Academia Cross RPG
Bem Vindos!!

Aos visitantes e Novatos Na Academia Cross.

Leiam as Regras para participar do RPG.

Regras Gerais, orientações e Sistema do Jogo

Arigato pela Visita e volte Sempre!

Administração Equipe Cross



RPG Vampire Knight
 
Portal CrossInícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 One-shot - Lembranças de Natal!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: One-shot - Lembranças de Natal!   Sex 25 Dez 2015 - 10:03

Relembrando a primeira mensagem :


 Lembranças de Natal

Loran Kuran / Rose Valentine / Tohru Kuran / Rosemarie Hathaway

Spoiler:
 


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D


Última edição por Master em Dom 7 Fev 2016 - 16:02, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda

AutorMensagem
Tohru Kuran
B
B


Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 705
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: "   Qua 27 Jan 2016 - 0:31

Tohru reapareceu alguns minutos depois num lindo kimono florido e se juntou a Liriel e Shimisu na execução da cerimônia. Discreta e leve como uma pluma, Tohru, de olhos baixos e expressão neutra, embora mantendo um lindo sorriso, parecia um pouco aérea, ausente,como uma boneca, executando suas tarefas mecanicamente, seu olhar distante, perdido em pensamentos...
Quando a cerimônia do chá terminou e todos retornaram à sala de estar, ela tornou a pedir licença, dizendo que precisava se preparar para o segundo presente que iria ofertar a todos, além dos deliciosos doces, devidamente apreciados até o último deles.
Uns vinte minutos depois, a jovem retornava vestindo um lindo vestido azul, parecia pronta para um baile de gala na corte ou pra estrelar uma ópera, sua própria ópera...
- A música que irei cantar para vocês como um presente de Natal todos a conhecem como se fosse de autoria de Andrew Loyd Weber, para a continuação do musical "O Fantasma da Ópera"
, e se chama "Love never Dies"...Na verdade, ela foi feita por meu pai, Katsuya Kuran...Logo depois da morte da minha mãe, como um tributo a ela e ao grande amor proibido que viveram...É uma bela homenagem ao Amor, podendo ser em qualquer forma...Dos pais por seus filhos e dos filhos por seus pai...- disse, olhando para os Kristans e Loran.- ...O amor de dois apaixonados, que surge muitas vezes sem querer, ou com muitos obstáculos...ou tranquilamente, desejado e alimentado, mas crescendo sempre...- disse olhando para todos os casais ali reunidos: Loran e Rose, Rosemarie e Dimitri...e também, em sua mente emocionada, ela via a imagem de Yuriev à sua esquerda e o espectro de Marshal á sua direita.- Natal é uma festa de Amor e é com o meu amor profundo por todos vocês que lhes ofereço esse presente...de todo o meu coração e de toda a minha alma...




Tohru entrega um cd de playback instrumental a Liriel e lhe pede que coloque no aparelho de som, enquanto pede que diminuam um pouco as luzes e começa...



Pouco antes do gran finale, a jovem sente o espectro de seu finado marido se afastar enquanto a figura de Yuriev a observa, impassível e expectante.  Varrendo essas imagens, Tohru se prepara e então, abre os braços, olhando para todos e coloca sua alma naquele final, sendo aquela, possivelmente a mais emocionada apresentação que já fizera...Afinal, possivelmente seria sua última...

Terminada a música, ela agradece a todos, emocionada.


"-Você é carne ou espírito?
 -Eu sou tristeza."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dark_Rose
B
B


Feminino
Char RPG : Rose Valentine (PB)
Lara Kapetine (Hunter)
Humor : Incompreesível
Localização : Inglaterra
Posts: : 663
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Qua 27 Jan 2016 - 13:02


Quando Loran a elogia ela cora um pouco olhando para baixa para disfarçar.
 
- Será uma novidade para mim isso. Nunca participei de uma cerimônia do chá.
 
Quando é perguntada sobre o telefonema ela responde:
 
- Era uma velha amiga. Fazia tempo que não falava com ela.
 
Em seguida ambos foram aos seus lugares para a cerimônia poder começar.
Ela fica admirada com todo o ritual, a delicadeza dos movimentos e toda simbologia histórica por detrás de casa gesto.
Sempre gostou de chás, sua família consumia muito chá em séculos passados, principalmente os chineses que eram os principais fornecedores naquela época.
 
Após da cerimônia ela segue com Loran para a casa principal, dava para ver que ela havia gostado do ritual.
 
- Muito bonito. As tradições japonesas são sempre bem interessantes.
 
Quando chegaram à sala, assistiram à apresentação de Tohru. Ela fica admirada com a habilidade vocal da garota. Mas percebe que sempre há aquela aura melancólica em volta dela tanto no dia a dia quanto nesses tipos de situação. Não a julga, estava passando por uma fase realmente difícil. Ela só não gostava da característica frágil dela. Rose sempre teve uma personalidade forte, então não entendia porque ela não reagia nessas situações.
 

- Realmente, uma bela ópera. – Diz baixinho para Loran ao término da apresentação. – Me faz lembrar quando eu frequentava as óperas de Londres anos atrás.


Lara Kapetine
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Qua 27 Jan 2016 - 20:20

+Loran +


Sorriu a Rose, ficou feliz dela ter gostado da cerimônia.

_Farei para você quando estivermos a sós.

Quando chegaram na sala ao se acomodarem assistiram apresentação de Tohru, estava muito bonita e fora emocionante.

Shimizu estava visivelmente emocionada e deu o braço a Rocco que gostou muito por ser um apreciador de opera.

Liriel e Axel estavam próximo e após terminar, Axel aplaude junto com Liriel.

_Lindo Toh-chan- Liriel diz para a jovem Kuran.

Axel olha para Loran e faz um sinal de quem queria falar com ele.

Naquele momento Liriel olha o relógio e diz para todos feliz.

_Meia noite... É Natal...

Abraça Axel que a segura com firmeza e levanta um pouco a pequena namorada.

_Feliz Natal. - ambos falam juntos e sorriem.

Loran beija a testa de Rose e diz ao seu ouvido.

_Feliz Natal meu amor.

O coro de feliz natal e os cumprimentos entre todos e Rocco recebe a informação da empregada que a ceia já estava pronta para ser servida.

_Atenção vamos para a sala de jantar a ceia será servida.

Axel se aproxima e diz a Loran, sem que a Rose notasse, já que havia pedido que lhe informasse tudo deixando a Rose de fora, devido ao fato de saber que a noiva não gostava daquele tipo de situação, não que eles quisesse esconder algo dela, mas enquanto não tivesse os fatos concretos preferia deixar de fora por um momento.

_Descobri algumas coisas sobre a Tríade, ver uma forma de nos reunirmos para lhe passar.

_Tudo bem.

Olhou Rose e estendeu a mão a chamando para irem a mesa.

_Vamos tenshi.

Axel sorriu a irmã e pegou Liriel pela mão andando até a sala de jantar.

Na sala de jantar havia variados pratos, não só comida japonesa, havia o tradicional da comida ocidental, Shimizu tinha pedido aos cozinheiros que preparassem para Rose, caso ela preferisse algo mais de sua terra natal. Fora uma boa decisão, já que os convidados extras poderiam saborear a diversidade de alimentos a mesa.







Rocco esperou que todos se acomodassem a mesa e fez um pequeno discurso a eles.

_Bom meus amigos, essa noite em particular é especial a nós, pois temos reunidos pessoas queridas e filhos amados, eu e Shimizu somos gratos pela presença de todos. Mas sei que para alguns aqui o Natal é até algo mais humano e que apesar de ser um ato para nós religioso, eu prefiro que vejam como algo de se reunião amigos e celebrar a isso.

Ele sorriu e olhou a todos um por um e finalizou.

_A minha mesa há dois mundos e pelo que vi é possível que ambos vivam e  se respeitem sobre o mesmo lugar e isso sim é algo para hoje celebrarmos. Arigato... Grazie... thank you... - ele falou em três idiomas para todos. _Agora vamos ao que interessa, comer claro rs - senta a mesa sobre os olhares e sorrisos de todos.

Assim foram servidos, conversando sobre variados assuntos e Loran olhou para Tohru ele estava preocupado aquela canção e o fato dela ter dito que queria conversar com ele a sós estava deixando um tanto curioso mas de certa forma podia sentir que não era algo que iria gostar.



~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Rose Hathaway
Recem Criado
Recem Criado


Feminino
Char RPG : Rosemarie Hathaway
Humor : sarcástica
Localização : onde Tohru estiver e/ou com o Dimitri
Posts: : 130
Inscrição : 03/09/2015

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Qui 28 Jan 2016 - 2:39

Tohru andava estranha e esquiva desde aquele telefonema que a fizera desmaiar mas por mais que insistisse,Rose não conseguira com que a jovem Kuran desabafasse com ela...Alguma coisa muito, muito grave a andava angustiando, algo que viera se somar às suas desgraças...O que seria?, a jovem guardiã se perguntava
Rose tivera certeza com o jeito dela durante a cerimônia do Chá (que aliás, achara muito interessante, embora, soubesse que se tentasse fazer algo como aquilo acabaria quebrando tudo!) e depois aquela apresentação comovente...Tentando enxugar os olhos de maneira discreta para que ninguém percebesse e destruísse sua reputação de durona, a guardiã foi até Tohru cumprimentá-la também e falou baixinho em seu ouvido, para que somente a jovem Kuran ouvisse.
-Tohru...Você vai ter que me contar...Por que está se despedindo?!




"Eles vêm primeiro."


Última edição por Rose Hathaway em Qui 28 Jan 2016 - 23:46, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dark_Rose
B
B


Feminino
Char RPG : Rose Valentine (PB)
Lara Kapetine (Hunter)
Humor : Incompreesível
Localização : Inglaterra
Posts: : 663
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Qui 28 Jan 2016 - 15:59




Ela dá um leve sorriso quando Loran fala da sessão de chá a dois.
 
- Irei adorar.
 
Ela fica um pouco sem jeito quando é anunciada a virada do dia, nunca havia dado “feliz natal” para alguém.  Então apenas se reservou a retribuir a frase para quem lhe dirigia a palavra.
Seu rosto dá uma leve corada quando Loran beija sua testa. Apesar de não ter respondido a ele, ele sabe que aquela expressão que fazia era uma retribuição do sentimento.
 
Ela fica admirada com a variedade de alimentos na mesa, e um pouco aliviada por ter comida ocidental. Apesar de gostar da variedade japonesa ainda preferia comer o tradicional ocidental.
 

Rose não comenta sobre o discurso de Rocco apesar de ainda não concordar a convivência com humanos, apenas atura por causa de Loran. Longe dele ela sempre volta a ser a vampira cruel de sempre. 


Lara Kapetine
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dimitri Belikov
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!


Char RPG : Dimitri Belikov (Vampire C | Guardião)
Christian Ozera (Vampire B | Night Class | NPC)
Posts: : 46
Inscrição : 18/11/2015

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Qui 28 Jan 2016 - 16:10



LOgo vi que Loran já descia para a sala, e todos eramos chamados para uma tradicional cerimonia do chá onde, eu tinha que ir, respeitosamente seguindo os anfitriões. Fomos para o local indicados onde seria realizado a tal cerimonia, via cada um das mudanças em silencio, vendo o que eles estavam fazendo. Vi que minha Roza estava concentrada e nada falei, Vasilisa a mesma coisa. Quando terminou a cerimonia, apenas fiz uma leve reverencia para Shizumi, e saimos do local.

Voltamos a sala de esta na qual estavamos, e como sempre olhava para ambas as garotas, que pareciam esta concentrada em algo. Foi quando Tohru canto uma musica linda, e bem forte. Ela foi muito bem, tinha uma bela voz, um tom unico, foi então que fomos convidados para a sala de jantar, onde uma farta refeição de natal nos aguardava, eu apenas observava e olhava para Vasilisa e para minha Roza, no qual aproximei de Vasilisa olhando para a mesma.

- Princesa, o presente para o senhor Kuran e sua noiva. - falei calmamente para Vasilisa que deve ter quase se esquecido disso. 

Olhava para as pessoas em volta, e somente dava um gesto cortes com a cabeça, esperaria qualquer ação de Vasilisa ou de minha Roza para agir.


Dimitri Belikov | 24 anos | Vampire C | Guardian
(*) Christian Ozera (Vampire B | Night Class | NPC)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vasilisa Dragomir
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!


Feminino
Char RPG : Vasilisa Dragomir (Vampire B | Realeza | Night Class)
Tatiana Marina Ivashkov (Ancião / Queen USA / NPC)
Humor : Alegre / Esnobe
Localização : Academia Cross
Posts: : 24
Inscrição : 25/12/2015

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Qui 28 Jan 2016 - 16:27


Ela estava encantada com a conversa que estava tendo com as garotas, quando foi convidada para uma cerimonia do chá, achou isso maravilhoso, só faltou dar pulinhos de alegria, mas não fez isso, tinha aprendido a se comporta melhor durante aqueles dias. Sorrindo para Rose e Tohru que estava maravilhosa com aquele Kimono, elas estão foram para o local que seria realizado a cerimonia do chá. Depois de todo quele esquema e todo aquele comportamento, ela ficou com dormência na perna, mas nada falou.


Logo foram para a Sala de esta novamente, onde ela pode ouvir a voz belíssima de Tohru, no qual dessa emocionada com a musica, deixou algumas lagrimas caírem, enxugando discretamente ela. Dando um sorriso para Rose e para Tohru, ela estava feliz naquele dia. Quando percebeu sua gafi e quase teve um ataque na hora, Loran e a outra Rose tinham entrado na sala, e ela nem os cumprimentou, que falta de educação a dela. Dando um sorriso, antes de ir para perto deles, ouvi Dimitri falar com ela, foi ai que se tocou completamente, o que daria uma boa desculpa também. 


Ela então pegou os dois presentes que estavam na sacola, dois tamanhos maiores daquela caixa de chocolate que tinha dado a todos quando trouxe para dentro de casa, e na maior cara de pau, indo calmamente ate o casal. 


- Boa Noite e Feliz Natal. - falou ela com um sorriso, e logo entregando para cada uma das sacolas que estava em sua mão. - Uma pequena lembrança desse natal para vocês. - falou ela ainda sorrindo, e olhando para os dois. 


Ela então sorria para todos na sala, ela estava feliz, depois de dia tão chatos, ela tinha que esta feliz não é? Pelo menos ela isso que queria queria pensar. Estava ao lado de sua melhor amiga, estava com seu carrancudo guardião, tinha conhecido melhor uma nova amiga, e tinha sido apresentado a novo conhecidos, então ela podia falar que estava um pouco feliz ou muito feliz.


Vasilisa Sabina Rhea Dragomir | 17 anos | Vampire B
Realeza "Princesa" | Night Class
(*) Tatiana Marina Ivashkov (Ancião / Queen USA / NPC)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tohru Kuran
B
B


Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 705
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Sex 29 Jan 2016 - 0:47

Tohru levou ainda alguns segundos para se recuperar da emoção daquela verdadeira catarse em forma de canção. Piscando várias vezes, sorriu, corando e agradeceu ao elogio de Liriel e aos aplausos e cumprimentos dos demais.
Logo depois começaram os cumprimentos e felicitações de Feliz Natal. Tohru retribuiu sinceramente aos votos de todos, sorrindo com doçura. Para Rose, pediu discrição e disse que depois conversariam. Ficou, então, observando com uma certa inveja aos votos ternos de Feliz Natal dos casais presentes. Com um suspiro, se afastou um pouco e olhando pro céu, desejou ao seu amado Marshall.
"Merīkurisumasu, Anata...Watashi wa eien ni anata o aishi...Gomennassai..."
Então, todos foram para a sala de jantar e apreciaram à contento aquele lauto banquete. Tohru comeu pouco, mas procurou sorrir e conversar com Rose e Lissa e todos que se dirigiam a ela. Viu que seu tio a observava,ocasionalmente, parecendo intrigado. Não conseguiu lhe retribuir aos olhares, baixando os olhos. O momento da difícil conversa se aproximava. Paciente e temerosa de magoar a quem tanto a ajudara e a quem já amava, além de tudo, por ser idêntico a seu pai, ela aguardava o final do jantar...


"-Você é carne ou espírito?
 -Eu sou tristeza."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Ter 2 Fev 2016 - 21:17

O jantar correu tranquilamente e assim que todos estavam satisfeitos foram convidados a irem a sala principal, Rocco e Shimizu estava alegres pela pequena comemoração e sabiam que era hora de distribuir os presentes.

Liriel foi até a árvore e pegou o dela para entregar a Axel e ambos sentados perto da janela conversavam e trocaram seus presentes.

+ Loran +

Citação :
- Boa Noite e Feliz Natal. - falou ela com um sorriso, e logo entregando para cada uma das sacolas que estava em sua mão. - Uma pequena lembrança desse natal para vocês. - falou ela ainda sorrindo, e olhando para os dois.

Ele sorriu a princesa e aceitou os cumprimentos retribuindo a ela.

_Foi uma honra que nos acompanhou nesse dia princesa Lissa, posso lhe chamar assim? Ouvi a Rosemary falar tanto de você que tomei a liberdade. Espero que tenha gostado da noite com humanos.

Loran pegou Rose pelo braço e foram a varanda da casa, olhou sua amada e afagou seus cabelos beijando os lábios dela com carinho.

_Espero que goste, queria algo raro e especial para representar o que sinto, aqui está.

Ele lhe entregou uma caixa retangular de veludo negro, quando ela abriu havia um belo colar com uma pedra negra no centro em forma de coração.

Caixa de Veludo Negro :
 

_Diamante Negro, uma pedra rara e bela igual a você, preciosa e bela. -Sorriu meio apaixonado olhando para aqueles olhos verdes de sua tenshi.

Olhou para a hora e lembrou que precisava conversar com Axel, mas a Tohru queria lhe falar algo, a principio não deu muita importância mas depois daquela canção ficou preocupado.

_Tenshi, nao se importa que eu lhe deixe um pouco a sós, Tohru queria conversar comigo, tudo bem?

Ele se afastou dela, após lhe dá um beijo na testa e foi procurar a jovem kuran quando chegou na sala avistou e fez um gesto para que o seguisse e assim ambos foram até uma saleta perto do jardim.

_Bom, agora podemos conversar, o que tem para me dizer?

Olhava a vampira um tanto preocupado, mas demonstrava carinho para ela com olhar.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B


Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 705
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Qua 3 Fev 2016 - 2:38

Tohru o seguiu em silêncio até a saleta. afinal, o momento chegara. Seu coração doeu ao contemplar o olhar doce e preocupado, com que ele a olhava, esperando pelo que ela tinha a dizer. Ela estava se odiando porque sabia que iria magoá-lo.
- Oji-Sama...Anata wa... Gomen...- ela se emocionou, procurando as palavras certas, mas não as encontrava.Já ensaiara tantas vezes aquele momento, mas sabia que nunca estaria realmente preparada, nada do que dissesse tornaria aquilo mais fácil...- Oji-Sama parece tanto com meu Oto-san...Gostaria que o tivesse conhecido...Antes que eu fale o que preciso e que provavelmente me farão cair em desgraça perante o senhor que tanto em ajudou e cuidou, gostaria que ficasse com isso...- Inspirou profundamente, fechando os olhos e procurando alguma coisa dentro do corpete do vestido.Um broche de ouro e rubis em formato de uma rosa estilizada, o símbolo da família Kuran.- Foi do meu pai...Meu querido Oto- San...
Entregou-lhe também um pequeno caderno de capa de couro antiga, escuro.
- Esse é o diário particular do meu pai... Achei que gostaria de saber mais sobre seu irmão mais velho...Aqui conta como ele foi criado pelo Conselho, que fez seus pais pensarem que havia nascido morto...Como ele escapou deles para se tornar um artista famoso, como conheceu minha mãe e formou familia contra todos os tabus de pureza...Suas pesquisas sobre a reversão dos levels E... Esses são meus presentes para você, Loran-oji-Sama...Não presentes de Natal, mas... de despedida... e agradecimento por todo o carinho e desvelo com que me tratou...
A jovem, as lágrimas escorrendo, silenciosas, abaixou a cabeça por um instante. Chegara a hora. Enxugando os olhos e inspirando profundamente, continuou.
-Oji-sama, eu sinto muito, mas estou de partida...Estou indo para a Romênia...Os Yuriev estão com meu pequeno Katsuya e...Yan, ele... ele... Ele quer que eu vá até lá para vê-lo e...tratar os detalhes do nosso...casamento.
Sabia que aquilo cairia como uma bomba sobre Loran e teve medo de encará-lo, continuando sua explicação, de cabeça baixa.
- Segundo a carta que ele me mandou, alguns inimigos dele queriam ferir meu bebê porque sabia que eu era importante pra ele e Yuriev o resgatou e o está...mantendo em segurança...Eu sei que disse coisas terríveis dele, mas,na verdade eu nunca pude provar e ...e ele foi muito gentil comigo durante o período em que se tornou meu tutor, quando estávamos na Cross de Whistler, na ocasião em Kaname..., o ancestral Kuran começou a perseguir os Sangues-Puros... Mas ele quis ser mais que meu tutor e eu disse não porque Marshall e eu já haviamos nos casado e nosso filho havia nascido pouco tempo antes. Agora ele soube que meu marido está morto...Acredito que através daquele jovem que me ajudou... 
Ela fez outra pausa, corando, intensamente, em contraste com a extrema palidez que apresentava até agora.
-W-Watashi...Eu continuo amando Marshall...E sei que o amarei por toda a minha vida e além...Mas não posso negar que ...tenho sentimentos muito fortes por Yuriev-san...E ele ofereceu apoiá-lo numa possível disputa pela soberania entre nosso povo...


"-Você é carne ou espírito?
 -Eu sou tristeza."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dark_Rose
B
B


Feminino
Char RPG : Rose Valentine (PB)
Lara Kapetine (Hunter)
Humor : Incompreesível
Localização : Inglaterra
Posts: : 663
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Qua 3 Fev 2016 - 16:20




Enquanto estava com Loran ouve a voz de Vasilia dirigindo a palavra para ambos. Ela aceita o presente agradecendo.
 
- Obrigada, realmente não precisava ter se dado ao trabalho. – Dizia com cortesia.
 
Em seguida sente ser puxada por Loran pelo braço, ela se deixa ser levada até a varanda por ele sem entender muito do que estava acontecendo.
Seu rosto cora suavemente enquanto ele afagava seu cabelo e a beijando em seguida, que foi prontamente correspondido.
 
Em seguida, quando ele lhe entrega a caixa de veludo ela mantém o corado seu olhar se mantinha firme nele, não pronunciava qualquer palavra, ela pega a caixa com as duas mãos antes de abrir, seus polegares acariciavam o veludo da caixa. Estava surpresa por aquilo. Não imaginava que iria ganhar alguma coisa dele naquela noite. Então ela abre a caixa revelando o conteúdo.
 
Ela encarava o colar ouvindo-o comparar o diamante a ela. Em seguida olha para ele, corada, dando um belo sorriso.
 
- Obrigada, é muito lindo. Adorei.
 
Depois acena com a cabeça quando ele fala sobre conversar com Torhu.
Enquanto isso fica algum tempo admirando seu belo presente. Então se lembra que havia comprado algo para ele, mas queria dar mais tarde, quando eles estivessem sozinhos.


Lara Kapetine
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Qui 4 Fev 2016 - 17:16



+ Loran +



Momentos antes com Rose...

Olhou-a de relance e notou que ela suspirou, virou e voltou dando um beijo intenso e apaixonado nela.

_Já volto será rápido.- Sai a deixando

Logo após com Tohru...


Ele olhou aquele objeto com um leve sorriso gentil nos lábios e um tanto surpreso quando ela deu o diário de seu pai, ou seja seu irmão.

_Tohru-chan fico agradecido pelos presentes, mas esse diário é um pouco demais pra mim, é algo pessoal e seu. -Olhou aquele diário e estendeu para devolver, mas notou o ar dela triste e voltou a se preocupar. _Eu posso ser um tanto agitado e até um pouco diferente de um sangue puro, mas notei que a sua canção tinha algo a mais para dizer.

Ele ficou calado por um momento esperando o que ela tinha para dizer, por fim soltou a bomba e conforme as palavras dela iam chegando a sua expressão gentil começou a mudar, sua face sumira o sorriso e os lábios se comprimiram ficando tenso a cada palavra da jovem sobrinha.

Os olhos começaram a assumir um tom mais frio e por mais que quisesse falar, algo fizera se calar somente a ouvindo, quando a jovem parou de dizer tais palavras , ele deu um passo para trás se afastando dela, sua aura se tornou pesada e o ambiente mais frio, não era um frio comum de inverno e sim aquele calafrio que poderia gelar a alma. Sua vontade era de mata-la, sim algo dizia: Mate-a! Antes que se torne um problema maior.Suspirou e seus olhos fixos nela, pareciam analisar a situação, por fim foi até ela novamente, segurando seu ombro e aproximando dela tocou testa com testa.

_Sabe o que eu estou querendo fazer com você Tohru Kuran? - A voz era fria e sem emoção. _Matá-la! - Apertou o ombro dela com força e a jovem pode sentir como se congelasse naquela região, era a sensação de pequenas agulhas introduzindo na carne da pequena vampira.

Fechou os olhos tentando se controlar, soltou-a e afastou ainda de frente pra ela, olhava como a um ser inferior e fraco.

_O que me falou é verdade ou tem mais? Se me esconder algo irei descobrir, então melhor me contar. - Ele não conseguia acreditar nela, havia algo a mais, aquela historia toda estava muito mal contada. _Você sempre me disse para tomar cuidado com esse clã, falou de seu pai e o qua aconteceu e agora vem me dizer que ele salvou seu filho e que é gentil, realmente quer mesmo que eu acredite nisso?

Ele bufou muito irritado.

_Acha mesmo que sou tão idiota em acreditar nesse papo piegas com essa choradeira tentando me tratar como quem? Começa a me falar a verdade e posso pensar se te deixo ir ou mando-a para ele somente a cabeça em uma caixa de presente.

Ele não iria deixa ela ir sem saber o que estava acontecendo realmente.

Rolar dados :
 


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B


Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 705
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Qui 4 Fev 2016 - 23:48

Tohru se assustou ao sentir a aura pesada e fria de seu tio Loran, há poucos instantes tão gentil e plácido como seu pai sempre fora...Somente uma vez vira seu pai tão assustador: após se vingar dos lacaios do monstro que mandou matar sua mãe.
- Oji- Sama, Watashi...Itai!! Está  doendo!! - gritou quando ele apertou seu ombro com força, congelando-o.
Encarou os olhos implacáveis e frios de Loran, com medo.Sabia que ele falava sério. Não podia recuar, no entanto. E não iria.Se tivesse que morrer ali, naquele instante, ao menos não seria pelas mãos de Yuriev...
Engolindo em seco, Tohru inspirou profundamente e olhou pra ele, enquanto ele se afastava pra olhar pra ela e a intimava a dizer a verdade.Desta vez, o encarou sem medo, serena e doce, como sempre fora, mas firme e determinada com uma força que ela nunca julgara ter, mas que a fez lembrar da intrepidez de sua mãe humana.
- Ao contrário, de grande parte dos de nossa raça e também dos humanos, eu não sei mentir...mesmo quando criança fazia alguma travessura e tentava esconder, meus olhos sempre me traíam...Olhe pra mim, Oji-sama...Talvez haja coisas que eu não possa dizer porque eu mesma não sei...Realmente nunca pude provar nada de concreto contra Yan Yuriev...O que posso dizer é que houve momentos em que senti um medo terrível dele e outros em que ele foi tão gentil quanto era capaz de ser... e eu acreditei nessa gentileza, mas ainda assim, é verdade que ele me assusta, tanto quanto a maioria dos Sangues-Puros, os quais sempre me consideraram uma criatura inferior...ou um peão útil...Somente meu pai, meu Oto-San querido não me amedrontava...e Kaname-Sama e...Bem, até hoje...também o senhor...Mas eu não posso culpá-lo...
Ela tornou a inspirar, a voz vacilando um pouco, as lágrimas correndo quentes e sinceras. Não era teatro. Não estava tentando comovê-lo. Ele pediu a verdade. Ele teria a que ela poderia dar...
- O que eu sei e importa pra mim é que meu filho está lá e eu preciso ir buscá-lo. Não desejo me casar com ele, nem com ninguém mais! A minha ideia é ganhar tempo e salvar o meu bebê! Demo...Se...se não houver outra saída...Farei qualquer sacrifício para salvar meus filhos...Tudo que sobrou do meu Marshall...Já que o amor dele por mim era uma mentira...Mas eu o amava e sempre o amarei...Mesmo depois de descobrir que ele me traía com outras...Mesmo depois dele ter me acusado de ser a culpada pelo que ele se tornou, ele que era de uma importante família de hunters...Mesmo depois dele me acusar de ter sentimentos por Yuriev...- ela chorou ainda mais.- Eu não sei o que sinto...Ele exerce um estranho fascínio sobre mim, inexplicável até que eu tive um sonho que me esclareceu tudo...
Ela contou o sonho que teve, sobre uma vida passada, a maldição...explicou porque tinha certeza que não era somente um sonho. Então num gesto resignado e digno, se ajoelhou diante de Loran e prendeu os longos cabelos num coque, deixando o alvo pescoço à mostra. Os olhos, tristes, mas serenos agora, a expressão tranquila.
- A minha vida inteira eu me escondi, amedrontada, atrás dos outros, que sempre tiveram que me defender...Agora é a minha vez de encarar sozinha o meu destino...Pelo meu Ka-chan...Pela minha filha, que ainda não nasceu, mas sinto que é uma menina...E por mim mesma...Pode me matar, se quiser...Eu não me importo...Eu mesma tentei me matar após as acusações de Marshall, mas fui impedida...Talvez fosse interessante mesmo mandar minha cabeça de presente para Yuriev...Isso iria contrariá-lo muito, isso é certo...E a morte seria uma libertação pra mim, mas temporária porque minha alma retornaria mais uma vez a ele como vem acontecendo através dos séculos...Isso seria uma fuga, seria covardia e uma Kuran não é covarde...preciso encarar isso sozinha e tentar terminar com esse ciclo interminável de dor...Acredite em mim..Morreria antes de trai nossa família...Deixe-me ir, eu lhe imploro! Se não acredita em mim, pode me matar. Não o culparei. O senhor é o líder do clã e sua decisão é lei. A minha vida está em suas mãos.
Ela, então, suspirou e baixou a cabeça, encostando a testa no chão, em sinal de submissão, aguardando a decisão dele.


"-Você é carne ou espírito?
 -Eu sou tristeza."


Última edição por Tohru Kuran em Sex 5 Fev 2016 - 0:02, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Tohru Kuran
B
B


Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 705
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Qui 4 Fev 2016 - 23:54

rolar dados
Raciocínio + Manipulação + Lábia
Dificuldade 7
2 acertos


"-Você é carne ou espírito?
 -Eu sou tristeza."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Qui 4 Fev 2016 - 23:54

O membro 'Tohru Kuran' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

'D10' : 6, 1, 5, 5, 2, 5, 9, 10


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Dom 7 Fev 2016 - 0:52



+ Loran +


Ele ficou ali parado com a face inexpressiva apenas ouvindo a chorosa sobrinha falar, sabia que tinha algo mais, queria entender os fatos. Podia ter sido mesmo exagerado a sua reação, mas ele já estava por um fio de sua paciência e atuar certas atitudes já demonstrava que poderia sim perder a cabeça, sabia que tudo em si estava mudando e que muitos sofreriam com isso, afinal ele não era humano e seu sangue vampiro gritava cada dia mais alto dentro de si.

Ela tentava se explicar e para o puro ali em pé na sua frente era desanimador com podia ser tão fraca e manipulável, era óbvio que o sangue puro estava usando aquela vampira, se não, por que se unir com uma criatura fraca e que lhe daria descendentes fracos?

O sangue Kuran? Era duvidoso que fosse somente isso, ainda mais que nela o sangue não era tão forte, sendo uma mestiça tal coisa fica dificil de entender  e aonde entra a questão que ele somente podia entender, esse sangue puro quer uma forma de lhe atingir, usar uma criatura como a Tohru para isso era o meio que poderia conseguir.

As palavras dela só eram para ele argumentos furados, começou a falar de seu sonho que fora de vida passadas e de como ela era fraca e dependente de outros fazenda muitos sofrerem por sua causa, dos atos adúlteros de seu falecido marido e por fim que a vida dela estava nas mãos dele.

Loran grunhiu baixo e muito chateado ao ver que se permitisse que fosse algo ruim aconteceria, mas sua raiva ainda não passara e a forma como ela ficava se contradizendo sobre o tal puro ajudava ainda mais a ficar com seu pé atrás.

Quando ela parou de falar ele ficou em silêncio por um momento, momento os quais pareciam eternidade e por fim andou até ela, abaixou e tocou em seu ombro delicadamente.

_Sinto muito por você... Olhe para mim e me diga se é realmente justo o que pretende fazer?

Ele fez um gesto que levantasse.

_Levante-se e erga a cabeça, afinal você é uma Kuran.

Suspirou baixo e sentou-se perto da janela, cruzou as pernas e apoiou o cotovelo no batente da janela enquanto a mão apoiava o queixo, sua face ainda não suavizara para ela, mas o olhar frio mudará. Ele ficou vendo ela se levantar e continuou.

_Não irá morrer pelas minhas mãos Torhu-san, mas algo me diz que sua viagem é seu caminhar para isso. Acha mesmo que com essa sua postura conseguira mesmo sobrepujar um sangue puro? Se eu que somente toquei em seu ombro e nem liberei meu poder já fiz o suficiente para lhe deixar mal, imagina o que aquele clã faria com você? -Ele ainda olhava para ela quando colocou mais perguntar. _E tem mais, sangue puro pelo que sei ou pouco que entendi não juntaria sua linhagem com alguém de sangue fraco, a não ser que esteja me escondendo realmente algo Tohru-san.

Ele olhou pela janela, onde a neve começava a cair fina e uma brisa fria entrou dando o ar frio a qual ele gostava muito e lhe fazia bem a mente e corpo.

_ Se existe algo escondido eu descobrirei e se imaginar que você sabia disso e não me contou, ai sim se não morrer nas mãos dele irá morrer nas minhas mãos.

Ficou olhando sem lhe virar o rosto e voltou a falar com uma voz cálida apesar de firme.

_As coisas que me contou de seu passado irei pondera, agora se quer minha confiança e ajudar novamente terá que me convencer, porque realmente sua atitude incoerente em falar daquele puro é algo que dificilmente não consegue engolir. - estendeu a mão para fora da janela e a neve caiu sobre seus dedos, clara e límpida que ao entrar em contato com ele tomou o tom escuro como a sombra. _Você irá até Romênia e não quero saber como, mas irá me manter informado de tudo, enfim quero saber de todos os seus passos naquele lugar por menores que sejam, irá me fala, esse é o mínimo que tem que fazer para, dependendo do que seja, eu possa pensar em voltar a confiar em você.

Ele virou o olhar a ela esperando sua resposta.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B


Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 705
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Dom 7 Fev 2016 - 9:48


Tohru se levantou, cautelosa, olhando pra ele e se aprumou, conforme ele ordenava.
-Não, não é justo...Sei que estou pedindo demais e que é loucura...Por isso quero que o diário de meu pai fique com o senhor...Há coisas nele que não devem cair em mãos erradas...- suspirou.- Posso parecer contraditória...porque assim são meus sentimentos em relação a ele...E me envergonho por isso...Não estou escondendo mais nada. Sei que sou fraca e o que quero fazer pode parecer insano e suicídio, demo...Bem, talvez possa entender quando for pai...
Tohru suspirou e continuou, franzindo a testa, legitimamente intrigada.
- Também não entendo porque ele me quer tanto...Afinal, ele tem uma irmã e todos sabem que estão prometidos um ao outro...Há rumores até de que ela já espera um herdeiro dele. Não sei se é verdade...Mas pode ter a ver com meu sangue sim, afinal, mesmo eu sendo mestiça. Um filho nosso teria legitimidade Kuran...Mas ainda assim é estranho...Nem sei se, na verdade, meu  corpo suportaria...O parto de Katsuya já não foi nada fácil...Ele nasceu prematuro e eu quase morri...
Concordou com a cabeça quando ele falou sobre ela passar informações.
-Se eles querem mesmo manter boas relações com o senhor ou manter as aparências disso, devem permitir que eu entre em contato, até para que saiba que estou viva e bem...Então, pretendo fazer isso, embora ainda não saiba bem como...Talvez alguma espécie de código, quem sabe...Farei o que estiver ao meu alcance, Oji-Sama...Me dói muito ter perdido sua confiança e ver essa expressão ao olhar pra mim...- concluiu, sincera.


"-Você é carne ou espírito?
 -Eu sou tristeza."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Qui 11 Fev 2016 - 18:45

+ Loran +



Ele ouviu-a, sabia que ela esforçava-se para fazer ele acreditar nela, mas tinha suas dúvidas, afinal ela por mais que fosse uma level inferior ainda tinha o sangue Kuran correndo nas veias e o interesse desse sangue puro nela provavelmente tivesse haver com isso.

_Tohru-san, eu espero mesmo que cumpra com sua palavra e me deixe ciente dos seus passos junto a esse puro e seu clã, agora pode ir, e por favor não me decepcione mais. - Ao terminar de falar notou que ela parecia querer dizer algo mais, ficou olhando-a esperando._ Algo mais para me falar?


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Tohru Kuran
B
B


Feminino
Char RPG : Tohru Kuran
Humor : otimista
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 705
Inscrição : 11/04/2009

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Qui 11 Fev 2016 - 19:56


Tohru suspirou e muito séria, concordou.
-Hai, Oji-Sama...Onegai, fique com o diário. Meu pai muitas vezes se refere ao senhor, portanto, ele também lhe pertence. Além disso, eu peço que dê seu apoio a Alfonso-sensei e a diretora Melany. Como eu disse, meu pai pesquisava a reversão da conversão de humanos em vampiros, bem como Kaname-Sama, o Ancestral. Oto-San queria que a pesquisa dele fosse concluida, por isso procurei a ajuda deles, ainda mais depois daquele triste incidente no laboratório...Não vou poder ajudá-los pessoalmente agora, então...É tarde demais para meu Marshall mas espero que sensei e outros tenham uma chance. Deixo uma amostra do meu sangue também, caso ele precise para as pesquisas
-  tornou a pegar o diário de seu pai e entregar para Loran, junto com um frasco com um líquido vermelho-escuro.
-Saionara, Oji-Sama...
Com uma profunda reverência, ela se despediu. Partiria na manhã seguinte rumo a Sapporo para pegar o avião para Bucarest. Antes de sair olhou longamente para o tio com olhar terno, independente da frieza dele, curvou-se mais uma vez e retirou-se da saleta, rumo ao seu quarto.


"-Você é carne ou espírito?
 -Eu sou tristeza."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Sex 12 Fev 2016 - 11:16

+ Loran +



Ele olhou aquele diário e o pegou, curiosamente a informação que ela lhe dera foi algo que ele considerou interessante, procuraria o sensei e a diretora assim que retornasse a cidade. Curva-se a ela vendo-a se despedir, sentiu que poderia ter sido mais razoável, mas não tinha arrependimento da forma que levou aquela situação. Talvez a jovem Kuran entendesse que existiam vampiros que não seriam tão complacentes com ela como ele foi.

_Sensei Valentine, deixei esperando muito tempo?

Axel apareceu na porta olhando Loran um tanto sério, mas a expressão não era de quem julgava e sim de curiosidade aquela atitude.

_Peço desculpas Loran-sama, cheguei um pouco antes e ouvi parte da conversa.

_Não se preocupe quanto a isso, sabia que havia chego. -Loran abriu aquele diário e leu algumas páginas e depois fechou. _Eu sabia que estava próximo, vejam como são as coisas essa minha sobrinha é mais velha que eu e chega a ser penoso ver como é tão ingênua.

Axel se aproximou e ficou olhando-o ali sentado perto da janela.

_Talvez certas situações não podemos evitar, será que ela teve chance de escolha? E pelo que entendi o filho está com esse clã. _ Axel falava comc erta cautela, sentiu o poder de Loran naquela hora e realmente não gostara muito da sensação que teve.

_Desculpas somente, eu duvido muito que esse sangue puro tenha alguma boa intenção, ainda mais com ela, mas por enquanto pretendo usá-la para obter informações desse clã.

_Esta certo, será que ainda tem cabeça para o que descobri sobre a tríade? - Ele poderia esperar, talvez o que tivesse para revelar não era algo que o jovem Kuran fosse realmente gostar.

_E há algum "melhor" momento para saber de algo? Esses vampiros querem minha morte preciso saber disso o mais rápido possível sobre eles.

_Está certo, bom, Ulthred Valentine meu tio viveu uma pequena parte desse período em que eles caminhavam sobre a terra, ele ajudou-me nas pesquisas, há muita coisa com associação, mas não é fácil de ser acessado por nós, o que Ulthred me contou e o que achamos relata que eles promoveram as maiores desgraças entre os humanos durante a história deles.

Loran franziu a testa.

_ Algo do tipo seria em Roma alimentar mentalmente a loucura do Imperador Nero, incutir ideias na mente de Hitley, provocar guerras entre países pelo domínio de outra nações, ou seja são como "advogados do diabo" plantam discórdia e intrigas para que haja o caos. - Axel puxou uma cadeira que estava no canto naquela saleta sentou e continuou. _ Eles não são de encarar nada de frente, entre os vampiros conseguiam destruir clãs inteiros somente com os joguetes deles de intrigas, o intuito era ganhar mais força, pegar os mais vulneráveis e assim se tornarem mais fortes e purificarem o sangue, praticaram muitos fowlon.

_Eles querem querem minha morte.

_Eu entendi que é pela posição que ocupa, irão atrás da Yuuki Kuran, para eles o clã Kuran tem o poder mais puro por ser do primeiro vampiro, atualmente só existem os dois.

_Yuuki está muito bem protegida, nem eu sei aonde está passando seu período de gestação.

_É bom que ela esteja protegida. - Axel tinha certa apreensão nos olhos. _Loran, eu tenho verdadeira consideração por você, sempre me apoiou quanto a Liriel e o que eu puder para lhe ajudar será feito.

_Fico grato por isso, sei que não é uma batalha sua, mas ainda assim lhe agradeço.

_Eu acredito que no caso desses vampiros, realmente deveria fortalecer, posso lhe ajudar com treinamento, eu sinto que mudou algo em você, posso sentir o mesmo poder que tenho e está crescendo de tal forma que me preocupo se conseguirá conter e controlar.

_Estou bem sensei Valentine, aos poucos estou me adaptando agradeço muito pela ajuda.

Axel se levantou e olhou-o por um momento, Loran tinha algo realmente diferente do que quando ele o conhecera, parecia que algo havia se partido dentro dele e estava preste a transbordar, só não sabia se isso seria bom ou ruim.

_Bom vou lhe enviar o restante das pesquisas sobre a tríade para seu email.

_Obrigado. - Loran ainda olhava a noite pela janela.

_Loran-sama mais uma coisa, pelo que meu tio contou um dos membros da tríade havia se rebelado contra os outros dois.

Loran virou o rosto para ele surpreso.

_Como?

_Ele não sabe dizer se isso é verídico mas quando era criança a família Valentine se deparou com eles, não ouve confronto mas havia alguns relatos de brigas entres o trio e que um deles se afastou dos outros.

_Isso pode ser algo interessante de se descobrir.

_Claro... Continuarei pesquisando, mas eu precisaria de mais informações e pelo que entendi tem alguns registros na associação.

_Duvido muito que Kiryuu iria me deixar entrar no acervo da associação para ler esses registros.

Axel concorda com ele nesse ponto.

_ Talvez sua irmã consiga, já que é hunter certo?

_Eu verei com ela e meus pais, segundo Rocco pediu a família da Itália para lhe enviar informações dos registros internos que tem sobre os vampiros.

_Vamos conseguir Loran e resolver de vez essa situação. - Axel vai até a porta e se curva. _Vou deitar já vai amanhecer seria melhor que fizesse o mesmo

_Arigato sensei, claro até porque sua irmã já deve esta chateada comigo pela demora, falei que seria rápido e a deixei lá no quarto esperando. - Deu um leve sorriso e se levantou para ir ao quarto.

Ambos atravessaram a sala e tomaram o rumo de seus quartos respectivamente. Loran chegou no quarto e bateu na porta, esperou um pouco pela permissão de entrar.

_Tenshi?! Posso entrar?


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Dark_Rose
B
B


Feminino
Char RPG : Rose Valentine (PB)
Lara Kapetine (Hunter)
Humor : Incompreesível
Localização : Inglaterra
Posts: : 663
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Sex 12 Fev 2016 - 13:09




Rose estava no quarto há algum tempo antes de Loran bater, tinha resolvido pegar a caixinha que continha o presente que havia escolhido para ele, nunca foi de dar presentes, mas como sabia que ele gostava dessas datas festivas e sabia que essa época do ano era marcada pelos presentes, queria que ele tivesse uma boa lembrança, não que ela ligasse muito para isso, pessoalmente.
 
Ela havia aberto a mala para pegar a caixinha, não era grande, era um pouco maior que a palma da mão, mas era um pouco alta, era coberta por um couro marrom fosco.
Enquanto seu noivo não chegava, ela se manteve sentada na cama inconscientemente alisando a caixinha se perguntando se foi uma boa ideia ter comprado aquilo. Era ruim em escolher presentes. Comparado ao colar que ganhara, e que estava usando, a lembrança que havia comprado para ele era bem simples. Teria que melhorar quando fosse aniversário dele.
 
Em seguida ouve a batida na porta com Loran perguntando se podia entrar, ela acha engraçado. Já estavam morando juntos desde que começaram as férias do colégio. Realmente não tinha lógica de ele bater.
 
- Claro que pode. – Ela diz alto o suficiente para ele ouvir.
 
Vendo-o entrar ela dá leves tapinhas na casa como que pede para sentar ao lado. Vendo-o obedecer ela continua:
 
- Sei que não é grande coisa, mas eu comprei algo para você... – Ela começa a corar levemente enquanto fala. – Não queria deixar o seu Natal passar em branco.
 
Então a vampira estende a caixa a ele.
 
Dentro da caixa havia uma pulseira masculina de couro preta com um dragão de prata que fazia, ao utilizar, com que ele percorresse o pulso.
 

Ela olhava receosa a ele querendo saber se ele havia gostado daquilo.

Presente:
 


Lara Kapetine
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Sex 12 Fev 2016 - 13:37

+ Loran +

Ele olhou-a quando sentou tinha um brilho ao ver que ela falava que havia comprado um presente.

_Nossa, que legal nunca imaginei você se preocupando com essas coisas, mas fico feliz por isso pela sua preocupação em me dar um presente.

Pegou a caixinha, gostou de cara do estilo e ao abrir sorriu mais largo.

_NOSSA ... muito legal, como sabia que gosto de dragões? Perfeito. - Tirou da caixa e colocou no  pulso direito, virou para ela e lhe deu um beijo suave. Ele tinha aquele sorriso bobo que sempre demonstrava para ela e que a muito tempo  não exibia diante de outros.

_Arigato...

Ficou olhando a pulseira e seu olhar se perdeu um pouco, a expressão era de cansaço.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Dark_Rose
B
B


Feminino
Char RPG : Rose Valentine (PB)
Lara Kapetine (Hunter)
Humor : Incompreesível
Localização : Inglaterra
Posts: : 663
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Sex 12 Fev 2016 - 14:39


Ela fica um pouco aliviada quando vê a sorriso bobo dele quando vê o presente.
 
- Acho que são poucas pessoas que não gostam de dragões. – Ela diz soltando uma leve risada.
 
Aquele Loran animado e sorridente era o que ela mais gostava de ver. A felicidade dele era a sua felicidade, então ela lutaria para animá-lo, mesmo não sendo muito boa nisso.
Mas logo em seguida o vê mudando a expressão enquanto olhava a pulseira. Poderia ser a conversa que ele teve com a Tohru? Ou os milhares de outros problemas que andam o perseguindo?
 

- Aconteceu alguma coisa? – Ela pergunta com uma voz calma e confortável para ele.


Lara Kapetine
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Sex 12 Fev 2016 - 15:23

+ Loran +

Ele suspirou baixo, passou a mão no cabelo e olhou-a.

_Hoje é um dia de festa, deixamos problemas de lado pelo menos agora, tudo bem? - Ele precisava de um tempo sem ouvir falar de nada daquele mundo e seus problemas. _ Vou tirar essa roupa, vestir algo mais confortável. - Levantou e foi ate o banheiro, tomou um banho e trocou a roupa, saiu de lá vestido em uma calça de moletom preto com uma blusa de manga longa também preta, deitou na cama e esperou por ela. _ Já vai amanhecer, logo mais a noite teremos que pegar o avião, vamos descansar.

Quando a noite cai...

Rocco e Shimizu estavam na sala principal quando todos estavam se despedindo. Axel ainda ficaria na residencia junto com Liriel, esperariam a volta das aulas e ele confirmara com a diretora que assumira novamente o cargo de professor na academia. A princesa Dragomir e seus dois guardiões já haviam partido e somente restara Loran e Rose.

Loran entregou a um empregado as malas dele e Rose e foi se despedir de seus pais.

_Bom já estou indo, agradeço por tudo, foi uma noite muito perfeita.

_Nós que agradecemos a vinda de vocês. - Shimizu olhava Loran com carinho.

_Loran, estaremos indo para a cidade após o ano novo. - Rocco informava. _Já providenciei o que me pediu, os hunters que farão a segurança já foram enviados para Ambarantis.

_Obrigado, fico feliz que está me ajudando.

_Acredite não considero como "eles" sei quem eu criei e eduquei, espero que algo de nossa família tenha sido de alguma valia para você.

_Sim o que aprendi com todos os Kristans foi de grande importância, aguardo-os após o ano novo. - Curva-se a ambos e espera por Rose se despedir deles.

Pouco depois já embarcados no jato fretado voando para Ambarantis, Loran conta a ela o que ocorreu com a sobrinha.

_ Tohru resolveu se unir a outro clã, aquele clã que segundo ela era para eu temer e que haviam supostamente levado o filho dela. - Ele segurava a mão dela entrelaçando os dedos. _Isso me irritou profundamente, senti uma traição da parte dela. _ Suspirou e através da mão dele, a jovem noiva pode sentir uma oscilação de poder das sombras e o frio, mas ele se controlou. _ Ela alegou que não sabe o motivo, que está confusa uma lamuriarão sem fim que só pude pensar na incorreria de suas palavras.

Loran tinha uma certa tensão e estava receoso sobre isso.

_Disse que irão se casar, ela e o tal senhor Yan Yuriev e que ele havia "salvo" o filho. Achei a história muito contraditória, então ela me contou que teve um sonho e nesse sonho via a relação dela com Marshall e Yuriev, claro com outras vidas e que teve um fim trágico. - Loran olhou Rose e sua mente parecia entender o que ela estaria pensando. _ Eu pensei o mesmo que está pensando agora, somente de olhar para sua expressão pude entender, sim eu tentei matá-la.

Virou o olhar e encostou a cabeça no encosto da poltrona.

_Ela só não morreu porque sentir a presença de seu irmão. - ele estava sentindo certa amargura naquele ato. _Eu senti tanta raiva que foi muito, mas por muito pouco que não a matei, entende agora porque não quis te falar ontem a noite? - virou o rosto para ela. _Eu sinto que essa viagem dela será o caminho para ruína provavelmente a dela, mas que poderá repercutir na família Kuran.

Fechou os olhos e soltou o ar que ficara contido no peito por tão tenso que estava.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Dark_Rose
B
B


Feminino
Char RPG : Rose Valentine (PB)
Lara Kapetine (Hunter)
Humor : Incompreesível
Localização : Inglaterra
Posts: : 663
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Sex 12 Fev 2016 - 16:00


Naquela noite vendo que ele realmente não queria tocar no assunto ela deixou passar e se deitou com ele se aninhando em seus braços.
 
Já no avião ele resolve se abrir, ela ouvia atentamente o que ele dizia. Sentia a oscilação do poder dele, mas nada disse, deixou para ver o que aconteceria.
A parte que ele diz que Tohru fala sobre o tal Yuriev e sobre salvar o filho e vidas passadas a deixou confusa, ele rapta o filho e está salvando? Ele a obriga e ela resolve virar refém?
Realmente a trancafiaria em algum lugar, pois parecia que ela estava ficando louca. Mas antes que pudesse falar algo ele já responde arrancando as palavras da boca dela. É, ele a conhecia bem.
 
Então termina de ouvir o que ele tinha a dizer, se mantendo calada todo o tempo. Então finalmente responde:
 
- Sendo bem cruel agora. – Ela olha firme para ele, apesar de ela ser sempre carinhosa com ele, o sangue dos Valentines corre por suas veias, sua criação não permitia ser boazinha com que era fraco.
 
- Isso só se tornará um problema se você se importar com isso. Mesmo ela sendo uma Kuran, não é uma pura. O que a torna irrelevante para as outras famílias que prezam a pureza. Ela pode até mesmo ser considerada quase como uma bastarda.
 
- Na minha família havia classes mais baixas, mas eles eram simplesmente ignorados, e suas ações não influenciavam a matriz. No caso, você é a matriz.
 
Ela dá um leve suspiro, sabia que estava sendo dura e egoísta.
 

- Ela foi por vontade própria. Cabe a você decidir o que irá fazer quanto a isso.


Lara Kapetine
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: One-shot - Lembranças de Natal!   Hoje à(s) 11:08

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
One-shot - Lembranças de Natal!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» One-shot - Lembranças de Natal!
» [Pedido] Músicas de Natal
» Loja de Natal
» Update 6.5 + NATAL NO PBO COM DOUBLE POINTS & EVENTO DE POKEMONS NATALINOS !!!
» FAÇA ACONTECER || Feliz natal e Prospero Ano NOVO pra Todos o/

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Academia Cross RPG  :: Província Ambarantis :: World Places :: One-Shot RPG-
Ir para: