Academia Cross RPG
Bem Vindos!!

Aos visitantes e Novatos Na Academia Cross.

Leiam as Regras para participar do RPG.

Regras Gerais, orientações e Sistema do Jogo

Arigato pela Visita e volte Sempre!

Administração Equipe Cross



RPG Vampire Knight
 
Portal CrossInícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Residência Homam

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
AutorMensagem
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Residência Homam   Sab 12 Dez 2015 - 12:35

Relembrando a primeira mensagem :

Residência Homan

Lya havia tomado para si, toda a vida daqueles vampiros nobres ao usar para sua investida na Festa Crow, e fizera da residência seu refúgio, o filho dos Homan estava no lugar quando ela chegou e lhe fez de servo obrigando-o a ser seu lacaio através de sua imponência de sangue puro. Michael Homan estava esperando a chegada dela conforme havia orientado ele teria que prepara a casa para chegada de novos moradores e assim ele fez, deixando dois quartos de hospedes prontos para a chegada desses novos moradores.


Sala Principal


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda

AutorMensagem
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Dom 10 Abr 2016 - 15:11

+ Lya +


A vampira olhava para Will analisando seu porte, ele tinha mudado bastante naquele período, estava mais confiante e sua face já não apresentará para ela aquele medo inicial, mesmo ainda sentindo da parte dele certa inquietação em aproximar.

Pouco conhecia da história dele, resolverá sair aquela noite para conhecer aquele puro que antes era só um filhote de humano assustado, talvez ele se abrisse mais com ela. Girou o corpo na e caminhou até ele prendendo o cabelo no alto da cabeça enquanto terminava de se arrumar.

Passou a mão sobre as vestes dele ajeitando e deixando bem aliado, estava realmente impecável e com ar nobre. Perfeito um sangue puro perfeito. Willian era o seu passaporte para aquele mundo novo onde todos viviam sobre o regime monárquico a qual ela pretendia se infiltrar, nada melhor que colocar um dos seus nesse meio e conquistar posições e poderes. Será perfeito se ele conquistasse a confiança do Kuran, para isso iria fazer de seus costumeiros e claro um dos seus divertimentos, que era a intrigas e manipulações.

_Está perfeito meu pequeno e futuro Lorde Lutont, seu avô ficará orgulhoso de o quanto está se tornando um nobre Sangue puro.

Ela virou-se e foi até o clouset e pegou uma caixa redonda e alta colocou sobre a mesa de centro do quarto onde ambos dormiam juntos e abriu tirando de dentro uma peruca de cabelos negros, ajeitou e foi até o espelho.

_Falta só o toque final, Willian e sairemos para nossa primeira noite em um evento social. - Piscou seu olho claros para ele sorridente. _Não pretendo que me reconheçam, seria desagradável e isso atrapalharia nosso passeio. - Colocou a peruca, penteou-a ajeitando na cabeça e assim que teve certeza de está presa e bem arrumada virou para ele, deu um giro mostrando a roupa que usava. Estava de calça preta e blusa branca, calçava botas de cano alto e vestia sobretudo preto, tinha a mão Luvas pretas. _Então, será que assim me reconheceram?





Roupa de Lya:
 


Ouviram batidas suaves na porta e a voz feminina pedindo permissão para entrar, que foi logo atendido pela vampira albina. Rice entrou e se curvou cumprimentando ambos sangue puros com o punho sobre o peito em respeito, ela estava corada, pois ao ver a sua senhora tão bela suspirou baixo.

_Lya-sama... Willian -sama... esta tudo pronto o carro espera na porta.

_Grata Rice, estamos indo. -Estendeu o braço para Willian e o segurou se pondo ao lado dele com olhos azuis tão claros que quase eram brancos, eles brilhavam para o sangue puro. _Tem sido ótima serva Rice, trarei uma lembrança do festival para ti.

_Fico honrada Lya – sama. -Curva-se vendo-os saírem do quarto segue ambos.



Na sala principal, Michael estava separando alguns documentos da empresas de seu pai para assumir o cargo imobiliário da região quando viu os puros chegarem.

_Lya-sama... Willian-sama... - curva-se em respeito. _ Aproveitem o passeio.




Lya sorriu ao nobre e assentiu com a cabeça estava todo sorrisos aquela noite no festival prometia.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP


Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3598
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Seg 11 Abr 2016 - 22:57

O primeiro passo é saber o que querem de você para saber negociar, não tentar ir contra a corrente e sim ao seu favor para tentar muda-la sem esforço quando lhe for oportuno. Aquelas foram uma das frases de Murtagh durante uma de suas sessões de lição e, embora Will não a captasse completamente aqueles termos ou preferisse não acreditar, de alguma forma, como uma inexperiente bactéria perante os seres mais evoluídos que pareciam povoar aquele mundo próprio de “sua espécie”, ele estava disposto a segui-las. Pelo menos para que conseguisse sobreviver, por influencia de seu lado vampírico e das imagens de calabouços que ainda perturbavam sua mente. Tornando-o fraco, fraco como seu avô fizera questão de ressaltar na segunda lição, ou fora na terceira?

Nunca demonstre o que te aflige ou o que realmente sente, isso pode fortalecer seus inimigos. Aquelas palavras também se repetiam em seu cérebro, enquanto, fora de seu pseudoescudo recém formado, ele tentasse se manter composto e totalmente impecável, como estava escrito no manual de instruções daquele jogo. O que teria que jogar pelo resto de sua vida. O jogo protagonizado por Willian Fallneaves Lutont e não por Willian Dubbler ou seu sucessor Willian James Kluterz.

E com aquela expressão quase formal, ele encarava a vampira que ainda se arrumava, aguardando pacientemente, quase impecável como lhe era preconizado. Não havia medo ali, ou hesitação, embora internamente ainda pudessem restar-lhe traços desses sentimentos inexpressados. Muito menos havia timidez, que o fazia outrora desviar o olhar toda vez que a via se arrumar. Já havia se passado muito tempo desde que era o humano que não sabia de sua origem, e o tempo não podia recuar. Muito menos fazê-lo voltar em suas escolhas ou antigo eu.

Não que se sentisse mais tão incomodado pela presença de Lya, muito pelo contrário. Agora ela era quase natural, constante, como se sempre estivesse ali e, sua presença, suas lições e seu sangue, fossem bem vindos. Seria isso mais um traço daquele laço? Talvez. Não que tivesse dedicado muito tempo pensando naquilo.

Seus músculos não se moveram um centímetro daquela posição de sentido, não se afastando nem se aproximando quando ela lhe alinhou, sem reclamar. Afinal, qualquer coisa que ela pensasse ou planejasse que ele não conseguia prever, necessitava que estivesse em melhor forma. Aquelas lições de se comportar em sociedade não foram uma maneira de perder seu tempo, afinal.

-Apenas devo parecer digno para acompanha-la e não passar-lhe vergonha, Lya-sama. – Willian lhe respondeu de forma um tanto formal perante seu comentário, verificando seu reflexo novamente em meio a incerteza perante aquele tipo de coisa. Seu avô gostaria mesmo daquilo? Apesar de já ter melhorado, das outras vezes dissera que tinha que melhorar a postura e a elegância... Também havia algo sobre o jeito de andar correto, ele nunca fora muito acostumado a ser um aristocrata enquanto vivia junto ao casal de médicos que lhe pousaram de pais adotivos. Pelo contrário...

Enquanto ela estava afastada, seus olhos violetas se encararam, fazendo uma série de caretas para si mesmo como em uma análise leiga e distraída de postura e visual. Antes que voltassem a seriedade com sua reaproximação com a caixa. Uma peruca? Se questionou, se perguntando para si se aquilo serviria mesmo, forçando um pouco os olhos enquanto ela dava seu toque final, desfilando a sua frente.

Estava bela com aquelas roupas, isso tinha que admitir. Mas sempre achara isso, era uma sangue puro, todos eram belos daquela forma, não que uma roupa ou outra fizesse muita diferença, embora aquela peruca de certa forma destacasse mais os olhos azulados da albina, que não parecia mais tão albina assim. – Se não tiverem uma desconfiança prévia com certeza não. – Respondeu com a face calma, ouvindo as batidas na porta e se virando para lá, segurando o braço de Lya assim que ela lhe estendeu.

-Obrigado, Rice-san... – O loiro agradeceu, sorrindo para a humana de forma grata e educada, embora algo lhe dissesse que ela não gostava muito de si. Seria a forma com que ela olhava para Lya ou a sensação que sentia que a humana queria estar em seu lugar apesar das palavras de respeito? Talvez os dois, não que fosse se incomodar.

Ele poderia ter aprendido a perceber certas coisas, mas não tinha qualquer intenção de piorá-las. Talvez apenas mostrar para aquela humana e para o nobre que era adequado e agradável, nem um pouco de ameaça. E portanto, também acenou para o nobre desejando um bom dia formal, antes de sair da casa, sentando ao lado de Lya no banco traseiro do carro, em silencio por alguns segundos, olhando para a janela, antes de lembrar de algo importante.

- Então, se é um disfarce, como devo me dirigir a senhora no festival?


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Qua 27 Jul 2016 - 8:36

+Lya + 

Inverno terminou e com ele a vampira havia concluído uma parte de seus planos, agora que tinha dado passos para ter aliados era só questão de tempo para se desvencilhar de Magnus.

Infiltrou uma espião na associação e outro com Magnus para lhe informar das escavações, iria chegar em Dreizahl e tirá-lo de lá, não podia permitir que o controlasse assim como ela estava. 

Descobriu magias para livra-la desse laço devido ao seu despertar fora feito entre ela e o mafioso. No entanto descobrir que o sangue a mais usado era do vampiro que havia lhe tirado a humana de suas garras fora uma surpresa maravilhosamente tentadora. 

Andando pelo quarto naquele inciio de noite ela olhou Will acordar e setou ao seu lado afagando seus cabelos com um leve e dócil sorriso.

_ Willian tenho algumas novidades para lhe contar, mas antes precisa se alimentar esperarei se aprontar.

Deitou ao lado dele e sorriu baixo admirando seu prêmio, aquele vampiro era realização de um sonho para ela e agora tinha alguém ao seu lado que não abandonaria.



~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP


Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3598
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Qua 27 Jul 2016 - 9:29

As mudanças dos últimos meses realmente tinham mexido com a mente de Will. E aos poucos agora ele se esquecia dos laços e do tempo humano, concentrando-se em seu treinamento, em suas leituras e nova personalidade. Lya não lhe assustava mais, pelo contrário, sua presença era até agradável. E ele conseguia fechar os olhos tranquilos e relaxar enquanto dormia.

Seu progresso por outro lado era assustador em relação ao humano selado que era antes. Mas o que fazer se ele nunca fora realmente um humano? Além disso, não se podia dizer que aquela convivência lhe fosse desagradável, embora muitos pudessem referir como síndrome de Estocolmo.

Devagar seus olhos se abriram no início daquela noite, roxo escuros e em uma coloração tão singular, embora ainda meio singulares. E seu rosto não corou ou seu corpo vacilou ao olhá-la ali. Ele não tinha medo nem nada assim quando ela se aproximou, apenas calmaria.

E então suas presas se insinuaram em sua boca, enquanto sua garganta arranhava. Seus olhos mudaram para o rubro claro e, em um assentir mudo, ele apenas a mordeu em silêncio, embora de uma forma não tão gentil. Então sorvendo aquele sangue até que ela o fizesse se afastar.

E a olhando quase com curiosidade em seguida, ainda lambendo o sangue que ainda sujava seus lábios, ele a esperava falar...


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Qui 28 Jul 2016 - 3:18

+ Lya +

Afagava a nuca do seu vampiro enquanto ele se alimentava. Sua mente vagava naquele contato, estava sentindo algo que não conhecia e isso ao mesmo tempo que lhe dava prazer fazia sentir intrigada. 
Por muitas vezes se fragou olhando-o dormir e sentia até o peito ofegar com aquele a sua cama.
Quando ele limpou os lábios ficou olhando por um momento até notar o olhar dele curioso.

-Ah sim... As novidades... -Sorriu doce a ele, a vampira demônio ali sentada na cama de frente a ele não era a expressão do medo pelo contrário demonstrava uma suavidade Fora do comum .-Logo chegará a essa mansão um vampiro puro mais poderoso que já existiu. - Levantou da cama e ainda sorridente andou pelo quarto falando em trejeitos italiano. - O vampiro mais antigo do início da nossa existente Lord Dreizahl está preste a estar junto à nos e claro ele ficará nessa residência .

Parou de andar no meio do quarto e olhou-o .

-Não quero que se sinta intimidado, irei apresentá-lo como meu aprendiz rs

Lya parecia muito eufórica com a possibilidade daquele vampiro ancião está presente em sua residência .

-Willian mi amore será um grande dia para nós , ter Lord Dreizahl ao nosso lado nos fará um patamar mais elevado até que aquele maldito Kuran.

Foi até o loiro e sentou na cama engatinhando até ele tocou em seu rosto dando um beijo suave nos lábios.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP


Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3598
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Qui 28 Jul 2016 - 15:42

O vampiro loiro sentou na cama, quase com a curiosidade batendo em seus olhos purpurinos. Novidades? Por algum motivo em outro tempo ele teria receio de sua empolgação. Era Lya afinal e suas ideias não batiam muito bem com o sense comum, poderia chegar aquela conclusão. Mas diante de seu sangue vampírico a queimar forte em suas veias. Ele não conseguia pensar assim. Não, ele se sentia excitado por outros tipos de coisas antes condenáveis ao seu bom senso e talvez achasse as novidades interessantes por si só.... Quem sabe? Willian realmente tinha mudado, muito mais que qualquer coisa.

Vampiro poderoso? Sua mente se perguntou em duvida. Isso não era um assunto mais perigoso para ser tratado com tanta alegria. Quer dizer, ele não estava preparado para encarar alguém com o porte de Lya ou do avô, não ainda. E além disso, e se a loucura o abatesse como ouvira falar dos anciões mais antigos. Mesmo sendo amigo da vampira, ele teria mais chance de se voltar contra ela em um ataque de esquizofrenia. Ou pior, contra ele, se o visse como uma ameaça em potencial ao seu território.

Mas ao mesmo tempo, aquilo não era bom? Estar do lado do poder? Ter a si sobre sua proteção. É uma faca de dois gumes Willian, como contratar um mercenario. Lembrava de ter visto isso em um livro, embora por fim, mesmo dentro de sua dúvida, o puro se visse obrigado a abrir um sorriso.

-Ficarei honrado em conhecê-lo. - O loiro pronunciou por fim. Sabe mesmo se isso irá dar certo? Alguém magnífico que não possa controlar?

Se perguntou voltando da distração quando os lábios de Lya tocaram os seus, retribuindo o beijo no impulso com suavidade, embora sem o nervosismo de outrora.

- Mas se ele é tão poderoso e magnífico quanto diz, Lya-sama, isso não quer dizer que seria perigoso se... Por exemplo, algo o colocasse contra você?


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Qui 28 Jul 2016 - 16:24

+ Lya +

A vampira sentou sobre os joelhos e ficou atenta com seus olhos amarelos ao que o seu vampiro lhe perguntava, por um momento ela pensou calada, mas logo abriu novamente o sorriso feliz.

_Não se preocupe quanto a isso, Willian, nesse exato momento Dreizahl está em torpor, mas... - Levantou o dedo indicador _ Mas, se ele for acordado com o meu sangue não irá se virar contra mim, entendeu? - Ela aguçou os olhos a ele esperando mais perguntas, não achava aquilo estranho ou desrespeitoso da parte dele, até gostava daquele interesse e precaução.

Levantou e saltou graciosamente da cama e andou até seu Closet a busca de uma roupa para assim poder sair do quarto e instruir a sua espiã na associação.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP


Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3598
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Qui 28 Jul 2016 - 21:38

Tolice ou liberdade demais? Essa era uma pergunta pertinente que o humano que outrora faria se o visse ali fazendo aquelas questões a Lya. Mas a verdade é que a mulher não mais o assustava, e talvez a influência do sangue dela e do seu simplesmente o deixar pá biruta. De qualquer forma, por sorte, ela não pareceu se incomodar, respondendo prontamente.

Claro. Havia esse porém, mas porque ele ainda sentia receio? Seriam o receio de ter mais um olhar para lhe observar ou será que? Será que ele realmente não acreditava que um laço funcionária. Afinal, poderia dar certo quando algo era decididamente mais forte que você? Mas isso ele não perguntaria para não ofendê-la. Pelo contrário, ele apenas assentiu.

-Se é assim, Lya-sama, fico satisfeito que possa abandonar minhas preocupações... - Continuo não achando que seja muito efetivo. Pensou também se levantando de uma vez, e vestindo com rapidez suas roupas sem deixar qualquer amassado a mostra. Um verdadeiro puro sangue... Assim ele o parecia, e não precisava nem ao menos olhar para o espelho para confirmar. - E como chegaremos a esse vampiro em topor...?

Se ele é tão poderoso assim, não creio que acha-lo seja um interesse apenas nosso? Pensou enquanto fechava o último botão da camisa.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Sex 29 Jul 2016 - 2:04

+ Lya +

Ela terminou de se arrumar estava em um longo bem justo negro que destacava a palidez de sua pele e cor branca dos cabelos. 

Andou até ele ainda com seus olhos amarelos e sorriu.
Avaliou a postura e roupa do seu vampiro expressando o quanto ele estava bem e isso lhe agradava.

_Willian realmente pode se despreocupar tenho tudo sobre controle e logo Lord Dreizahl estará aqui e teremos nossa elevação como puros mandantes nessa cidade. -afastou abrindo a porta iria procurar Rice para instrui-la. - Vamos, tenho instruções a passar aos servos.
Saíram do quarto e pelo caminho até a sala de jantar onde havia o desejum preparado ela respondeu mais de seus questionamentos.

-Willian sei que possa ter seus receios e algo dar errado, estou pensando nessa questão é claro que tenho um plano de ação para algum erro.-Sorrir como se já matinasse algo. -Mas por enquanto prefiro que não saiba. 

Chegou a mesa do desejum sentando e mandou chamar Rice

-Magnus está fazendo o trabalho mais pesado, segundo minha cópia que está na boate encontraram o local onde está dormindo, ruínas de um cemitério abanado na Floresta . - serviu -se e Voltou o olhar a ele. -Infiltrarei e darei o sangue assim ele acordar trarei para cá . 
Continuou a comer um tanto satisfeita com o andamento de seus planos.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP


Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3598
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Sex 29 Jul 2016 - 15:53

++Willian++


A camisa escura caia muito bem em contraste com sua pele clara, e embora o jeans não fosse um deveras o mais adequado, ele casava bem com seu corpo, assim como seu cabelo loiro cuidadosamente arrumado. E Will não podia dizer que se sentiu satisfeito quando Lya sorriu em aprovação, embora as preocupações estivessem próximas demais para poderem serem esquecidas por sua mente.

Ou talvez com o tempo ele simplesmente se tornasse analista e descrente demais. Mas aquilo simplesmente não seria uma forma forte de autoproteção?

Pelos corredores ele a seguiu, cumprimentando os servos de Lya com a cabeça educadamente como todas as outras vezes. Claro que aquilo não os faria gostarem mais de si, mas nem por isso esquecia os seus bons modos silenciosos. Da mesma forma, com respeito, ele sentou na mesa junto com Lya, embora em nenhum momento tocasse em nada. O sangue da outra puro que tomava toda noite normalmente era o suficiente para que se sentisse satisfeito.

- Desculpe-me por isso Lya-sama, mas eu só acho o risco um pouco alto demais, quando se podem utilizar outras formas de ganhar soberania sobre essa cidade. Afinal, até laços de sangue podem apresentar falhas em certas circunstancias. – Principalmente contra vampiros poderosos – No entanto, confesso que no fundo isso possa se tratar apenas de uma paranoia provinda de uma mente que outrora fora humana.

Ele tentou sorrir mais tranquilo, acenando para a Hunter em sinal de cumprimento, antes de voltar a atenção para a vampira.

-Magnus... – Falou em voz baixa, aquele nome familiar. O falso aliado da demônio que de certa forma lhe causava desconforto quando mencionado. – Não acho que ele vá deixar de tão bom grado que faça isso... A não ser que conseguisse roubar o caixão antes que ele o fizesse ou distrai-lo por tempo suficiente.

O que também não lhe pareciam boas alternativas: Armar uma terceira guerra mundial.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Sab 30 Jul 2016 - 17:18

+ Lya + 


A vampira bebericava seu café quando ele começou a falar de as observações, de certo o que o vampiro recém desperto lhe falava tinha todo sentido, claro que não é tão fácil conseguir dominar um ancião como Dreizahl, além de tudo um vampiro mental e muito habilidoso até mais que em seus outros dons, com isso o tornava imune a laços de sangue, mas desperto pelo sangue daquele que o fizer poderá ganhar ao menos atenção do ancião.

- Entendo suas observações quanto a isso, realmente um laço com esse ancião não é algo que exista ou seja fácil de fazer, digamos que aquele que o acordar terá alguma ligação a ponto dele ao menos não querer matar. - virou os olhos já conhecendo o mal humor da criatura. - Dreizahl irá precisar de refúgio, uma atualização na era atual e uma coisa que ele é e isso posso lhe garantir, ele costuma ser benevolente aqueles que lhe servem com lealdade.

Nesse momento entra na sala a humana hunter Rice, que curva-se a ambos os puros e para ao lado de Lya com um olhar até brilhante a sua senhora. 


-Mandou-me chamar minha senhora?

Lya comeu um pedaço de bolo e olhou a humana.

-A reunião hunter foi marcada?

- Sim, recebi o e-mail com a convocação, hoje a noite.

-Ótimo, quero que obtenha o máximo de informações e se for o caso sonde, pergunte e anote tudo até o que possa parecer insignificante, não deixe de anotar.

_Claro minha senhora, anotar e tudo e trarei as informações até vós. - Curva-se e espera um pouco olhando-a até de forma desejosa.

Lya nota aquele olhar e estende a mão para ela afagando seu rosto.

-Se fizer tudo como se deve, lhe darei um agrado assim que retornar.

Abaixou a mão e voltou a beber de seu café. Rice sorriu feliz e pediu licença se retirando informando que iria chegar antes da reunião para começar as suas investigações.

- Willian, os humanos são seres tão fracos e de fácil manuseio que chego a rir de tamanha fragilidade. - Sorriu a ele – Infelizmente são somente gados no pastos prontos para o abate.

Voltou a olha-lo com certa seriedade.

-Magnus, realmente não permitiria que isso acontecesse, pretendo trocar o sangue que será dado a Dreizahl no seu ritual de desertar. - Sorriu consigo -Uma troca de bolsas de sangue, e voa lá, ele despertará com meu sangue.-Sorriu feliz com a ideia.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP


Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3598
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Dom 31 Jul 2016 - 17:27

Paranoia ou excesso de receio? Talvez tudo aquilo fosse apenas mais uma reação da cabeça do vampiro, mas sinceramente, ele não tinha uma boa sensação sobre aquilo tudo. Ou seria apenas fruto de alguma tolice lembrança da existência humana que continuava a atormentá-lo?

Ah... Que deixasse para trás essas preocupações deixadas pela fraqueza! Decidiu finalmente, esticando a mão e pegando algo que parecia um donnut de morango na mesa, experimentando quando a humana entrou. Não era a melhor coisa do mundo, pelo contrário, quanto mais ele ficava como vampiro mais os sabores de coisas como aquela pareciam sem graça perto de sangue fresco. Mas nada indicava também que fossem de todo o mal, por hora ainda continuavam saborosos, enquanto ele observava em silencio a conversa, tomando para si inclusive uma xicara e a enchendo com um cremoso cappuchino. Tomando um gole, assim que Rice havia saído.

-Acho que isso apenas como são moldados, Lya-sama... Humanos conseguem se impressionar fácil com proezas alheias e belezas que transcendem a sua existência, ignorando a dor ou as consequências de seus atos... Isso os faz sorrir e caminhar mais fácil para a morte. Principalmente diante de predadores feitos especialmente para caça-lo.

Tomou outro gole. Sem aparenta qualquer sentimentalismo por sua antiga existência, e apenas calmaria.

- Uma troca de bolsas é uma boa, embora não acha que seu cheiro poderá ser sentido por ele quando abrir essa bolsa?


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Seg 1 Ago 2016 - 2:02

+ Lya +

A vampira olhou a forma como aquele recém puro desperto analisava conforme ela lhe apresentava os fatos. Sorriu por fim com seus olhos amarelos brilhantes para o loiro.
-A cada minuto na sua presença Willian faz - me crer que não errei em minha escolha. - tomou outro gole do liquido da xícara - Realmente sua colocação sobre humanos extremamente correta. 
Suspirou baixo e inclinou o corpo seu braço estendeu delicadamente até a face dele afagou com certo desejo o seu rosto.
-O cheiro pode ser disfarçado e além do mais no ato do despertar pode ser feito antes que Magnus chegue a Dreizahl. 
Afastou a mão e Voltou a tomar o último gole do café. 
-Magnus não irá acordar Dreizahl sem antes despertar como puro.
Ela sabia que até Magnus tornar puro teria que chegar ao túmulo do ancião .


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP


Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3598
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Seg 1 Ago 2016 - 8:02

++Willian++

Novamente o vampiro levou a xícara de capuchino aos lábios, enquanto seus olhos púrpuros apenas encaravam ela, calmos e silenciosos. Assim como sua expressão permaneceu tranquila quando ela afagou sua face, não fugindo ou retraindo como teria feito outrora. Como não fazia a tempos.

Nesse caso, não teria que conseguir apenas sangue para o ritual e disfarça-lo... - Mordeu o Donnut - Mas também entrar no tumulo antes dele para deixar-lhe uma surpresa. - Pensou um pouco em silêncio. - Mas se o fizesse estaria o afrontando diretamente Magnus... - Will parou de falar por alguns segundos, como se sua mente divagasse. - Talvez abrindo uma guerra aberta e direta com ele.

É... No final até que não era tão ruim quanto parecia. Apenas iriam ter uma espécie de guerra apocalíptica pela frente...


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Qua 3 Ago 2016 - 16:10

+ Lya +

- Não quero guerra declarada, não por enquanto, quero Dreizahl me ouvindo em vez de Magnus. - Olhou-o por um tempo. - Será tudo feito por baixo dos panos, há um servo meu infiltrado nas escavações, já encontraram o túmulo, falta abrir, sei que logo Magnus fará isso.

Ainda não queria falar a ele de seus planos, aguardaria o desenrolar dos planos de Magnus, assim que visse a brecha entraria e claro usaria se sangue para acordar o ancião.

- Outra coisa meu caro Willian, acredito que seu estimado avô irá gostar de ter ao seu lado um aliado tão poderoso.

Sorriu novamente imaginando que de certa forma tudo estava correndo conforme planejou.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP


Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3598
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Sab 6 Ago 2016 - 16:10

++Willian++

-Não digo querer... Digo ser inevitável. – O vampiro acabou de tomar o cappuchino, em silencio. – Magnus não me parece ser dos mais compreensivos.

Ou pelo menos era aquilo que tinha ouvido. Pensou, também comendo os últimos pedaços do Dunnut, enquanto balançava a cabeça em concordância. Sim. Seu avô gostaria de ter do lado um aliado poderoso em teoria, muito embora soubesse que ele não seria tolo em criar um que não poderia controlar.

-Sim... Ele adoraria, embora acredite que ele não iria esperar Magnus se mover para mexer com suas peças... Lya-sama, tem certeza que não é melhor encontrar outros meios de se adiantar?


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Sab 6 Ago 2016 - 20:57

+ Lya +

Ela terminou o seu desejum e olhava atenta as observações dele, sim estava certo ela pensou, não poderia esperar tanto para agir e iria fazer isso só precisava de mais uma informação a qual logo teria e agiria.

- Magnus é intolerante, mas no momento seu egocentrismo está falando mais alto, ele anda as voltas com seu retorno a vampiro e por isso baixou um tanto a guarda. - levantou-se caminhando para a sala de estar. - Ele deixou brechas e irei agir.

Após entrar no lavado e sair ela senta-se em sua poltrona.

-Não se preocupe tanto Willian, está tudo sobre controle, tenho servos agindo e logo entrarei naquela tumba e farei o que precisa ser feito. - pegou o celular iria fazer uma chamada – Quanto seu avô, acredito que ele terá interesse sim, afinal sempre bom ter aliados diante do caos que irá acontecer quando Magnus agir.


Ligou para alguém e falou em italiano, ao que parecia era um dos seus lacaios dentro da boate de Magnus informando os seus passos, a qual sairá para um coquetel na cidade de uma estilista que estava abrindo uma loja.

Lya olhou em volta e viu sobre a mesa de centro um envelope direcionado a família Homan e abriu um sorriso. Finalizou a chamada e chamou um servo para procurar por Michael.

Assim que ele chega a sala ela orienta a ir ao coquetel e trazer informações do lugar e se Magnus fez algo por lá, Lya sabia que ele não iria lá só pela moda, algo estava aprontando.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP


Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3598
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Seg 8 Ago 2016 - 18:32

Caos... Seu avô poderia dar uma resposta melhor, ou simplesmente não se importar. Para Murtagh sempre não fora melhor deixar os outros se matarem enquanto o seu próprio umbigo estivesse a salvo. Mas aquilo era apenas uma hipótese do loiro que agora poderia enchergar melhor todos esses assuntos possíveis. De qualquer forma, ele apenas balançou a cabeça concordando, pensativo enquanto Lya procurava um de seus servos.

-Talvez... - Começou a falar consigo mesmo, meio distraído, enquanto tirava o seu celular do bolso, verificando algo. - Lya-sama, talvez eu possa te ajudar. - E Willian, com dedos rápidos, começou a digitar algo rapidamente no pequeno teclado, como se mandasse uma mensagem. E então, outra, e outra, pelo que seria cerca de um minuto,

E então o loiro sorriu satisfeito, quando o celular tocou. - Lya-sama, meu avô deseja falar com a senhora.- E o puro sangue estendeu o aparelho para loira.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Qua 10 Ago 2016 - 12:56

+ Lya + 

Falava com seu servo Michael dando-lhe instruções para que trouxesse material para retirada e conservação de seu sangue quando o jovem puro lhe falou, estendendo o celular.

-Ah sim, que bom que quer falar comigo. - Pegou o aparelho e foi andando pelo corredor até a sala onde sentou-se novamente em sua poltrona. -Sr Murtagh, é bom falar com amigos, o que devo a honra dessa conversa?

Estava até intrigada, já que o vampiro puro era um tanto reservado, ou cauteloso e se expor com outros puros.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP


Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3598
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Qua 10 Ago 2016 - 17:26

++Murtagh++

Tinha que se admitir que as mensagens de Willian surpreenderam Murtagh durante o coquetel de inauguração do ateliê, mas não se podia dizer que isso o decepcionava. Mesmo muito dependente e outrora inocente, Willian por alguma razão sempre fora um dos mais fáceis de lidar entre seus familiares, principalmente quando tinha novidades tão interessantes.

Acordar um ancião? Ele preferencialmente teria optado por um Fonlow ou outro tipo de ritual que mantivesse o poder para si e somente para si. Mas talvez aquilo não fosse tão contra-mao assim para seus interesses. Afinal, que mal teria um pouco de caos para destruir o novo reinado? Principalmente para um ambicioso homem líder de um clã tão nobre e único quanto o seu.

Sinalizando para que Jean continuasse ali, Murtagh se levantou. Indo em direção a uma das laterais da festa onde estava isolado, para fazer uma ligação.

-Willian, pode passar o telefone para a senhorita Merelyn, por favor? - Questionou ele, assim que a voz do neto foi ouvido. E instantes depois, ele ouviu um clique de porta e uma conhecida voz feminina.

-Senhorita Merelyn, é um prazer falar com a senhorita movamente, - O homem parecia ter voz seria. - Mas não pretendendo-a fazer perder seu tempo, vamos ao que é importante, Willian me deixou a par de sua situação... - houve uma pausa. - e mais uma vez ofereço-lhe a ajuda de meu clã e de meus subordinados no processo, se for necessário.

Mais uma longa pausa. Murtagh claro, não costumava fazer favores de graça. Mas os fazer parece-lo era sua especialidade. E alguma coisa naquela oferta lhe fazia acreditar que poderia ter algum benefício pessoal. - Não nego que existam coisas que me são impossíveis, no entanto, caso necessite de um pouco de magia antiga, creio poder ajudar.

-A propósito, o tal mafioso já esteve aqui há alguns minutos... Adolf Magnus, um de meus servos me informou sobre ele. - Embora já tivesse se informado melhor desde que O sangue de Charles havia sido roubado pelo mafioso. - Um humano interessante devo dizer, principalmente diante de um disparate que parece ter ocorrido entre ele e a tal anfitriã, Vitória, no centro do salão, antes que ele fosse embora. Pelo aspecto, parece-me que entrou no salão apenas por esse assunto. - É claro que sabia mais e tinha algumas suposições, tanto pelas palavras que lerá quanto por sussurros ao vento. Mas esperaria que ela perguntasse ou denunciasse algo interessante.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Ter 23 Ago 2016 - 13:22

+Lya +



A vampira ouviu aquele ancião atenta, ele poderia ajudá-la a concluir seus planos, afinal ter Dreizahl ao seu lado era bem mais importante para ela que qualquer vampiro poderia imaginar.
-Sr Murtagh, fico muito satisfeita quando conversamos, sempre se mostra interessado em ajudar-me junto aos meus objetivos, sei que isso lhe daria uma boa elevação a seu clã tal apoio. - Fez uma pequena pausa – Sim, claro que qualquer apoio será bem aceito por minha parte e obvio que terei imenso prazer, se tudo der certo, em lhe agradecer devidamente como se deve ser grato.

Lya sabia que apesar dos milênios, uma coisa não mudava entres os poderosos vampiros, aliar-se a um era como troca de favores e com toda certeza aquele ancião não era tão prestativo se não tivesse algum interesse em troca de seu apoio.

Quando ouviu que Magnus esteve no coquetel da anciã Victória ela ficou um pouco séria, por uns instante analisou o fato e depois respondeu em uma frase sem muito revelar.

-Ele tem sido ousado ultimamente, caro Sr Murtagh, Magnus está em uma fase de transição e esses desparates serão vistos com mais frequências. - fez uma breve pausa. -Sr Murtagh, novamente lhe sou grata pelo apoios e claro por me informar, ainda não tenho um grupo de servos que possa me informar dos acontecimentos da cidade, então novamente lhe agradeço por seu apoio.

Olhou o Willian e finalizou com o seu avô no telefone.

-Agora se me dar licença, pretendo colocar um dos meus servos nesse evento, tenha uma excelente noite, sempre é um imenso prazer em lhe falar, marcaremos uma visita a sua residência em retribuição a sua e claro pelo excelente neto que me é muito prestativo, até mais. - Entregou o celular a Willian e olhou Michael fazendo um sinal para lhe falar.

Ele já sabia o que era, pois sua família recebera o convite do coquetel e após lhe instruir o mesmo foi para o tal evento obter informações sobre a estilista anciã.

-Willian, vou me recolher fique a vontade caso precise de mim, estarei em nosso aposento. - Saiu tomando o rumo do quarto.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP


Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3598
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Qui 1 Set 2016 - 14:52

++Murtagh ++
 
- Ficarei honrado com a visita. – Comentou o puro com voz gentil, antes de se despedir desligando o telefone. Magnus agindo estranho e aparecendo naquela festa, Lya preocupada. Aquilo só poderia significar uma coisa: Kuran talvez tivesse um pouco mais de problemas do que os de um recém casado em breve. Não que ele não fosse se divertir com isso.   
 
++Willian++
 
O loiro olhou para o celular desligado, e então para Lya, balançando a cabeça positivamente. Claro que não pretendia incomodá-la, afinal, mesmo que tivesse se tornado um poderoso puro sangue e tivesse sua “proteção” não era tão louco a ponto de abusar disso. Tinha autoconsciência e senso de auto-proteção. Além do mais... Mesmo vampiro, Willian havia mantido sua paixão por livros. E naqueles meses, a grande biblioteca dos Hommans havia se tornado um lugar quase familiar para ele e suas distrações.
 
Eram incontáveis os volumes que havia dissecado com a facilidade e rapidez antes nunca presentes. E também como parecia aprender mais rápido e se interessar por coisas que antes eram um tanto quanto ignorados por ele. O volume daquele dia trazia algo sobre historia antiga da sociedade vampirica. Trazendo paginas amarronzadas pelo tempo e levemente empoeiradas e um inglês quase tão antigo que poderia supor ser saxão, e até ele tinha dificuldades de entender.
 

E, com o livro em mãos. Willian seguiu para o quarto se sentando em uma poltrona e silenciosamente se distraindo com as palavras ali. Ainda havia muito a aprender sobre aquele mundo do qual ele estivera excluído durante toda sua existência, e talvez ele o quisesse agora apenas compensar o seu atraso. 


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Seg 19 Set 2016 - 15:08

+ Lya +

A puro tinha em mente alguns planos, ao menos queria poder trazer Dreizahl para si, seria fácil ao seu ver já que o ancião e Aldoph tinham suas rivalidades. 

Estava olhando algumas informações na tela do notebook quando o seu puro chegou, olhou-o no cantos dos olhos, porém estava atenta a um artigo antigo que falava da origem da humanidade, aquelas informações eram contraditórias, claro que eram, já que viveu a época em que os humanos começavam a se organizar como sociedade.

Afastou o cabelos brancos e virou para Willian, notou o livro em suas mãos e fechou a tampa do note indo até ele.

-Willian, o que está lendo? - sorriu e sentou no ombro da poltrona tocando aquele livro antigo.

Ela achou intrigante, um livro que falava de vampiros, olhou-o curiosa.

-Está buscando informações sobre os vampiros?


Era algo até compreensivo para ela já que o jovem puro acabará de sair da sua condição ex humana e pouco sabia do mundo a qual para os humanos eram em sua grande maioria um simples conto de fadas de terror.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP


Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3598
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Qua 28 Set 2016 - 17:09

Página a página, ele passava, passeando os olhos ali e ali embora a certos fatores não desse tanta atenção quanto deveria. A formação do conselhos e dos clãs era um assunto denso e até um pouco longo demais para seu gosto, como eram alguns assuntos da história humana. Assim como alguns fatos parecessem constrastar com os fatos que seu avô tinha lhe contado sobre o cla, e até com uma certa biblioteca particular que outrora tivesse tido acesso. Historia seletiva? Era engraçado como por causa dessa os livros não eram tão confiáveis. Quem adivinharia o que os outros também andavam escondendo durante os anos? 

Mais uma página, e então perdidos, seus olhos se voltaram para Lya sentada em seu lado, não deixando de lhe sorrir calmamente. Não existia mais medo em si. - Não conheço muito esse mundo ou coisas que outros vampiros, até mesmo os comuns deveriam saber e, nesse contexto, seria estranho esse meu súbito desconhecimento. Além disso... - ele fechou um pouco o livro observando. - Sempre apreciei a leitura no tempo livre. Um pouco antiquado, eu entendo, mas na família humana com que convivi, e em minhas constantes crises de anemia que sempre tive a me deixarem confinado em leitos de hospital ou de repouso, esse era o único passatempo tinha. - Por que ele falava aquilo para ela? Nem ele sabia, mas talvez apenas estivesse mais tranquilo enquanto olhava para sua página, intrigado.

-Mas não era esse tipo de leitura que estava acostumado, embora uma coisa tenha me intrigado, - seus olhos então deixaram o livro, se fixando em Lys. - Se Kuran criou o conselho e deu uma arma para os caçadores, por que os outros clãs se curvaram a ele na criação do conselho? Não me parece algo muito lógico, muito menos algo que tenha os feito morrer de amores por eles. - Pergunta estranha. Talvez. Mas de certa forma o menino o estranhava, afinal entre os humanos apunhaladas pelas costas sempre renderam vingancas ou desejo dessa. Principalmente quando feitas contra uma comunidade inteira. Mesmo a ameaça das Blood Rose não parecia ser algo grande o suficiente. Pelo contrário, aquelas descrições e alianças. Tudo parecia uma torre que crescia em estruturas frágeis. Uma torre de vidro e não de cristais, que tendia a desabar com o mínimo esforço, como toda aquela aliança com a associação. Um episódio que tendia a um trágico resultado que não seria uma cena bonita de se ver. 

Ou estaria ele mais uma vez consumido pela paranoia e seus sonhos inquietos?


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Dom 2 Out 2016 - 19:12

+ Lya +

Ela olhou-o por um tempo, ouvindo seus questionamentos e depois olhou o livro folheando antes dele fechar. De fato aqueles questionamentos eram viáveis já que havia uma certa incoerência naquele jeito dos Kurans de governar.

-Willian, em vez de ler esses livros pode perguntar a mim, vi tudo isso surgir e claro presenciei esse clã levantar diante dos vampiros de tal forma que atualmente se tornaram os reis de todos. - Levantou e andou até a cama sentando e cruzando as pernas olhando para ele.

-Quando surgiu o primeiro Kuran, que seria o primeiro vampiro, logo esse clã cresceu, tiveram envolvimentos com vampiros secundários e não sei dizer por qual motivo uma puro entre eles criou afeição por humanos. - Até então, não se havia um rei dito pra comandar os vampiros, naquela época a qual posso dizer me faz muita falta, lutávamos por territórios onde havia mais "alimentos" ou seja seja os Kurans eram detentores da maior parte do território onde haviam muitos humanos. 

Ela parou e pensou um pouco.

- Seu clã é tão velho quanto, não cheguei a conhecer seu fundador, mas soube dos seus feitos, seu avô pode lhe contar mais sobre isso.- fez uma pausa. - Bom, o rei dos vampiros foi eleito por ser o puro dos puros. - Ela olhava Willian com seus olhos amarelos intenso - Desde então eles que ditam o que os demais fazem ou não fazem, particularmente desnecessário, não aprecio tal coisa, conviver com humanos sem poder caça-los, ridículo, é o mesmo que colocar um leão faminto em uma jaula com a ovelha e dizer não coma e oferecer uma "balinha" para enganar a fome.

Levantou e parou de frente a ele.

- O concelho dos anciões surgiu para fazer valer as leis feitas a partir do acordo de "paz" entre humanos e vampiros. - ela sorriu meio debochado - Outra coisa sem sentido.

Ela olhou-o novamente e dessa vez sério.

-Sabe Willian só reconheço um vampiro como o puro dos puros e esse encontra-se adormecido e a qual pretendo acordar e tirar das mãos de Magnus.

Ouviram batidas suaves a porta e ela sentiu o cheiro da humana.

- Entre Rice.

Rice abriu a porta e entrou curvando-se a ambos vampiros puros no quarto.

- Lya sama... Willian sama... Trouxe notícias da reunião hunter, não irá acredita no que está acontecendo nessa cidade.

-Fale logo Rice... - Lya se irritou, pelo jeito da humana aquela reunião deveria ter algo sério a ser falado.

- Segundo o presidente, os level E que encontraram na verdade são vampiros nobre que decairam devido a algo que se alimentaram ou usaram e com isso se tornaram level E e usam seus poderes para matar na cidade tanto humanos como vampiros.

Lya olhou-a séria e depois ficou pensativa.

-Magnus começou a agir, isso coisa dele, então aquelas drogas são para isso. - Olhou Willian - Willian fale com seu avô, temo que será adiantado o que Magnus pretende e se seu avô ofereceu ajuda quero saber qual e como podemos fazer para tirar Dreizahl e acorda-lo antes de Magnus faça.

Ela andou até Rice e tocou em seu ombro fazendo-a levantar a cabeça.

- Obrigado Rice, foi uma notícia importante, agora vá se reunir com Michael no desfile da puro estilista, quero que lhe informe o mesmo que falou aqui e o traga de volta.

Ela concordou com a cabeça e saiu se despedindo para ir até o tal coquetel e trazer de volta o vampiro servo de Lya.

Lya estava séria e sentou novamente na cama pensativa não falou mais nada com Willian.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Residência Homam   Hoje à(s) 11:08

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Residência Homam
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Academia Cross RPG  :: Província Ambarantis :: Ambarantis :: Cidade Alta-
Ir para: