Loran viu-os sair e voltou a falar com Adrian.

- Falei com a guardiã, segundo Rose-san, algo os ligou, eu acabei deixando Tohru se envolver novamente com outro puro e agora não sabemos o que irá acontecer. - Suspirou chateado - Ainda não sei se permitirei que o veja, decidirei isso depois, amanhã a noite voltarei a falar com ela.

Fez um gesto para Adrian sair daquela sala e foram para a sala da mansão, ali ele agradeceu ajuda e liberou Adrian para ir, chamando caso seja preciso.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Adrian Ivashikov
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!
avatar

Char RPG : Adrian Ivashikov
Humor : Bipolar
Localização : Em seus sonhos , baby...^~
Posts: : 49
Inscrição : 09/03/2016

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Sex 6 Jan 2017 - 1:59


- Entendo...- ele ouviu Loran, igualmente apreensivo.- Isso bate, de certa forma, com o que eu vi na aura dele, embora esse elo mental entre eles me deixe deveras intrigado...- lançou um olhar pela porta por onde o outro Puro havia sido levado.- Havia... um arroxeado intenso, algo difícil de se ver por ai, indicando ...um sentimento muito intenso...como o seu por Rose-Sama...- Adrian hesitava em falar a palavra amor. Sentia-se ferido por dentro, estava cansado de ver isso apenas nos outros.- É realmente uma pena que ele seja filho de quem é, mas droga, claro que preferia mil vezes que ela não tivesse se ligado a ele desse jeito, mas pense que não temos culpa pelos pais que temos e, como disse, ele realmente não me pareceu ser mal-intencionado...Pense com cuidado para não fazer Tohru-san sofrer ainda mais por nada, Loran-Sama.
Adrian seguiu Loran para a sala principal da mansão onde foi dispensado.
Com um suspiro ele se curvou perante Loran e reafirmou que estaria sempre  á disposição, se despedindo em seguida. 


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Sab 21 Jan 2017 - 0:10

Na noite seguinte a chegada do puro...

+ Kyo +

O puro havia se resignado, estava ali preso aquele lugar, porém sabia que a qualquer momento poderia se levantar e sair, partir daquela cidade. No entanto, não queria fazer aquilo e esperava que o monarca dos vampiros entendesse a situação.

O que ainda o perturbava era a história de seu pai, sabia que apesar de serem fatos reais, ainda assim estava sendo difícil de crer em algo assim, seu pai ajudara ao clã de sua mãe e mesmo depois deles fugirem para as montanhas do Tibet o via ajudar a todos de alguma forma.

Ainda estava confuso e perdido com todos aqueles fatos e não sabia ao certo se queria encontra-lo, começava a se arrepender de ter deixado o mosteiro e ter desobedecido as ordens do pai.

Ali sentado agarrado a katana que fora do puro o filho suspirava entre a dor da verdade e a falta que sentia de seu progenitor.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B
avatar

Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 757
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Sab 21 Jan 2017 - 1:22


Tohru não conseguia esconder a ansiedade. Sentia o quanto ele estava triste e tudo o que queria era confortá-lo. A expectativa em ver Kyoshiro lhe dera forças para se recuperar e lá estava ela seguindo pelos corredores da fortaleza dos Kristans com sua guardiã.
- Será que ele vai ficar feliz em me ver?- murmurou ao chegar á porta, hesitante em bater.- Será que não vou perturbá-lo? Sinto ele tão infeliz...
Rose a seu lado tocou seu ombro, dando-lhe apoio.
- Claro que vai!Ora, Tohru, você esperou tanto por isso e agora vai medrar? Você conseguiu acalmá-lo ontem de longe... Ele gosta de você! E se você sente que ele está assim precisa tanto de você quanto você dele...Vamos! Vá em frente!- animou-a. - Espero você aqui fora.- piscou o olho.- Vai logo!
Tohru fez que sim com a cabeça, dando um sorriso tímido. Sentia tanta falta dele que chegava a doer, mas ainda tinha medo de ser rejeitada...Tinha suas razões pra isso, pensou pegando, distraída a mecha branca em seu cabelo. Mas ele não era Yuriev ou Marshall...Não iria feri-la também...E de qualquer forma isso não era importante agora
Ela deu 3 leves batidas na porta do quarto onde o Puro estava.
- K-Kyo-Sama? Sou eu, a Tohru...Posso entrar?


               Tohru e Kyoshiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Sab 21 Jan 2017 - 18:32

+ Kyo +

O puro ainda estava perdido em seus pensamentos, tentando acalmar sua mente para assim poder ter melhor discernimento de toda a situação. Nesse instante sentiu a presença de Tohru e suspirou baixo, quisera ele não está tão aflito para lhe passar tranquilidade, mas até para si mesmo estava sendo difícil controlar os sentimentos. No entanto, não podia negar aquela visita, ela de certa forma o ajudara e lhe dera acalanto no momento de seu descontrole que era mais que obrigação recebe-la.

Levantou e encostou a espada no canto do quarto, colocou sobre o quimono outro mais formal e foi a porta abrindo-a lentamente e vira o rosto para ela. Via nitidamente a aura da jovem kuran angustiada e ele forçou-se a sorrir gentil a ela. 

-Tohru-dono, fico contente em lhe ver. - deu um passo ao lado e estendeu a mão para ela entrar no quarto. - Vamos, entre pode se sentar. 

Virou o rosto a outra jovem vampira e fez um gesto para ela entrar, não achava correto ficar ali de pé esperando.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B
avatar

Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 757
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Sab 21 Jan 2017 - 21:44


-K-Kombawa, Kyo-Sama...Sinto se o perturbo, demo...- ela ficou rubra.-Estava muito preocupada com o senhor. Queria muito ver se estava bem...Watashi...err...- ela entrou, tímida e colocou algumas caixas numa mesinha próxima. - Trouxe alguns doces para alegrar Kyo-Sama.

Rose achava muito fofo o jeito como a jovem Kuran ficava sem-jeito na presença de Kyoshiro mas gostaria que as coisas fossem mais rápidas entre aqueles dois...Se pudesse dar um empurrãozinho...Será que deveria?- ela sorriu, marota e se curvou, respeitosa quando o Puro a convidou para entrar mas recusou.
- É muito gentil, Kyoshiro-Sama, porém, como guardiã, meu papel é ficar aqui fora e cuidar para que ninguém os atrapalhe...- Lançou um olhar cúmplice pra Tohru que corou ainda mais.- Sei que é uma boa pessoa, Kyoshiro-Sama. Só queria que soubesse isso. Ainda que Adrian não tivesse dito que o senhor é inocente nessa história confusa, eu já vi maldade suficiente pra saber julgar e confio no senhor. Podem conversar à vontade.Não tenham pressa. E, Tohru...- deu uma piscada e o sorriso se tornou ainda mais malicioso.- Conte a boa novidade ao Kyoshiro-Sama!- jogou antes de encostar a porta.- Com sua licença, os deixarei à vontade agora. ^^
_ Ano...Perdoe os modos de Rose...- Tohru ficou ainda mais sem-graça depois das palavras indiscretas de Rose. Mas procurou se acalmar e colocar os pensamentos em ordem. Tinha tanto a dizer a ele! Mas não queria se precipitar e nem sabia quanto tempo teriam. Respirou fundo e com um sorriso doce, num gesto ousado para ela, segurou a mão de Kyo num gesto de apoio e carinho.- Kyo-Sama, watashi...Também queria que soubesse que confio no senhor...Entendo que meu Oji-Sama tenha que ser cauteloso enquanto monarca e chefe da nossa família, demo...Assim como Rose-san, já tive minha dose de maldade em minha vida e sei que o senhor não é maldoso. seja o que for que acreditem que seu oto-San fez...Bem, não sei como aconteceu mas estive em sua mente ontem e senti e sinto o quanto está abalado, Kyo-Sama e estou aqui para que saiba que não está sozinho e...- baixou o olhar envergonhada, mas tornou a olhar pra ele, emocionada.- Meus sentimentos por Kyoshiro-Sama não mudaram. Só queria que soubesse...


               Tohru e Kyoshiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Dom 22 Jan 2017 - 16:52

+ Kyoshiro +

O puro ouvia a guardiã e deu um leve sorriso para ela quando insinuou daquela forma, entendera o que ela quis dizer, porém se a jovem Kuran se sentisse constrangida não iria tocar naquele assunto.

Farejou leve o ar sentindo o aroma dos doces e curvou a cabeça agradecido, seria bom come-los e relaxar um pouco, estava ainda muito tenso sobre tudo que acontecera.

- Eu que agradeço a vossa presença Tohru-dono – Virou o rosto para a guardiã e entendeu a sua saída. Logo que ela saiu sentiu o toque da mão de Tohru o que lhe agradou muito e suas palavras acalentaram o coração. - Fico grato por saber disso, senti ontem sua presença, ajudou-me muito e evitou algo pior acontecesse. -Segurou a mão dela e levou até os lábios dando um suave beijo no dorso, afastou um pouco e falou docemente. - A cada dia me afeiçoou mais a ti Tohru dono, espero não ser errado, mas quero que saiba que sua presença é muito importante para mim. - Abaixou a mão e tocou na caixa que tinha os doces. - Agora, quero que se alegre, sua aura está triste e isso não é bom para sua cria. - Abriu a caixa e pegou um doce a servindo em um guardanapo – O doce sempre alegra de alguma forma. 


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B
avatar

Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 757
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Seg 23 Jan 2017 - 0:57


Tohru sentiu um arrepio ao sentir o beijo de Kyo em sua mão, corando intensamente. Ela sorriu, suspirando, olhando pra ele, encantada.
- W-Watashi...Eu também, Kyo-Sama...Sinto tanto a sua falta que até fiquei doente...Acho que por isso Loran-Sama permitiu que eu viesse vê-lo....- sorriu e acrescentou.- Iee...Não, não é errado...Essa é a boa notícia a que Rose se referiu...Estou livre...Loran-Sama mandou uma carta pra Romênia comunicando aos Yuriev sobre a anulação do casamento e ordenou que devolvessem o meu primogênito e...e recebemos a resposta ontem...Não estou mais casada com Yan Yuriev, Kyo-Sama! E meu filho está vindo pra casa, finalmente! Pena que...- o sorriso dela morreu nos lábios.- Loran-Oji-Sama me proibiu de me envolver com o senhor, mas é tarde...meu coração já não me pertence mais...
Achou um amor da parte dele se preocupar com ela e sua criança. Aceitou o doce e fez o mesmo, oferecendo outro a ele.
- Estou triste porque Kyo-Sama está triste...Por isso estou aqui e trouxe doces...Ficarei melhor se Kyo-Sama melhorar.


               Tohru e Kyoshiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Qui 9 Fev 2017 - 21:35

+ Kyo +

O ancião puro ouvia as palavras dela e inspirou baixo tentava não demonstrar sua aflição quanto a situação dele e seu pai. Sorriu por fim quando ela falou que não estava mais casada e que o filho estava voltando e sendo devolvido a ela.

- Que excelente notícia Tohru-dono, ter sua cria de volta e ... - levantou o rosto mesmo sem vê-la queria virar a face a ela. - Livre... Dessa união indesejada, parabéns, ao menos parte do seu problema começam a se resolverem.

Pegou outro doce e mordeu fazendo uma expressão satisfeito com o sabor em sua boca, voltou a falar com ela um tanto mais animado.

- Não quero vê-la triste, nossos treinos foram para lhe deixar mais confiante e forte, não só no seu corpo físico e poderes, também em seu espirito e auto confiança. - falava um pouco mais sério para ela - Prometo que não agirei mais de forma que a deixe triste, no entanto tem que me prometer que não se abalará mais assim, promete?

Ele virava o rosto encarando-a sem esboçar um sorriso, queria vê-la mais segura e firme em sua postura, sabia de sua natureza pacífica, mas isso não a impedia de ser mais auto confiante.

- Eu entendo o que sente...- inclinou o corpo para frente e levantou sentando ao seu lado colocou a caneca de chá ao lado da dela, virando o rosto e voltando a encarra-la. - é recíproco... Eu desejo apenas vê-la bem e claro, não quero que se indisponha com vosso tio por mim, mas ... - estendeu a mão e tocou a dela suavemente, levando até o rosto dele e afagou suave passando a mão sobre os lábios dele e beijando com carinho em seguida. - Eu sinto Tohru-dono como parte de algo mais forte e maior e vejo a aura límpida que tem, acredite a minha afeição a vos está no que tão grandiosa pode se tornar quando esses seus receios e medos sumirem por completo. - afastou a mão dela e se aproximou mais de seu rosto ao ponto de ambos poderem sentir a respiração um do outro, Kyo ainda segurava a sua mão puxando-a para mais perto dele. - Então, desejo imensamente poder ser a ti essa força e motivação para se tornar quem deve se tornar.

O puro ainda se mantinha perto demais, porém parecia esperar por alguma permissão, já que não avançou mais a fim de não forçar a jovem kuran a fazer o que não desejava, era escolha dela continuar ali ou se afastar e o puro estava disposto a esperar a sua decisão.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B
avatar

Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 757
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Qui 9 Fev 2017 - 23:59


Tohru corava cada vez mais com o carinho em cada toque do Puro, ouvindo  as palavras dele para que fosse mais confiante.
-Hai, Kyo-Sama...Eu prometo...- a jovem vampira ofegava, hipnotizada com aqueles carinhos com a proximidade do rosto dele, dos lábios...Como um imã, se aproximava ainda mais sem sentir, a mão livre, acariciando com carinho a face querida com imensa delicadeza e suavidade.- Não é fácil...Demo, Kyo-Sama me fez sentir coisas que jamais pensava sentir ou fazer. A cada dia me sinto mais forte...Kyo é minha força...Por isso me senti tão perdida quando foi trazido pra cá, quando o levaram pra longe de mim...Eu...Pensei que  que fossem fazer algo terrível com o senhor, que nunca mais fosse vê-lo,  como aconteceu com Marshall...Mas então tornei a senti-lo, demo...estava tão desesperado...Pelo menos pude ajudá-lo e isso me deixou feliz...Quero ficar com Kyo-Sama pra sempre, quero ser sua força também...Quero que tenha orgulho de mim...Aishiteru totemo...Kyo-sama...- concluiu, num sussurro emocionado, a boca delicada como um botão de rosa a milímetros da dele.


               Tohru e Kyoshiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2387
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Sex 10 Fev 2017 - 10:59

+ Kyo + 

Ouvia as palavras dela, pensando em todo o tempo que estava sozinho, ansiando pela volta de seu pai e acabara por esquecer de si mesmo, abandonando seus desejos e vontades. Talvez alguns monges estivessem corretos em lhe dizer para viver, agora ali diante dela teria essa chance? Ainda não sabia ao certo o que faria dali para frente, mas tinha algo forte em seu interior que pedia para seguir, ir além, descer as montanhas do Tibet e buscar. 

Fora o que fizera, desobedecendo ordens de seu pai, fugindo as escondidas dos monges e viajando para o Japão. Não encontrou ainda o que procurava, encontrou algo além do que imaginava, encontrou  mais do que devia e encontrou ... ela.

Tocou seu rosto suavemente e sua mão deslisou pelo rosto parando atrás de sua nuca, seus lábios roçaram os dela, ele ansiou e ela correspondeu, afastou levemente os lábios para beijá-lhe, de foram suave sem forçar, no entanto ao ser retribuído ousou mais e passou a língua sobre eles, sentia ainda o sabor do doce que ela lhe trouxera e adorou a sensação.

A mão que a segurava soltou e passou pela cintura dela, puxou para junto dele e o beijo foi ficando mais intenso, afagava os cabelos negros da jovem vampira com ansiedade de quem necessitava daquele carinho , aquele afago e daquela sensação de ser amado. 

Foram poucos mais que minutos até despertar daquela sensação, ao afastar ofegou encostando a testa na dela.

- Taisetu... (Preciosa)... daisukidesu (gosto muito de você) - afagava o rosto dela sussurrando essas palavras. - aishite... (amo você)

Envolveu-a em seus braços e ficou sentindo seu contato um tanto corado por sua ousadia, mas feliz por ter dito a ela o que sentia.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B
avatar

Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 757
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Sex 10 Fev 2017 - 14:30


Tohru fechou os olhos ao sentir os lábios do Puro tomarem os seus com sofreguidão e intensidade tão grandes quanto às suas. Sentiu-se mergulhar num turbilhão de emoções e felicidade intensa, correspondeu ao beijo como um náufrago se agarra á uma tábua no meio do oceano, sentia-se como se tivesse deixado sua vida sofrida e infeliz para trás, todo seu passado atrelado à maldições e infelicidade, era como se tivesse nascido para se unir àquele puro...
 Quando a magia do beijo se foi dissipando aos poucos, tão ofegante e enlevada quanto ele, ouviu as palavras de amor que ele lhe sussurrava. Ainda abraçada, acalentada pelos braços dele, a cabeça encostada em seu peito, Tohru sorria, a expressão radiante, os olhos verde-esmeralda brilhantes de felicidade e amor. Não havia palavras pra descrever como se sentia...
- Aishite imasu (te amo)... Ah, Kyo-Sama, estou tão feliz...Sinto...sinto se tivesse nascido apenas para encontrá-lo...Como se toda a dor e sofrimento se dissipassem junto com o medo...Parece um sonho...O senhor estar aqui comigo me dizendo palavras tão lindas...me amando também...Serei merecedora de tamanha felicidade?
Levantou o rosto para olhá-lo nos olhos e cantou baixinho só pra ele.Era sua maneira de expressar o que sentia.

Spoiler:
 


               Tohru e Kyoshiro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rose Hathaway
Recem Criado
Recem Criado
avatar

Feminino
Char RPG : Rosemarie Hathaway
Humor : sarcástica
Localização : onde Tohru estiver e/ou com o Dimitri
Posts: : 147
Inscrição : 03/09/2015

MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   Sex 10 Fev 2017 - 23:01


Ela tentara conter a curiosidade...Os deuses eram testemunha que tentara...Mas a vontade de ver se aqueles dois finalmente haviam avançado naquele romance foi maior. Com supremo cuidado, como uma sombra praticamente, se aproximou da porta e pôs-se a escutar. 
A princípio nada ouvia, mas sua intuição dizia que era um bom sinal...Então a declaração de amor mútua e a canção sussurrada de Tohru...
"Weee!!" - a guardiã pensou, mordendo os lábios pra ficar quieta e não ser descoberta.- "Até que enfim aqueles dois desencantaram! Eu devia sair e deixá-los realmente a sós... Hum, só mais um pouquinho..."


"Eles vêm primeiro."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Mansão Kristan   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Mansão Kristan
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Assustador! - Episódio 1 "A Mansão Velha"
» o {Mansão} ? Descrição da Mansão
» Capítulo 3 - A Mansão do Inferno
» Garagem da Mansão
» Mansão Hyuga

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Academia Cross RPG  :: Província Ambarantis :: Ambarantis :: Cidade Baixa :: Clã Kristan-
Ir para: