Academia Cross RPG
Bem Vindos!!

Aos visitantes e Novatos Na Academia Cross.

Leiam as Regras para participar do RPG.

Regras Gerais, orientações e Sistema do Jogo

Arigato pela Visita e volte Sempre!

Administração Equipe Cross



RPG Vampire Knight
 
Portal CrossInícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Além da Noite

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Makie
E
E


Char RPG : Personagens:

Freya Gatemberg - Night Class
Aidan Becker - Day Class
Lilac Löfgren - Universitária
Juliet Glotieb - Prof.ª Ed. Fisica
Posts: : 323
Inscrição : 26/08/2015

MensagemAssunto: Além da Noite   Dom 31 Jan 2016 - 15:50

Depois de voltar da Dinamarca, em meio a noite dentro da Academia cross na sala de musica.  
com uma puco iluminação Freya "comemorava" as festividades.


mushu:
 
coisas que apenas o chat explica!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Makie
E
E


Char RPG : Personagens:

Freya Gatemberg - Night Class
Aidan Becker - Day Class
Lilac Löfgren - Universitária
Juliet Glotieb - Prof.ª Ed. Fisica
Posts: : 323
Inscrição : 26/08/2015

MensagemAssunto: Re: Além da Noite   Dom 31 Jan 2016 - 16:58

Por mais que o ato de destruição contra a academia tivesse levado os alunos da day class embora, até a reconstrução de seu prédio, os alunos da night class ainda moravam em seus dormitórios, ao menos assim era se desejassem. Ainda era dezembro quando voltou para a academia,  seu aniversário e o natal eram próximos, mas nunca teve de fato um motivo para comemorar. A ruiva andou pelos corredores escuros sem dificuldade, seus olhos chamuscavam em verde enquanto a escuridão tomava os corredores em direção as salas, algumas salas estavam abertas, por sorte assim poderia caminhar e estar sozinha por algum tempo. Lirion, Tuomas e thomas, era com quem deveria conviver, apesar que thomas nesses dias vivia afastado, para a sorte dele, Lirion ainda queria mata-lo da mesma forma que eu o queria, mas nenhum dos dois poderia faze-lo ainda.

Com um movimento delicado, Freya abriu a porta da sala de musica, a luz que vinha de fora iluminava o ambiente mantendo um véu noturno no ambiente. Ela fechou a porta atrás de si e caminhou por entre as cadeiras e instrumentos até um velho conhecido, um piano que estava ali parado e coberto por uma capa. Não era a primeira vez que esteve naquela sala e provavelmente ainda era o mesmo piano.  Em um puxão a capa protetora foi arrancada de cima do móvel levantando uma pequena nuvem de poeira, era sinal que a sala não era usada a algum tempo. Com a capa dobrada sobre uma das cadeiras, a vampira caminhou em direção as teclas daquele piano de cauda . levantou a tampa e então suspirou ao ver as teclas bem polidas. Seus dedos estavam inquietos quando se entregou ao desejo de tocar o marfim frio e ouvir o som da corda ainda afinada ao fundo, mais uma e mais outra tecla até que decidiu, não reprimiria seus desejos aquela noite.  Mesmo com a capa sobre o baco sentou-se nele e começou a aquecer os dedos  tocando suavemente algumas teclas até que pudesse então tocar.


 Começou por uma musica natalina, e não tinha como não se lembrar da época que estudava num internato.  Por mais que não fosse tão hábil quanto antes, pela falta de treino, ainda se lembrava das notas. Das risadas com as amigas de lá, dos passeios e de..... de alguém... havia alguém la que deveria se lembrar...  seus olhos se encheram de água e o ritmo da musica se tornou um pouco forte quando os cabelos castanhos levemente avermelhados viera na lembrança, um garoto metido a esperto que tentava seduzi-la, seu rosto era borrado, mas lembrava da fala mansa, dos gracejos sussurrados ao ouvido, de um abraço quente, e depois do frio, de muito frio estava deitada sobre a maca ou sobre o piano? Estava sorrindo ou chorando?


“— não se lembre, por favor”

Seus olhos se apertaram e então uma pequena lagrima traçou um caminho preguiçoso pelo rosto da vampira. Ela podia ouvir a plateia que sussurrava em sua mente, como num daqueles bailes que foi acompanhada de Lirion para os preparativos do casamento. A sala estaria cheia ou vazia? Ou apenas sua mente? O ritmo do piano ainda continuava enquanto via rostos que sorriam com sorrisos falsos, cumprimentos com segundas intenções e até mesmo as auras densas e venenosas que pareciam corromper tudo aquilo que tocava, freya estaria se tornando assim?


“— não minha menina, não se preocupe com isso, ‘eles’ não podem te fazer mau, apenas se você quiser”

A voz em sua cabeça fora tão nítida que a ruiva abriu seus olhos em expressão de pânico observando assombras imóveis daquela sala, os dedos pairavam sobre o ar enquanto a nuvem de poeira havia se assentado sobre o piano quase que por completo. A impressão de que não estava sozinha a acompanhava fazia algum tempo, desde que  clamava para as sompras a ajudarem, algo era místico e havia alguma força ali que ela desconhecia, resolveu respirar fundo e então voltou a tocar o piano.
“— uma criança é isso que você é!”
“— é a Filha daquela bastarda, não entendo porque Tuomas tanto faz um esforço para protege-la.”
“—Minha culpa por ter Levado sua filha a virar pó!”
....
“— mentiras”
......
Novamente seus olhos se abriram, e por alguns instantes poderia jurar que um par de olhos a fitava em meio as sombras, mas aquelas vozes a incomodavam durante o dia e a noite, principalmente enquanto dormia, podia ouvi-los rosnar e rasgar sua pele, beber de sua felicidade e suas esperanças. A ruiva então fechou as teclas e apoiou os cotovelos sobre a tampa de madeira e o rosto entre as mãos, enquanto respirava fundo tentando se concentrar.


mushu:
 
coisas que apenas o chat explica!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Makie
E
E


Char RPG : Personagens:

Freya Gatemberg - Night Class
Aidan Becker - Day Class
Lilac Löfgren - Universitária
Juliet Glotieb - Prof.ª Ed. Fisica
Posts: : 323
Inscrição : 26/08/2015

MensagemAssunto: Re: Além da Noite   Dom 31 Jan 2016 - 18:44



Uma mão havia afagado seus cabelos gentilmente, ao menos foi isso que pode sentir enquanto mantinha os olhos fechados  repetindo mentalmente as palavras “ vai ficar tudo bem”
“—vai ficar tudo bem”
A neve parecia ter caído por dias e ter se acumulado, o chão era branco e frio, seus olhos verdes podiam vislumbrar uma floresta numa tarde nublada e fria, os flocos de neve caiam esporadicamente enquanto as arvores se mantinham em tons escuros. Não havia correntes de vento, não havia barulho não havia nada além do branco da neve, o escuro das arvores e ela ali de pé. Vestia uma roupa preta e pode perceber isso ao olhar para si, estava de calças um casaco, luvas e um cachecol, depois de se checar resolveu caminhar e descobrir onde estava nunca havia visto aquele lugar, pertenceria às lembranças de quem? Já não sabia mais.
Caminhava com dificuldade quando avistou uma silhueta que caminhava pela floresta de maneira tão magnifica, que parecia ser um espirito da terra.


- com... com licença?!
Ela continuava a seguir aquela forma, como Alice que seguia o coelho branco. Seus passos tentavam se apressas, mas a neve alta não permitia, e então pensou como poderia aquela pessoa se mover tão rápido? A ruiva continuou a seguir seus instintos, quando as pernas cederam a dificuldade e ela caiu sentada sobre a neve, não sentia cansaço ou dor, sequer sentia frio, mas estava ali se sentindo perdida, quando sentiu que algo passava por suas costas, ruiva virou o rosto para trás quando viu a figura de um lobo negro. seus olhos se arregalaram enquanto por instinto se afastava da criatura que parecia se aproximar, até que uma mão sobre a criatura, o fez desaparecer como uma fumaça. Seus olhos verdes focaram no longo vestido de época negro e então subiram em direção ao seus rosto, seus longos cabelos negros emoldurava um rosto tão delicado quanto o de uma boneca, e ela sorria gentilmente para para a ruiva, estendendo a mão

“— não se preocupe, ele não vai te ataque, tudo o que ele quer fazer é de proteger”
— como vou saber se ele realmente não vai me machucar?


A morena acenou positivamente com a cabeça, teria sido uma pergunta sábia. Freya ainda estava apreensiva quando a mulher a sua frente recolheu a mão e a repousou sobre a saia volumosa.


“— por que ele tem uma grande estima por você”
— o lobo então não é um animal?


Com um sorriso gentil, ela ergueu os ombros numa expressão que parecia dizer “talvez” mas sua maior resposta foi o silencio.  Apoiando as mãos sobre a neve ainda fofa e com o impulso em suas próprias pernas a ruiva conseguiu me levantar com alguma dificuldade. A morena começava a caminhar, deixando um pequeno rastro de gotas escuras sobre a neve, não havia cheiro, era apenas o escuro sobre a neve, não poderia dizer que era negro, nem se era outra cor, apenas que era negro. Ela parecia flutuar sobre o gelo quando então a vampira percebeu que caminhava lentamente para que a acompanhasse.

“— não de ouvidos aquelas vozes, elas só querem nublas sua visão”
— eu queria entender o porque não consigo cala-las, elas sempre voltam.
“—porque você tem medo, não confia nos próprios instintos, em seu próprio poder, então ‘eles’ tentam tomar o seu poder para eles, e bem quanto mais você deixar, mais fraca e impotente estará em seu próximo surto...”
— é tão grave assim?
“— não tanto quanto você acha”
—...
“— ora não se menospreze, essa dor um momento vai passar, mas não agora, por enquanto você tem que lutar”
— estou ficando cansada de lutar.

A morena olhou para a sua acompanhante com uma expressão piedosa e então seus braços envolveram-na por seus ombros e em um abraço apertado a beijou uma das faces

“—o destino tem dessas de aprontar com cada ser vivo”
— então esta aqui por conta do destino?
“— sim...”

O silencio parecia assustador quando o uivo de um lobo parecia expressar uma dor tão grande, que freya retribuiu aquele abraço sentindo o peito apertado

— por causa daquele lobo?
“— para proteger aquele que mais amo, mais do que a minha própria existência”
— isso me parece um tanto egoísta

Com uma risada sem a vontade de rir, ela se afastou e olhou para a ruiva com seus olhos negros e com um brilho de esperança

“— puros sangues são egoístas quando se tratam de seus companheiros”


Os olhos verdes de freya se arregalaram quando ouviu aquilo, ela seria um puro sangue? De onde de quando? Não havia se lembrado  de ingerir algum puro sangue, será que alguém havia feito isso em segredo? A morena então deu uma gargalhada cheia de vida a soltando daquele abraço e segurando suas mãos com um sorriso típico de uma pessoa em extase de felicidade.


“— não se preocupe, não te deixarei sozinha, até conseguir caminhar com seus próprios pés,  nos vemos em seus sonhos”
A morena então soltou as mãos e voltou a flutuar sobre a neve para longe, Freya tentava acompanhar, mas a neve dificultava tudo.
— E...ESPERA! QUAL O SEU NOME?
A morena então olhou para trás e sorriu
“-Na...”

{toc}

Foi o barulho da testa de freya contra a madeira do piano daquela escura sala de musica. Seus olhos estavam pouco a pouco se acostumando com a penumbra local, era latente a dor em sua testa fez com que levasse uma das mãos até o local. Havia adormecido sobre o piano, mas não saberia explicar o que foi aquele sonho, apenas tinha uma certeza aquele abraço foi tão real, que a sensação em seu corpo ainda continuava, não sabia quem era, apenas tinha uma pista, e uma desconfiança que era ela que a olhava em meio as sombras. E que se veriam novamente.
A ruiva então se levantou cobrindo novamente o piano com a capa, foi até a janela da sala e viu que a neve começava a cair do lado de fora, seria um inverno branco, principalmente um natal branco...
 

25/12  04:52 am....


mushu:
 
coisas que apenas o chat explica!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Além da Noite   Seg 22 Fev 2016 - 18:46

Encerrado

Freya +5


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Além da Noite   Hoje à(s) 21:17

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Além da Noite
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Noite estrelada na praia
» Boa Noite Gente bonita! Chega mais ai!
» Capítulo 2 - Uma Noite na Taverna
» BOM DIA , BOA TARDE & BOA NOITE !
» DAMA DA NOITE

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Academia Cross RPG  :: Província Ambarantis :: World Places :: One-Shot RPG-
Ir para: