Academia Cross RPG
Bem Vindos!!

Aos visitantes e Novatos Na Academia Cross.

Leiam as Regras para participar do RPG.

Regras Gerais, orientações e Sistema do Jogo

Arigato pela Visita e volte Sempre!

Administração Equipe Cross



RPG Vampire Knight
 
Portal CrossInícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Dom 1 Maio 2016 - 21:07

Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo!

Refúgio de Louis, Skye, Noah e Nina


Fukuchiyama:
 

Casa no Interior

Interior da casa:
 

Exterior da casa:
 


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Ter 10 Maio 2016 - 17:04

+ Nero +


Aquele natal havia sido bom apesar de tudo. Havia tido uma boa noite com sua filha, a amiga e o genro no castelo, depois havia passado a noite seguinte com Louis e os filhos... Infelizmente aquela vaca da Alanis havia estragado o final da noite com a confusão que causara.

Naquela mesma noite o moreno havia pedido a Nero para ir embora. E nos dias seguintes fora aquilo que Nero fizera com a ajuda de Naru, achar uma nova casa para seu companheiro e enteados. Ficara feliz que a garota aceitara fazer aquele favor a ele, comprar a casa no nome dela, era uma ajuda e tanto para não levantar suspeitas. E aliviado que ela concordasse em ajudá-lo e ainda ser a cria dele, mesmo depois da confusão que Órion causara com a família. Era sorte Lillian ainda não saber de nada.

Havia contado para Naru o porque de precisar daquela casa. Que era para seu namorado e a família dele poderem ficar em paz e escondidos. Contara também que precisava da ajuda dela para comprar em seu nome pois comprar no nome dos Sorel ou do namorado de Lily poderia levantar suspeitas indesejadas e os Montgomery serem descobertos. No entanto, omitira quem estava atrás deles e o porque.

Procurara por casas a venda no interior, bem longe daquela confusão toda que era Ambarantis. Foram algumas noites tentando achar alguma no tamanho adequado e afastada o suficiente das outras casas para que a família de vampiros pudesse ser ela mesma sem se preocupar em ser vista por humanos. E ao mesmo tempo algum lugar onde Skye pudesse conseguir sangue para o pai sem muita dificuldade.

Até que enfim a menina inglesa o mostrou o local que ele havia gostado. Marcara com a imobiliária e a menina e pegaram o trem bala até a estação, seguindo o resto do caminho de taxi. Encontraram-se com o funcionário da imobiliária no local e agora Nero andava pela casa, observando o espaço e arredores, com um olhar um tanto satisfeito no rosto.


- O que acha, Naru? Eu gostei daqui... Acho que é um bom local... Será que eles vão gostar - comentou empolgado com a "filhota" dele, um sorriso satisfeito nos lábios.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Luthica
C
C


Feminino
Char RPG : Daryl Cannigan (B)

Naru Jenkins (ex-humana; D)

Elliot Casper von Wright (A)

Euphemia von Wright (A)

Vilhelmina von Wright (A)

Clã von Wright
Posts: : 481
Inscrição : 28/08/2015

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Ter 10 Maio 2016 - 17:59

~Naru~

Naru tinha ouvido o pedido com muita surpresa. Ser útil para eles! Tudo que ela mais queria. Pena que tinha vindo em hora ruim. Seu senso de humanidade a fazia pensar que ela deveria temer Nero e achar tudo o que ele tinha feito muito errado, condenável em todos os níveis que tinha aprendido.
Por outro lado, esse mesmo senso a obrigava a perdoá-lo. Por carência, por necessidade, por todas as vezes que aquele vampiro ruivo a tinha ajudado com tanto cuidado que ela nunca tinha recebido naquele mundo de vampiros. Ainda recusava-se a acreditar que ele tinha feito tudo aquilo, mesmo após Daryl ter confirmado para ela. Por esses motivos, ela tinha atitudes estranhas durante todo o trajeto. Ora ficava silenciosa, tentando não pensar em nada, apenas respondendo por educação. Ora lembrava-se da figura de pai que tanto lhe faltava, sorrindo, corando e sendo sincera. Por último, pegava-se observando Nero por muitos minutos, ficando surpresa ao ser pega e desviando timidamente o olhar.
No fim, ficava sentindo-se culpada por agir daquele jeito esquisito e sempre tentava ser normal. Era óbvio que era uma péssima atriz.

Acima de todas as aquelas sensações ainda prevalecia o sentimento de querer ser útil. Ela entendia os riscos que eles estavam correndo e queria fazer o máximo que pudesse de suas capacidades poucas para ajudar. Ninguém desconfiaria daquele sobrenome tão sem importância como dono daquela casa. Estava feliz por ser tão discreta e invisivel daquela forma.

Além disso, ela mesma fez buscas na internet para tentar ajudá-lo em sua procura, mas ficou feliz que ele encontrasse logo. Ao chegarem, olhou encantada o lugar lindo que eles estavam. Japonês. Seus avós maternos amariam aquele lugar. A mãe fingiria que não, esforçando-se para ser mais inglesa. Riu sozinha.

Então Nero mencionou a tal da família dele. Olhou para o lado. Não podia evitar ficar enciumada de saber que o novo pai estava namorando um rapaz com uma família completa. Uma família ainda mais próxima dele do que ela. E de vampiros! Gente como eles.

Quem estava tentando enganar? Ganhar o sobrenome Sorel seria um ato de caridade, muito mais aceito por Lily do que por ele. Talvez ele só estivesse mesmo sendo gentil. Talvez Lily deixasse de gostar dela agora que ela poderia ter uma irmã vampira de verdade e pessoas obviamente mais legais do que ela.

Corou. Uma filha única bem mimada tinha sido. Nero estava tão feliz! Por que estragaria isso? Abriu um sorriso largo.

- É realmente muito lindo. Eu gostei muito! -
disse alegre, mas depois continuou, não conseguindo olhar para ele no restante - ... Com certeza eles vão gostar muito. Pode ter certeza - completou gentilmente. Mas lá no fundo, bem no fundo, tinha um desejo infantil de que eles detestassem e resolvessem não morar com eles...
Sacudiu a cabeça. Precisava pensar no bem estar de todos que eram próximos de sua nova família. Aquilo era egoísta e idiota. Tinha que parar de ser tonta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Qua 11 Maio 2016 - 3:49

+ Nero +


Era claro que Nero havia notado o comportamento estranho da menina. Não a culpava. Nenhuma pessoa normal agiria bem ao saber que seu suposto pai adotivo era um assassino cruel. Na verdade, esperava até um comportamento pior. Mas a menina não parecia agir com medo, não o tempo todo, e aquilo deixava Nero um pouco mais aliviado. Podia ser o sinal de que ela não o considerava um monstro completo. Não a incomodava quando estava silenciosa ou a pegava em flagra o olhando. Fingia não notar seu comportamento estranho.

Porém, achou um tanto divertido o jeito da menina quando Nero contara que estava namorando. Ela estava... com ciúmes? Que gracinha. Tão insegura e tola... era mesmo um pequeno filhote, riu consigo.

- Bem... talvez um dia eu traga vocês duas para conhecerem Louis e os filhos dele - Nero sorriu, incluindo-a naquilo - No entanto, uma de cada vez... Não quero abusar da hospitalidade com tanta gente em uma casa só... Isso se quiser, é claro - completou um tanto receoso - Eu vou cuidar da burocracia com o vendedor.

Afastou-se para ir tratar de negócios com o funcionário de imobiliária e ajeitar toda a transferência e papelada necessária para que ela assinasse. Deixou que a menina refletisse um pouco sobre o que acabara de falar e depois a chamou para ir ao cartório com ele para terminarem a compra.

Quando tudo estava acertado, o ruivo a olhava pensativo. Queria ir logo contar as novidades para Skye e Louis, mas precisava fazer algo antes. E aquela era a melhor hora para resolver o problema. Sentia que tinha que conversar com a garota sobre a bomba que o irmão havia jogado no colo deles, não seria bom fingir que nada havia acontecido. Suspirou.

- Naru... eu... acho que eu devo explicações a você... 




Voltar ao Topo Ir em baixo
Luthica
C
C


Feminino
Char RPG : Daryl Cannigan (B)

Naru Jenkins (ex-humana; D)

Elliot Casper von Wright (A)

Euphemia von Wright (A)

Vilhelmina von Wright (A)

Clã von Wright
Posts: : 481
Inscrição : 28/08/2015

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Qui 12 Maio 2016 - 18:59

~Naru~

Naru imaginou como seria conhecer a família nova de Nero. Será que a aceitariam por ser uma ex-humana? Sabia que nem todos os vampiros eram legais com isso. Só agora começava a achar que merecia algum tipo de respeito e que não era tão diferente assim. Se pudesse conhecê-los com Lily, ficaria mais segura, sentiu-se um pouco ansiosa. Geralmente era Lily quem a apresentava para os outros. Antes, era Daryl e antes disso, os criados Cannigan. E agora? Como faria para conversar com eles?

Segurou as mãos na altura do colo, ansiosa. Era ótimo que ele quisesse integrá-los e não simplesmente resolvesse esquecê-la enquanto se aproximava da nova família, mas ficava com medo agora que eles não gostassem dela. Porque era óbvio que só ela sairia perdendo se isso acontecesse. Corou. Estava agindo de forma irracional. Tinha que parar de ser ingrata e agradecer.

- V-vai ser ótimo! W-watashi wa ganbatte ("Eu vou me esforçar") - disse pouco depois que ele anunciou que se afastaria. Suspirou. Relaxando e estando um pouco grata por estar sozinha.

Sentou-se no solado de madeira, deixando os pés as pedrinhas brancas do jardim. Respeitava muito o ambiente, não era seu. Tocou de leve uma planta e sorriu sozinha. Era um ambiente tão gostoso... Ouviu o barulho da água do jardim e respirou fundo. Realmente seria delicioso morar em um lugar daqueles.

Será que poderiam ser uma família de verdade? Será que o tempo passaria e poderia dizer com todo o coração que Nero era seu pai e Lily sua irmã? Será que quando Daryl e ela se casassem, se mudariam? Se isso acontecesse, ela ficaria em Ambarantis sozinha? Precisaria se adaptar à nova família. Se morassem em York, ficariam com os empregados amigos dela? Será que eles sentiam sua falta? Por quanto tempo mais viveria de forma secundária, sempre seguindo alguém? Os pais, depois as amigas, então o vampiro que a transformou, os criados, Daryl, Lily, Nero... aquela nova família?

Respirou fundo, sentindo o cheiro do ambiente. Gostaria de ser mais forte e independente. Fazer coisas significativas, tornar-se dona da própria vida. Agora achava que era possível. Estudaria um dia. E cresceria. Seus pais humanos ficariam orgulhosos.

Como será que estavam? Será que estavam suportando a dor? Detestava a ideia de ter estragado a vida de alguém. Será que Nero sentia a mesma coisa por causa de Lily e tentava compensar dando a ela uma boa vida? Imaginou se ela os encontraria velhinhos, enquanto ela se tornaria uma neurocientista. Estranhariam aquela menina com o rosto de suas filhas?

Naru percorreu mentalmente uma certa dose de melancolia, mas concluiu que o que restava era gratidão. Tinha sido acolhida e tudo que precisava fazer era se esforçar a cada instante, como tinha começado a fazer agora.

Quando voltou, o ruivo encontrou a garota de olhos fechados curtindo o próprio silêncio na mesma posição. Ela assustou um pouco, logo o olhando. É verdade... não tinham conversado a respeito daquilo...

E-e-eu... verdade? Eu não faço ideia do...do motivo ... - mentiu péssimamente, levantando-se. Tentava escapar do assunto, ainda que grande parte dela admitisse quera necessário.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Sex 13 Maio 2016 - 6:00

+ Nero +


Sentou-se ao lado da menina, olhando para frente com uma expressão séria e com um quê de tristeza. Era melhor terem logo aquela conversa e em um lugar longe da outra filha.

- Você leu o arquivo. Eu sei. O seu jeito não nega - falou com calma. Não estava a acusando e sim quase lamentando - Sei que... não deveria esconder nada disso para vocês... principalmente para Lily certos fatos... Mas... Como eu poderia contar?... Não tenho coragem... Tenho medo que ela me abandone e me deixe - confessou para a jovem ao seu lado.

Olhou para cima, observando o céu com um ar de melancolia.

- Também o conheceu, o canalha do meu irmão? Ele é horrível... Sempre faz de tudo para complicar a minha vida... Infelizmente eu mesmo a compliquei ao cometer todos aqueles crimes... - ficou em silêncio por um tempo e perguntou enquanto ainda olhava o céu - Está com medo de mim? Acha que eu sou um monstro? ... Não te culparia se pensasse assim... Na verdade, é bem sensato... - suspirou - Sinto muito.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Luthica
C
C


Feminino
Char RPG : Daryl Cannigan (B)

Naru Jenkins (ex-humana; D)

Elliot Casper von Wright (A)

Euphemia von Wright (A)

Vilhelmina von Wright (A)

Clã von Wright
Posts: : 481
Inscrição : 28/08/2015

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Sex 13 Maio 2016 - 9:03

~ * Naru



Primeiro a garota assustou com a forma direta com que Nero tratava o assunto. Baixou lentamnete o olhar, esfregando as mãos, nervosa. Não queria mesmo conversar sobre aquilo. Já sentia a ansiedade subindo por seu rosto e a deixando completamente sem palavras. Só conseguia sentir um mal estar de lembrar da ficha e parte de seu conteúdo que realmente leu e já tinha sido o suficiente para ter medo.

O argumento era o mesmo de Daryl. Lily poderia rejeitá-lo. Como poderia dizer o contrário? Também estava ali escondendo que sabia da pasta para que não perdessem contato e com medo de ficar na exata situação que se encontrava agora. Paralisada. Com medo. Segurou as mãos. Queria que acabasse logo.

Ele mencionou Orion e mesmo que já estivesse olhando para o chão, virou o rosto, envergonhada. Sim, tinha conhecido. E se arrependia muito disso. Bem que tinha odiado aquele vampiro em todos os aspectos.

Estava com medo dele?

Concordou com a cabeça, ainda sem sair do lugar ou se mexer.

Achava que ele era um monstro?

A cabeça mexeu dois centímetros para cada lado, negando timidamente. Era estranho. Não conseguia explicar por que, mas não conseguia odiá-lo. Recuou um passo e juntou as mãos na frente do corpo.  Estava na hora de reunir coragem para conversar.


- ... O que fez... foi horrível. De verdade. Tanto que eu.... eu não li tudo. Não quis. Eu penso que... não conheço vocês. Eu não sou como vocês... eu era humana. Eu nunca vi... de perto... essas coisas piores que vocês podem fazer... mas também... tem humanos que são assim...

Cruzou os braços e espiou olhando para ele de baixo, ainda com a cabeça um pouco abaixada.

- Mas eu... não acreditei. Não acredito. Eu sei que é verdade. Que nada foi inventado... mas eu não... consigo... - Suspirou e começou a dar amassadinhas na própria blusa.

- Eu queria contar para a Lily... Mas Daryl disse que eu não podia. Fiquei com raiva dele também. Eu acho cruel o que vocês fazem... porque ela queria tanto ter uma família... mas sabe... ela tem. Aquele homem foi muito horrível de trazer os papéis pra gente. E eu não queria que ela ficasse sabendo por ele. Porque ele é ruim. Não gostei de vê-lo falando mal de você... e eu me culpei por isso. Porque o que fez foi muito errado. Mas sabe... eu não conheço vocês. Não conheço... aquelas pessoas da ficha. Não entendo de clãs. Não vivi o suficiente para ter essa maldade. Mas eu vi um homem bonito ruivo que me ajudou naquela festa quando eu comecei a ficar desesperada. E vi que ele preferiu ficar com a família do que sair e lutar em outro lugar. Eu vi que não me olhou diferente, nem me xingou, nem riu de mim. Como se eu fosse que nem vocês... Vi uma pessoa que ama sua filha e conforta uma estranha por causa de um pesadelo. Vi alguém que disse que eu podia fazer alguma coisa que não era arrumar camas, que até pediu minha ajuda e depois resolveu me tirar de uma casa mal assombrada. E me dar um nome e trazer um pouco de volta tudo que eu sinto tanta falta desde que virei assim...  E agora... - ergueu o rosto de vez, com os olhos brilhando -   - Eu vejo alguém que tem um amor tão grande que se sacrifica, ajuda e acolhe...   - olhou em volta, para a casa. - E eu sei que você pode ser ruim. E que pode ser pior do que a pessoa que resolveu me tirar tudo. Que eu posso ser tonta e acabar morrendo por causa disso... Mas eu não vou aceitar que um desconhecido.. um estranho.... uma pessoa ruim... venha me dizer que tudo isso que eu vi é mentira. - esfregou os olhos com o punho e continuou com voz chorosa -   É claro que eu tenho medo... mas eu gosto de você... eu queria ainda ter um pai... e alguém pra cuidar de mim. E eu tinha achado que um dia eu ia conseguir isso aqui. Só que... apareceu aquele h-homem e eu...n-não queria ter lido...e...não quero... que você seja.... aquilo -  a garota não conseguia mais falar, soluçando e tentando esfregar o rosto, que abaixou novamente. - eu...des...culpa - deixou a voz fraca escapar, girando o corpo e se afastando.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Sex 13 Maio 2016 - 19:28

+ Nero +


Inicialmente murchou quando a menina concordou que sentia medo de Nero, era algo que ele já esperava. No entanto, ficou surpreso quando a menina negou e disse que não o achava um monstro. Como ela não o achava um monstro? Ele mesmo se achava. Então ela começou a explicar.

Ficou agradecido ao genro de ter proibido de Naru contar a verdade para Lillian. Seria catastrófico se o segredo dele fosse revelado. E estava sem palavras ao ouvi-la dizer que sua filha tinha uma família, que não havia gostado de Orion e estava defendendo Nero. Defendendo o próprio homem que ela havia lido a ficha criminal e afirmara que tinha medo. Não entendia. Não entendia porque ela teria o defendido apesar de tudo. Logo depois ela explicou.

Nero não fazia ideia de que aqueles pequenos gestos haviam a marcado tão positivamente. Quando ela ergueu aquele olhar brilhante, o vampiro continuava sem saber como reagir. Ela continuava a defendê-lo. Continuava a agradecê-lo pelo que havia feito por ela. E quem nem mesmo o passado cruel e sangrento dele era o suficiente para fazê-la esquecer dos gestos bons dele. Fechou os olhos, sentindo-os marejarem. Havia um alívio e... gratidão. Gratidão pelas palavras dela, por ainda desejar estar ao lado dele apesar do medo. Por achar que ele realmente tinha um lado bom como ela havia descrito.

Deixou a menina se afastar enquanto ele mesmo tentava lidar com as palavras dela. Sentia um fraco calor agradável no peito. Chegava a doer. Depois de uma vida tão amarga e superficial, ter todos aqueles sentimentos, não só dela mas dos que estavam a seu redor, era tão bom que doía. Não merecia nada daquilo. E era egoísta demais para aceitar aqueles sentimentos e não querer perdê-los. 

Levantou e foi atrás dela, abraçando-a de repente, bem apertado. Por alguns minutos não disse nada, apenas a manteve perto como se precisasse daquilo. Seus olhos estavam fechados e a expressão sofrida.

~ Obrigado - sussurrou emocionado - Obrigado... - afastou-a e enxugou as lágrimas dela, olhando-a com os olhos ainda marejados - Eu... nunca serei aquilo com você... eu prometo... - segurou o rosto dela com as duas mãos e deu um beijo em sua testa - Eu vou cuidar de você...

A abraçou de novo, ainda sentindo os olhos marejados e a garganta fechada, e só a soltou depois que havia se acalmado. Olhou-a e sorriu feliz, com um brilho a mais no olhar, agradecido.

- Vamos voltar pra casa, filhota.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Luthica
C
C


Feminino
Char RPG : Daryl Cannigan (B)

Naru Jenkins (ex-humana; D)

Elliot Casper von Wright (A)

Euphemia von Wright (A)

Vilhelmina von Wright (A)

Clã von Wright
Posts: : 481
Inscrição : 28/08/2015

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Dom 15 Maio 2016 - 21:56

~ * Naru

Uma parte da garota tinha certeza, ou precisava, que Nero fosse atrás dela. Então quando conseguiu se afastar um pouco, sentiu uma tristeza maior, que felizmente acabou de forma abrupta. Ele tinha a abraçado, com tanto sentimento que ela até parou de chorar. O ruivo a agradecia e suas palavras eram absorvidas como um calmante natural. Fechou os olhos forte, abraçando-o por fim, segurando-o  firme pelas roupas.
Ergueu os olhos para encontrar os dele. Então ele era mesmo aquilo que ela esperava. Tinha prometido jamais ser um monstro e ela acreditava em cada sílaba e cobraria. Nunca o deixaria ser um assassino cruel em sua frente, nunca permitiria que alguém falasse daquela maneira em relação a ele. Era aquela versão que conhecia de Nero e era só nessa que acreditava. Deu um sorriso grato e emocionado, depois arregalando os olhos. Ele tinha dito que cuidaria dela. Abriu a boca para falar alguma coisa, mas acabou soluçando e novas lágrimas escorreram, parando nos dedos de seu novo pai.
- obrigada... - sussurrou, tão pequena, permitindo-se chorar em seu peito e abraçando-o forte. Tinha uma família. Aqueles vampiros gostavam dela de verdade e ela honraria tudo isso.

Naquele momento fez muitas promessas que não foram verbalizadas. Queria tentar proteger todos eles também, da forma que fosse.
Quando já estava mais calma foi quando notou que ele tinha esperado que se recuperasse. Ficou tão grata.

Sorriu, feliz também, embora o rosto estivesse encharcado. Sentia proximidade e estranhamente confortável. Enxugou o rosto com o canto da mão e sorriu novamente, com seu "apelido" novo.

- Sim. Vamos voltar...   - desviou o olhar, segurando as mãos - pai - completou timidamente, ainda não soando tão natural quanto gostaria, mas nada superava a tranquilidade com a qual aqueles corações sentiam.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Seg 16 Maio 2016 - 2:37

De volta a Ambarantis...


Aquela noite começará um tanto agitada. Nero havia ligado informando que iriam viajar e assim Skye, Noah e Louis estavam preparando as malas para a viagem. Na noite anterior,  Louis chamou os irmãos para lhe comunicar a partida da cidade, não havia mais motivos para ficar,  os dois também decidiram largar a mafia, mas Alanis iria pegar algumas pesquisas que fazia para ajudar Louis e partiriam.

Alanis não concordará com nada e muito menos com Louis partir com ajuda de Nero, mas para o moreno isso não lhe importava apesar de ficar triste e não querer se indispor com a irmã a decisão já havia sido tomada e queria ir de vez embora daquela cidade.
Conversou com Vincent, o irmão estava preocupado mas entenderá a decisão de ficar com Nero não interferiu mas prometeu que se em algum momento Louis sofresse que o ruivo havia de se entender com ele.

Assim na noite seguinte estavam prontos, o carro preparado para partirem, segundo a mensagem de Nero eles iriam pegar o trem.
Louis estava bem melhor depois de uma semana se alimentando, sua aparência mais saudável e já não sentia fraco para realizar pequenas coisas. 

Skye e Noah tinha a esperança que logo o pai voltaria a ser como antes, mas a menina tinha ainda uma preocupação, o pai tinha mais crises de sede que o normal levando aos dois caçarem mais vezes, além das bolsas de sangue. 

Havia além disso o TOC, que aflorara novamente e que a menina tentava ajudar o pai, ele havia pedido que não contasse a Nero sobre isso e que lutaria para não piorar. 
Esperaram o ruivo aparecer o que não demorou muito, não ia levar nada daquela casa além das roupas e objetos pessoais.

Finalmente avistaram as luzes do farol da moto de Nero chegando, ansiosos para partirem da cidade.



~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D


Última edição por Master em Seg 16 Maio 2016 - 9:18, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Seg 16 Maio 2016 - 8:42

+ Nero +


O vampiro estava satisfeito de ter se entendido com a nova filhota dele e depois da conversa a levara de volta para casa, fosse onde ela houvesse decidido ficar. Quando chegara mandara uma mensagem para a enteada avisando que havia concluído a compra e que poderiam enfim se mudar dali, porém não dissera onde era e como era o local.

Chegara com a moto depois do serviço e com uma mochila com algumas coisas pessoais do ruivo. Deixou a moto ali, protegida contra o tempo, e intimou que seria ele a dirigir o carro. Descobrira algo novo naquela noite, o ciúme que Louis tinha pela relíquia que  aquele carro. Nero achou aquele ciúmes dele algo curioso e extremamente divertido. E, era claro, implicou com o moreno do momento que saíram até o momento em que chegaram na estação. Não somente pelo ciúmes dele pelo carro como pelo fato que ele parecia um maníaco quando dirigia. O ruivo ainda tinha calafrios da última vez que fora carona do companheiro.



Pouco depois chegavam na estação onde pegariam o trem especial para levar o carro. E lá estava Louis atrás dele perturbando para saber se tinham guardado o carro direito. Nero começava a pensar que o veículo era seu terceiro filho.

- Sim, papai, o carro está bem guardado, algo mais? - perguntou com cara de paisagem - Vamos, entre logo no vagão - e deu um tapa leve na bunda dele.






Última edição por Fabi em Ter 17 Maio 2016 - 0:13, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Seg 16 Maio 2016 - 10:10

Momentos antes de entrarem no carro...


+ Louis + Noah + Skye +


O moreno parecia em estado de satisfação e euforia por está finalmente deixando aquela cidade, ele viu o ruivo se oferecer para dirigir e resmungou para ele ter cuidado com o carro, era nítido o ciúme, amava aquele carro tanto quanto aos filhos e o gosto por dirigi-lo ainda roçava em seu corpo. 

Mas frustado ficou quando o ruivo ralhou com ele dizendo que não iria dirigir fez uma expressão emburrada e foi pelo caminho todo falando do carro, das melhorias que fez, que o motor novo chegava a 280km/p e mesmo sendo blindado com o ritual que fizera o peso do metal ficava leve além claro da proteção contra o sol permitindo que o carro fosse usado por eles durante o dia. 

Skye e Noah lembravam de ocasiões em que precisaram fugir e Louis alcançou 200 km/p, riam daquela situação, mas a garota dizia que confiava no pai no volante já que nunca batera com o carro.

Todo aquele zelo e preparação era por um propósito, Louis e os filhos viviam fugindo e precisavam de algum transporte que fosse rápido e que levassem todos, encontrara aquele carro antigo em um ferro velho e se apaixonou por ele, fez todas as modificações e agora era seu xodó. 

O ruivo se aproveitou disso e parecia provocar aquele ciúme do moreno com o carro, não que não fosse algo que ele colocava como prioridade, mas amor pela velocidade era algo que ele cultivava assim como o violino, a qual não tocaria mais.

O ruivo em determinada hora chegou a falar do quanto o moreno ficava mais masculino falando daquele carro e que era excitante ver isso, chegando a deixar Louis totalmente sem jeito e envergonhado.

Na estação ficou olhando o carro ser guardado no vagão de carga e atrás de Nero querendo saber se estava preso para não arranharem a pintura. Logo fora praticamente obrigado a entrar no trem pelo ruivo com um tapa na bunda fazendo ele olhar com expressão repreensiva, Noah e Skye já haviam embarcado.

_Per battere il mio culo (Para de bater na minha bunda) ¬¬*


Ralhou na lingua natal do ruivo e entrou no vagão indo para a cabine deles, chegando lá sentou praticamente se largando no banco enquanto Skye e Noah sentavam no banco da frente.

_É uma viagem longa? - olhou Nero que guardava a bagagem de mão no compartimente acima da cabeças deles.



~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Seg 16 Maio 2016 - 14:16

+ Nero +


Nero deu um sorrisinho malicioso quando Louis reclamou do tapa. Aproximou-se mais dele antes de entrarem na cabine, como se fosse abraçá-lo, porém desceu a mão e deu uma apertada marota na nádega dele, mantendo a expressão calma e sorriso sínico no rosto.

- È molle (É macio) - comentou na cara de pau.

Carregou as bagagens de mão e as colocou com cuidado no compartimento acima deles, verificando se estavam bem presos para que não caíssem na cabeça de alguém. Depois sentou-se ao lado do moreno. Relaxou na poltrona confortável, sentindo o cansaço bater no corpo. Havia trabalhado naquele dia e os últimos foram cansativos. Todos os acontecimentos depois do natal... Ainda cuidava daquele sangue puro que parecia ingênuo, tentando mantê-lo afastado das merdas de Magnus, assim como tinha que aguentar a tensão constante do local, mesmo com o estabelecimento fechado. Ainda havia a distribuição das drogas e todos naquele local sentiam que havia algo muito grave prestes a acontecer. Tudo aquilo o deixava com os nervos à flor da pele. E desde que Orion aparecera jogando a pasta em cima de Naru e Daryl o ruivo não dormia mais direito, preocupado que Lillian fosse ser a próxima a ser abordada pelo loiro.

Deu um suspiro enquanto esfregava a nuca com uma mão. Estava cansado e aquele assento era tão confortável... Abriu os olhos e pegou o celular, depois ajustou o cronômetro do aparelho para tocar no horário estimado que estariam prestes a chegar. Caso adormecesse teria que ter uma garantia que não perderiam o ponto.

- Cerca de uma hora até lá e mais alguns minutos de carro... Talvez um pouco mais já que esse trem é o especial para cargas... Vamos descer em Fukuchiyama - respondeu a pergunta do moreno.

Olhou Louis e deu um leve sorriso. Esticou o braço e o puxou para que se aconchegasse em si. Inspirou o cheiro dos cabelos morenos. O aroma do companheiro era uma espécie de calmante para Nero. Beijou sua testa e então o olhou com mais atenção, analisando-o.

- Está com frio? Todo tapado desse jeito... - comentou e se aconchegou no namorado - Ai - se afastou com a mão na bochecha, fazendo uma leve careta de dor. Havia uma mancha roxa ali, já quase sumindo, como se o ruivo tivesse levado um belo soco na face.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Seg 16 Maio 2016 - 16:04

+ Louis + Skye + Noah +

Olhou Nero de lado com certa expressão de rabugice, mas no fundo gostou da provocativa quando falou perto de seu ouvido lhe dando arrepio a pele.

Skye sorria feliz e Noah como sempre jogava os novos jogos que Nero trouxera para ele no natal.

_Finalmente estamos indo embora... Que alívio! - A garota tinha um brilho no olhar de tamanha satisfação por irem embora.

_Vai ser tudo diferente a partir de agora, eu prometo, nunca mais vamos nos separar. - Sorriu o moreno.

Estavam por volta das 22 h e aquele era o último trem da noite, saiu na hora precisa e logo ganhou velocidade, como era noite não havia como apreciar a paisagem e por fim Noah e Skye adormeceram.

Louis sorriu vendo-os dormir virou o olhar a Nero sobre o local aonde iriam saltar. 

_ Não é tão demorado, apesar que por ser um trem bala provavelmente deve ser bem no interior do Japão, perfeito.

Quando o outro lhe puxou para aconchegar-se nele reparou em sua roupas, Louis estremeceu de leve, para não deixar notar que aquele era o reflexo de seu problema do TOC ele confirmou o mais natural possível.

_Um pouco, mas eu também não quero que vejam e fiquem reparando minha mão, por isso coloquei as luvas. - Sorriu se afastando e com um esforço tremendo tirou o casaco, estava com uma blusa de manga longa então poderia suportar por fim deixou as luvas e aconchegou novamente quando ouviu o resmungar dele de que algo doía. 

Inclinou a cabeça notando o roxo na face, apesar de esta quase sumindo.

_O que foi isso? Parece que apanhou? - arregalou os olhos _Não brigou com alguém... na boate? 

Ele olhou Nero meio apreensivo.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Seg 16 Maio 2016 - 18:09

+ Nero +


Sorriu para Louis e os filhos dele ao ver como estavam felizes e aliviados de poderem se mudar. Esperava mesmo que pudessem ser felizes em sua nova casa, mesmo que... mesmo que talvez aquilo não durasse o tempo que quisessem. Negou com a cabeça para afastar o pensamento pessimista. Se o tempo realmente fosse curto, Nero não passaria se lamentando e sim fazendo com que o tempo restante valesse a pena. Se pudesse fazer Louis feliz no fim da vida dele, era o que Nero faria, independente de aquilo o destruir aos poucos.

- Entendo - falou sobre a roupa, acreditando nas palavras dele sobre querer esconder os dedos que estavam faltando - Fica bonito com essas roupas de inverno - sorriu de leve.

Fez uma careta quando Louis notou o roxo no rosto dele. Droga, pensou que ele não notaria. Grunhiu ao ver que ele ficou assustado pensando que o ruivo havia se metido em alguma briga. Como explicar da forma menos constrangedora possível?


- Não... Não briguei... e não, não foi na boate - acrescentou. Ao ver que ele ainda o olhava apreensivo, Nero bufou - Ok, ok... Eu tomei um soco na cara... - mexeu nervoso no cabelo - Meu genro ensinou boxe pra Lillian - falou um pouco rápido, visivelmente nervoso - Aí ela me provocou, eu aceitei... E... Um nocaute... e menos seis dentes - a voz foi diminuindo até um sussurro envergonhado - Ainda estou cuspindo pedaços deles.

Cruzou os braços e virou a face para o outro lado, com o rosto corado de constrangimento por ter apanhado da filha.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Seg 16 Maio 2016 - 19:04

+ Louis +

Corou quando recebeu o elogio pela roupa. Depois disso o moreno ficou apreensivo com o fato dele ter dito que levou um soco na face, mas conforme ele ia falando o alívio passou e sua face mostrava um ar divertido, notando nitidamente que o ruivo ficara envergonhado por levar um soco da filha, tentou segurar o riso, mordeu os lábios, mas sem sucesso, rindo em seguida.

Tapou a boca e sacudiu a cabeça para ele nãos e constranger tanto pedindo desculpas, afinal na mente de Louis a cena deveria ter sido cômica.

_Ela é forte, para poder derrubar um vampiro alto e forte... Parabéns Nero tem uma filha forte pense nisso como um privilégio rs

Queria lhe animar, falar para levar para o lado bom da situação, mas era engraçado ver como aquilo afetava o orgulho do ruivo a ponto dele praticamente sussurrar que apanhou da filha no boxe por nocaute.

_Não fica assim. - tocou no queixo dele fazendo olha-lo. _Afinal quem iria imaginar que ela teria tanta força?

Continuou olhando-o mas com ar de quem queria voltar a rir se esforçando para controla-se.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Seg 16 Maio 2016 - 19:56

+ Nero +


O rosto de Nero corou ainda mais quando Louis riu ao saber que o ruivo havia apanhado da filha. Era constrangedor ter apanhado de uma menina "aparentemente inofensiva", o que Nero sabia que a filha não era quando se enfurecia.

- Ri, pode rir... Eu sei que você quer - resmungou, negando com a cabeça - Ninguém esperava aquele golpe... Nem ela... - olhou Louis, com certo ar indignado - Eu fiquei com a guarda baixa, pensei que ela iria hesitar em me atingir... Viado, eu não vi nem o golpe. Só sei que acordei com uma puta dor na cara cuspindo meus dentes e sangue. Fui pego desprevenido.

Voltou a olhar para o outro lado, mas podia-se ver um brilho de orgulho quando fora elogiado por ter uma filha forte como ela. Deixou que o moreno puxasse seu queixo e o olhou.

- Certo... Fico orgulhoso que ela seja mais forte e carismática do que eu - admitiu - Depois daquilo Naru cuidou de mim e me ajudou... a esconder o hematoma para poder ir ao trabalho... - negou com a cabeça e então se lembrou que Louis não sabia quem era a menina - Ah, sim, Naru era uma lacaia do meu genro, uma ex-humana... Lily gostou tanto dela... Eu simpatizei com a menina também. É uma boa garota. Me contou a história dela... Resolvi roubá-la de Daryl e trazê-la para a família - ergueu os ombros - Em resumo, agora tenho duas filhas adotivas. Foi ela quem me ajudou a comprar a casa para não ser no meu nome.

Assim acabou respondendo uma dúvida antiga de Louis, quando vira a menina pela primeira vez nas fotos sem a presença da mãe. Não havia mãe para aparecer nas fotos. As filhas de Nero eram adotadas.

- Se importa se eu tirar um cochilo? - perguntou de repente, esfregando um dos olhos - Não ando dormindo bem, estou com um pouco de sono... O alarme vai me acordar no momento certo.

Aproximou-se novamente e voltou a abraçar o moreno, se aconchegando mais nele do que aconchegando-o em si. Pouco depois dormia no ombro dele, os lábios entreabertos. Quando o alarme do telefone tocou, sentou-se em um pulo, acordando no susto. Xingou baixo e pegou o celular para desligar o alarme. 

Gemeu e apoiou os cotovelos nos joelhos enquanto inclinava-se para frente para esfregar os olhos. Bocejou e olhou para fora com uma careta de sono. Nero sempre fazia caras e bocas e resmungava quando acordava daquela forma de súbito, como na primeira noite que dormiram juntos.

- Tá chegando, já vamos descer. Se ajeitem - avisou e levantou espreguiçando.

Pouco depois já estavam no carro e o ruivo dirigia já mais alerta em direção ao destino deles.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Seg 16 Maio 2016 - 21:02

+ Louis +

Ouviu a versão dele sobre o ocorrido, realmente como poderia imaginar apesar de ter aquela cara de satisfação em poder rir dele, já que sempre era o moreno a aguentar as brincadeiras e provocações do ruivo, dessa vez foi ele a fazer o mesmo se aproveitando da situação. Afinal era uma forma de descontrair depois de tanto tempo naquele inferno que vivera.

_Eu posso imaginar a surpresa, mas é motivo de orgulho sim, isso mostra que ela poderá se defender sozinha caso você ou seu genro não estejam por perto. - Ele olhou para Noah e Skye _Eu treinei eles, porque quase sempre estavam sozinhos e não podia ficar perto para a segurança deles. -semblante ficou um tanto vago com olhar perdido, sempre estava passando por dificuldades que aquele momento com Nero era como ter um pedaço do paraíso, suspirou e sorriu afastando aqueles pensamentos negativos. _Afinal eles sabem se defender e é isso que devemos dar aos filhos não é?

Quando ouviu sobre a nova filha adotada Louis sorriu surpreso e ainda mais ao saber que era a menina que emprestara o nome para compra da casa que moraria.

_Gostaria muito de conhecê-la e poder agradecer pela enorme gentileza com pessoas que ela nem conhece, deve ser muito gentil a sua nova filha. - Vislumbrou a cena dele com todos reunidos, uma grande família. _ Se juntarmos nosso filhos vamos precisar de uma casa bem grande. -Corou quando se imaginou vivendo com Nero embaixo do mesmo teto como uma família, seria possível? Talvez se em algum momento os problemas não existissem mais e pudessem viverem juntos em paz, um sonho talvez...

Ao ver que ele estava com sono concordou que dormisse, era mesmo cansativo dirigir e ainda ajudando eles naquela viagem, ambos aconchegados um no outro sentiu quando o ruivo dormiu. Ele não tinha sono e ficou olhando os feichos de luzes que provavelmente eram dos postes iluminados das cidades por onde aquele trem bala passava. Era um silêncio tão acolhedor, o moreno não pensava em nada sua mente naquele momento era tranquilo e sereno tanto que não sentiu o tempo passar e sua mente fora desperta pelo soar do alarme que o ruivo programara para despertar.

Ajeitou o corpo espreguiçando e pegou seu casaco vestindo novamente, Noah e Skye acordaram olhando em volta, Louis se levantou e ajeitou Noah, como uma “mãe” zelosa arrumando sua roupa e cabelo, Skye passou a mão no rosto e nos cabelos.

_Estamos chegando.

_Que bom! - a garota sorriu para o pai.

Logo que saltaram do trem seguiram Nero até o carro e pouco depois o ruivo guiava o carro levando todos pela estrada atravessando aquela cidade que aparentemente dormia sobe a luz da lua naquela madrugada, ainda faltava umas 4 horas para amanhecer quando o ruivo parou enfrente a uma casa.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Seg 16 Maio 2016 - 21:30

+ Nero +


Nero deu um leve sorriso ao ver como Louis cuidava dos filhos como se fosse uma mãe atenciosa. Ficou pensativo com o que o moreno dissera sobre juntarem as famílias. Seria muito bom, não fossem todos os problemas que andavam os assolando ultimamente. Um deles estava ali, assombrando-o, pesando como chumbo no bolso interno de seu casaco. Achava que, assim como fizera com Daryl e Naru, também deveria conversar com Louis e Skye. E depois só com o moreno em particular.

Durante o trajeto foi cantarolando algumas músicas baixo para manter-se bem acordado. Vez ou outra sorria para o companheiro, imaginando sua reação ao chegar na casa. Podia apostar que aquele coraçãozinho de manteiga mole iria chorar, ele sempre chorava. Por isso o ruivo já tinha um lenço no bolso preparado.

- Chegamos - anunciou ao parar diante da casa. 

Desceu do carro e pegou o molho de chaves daquela casa. Escolheu a certa e abriu a porta, depois afastou-se sorrindo. Havia mobiliado de acordo com o que achava ser do gosto deles.

- Sejam bem vindos - anunciou animado - Podem deixar que eu pego as malas - sorriu e entregou o molho de chaves para Louis - Espero que gostem da surpresa.






Última edição por Fabi em Ter 17 Maio 2016 - 0:16, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Seg 16 Maio 2016 - 22:02

+ Louis + Skye + Noah +

Aquela casa, assim que eles desceram do carro olhavam a frente com aquele caminho de pedra e um pequeno jardim, os olhos percorreram tudo antes do ruivo abrir a porta entregando a chaves a Louis.
Era uma casa tipicamente japonesa e o espaço razoavelmente grande fez todos se surpreenderem com a forma que tudo estava bem arrumado e de muito bom gosto. Louis entrou tirando o sapato e calçando os chinelos, visivelmente emocionado andou pelo interior sentindo uma mistura de nostalgia, era como se já tivesse vivido em um lugar parecido, seu peito doeu com aquela sensação e logo se pegou enxugando as lágrimas que rolavam pela face, não queria chorar era fato, somente não conseguiu evitar.

_Perfeito...- sussurrou baixo engolindo seco e andando pela sala.

Skye sorria andando por todo o lugar e parou na frente do pai.

_Maravilhoso não é pai? - virou indo para o corredor. _ Vou ver o resto da casa.

Noah aparece correndo e para diante de Louis.

_Pai meu quarto é enorme e tem TV, computador e claro um console para poder jogar. - Olhou para a porta vendo Nero trazer as malas e gritou. _Valeu Nero. - Correu pela casa atrás de Skye.

_Noah... Não precisa... correr... ah ele já foi...

Olhou uma fresta da porta e andou até lá, falando com Nero.

_Ainda tem mais da casa por aq...qui...- Perdeu a voz quando abriu a porta e deparou-se com o belo jardim que havia na lateral da casa, prendeu o ar e novamente a sensação nostálgica lhe atingiu de tamanha força que suas pernas tremeram fazendo-o se segurar na porta para não cair, quando voltou os olhos novamente para o jardim viu um vislumbre de si mesmo com cabelos longos, vestido com roupas típicas um quimono, e estava caminhando ao lado de uma mulher, uma gueixa... piscou os olhos várias vezes e por fim aquela imagem sumiu da sua mente dando lugar ao jardim vazio e iluminado pelo luar. Andou até perto da pilastra de madeira e se segurou olhando tudo muito emocionado. _ O que foi aquela cena que vi? - suspirou baixo ainda confuso.

Vislumbre visto por Louis:
 


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Seg 16 Maio 2016 - 22:37

+ Nero +


Voltou até o carro e foi levando as malas para dentro, deixando na porta. Respondeu o grito de agradecimento de Noah com um riso pela animação do menino. Terminou de pegar as malas e depois trancou o carro e voltou para dentro da casa. Pegou as malas e foi distribuindo-as para os quartos, deixando no de cada dono. Aproveitou e jogou a própria mochila no canto do quarto dele e de Louis e foi atrás do moreno.

Achou-o parecendo abatido. Andou preocupado até o companheiro e o amparou, passando o braço ao redor da cintura dele.

- Louis, está bem? Teve uma tontura? - perguntou por vê-lo apoiado na pilastra - Vem, senta um pouco aqui comigo. 

Ajudou com calma o outro a se sentar da mesma forma que fizera com a filha alguns dias atrás. Tirou os chinelos que havia calçado na entrada da casa e deixou os pés tocarem o chão frio do quintal, gostava de sentir a neve, trazia lembranças antigas e felizes, mesmo que o ruivo não gostasse de relembra-las. Havia um brilho em seus olhos e um sorriso quase infantis em seu semblante.

- É lindo, não é? - falou com admiração - Eu... Eu adorei esse lugar... Esse jardim. É lindo, muito lindo... Achei que iria gostar da beleza desse lugar assim como eu gostei... Queria te dar um lugar especial como esse... Porque você é especial pra mim - falou com tanta suavidade, carinho e lucidez que nem parecia o mesmo vampiro.

Olhou Louis e sorriu para ele. Aquelas lembranças, o toque dos pés na neve... Queria que aqueles momentos que estavam construindo que permanecessem como suas boas lembranças do inverno e da neve. Essas seriam as memórias que valeriam ser guardadas e recordadas pelo ruivo. Seu olhar transmitia aquele pensamento com o brilho que seus olhos tinham ao olhar o homem diante de si.

- Vem? - ofereceu a mão para Louis - Quero te mostrar o nosso quarto.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Ter 17 Maio 2016 - 1:31

+ Louis +

Ainda estava sobre o efeito daquelas sensações, sua mente ficará zonza e respirava com certa dificuldade. Pensava na imagem em sua mente com muita preocupação... Era ele, assim como estava no seu cativeiro e se viu em várias fases de uma existência que não havia vivido ou realmente vivera? Perdido ainda naquelas lembranças sentiu algo lhe tocar e o envolve-lo com cuidado era bom e ele se entregou olhando para o rosto do ruivo sem compreender o que ele falava.
_Não sei... Eu acho que foi a viagem, estou cansado acho que foi isso... Estou bem só me sentar.-falava com ele até que sentou seu corpo relaxou e respirou aquele ar gélido da noite. 
Olhou para ele e suspirou uma onda de emoções começaram se misturar com o clima do lugar chegava a ser mágico. Aliás a presença de Nero era ainda mais forte naquele lugar desejou que o tempo parasse ali e ambos vivessem aquele emoção, paz e felicidade juntos.
Quando finalmente conseguiu se concentrar no que ele falava prendeu o ar. Era uma declaração... Ele aquele vampiro orgulhoso estava se declarando. 
Queria muito a companhia dele, aquela casa um paraíso já era para ele o suficiente e agora estava ouvindo aquelas palavras.
Não havia como se segurar as emoções ali estavam a flor da pele e o moreno que vinha lutando consigo desde que fora salvo para não chorar agora se entregava vencido chorando e abraçando forte o ruivo estava tão feliz com tudo que era mais que merecia.
_Desculpa ... Eu não queria chorar... -dizia entre os soluções e lágrimas com a voz embargada de emoção. _ te amo MUITO.... -sorriu baixo enxugando com as mãos os olhos. 
Quando se levantaram ele o levou ao quarto de ambos,  ao chegarem olhou tudo com carinho e a expressão agradecida pela dedicação. Foi até suas malas e abriu pegando roupas e toalha.
_Tomar um banho... -corado olhou pra ele, ainda não se sentia a vontade depois que passará com Víctor , mas era Nero quem amava e queria estar com ele, sem jeito e um tanto nervoso olhou para Nero. _Quer vir... Comigo... Banho? - gaguejou ao falar baixando o rosto envergonhado.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Ter 17 Maio 2016 - 2:08

+ Nero +


Acariciou o rosto de Louis quando o vampiro respondeu que estava daquele jeito por cansaço. Fazia sentido, ele ainda não estava recuperado e aquela viagem havia sido um pouco longa para o moreno. Mas agora ele poderia enfim ter o descanso que merecia.

Assustou-se quando o companheiro o abraçou de repente, chorando. Não era sua intenção fazer Louis chorar... Mas o que estava esperando? Louis era Louis, afinal. Chorar era uma de suas marcas registradas. Abraçou-o de volta e suspirou, então negou com a cabeça e acabou rindo.

- É uma bicha mesmo - falou com aquele carinho grosseiro normal de Nero - Toma... - falou e entregou o lenço que havia separado já esperando que Louis chorasse. Só havia errado o motivo do choro - ...Também te amo - sorriu e afagou os cabelos do moreno até que estivesse mais calmo.

Sorria de volta para o namorado ao receber aquele olhar de gratidão pelo que fizera por eles. Só aquele olhar pagava todo o trabalho que pudesse ter tido. Observou em silêncio o outro tirar a toalha e roupas para se trocar, mas surpreendeu-se com o convite.

- Tem certeza? - perguntou incerto, com os olhos brilhando - Quero. Quero sim.

Pegou uma roupa qualquer de dormir da mochila e o acompanhou até o banheiro da suíte. Estranhamente mantinha uma distância respeitosa de Louis. Tinha medo de fazer algo que pudesse reviver maus momentos que seu amado vivera naquele maldito cárcere.  Aproximar-se de repente, tocá-lo de forma mais ousada... Tudo o que o desejo do ruivo queria naquele momento. Era difícil manter o controle, mas fez o máximo possível para não reagir e se excitar. Porém, era impossível mentir seu olhar. Seu olhar transmitia todo o desejo ardente que queimava em seu interior, toda a intensidade que o resto de seu corpo esforçava-se para conter. 

Despiu-se e se aproximou devagar, prendendo a respiração devido a concentração. Como ele queria agarrar aquela criatura, jogá-la contra a parede, amá-la ali mesmo... Não podia. Queria, mas não devia. Engoliu seco e deu um sorriso amarelo, tamborilando os dedos nos braços cruzados. Aquilo seria difícil, muito difícil.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Ter 17 Maio 2016 - 5:17

+ Louis +

Ele notou o brilho no olhar do ruivo, sentiu um leve arrepio subir a nuca e confirmou ainda sem jeito enrolando a ponta da toalha nos dedos ainda mais encabulado. 
_Eu quero... Junto ...
Ele foi até o banheiro,  era como a o resto da casa havia um chuveiro e  lado um ofurô foi até ele e abriu a torneira para encher a água era aquecida e sorriu ao sentir tocar os dedos. Ainda estava nervoso quando viu o ruivo se despir, olhava cada gesto e parte de seu corpo ficando livre das vestes expondo a pele nua. O moreno olhava com um brilho a face não dava para definir se era desejo ou admiração poderia ser a mistura de ambos.
Se aproximou dele olhando por cima dos olhos e sorriu quando chegou perto. Tocou aqueles braços cruzados sobre o peito largo e imponente. Era como o vampiro que decaia de level via um vampiro mais forte. Ele não se sentiu intimidado pelo ruivo e suspirou baixo quando lembrou que ainda estava com roupas. 
Com a face voltada para baixo e corado começou a desabotoar a calça e tirar a blusa. Seu abdômen ainda tinha as marcas dos retalhos a faca feito pelo maldito Victor, com a regeneração lenta a pele ficara deformada apesar dele ser magro. Cobriu a parte com uma mão e abriu a bargulha da calça deixando cair e tirando expondo-se.
_ Eu quero muito estar com você, mas ... Tenho receio... Eu queria tenta... Sinto sua falta nesse sentido...- ofegou baixo ainda constrangido.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Ter 17 Maio 2016 - 15:07

+ Nero +


Um ofurô. Uma banheira. O moreno queria apertar os dois em uma banheira. Dio mio. Só de relembrar quando transaram na banheira da mansão do moreno escondida na floresta o ruivo sentia um arrepio prazeroso. Queria tanto fazer o mesmo naquele lugar... O outro estava o convidando... O problema é que não confiava em seu autocontrole, que nunca fora muito bom.

Tremeu quando Louis começou a se despir diante dele. Porém, seu desejo acabou sendo em parte apagado pelas cicatrizes deixadas pela tortura do maldito humano que matara. Respirou fundo com as palavras do outro e se aproximou outra vez. Segurou-o pela cintura e beijou seus lábios de forma calma. Depois desceu os beijos. Porém, ao invés de acariciá-lo, Nero beijou e lambeu com a ponta da língua todas as marcas deixadas pela tortura, descendo lentamente até apoiar a testa no ventre dele, segurando a cintura do  moreno.

~ Eu quero que possa sentir prazer outra vez - falou baixo - Tenho medo que eu possa ir rápido demais com você... Estou... Estou a tanto tempo... Eu fui fiel a você, todo esse tempo - fez uma pausa - Está difícil me controlar quando tudo em você me enlouquece... Quando tudo o que quero é te agarrar e te ter outra vez só pra mim... Mas eu não quero assustar você... E, ainda assim... Ainda assim eu quero tentar...

Voltou a subir devagar, passando a ponta do nariz suavemente pela pele do outro até o pescoço, onde parou com um beijo mais ousado. Então se afastou para poder olhá-lo nos olhos e abraçou suas costas, acariciando-o com carinho. Tinha um olhar pensativo e receoso enquanto o observava e pensamentos passavam por sua mente.

"Não, você não vai fazer isso" discutia consigo mesmo "Nem pense em fazer isso"

Suspirou. Era a melhor forma de fazerem. A melhor forma de ajudar o outro a começar a superar o trauma sem que todo o toque de Nero lembrasse a Louis todas as coisas horríveis que Victor fizera. Se fosse uma situação normal, o ruivo jamais teria aquele pensamento, mas desconfiava que havia se convencido àquela ideia ao ver aquelas cicatrizes do moreno.


"Não acredito que vou falar isso... Só posso estar ficando frouxo."

- Louis... - hesitou e engoliu seco diversas vezes até tomar coragem de falar - Se... Se está com medo que possamos não conseguir... podemos... inverter - terminou em um tom baixo e um pouco nervoso.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...   Hoje à(s) 21:20

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 7Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
 Tópicos similares
-
» PokeWorld - O mais novo servidor de Poketibia!
» Fukuchiyama - Novo Lar... Novo começo...
» S.P.E. - O Novo Começo (Crônica Oficial)
» Layout Youtube (Novo)
» O mais novo site de leilões da internet

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Academia Cross RPG  :: Província Ambarantis :: World Places :: World Places-
Ir para: