Academia Cross RPG
Bem Vindos!!

Aos visitantes e Novatos Na Academia Cross.

Leiam as Regras para participar do RPG.

Regras Gerais, orientações e Sistema do Jogo

Arigato pela Visita e volte Sempre!

Administração Equipe Cross



RPG Vampire Knight
 
Portal CrossInícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 A chama Púrpura ~ Paris França - Solo Nero Sorel e Lilian Sorel

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
AutorMensagem
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: A chama Púrpura ~ Paris França - Solo Nero Sorel e Lilian Sorel   Ter 6 Out 2015 - 0:37

Relembrando a primeira mensagem :

A chama Púrpura



"Onde quer que a virtude se encontre em grau eminente, é perseguida;
poucos ou nenhum dos famosos varões do passado
deixou de ser caluniado pela malícia."

Se há algo que me recordo é que nunca pararei diante de nada até conseguir os meus objetivos.
Ele andava pelas ruas de Paris e perdido em seus planos tomara a decisão que mudaria a sua vida.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda

AutorMensagem
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: A chama Púrpura ~ Paris França - Solo Nero Sorel e Lilian Sorel   Dom 7 Fev 2016 - 1:20

+ Nero e Lily
 
 
Nero soltou um riso sem humor quando o humano começou a falar. Começo nada agradável? Ah, não, o começo fora agradável, o problema foi o depois... O vampiro sorriu maldoso. Esperou o outro terminar para poder falar. Ele não iria perder a chance de fazer a caveira daquela garota no próprio grupo dela. O ruivo duvidava que transar com um vampiro fosse dar uma boa reputação para aquela vadia.
 
 
- Ah, meu jovem caçador, no início eu me divertir para dizer a verdade... principalmente ao ter a sua companheira de caçada na mesma cama que eu... o problema foi depois ela apontar a arma na minha cara depois de transar comigo – umedeceu os lábios, montou na moto e continuou – Eu sei que foram os Rousseau que contrataram você, sua bela garota gentilmente me mostrou o arquivo... Eu até estaria disposto a negociar com você, Adrian, caso Layla não tivesse ME TRATADO TÃO ESTUPIDAMENTE! – ele rosnou – Agora... – Nero fez uma breve pausa – Se forem bons comigo e soltarem a minha filha... eu posso prometer não matá-los.
 
 
Nero esperava que mantendo a atenção deles consigo eles não prestassem tanto atenção em Lily... Porque se notassem a semelhança dela com a própria mãe e ligassem os pontos, então aí sim ele estaria fudido.  
 
 

Lily ainda aguardava a situação se desenrolar quando Layla chegou. Segundo o que Adrian havia conversado no telefone, aquela era a única pessoa que estava com ele... Aquilo significava que fora aquela humana que atirara em seu pai. A vampira semicerrou os olhos a ela e rosnou baixo, deixando óbvio que não fora com a cara daquela mulher.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: A chama Púrpura ~ Paris França - Solo Nero Sorel e Lilian Sorel   Seg 8 Fev 2016 - 19:24

+ Adrian + Layla +

Ele ouviu o vampiro falar com raiva do que haviam acontecido entre ele e Layla, ela fez de novo, isso que passou na cabeça dele. Seus olhos ficaram menores e seus lábios exprimidos de tensão ao ouvir isso. Olhou para o lado e fitou muito sério para ela que notou de imediato o que ele poderia saber e que com certeza aquele vampiro não iria guardar segredo. Virou o rosto para não encarar o irmão e andou até a cela onde a vampira estava presa.

Adrian soltou um longo suspiro insatisfeito e falou com o vampiro.

_Eu acho que essa parte onde você afina que nos deixara viver é algo que será considerado, vou lhe enviar uma mensagem com o endereço do lugar.

Desligou a ligação e enviou a mensagem do celular da vampira para ele e virou-se para Layla.

_Então, ficou doida ou o que?

_Ele me seduziu enfim o cara é bonito aconteceu... -deu de ombros olhando a garota vampira. _Além do mais ele ia me morder tinha que evitar o ataque dele, mas no fim me atacou do mesmo jeito.

_Atirou nele...

_Sim, porque eu estava sendo legal com ele, mas ele rosnava e me xingava enfim tinha que mostrar para ele quem manda aqui.

Ela sorriu a menina mostrando para ela que estava muito feliz em ter atirado no vampiro.

_Ele usa de sedução para conquistar as vítimas e depois morde sabendo que a mordida dele provoca dor terrível enfim, ele é bem mal... mereceu tomar um tiro.
 
_Layla chega, se afaste da cela. - Adrian chamou-a e mandou ela sentar no sofá.

Ela fez ainda olhando a vampira, dando uma piscadela a menina. Agora era esperar a chegada do vampiro, Adrian já havia previsto algum problema já que Layla era cabeça quente e poderia sair algo errado, aquele lugar tinha sido preparado para manter vampiros presos e seria uma forma de conter aquele ruivo.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: A chama Púrpura ~ Paris França - Solo Nero Sorel e Lilian Sorel   Seg 8 Fev 2016 - 20:08

+ Lily e Nero


Assim que Layla sorriu para Lily após dizer que havia atirado em seu pai, a vampira rosnou e seus olhos ficaram vermelhos. Nero poderia ser a pior criatura da Terra, mas era pai de Lily e ela iria defendê-lo. Ela avançou em Layla, batendo contra as grades, mas tentava pega-la com as garras enquanto mostrava as presas e os olhos escarlates. Não gastou palavras com ameaças contra a caçadora, mas seu olhar denunciava a vontade de fazer a humana pagar por ter atirado em seu pai. Parecia uma garota diferente de minutos atrás quando estava só com Adrian.

Enquanto isso, Nero leu a mensagem e ligou a moto, partindo logo em seguida na direção indicada por Adrian. Mas antes, certificou-se de se armar com suas adagas e seu isqueiro. Aquela vadia poderia suprimir seus poderes com sua magia hunter, como fez no quarto, mas ele não ficaria indefeso dessa vez. 

Pouco depois o ronco do motor de sua moto podia ser ouvido do lado de fora do armazém que os hunter arrumaram como sua base.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: A chama Púrpura ~ Paris França - Solo Nero Sorel e Lilian Sorel   Seg 8 Fev 2016 - 21:23

+ Layla + Adrian +


Ela se afastou quando a vampira tentou segura-la pelas grades deu uma risada debochada a ela reclamando com Adrian.

_Olha só e você disse que ela era mansinha hen? Viu o que te disse, essas coisas passam de monstros pronto para nos matar.

Ela senta no sofá e olha o irmão com cara de quem iria fazer uma merda bem grande.

_Você provocou, além do mais a questão é que iríamos usar eles e devido ao que fez, sem chance de conseguir algum acordo.

_Ah agora você falou merda, me diga de que lado está? Eles são vampiros, monstros, assassinos e nós somos a "comida" deles.

_Não pensou assim quando se deitou com aquele lá.

Layla engoliu seco aquilo pegou fundo e fechou a cara cruzando os braços irritada.

_Acha mesmo que fiquei muito feliz em saber que minha irmão transou com um vampiro? Mas você não se importa não é?

Adrian andou até a jaula, mantendo uma distancia considerável para que a vampira não conseguisse alcança-lo

_Lilian sinto muito por ter colocado nessa situação, na verdade queria argumentar com seu pai, tentar reverter tudo, mas como minha irmã é uma cabeça dura e sem noção, não acredito que algo saia de bom hoje aqui. - Olhou para o relógio. _Quando seu pai chegar, vou solta-la, mas terá que me prometer que irá embora com ele e nos deixar partir, será que esse acordo seria bom para todos?

Eles ouviram o barulho do roncar do motor da moto chegar e silenciar logo em seguida. Ele olhou para a vampira esperando que concordasse.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: A chama Púrpura ~ Paris França - Solo Nero Sorel e Lilian Sorel   Seg 8 Fev 2016 - 23:25

+ Nero e Lily


Lily permaneceu segurando as grades enquanto olhava a humana com raiva em seus olhos. Debochada. Agora ela se lembrava de onde aquela maldita era... Era ela quem estava na sorveteria e fez Nero e a filha brigarem. Tudo havia começado por culpa dela. Rosnou. Nero era mesmo um idiota por se atrair por qualquer rabo de saia por aí. Havia de deitado com ela e ainda tomara um tiro. Lily esperava que ele aprendesse daquela vez - apesar de achar improvável que Nero mudasse.

Ela olhou para Adrian que se aproximou e seu olhar suavizou um pouco. Ainda não tinha intenções de ferir aquele humano, ele havia sido gentil com ela ao contrário daquela caçadora debochada e agressiva. Ouviu as palavras dele e ponderou. Ainda estava com raiva daquela humana, mas não queria que Nero tomasse outro tiro. Ele ainda poderia estar ferido, Lily não sabia o estado que ele se encontrava. O melhor a fazer naquele momento era colaborar, pelo bem dele e daquele caçador que tentava amenizar a situação.

- Tudo bem, Adrian. Eu prometo não fazer nada contra vocês... É um bom acordo pra mim. - falou com sinceridade a ele. Só queria era ir embora.

Eles ouviram o som da moto se aproximando e sendo desligada. Então olhou Adrian de volta e esperou que ele a soltasse. Seus olhos brilharam quando ele retirou a chave do bolso e colocou na fechadura. Lily se afastou para que ele pudesse abrir a cela e assim que a porta se abriu e ele se afastou para o lado ela saiu daquele cubículo de metal.

Seus olhos bateram em Layla que ainda estava no sofá e Lily ficou arisca. Estava solta naquele momento e não haveria como impedi-la de matar aquela humana e depois fugir se ela usasse seus poderes.

"Mate-a, Lily. Ela feriu o seu pai. Ela ia matar o seu pai" uma voz dizia em sua cabeça "Ela merece morrer. Uma descarga elétrica, é o que basta para parar o coração dela".

"Não faça isso" uma outra voz ressoou em sua mente. Uma voz cálida e gentil a quem Lily sempre atribuía a sua consciência "Adrian ficará triste se você matar a irmã dele".

"Eu não ligo. Eles dois são caçadores e não hesitariam em te matar. Mate-os antes. É a lei da sobrevivência" a voz insistiu "Eles te chamaram de monstro assassino. Então seja o monstro assassino que esperam"

A eletricidade azul da vampira brilhou em suas mãos e os olhos dela voltaram a ficar vermelhos, enquanto ela se preparava para atacar.

"Lillian, você não é assim" a voz gentil rebateu "Você não quer fazer mal a Adrian. Não seja um monstro. Não aja como seu pai, a quem você tanto critica os métodos... Não seja como a caçadora... Você é melhor que isso.. Continue a ser a Lillian de sempre... Não deixe a loucura te dominar. Você é forte. Mantenha o controle... Você é boa... sempre foi... Continue a ser uma boa menina".

Lily se acalmou. Tinha razão. Ela havia prometido não atacar... Então não os atacaria, por mais que merecessem. Seus olhos voltaram ao normal e a eletricidade desapareceu de suas mãos. Ela olhou para Adrian e sorriu, totalmente diferente e tranquila.


- Obrigada - agradeceu por ele te-la soltado e aguardou a chegada de Nero.


Nero desceu da moto e entrou no local, sentindo o peso das adagas na cintura, por baixo do casaco. Ele permaneceu quieto enquanto farejava e seguia o cheiro da filha dentro do armazém. Olhava tudo detalhadamente para saber quais materiais poderia inflamar mais facilmente. O isqueiro já estava escondido na palma de sua mão, pronto para ser usado. Ele só precisava da menina livre...

- Lillian - ele chamou e a menina sorriu ao ver que ele estava bem.

Lily olhou para Nero e depois para Adrian, como se pedisse a permissão do caçador para ir até o pai.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: A chama Púrpura ~ Paris França - Solo Nero Sorel e Lilian Sorel   Seg 8 Fev 2016 - 23:54

+ Adrian + Layla +


Ele olhou a menina sair da jaula após abrir e esperou com a mão na sua arma por baixo do casaco, apesar dela prometer ainda assim tinha Layla que nitidamente estava provocando a vampira com seu deboche.

Notou que a menina excitou um momento enquanto olhava para Layla, aquilo durou alguns segundos o que para ele pareceu uma eternidade até ela voltar e com seu jeito doce e gentil falar que estava tudo bem.

Soltou o ar do peito com um certo alivio até ver entrar ao local o vampiro, a menina vampira olhou para ele como quem pedisse permissão e ele fez que sim com a cabeça.

Olhou para Layla que havia se levantado e ido até ele parando do lado da jaula perto de Adrian, ela tinha na mão a arma com tranquilizante que havia preparado para usar em Nero.

_Bom, acho que agora podemos cada um seguir seu caminho, sua filha está bem e sempre esteve, certo Lilian?

Sorriu gentil a menina vampira como quem se despedisse dela.

Layla ainda estava apreensiva já que aquele vampiro era um lunático incendiário e tinha medo que ele fizesse algo.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: A chama Púrpura ~ Paris França - Solo Nero Sorel e Lilian Sorel   Ter 9 Fev 2016 - 0:57

+ Nero e Lily


Assim que Adrian permitiu Lily ir, a menina correu até o pai e o abraçou apertado, escondendo o rosto em seu peito, feliz em poder abraça-lo novamente. No entanto, Nero abraçou a filha de volta, mas os olhava fixamente, com a expressão séria. Lily soltou o pai e voltou a olhar Adrian.

- Sim, estou bem - a menina concordou com o caçador, sorrindo apesar de estar apreensiva com o que Nero poderia fazer.

- Certo - Nero resmungou de mau humor - Vamos embora, Lillian - falou e segurou a menina pelo braço.

A puxou para trás para que ela seguisse para a saída e sorriu perversamente para Layla.


- Seu sangue estava... satisfatório - falou debochado e mostrou as presas, depois foi andando para trás sem se virar - Eu prometi não matar vocês... e não vou... - ele inclinou a cabeça para o lado e acionou o isqueiro - Mas eu nunca disse que não os atacaria.



Nero então lançou suas chamas púrpuras em cima de Layla. Lily gritou para ele parar, mas o ruivo pegou o braço da menina e a puxou correndo para fora, enquanto lançava seu fogo sobrenatural em todo o material inflamável que via pelo caminho, queria que aqueles dois morressem queimados dentro do armazém. 

Mandou Lily montar na moto e montou atrás dela, dando a partida e saindo dali o suficiente para que ainda pudesse vê-los e controlar as chamas que consumiam o local, ao mesmo tempo que estaria pronto para fugir quando quisesse.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: A chama Púrpura ~ Paris França - Solo Nero Sorel e Lilian Sorel   Ter 9 Fev 2016 - 19:43




+ Adrian + Layla +


O hunter olhava para eles apreensivo e suspirou um pouco aliviado quando a garota vampira falou que estava bem, nesse momento olhou para a irmã e depois o vampiro, ele tinha um olhar que conhecia bem. Tudo não passou de segundos entre ele falar ameaçando e o fogo surgir em cima da irmã.

Ela gritou levantando e notou que o irmão tinha se atirado contra ela a protegendo daquele ataque, ele urrou alto quando viu seu ombro e braço pegar fogo pelas chamas, Layla pegou rápido sua jaqueta e apagou o fogo do corpo do irmão, mas o estrago já tinha sido feito, logo todo o lugar estava em chamas, ela olhava para os lados e conseguiu sair daquela saleta indo para parte mais aberta apoiando o irmão. Naquele lugar conseguiu água molhando ambos dos pés a cabeça e procurou uma saída.

Ela sabia que se fosse pela frente o vampiro poderia está esperando para terminar o seu ataque e por fogo em ambos. Fundos! Sim a saída dos fundos foi aonde ambos fugiram, saindo por fim escapando do fogo.

Parada perto do carro do irmão ela abre a porta e o faz entrar, assim eles fogem do lugar a qual foi todo destruído pelas chamas.

_Droga... Esse maldito... -tossia pela fumaça inalada. _Vai pagar desgraçado... - Dirigiu o mais rápido que podia para poder levar seu irmão ao hospital mais próximo, seguiu pela rua paralela oposta ao que o vampiro que acreditava havia pego para fugir deles.

Pode ver o caminhão do bombeiro passar por eles e sabia que haviam pedido socorro, provavelmente a polícia iria aparecer, ao menos era a garantia que aquele vampiro e sua filha fugiriam.



~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: A chama Púrpura ~ Paris França - Solo Nero Sorel e Lilian Sorel   Qua 10 Fev 2016 - 0:28

+ Nero e Lily


Lily chorava enquanto via o incêndio tomar conta do local. Ela rezava, para que se houvesse algum tipo de entidade superior, que salvasse Adrian e a garota, por mais que não gostasse dela, daquele lugar ardendo em chamas. Olhou para Nero e depois baixou a cabeça. Ela sempre tinha sentimentos ruins quando o via incendiar algum lugar, mas não entendia o porque. 

De qualquer forma, Lillian não tinha escolha a não ser obedecê-lo. Era sua filha, mas era sua lacaia. Devia acatar suas ordens, querendo ou não... A vampira fungou. Ela só esperava que um dia houvesse algo que fosse ser capaz de mudá-lo, que o fizesse enxergar todo o mal que ele cometia e o fizesse enfim se redimir de todos os seus muitos pecados.


Nero ficou observando as chamas e parou de controlá-las havia algum tempo. Logo os carros de bombeiros chegaram e começaram a agir. Ele soube que os malditos haviam fugido pois os humanos não acharam corpo algum lá dentro. Fez uma careta. Aqueles desgraçados iam querer ir atrás deles e não os dariam paz. Precisariam fugir para bem longe dessa vez. 


O vampiro ligou a moto e seguiu de volta para o hotel em que estavam hospedados. Mandou Lily arrumar suas coisas e partiram em suas motos naquele final de noite mesmo, precisavam ganhar o máximo de distância para não serem encontrados. Seguiram de moto para fora da França, para um novo lugar, para um novo rumo.


Naquele momento, Nero fez um juramento a si mesmo e decidiu seu novo objetivo. Ele iria se fortalecer. E nunca mais seria usado por ninguém. Nero iria conseguir poder, custasse o que custasse.

Ele se tornaria um puro.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: A chama Púrpura ~ Paris França - Solo Nero Sorel e Lilian Sorel   Qui 11 Fev 2016 - 19:30

Poucos dias depois...

Adrian acordava ainda meio grogue pela quantidade de remédios que tomara, seu braço e ombro tinha uma atadura para queimadura em todo seu comprimento até a mão. Ele piscou várias vezes os olhos tentando adaptar a visão a claridade que entrava no quarto, quando sua vista conseguiu focar em algo olhou o relógio na parede do quarto individual que estava marcava pouco mais que 10 horas. Suspirou procurando por Layla, que da última vez que havia acordado estava ali no quarto com ele.

Lembrou do fogo e de como a protegeu pelo ângulo que a chama fora lançada ela se queimaria gravemente, conseguiu jogar ambos os corpos ao chão, mas não pode evitar que o braço sentisse aquelas chamas.

A porta do quarto se abre e Layla entra com algumas malas e um sorriso meio triste e sem jeito ao ver que ele a olhava.

_Adrian...-se aproximou dele e sentou na beira da cama perto a sua perna direita. _Me perdoe, isso tudo é culpa minha, eu sempre perco a cabeça...- Baixou o olhar com lágrimas contidas.

_Realmente, mas conseguimos sair de lá, é o que importa não é?

_Sim, mas seu braço... - Ela segurava o choro.

_Ele vai ficar bom, como disse o importante é que saímos vivos de lá.

Ela olhava para ele, o irmão era bom demais para aquilo tudo, decidira voltar para o Canadá e leva-lo para sua recuperação, mas por dentro dizia  a si mesmo que iria achar aquele maldito vampiro e acertar as contas.  Por fim após a alta do irmão foram direto para o aeroporto rumo a terra natal de ambos.

Continua...

Spoiler:
 


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A chama Púrpura ~ Paris França - Solo Nero Sorel e Lilian Sorel   Hoje à(s) 21:19

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A chama Púrpura ~ Paris França - Solo Nero Sorel e Lilian Sorel
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4
 Tópicos similares
-
» A chama Púrpura ~ Paris França - Solo Nero Sorel e Lilian Sorel
» Tocomsat solo sd
» Quest -- Uma noite Alucinante
» Escolta de Paris Hilton [Blaze Corinus Martia] - O Mago Ascendente
» Pokémon - Aventura nas Nuvens.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Academia Cross RPG  :: Província Ambarantis :: World Places :: World Places-
Ir para: