Academia Cross RPG
Bem Vindos!!

Aos visitantes e Novatos Na Academia Cross.

Leiam as Regras para participar do RPG.

Regras Gerais, orientações e Sistema do Jogo

Arigato pela Visita e volte Sempre!

Administração Equipe Cross



RPG Vampire Knight
 
InícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Últimos assuntos
» Sala do Trono
Dom 3 Set 2017 - 16:34 por Adrian Ivashikov

» Green path - Central Park
Dom 3 Set 2017 - 15:39 por Tohru Kuran

» Royal Kinnokate
Dom 2 Jul 2017 - 11:01 por Makie

» Clã Sorel - Roma
Sab 1 Jul 2017 - 16:43 por Master

» Galpão - Fazenda Casa Grande
Sab 1 Jul 2017 - 16:11 por Master

» A missão ?! - Cidade Alta
Sab 24 Jun 2017 - 21:16 por Makie

»  Lirion Gatemberg
Sab 24 Jun 2017 - 18:18 por Master

» Hall de entrada/sala da mansão
Seg 19 Jun 2017 - 18:15 por Dorii'

» Sala de Estar e Jantar
Dom 18 Jun 2017 - 21:50 por Dorii'

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Votação
Como conheceu Vampire Knight?
1. Através do mangá.
34%
 34% [ 23 ]
2. Através do anime.
66%
 66% [ 44 ]
Total dos votos : 67
Top dos mais postadores
Dorii'
 
kagura
 
Lohanne
 
Master
 
Aga-chan
 
Fabi
 
Fernanda Shanira
 
Marcelo
 
Hauro
 
Alucard
 
Outubro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 ~O filho mais novo~

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
kagura
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3618
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: ~O filho mais novo~   Qui 7 Jul 2016 - 22:00

Capitulo I - O Filho mais novo.

Os batimentos de Ryan eram agitados, acelerados em demasia. E sua mente viajava rumo ao incrédulo. Sim. Pois o vampiro nobre adolescente de 17 anos de idade havia tido coragem de atirar uma de suas armas em um sangue puro. Não que fosse tão difícil, se tratando de Lewis Murdock, e do ódio que seus claros olhos azuis nutriam por esse. Ou se levando em conta o seu temperamento impulsivo e aqueles pensamentos para com Lohane.

O motorista havia lhe deixado na escura garagem da mansão, ao lado das dezenas de carros possuídos por charles. Mas a nenhum, o filho de maio deu atenção, a não ser talvez, a um calmante e agradável sentimento de satisfação ao constatar que o irmão ainda não voltava. Assim era melhor. Nunca foram dos melhores amigos. Além disso, aquela era sua missão particular.

Se escondendo dos funcionários e se esgueirando por aquela maldita casa palhaçada que Charles arranjara, após dar duas voltas para fugir do olhar de um dos mordomos, Ryan finalmente conseguiu chegar ao seu quarto, fechando a porta atrás de si com o novo tranco da fechadura, antes que finalmente tivesse segurança o suficiente para pegar o pequeno frasco.

Um líquido vermelho e com cheiro delicioso se escondia ali. Mas antes que qualquer sinal desse se espalhasse, Ryan encaixou uma rolha para tampá-lo. Seus olhos eram vermelhos, o ódio só agora começava a deixar o corpo, e agora, com precisão, ele deixará o frasco de lado, na pequena geladeira sob a estante, passando cuidadosamente um pano sobre as facas, para limpa-las. Só então se livrando daquelas suas roupas que lhe tornavam culpados.

Droga, droga, droga. Por que diabos ele errara a mira? Por que a outra vampira tinha que atrapalhar? Não haveria uma chance como aquela em anos, e ele simplesmente a desperdiçara. Pelo menos, havia conseguido uma lembrança. Muito embora sua disposição para entrega-lá fosse quase nula devido ao orgulho.

Outra chuva de xingamentos deixaram sua boca ao se lembrar daquela ruiva maldita, e de como se metia em encrenca. E, por pouco ele mesmo não chegou a quebrar o teclado do próprio computador, quando sentou ali para se distrair de certos pensamentos e imagens que lhe lembravam dela ali. E do modo como parecia desesperada quando lhe procurara outrora.

Droga! Mais uma vez ele mordeu os lábios... Por que afinal ele não conseguia esquecer? Mesmo que desejasse matar Lewis, por que seu ódio pelo ruivo subia tão profundamente desde que ele vira o que o outro fizera com ela? Por que afinal resolverá ajudá-la, mesmo que aquilo não tivesse nada consigo. E por que... Por que afinal ele, mesmo não admitindo, a amava?

O loiro grunhiu em frustração, enquanto seus dedos digitavam os dados rapidamente. E, como das outras vezes onde sua curiosidade fora mais forte, todos os dados referentes a menina surgiram na tela. Mas desses, apenas o endereço e um número de telefone interessou, o fazendo anotar, antes de largar a cadeira, desligando o computador quase rapidamente demais para conter a maldita curiosidade e se jogando na cama. O colchão era macio, e de penas de ganso, mesmo que não se importasse. E o lençol, escuro como a maior parte da decoração.

A neve caia na janela, tão branca, que o fazia pensar se o sangue daquele maldito ainda estava gravada no solo do parque. O pensamento estranhamente lhe agradava. - Eu posso matá-lo. Eu vou matá-lo nem que pra isso custe minha vida. - Jurou o vampiro em silêncio.


Voltar ao Topo Ir em baixo
 
~O filho mais novo~
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» O mais novo site de leilões da internet
» PokeWorld - O mais novo servidor de Poketibia!
» [Ficha] Kannazuki Nayuu
» MAIS NOVO SATE DE LEILAO DE CENTAVOS
» Dimitri Belikov

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Academia Cross RPG  :: Província Ambarantis :: Clã Pure Blood :: Clã Fallneaves-
Ir para: