Academia Cross RPG
Bem Vindos!!

Aos visitantes e Novatos Na Academia Cross.

Leiam as Regras para participar do RPG.

Regras Gerais, orientações e Sistema do Jogo

Arigato pela Visita e volte Sempre!

Administração Equipe Cross



RPG Vampire Knight
 
Portal CrossInícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Mansão Lutont

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
AutorMensagem
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Mansão Lutont   Sab 3 Out 2015 - 20:28

Relembrando a primeira mensagem :

Mansão Lutont


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda

AutorMensagem
Angel D'Angelys
Recem Criado
Recem Criado


Feminino
Char RPG : Angel D'Angelys (Vampira / Professora)
Humor : Inconstante...
Localização : Onde menos se espera.
Posts: : 68
Inscrição : 25/10/2015

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Qui 26 Nov 2015 - 18:23

Tinha conseguido matar um dos animais que estavam atacando 
o jovem mornarca, mas naquele momento não sabia se iria ser
uma boa ideia, fazer isso, mas estava ali para ajudar. Ia se
aproximar de mais um novo alvo, mas viu que não daria para 
fazer isso. Olhou nos olhos de Loran, e viu que ele não estava bem,
tentou se afastar um pouco, mas lembrou dos cães do inferno, 
e que essa briga não seria facil.


Conversar não seria o motivo para isso, mas sabia que teria
que achar um jeito dele ver o que estava acontecendo, mesmo
que ela fosse usada nesse caminho. 



off. JOGADA.

Esquiva - 3
Destreza - 3
 coragem- 2
total - 8 dados

Dificuldade 8
2 acertos


Angel D'Angelys / 350 anos / Vampira (Vampire B)
Professora de Treinamento de combate.
Condessa de BlackMoon
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Qui 26 Nov 2015 - 18:23

O membro 'Angel D'Angelys' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

'D10' : 9, 3, 4, 6, 4, 7, 7, 7


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Norman McWolf
Recem Criado
Recem Criado


Masculino
Char RPG : Norman McWolf (Vampiro B / Nobre / Empresário)
Gabriel Mostif (Vampiro C / Servo / NPC)
Anabelly Finningan (Vampiro C / Secretária / NPC)
Humor : Incontrolavel
Localização : em algum lugar da casa.
Posts: : 56
Inscrição : 27/10/2015

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Qui 26 Nov 2015 - 18:53

Consegui me livrar dos dois demonios que prendiam o Crow e o Oliver, olhei para os dois e percebi que estavam bem pouco ou muito felizes por esta vivos. Olhei para atrás e percebi que Angel não estava com Selene, e ainda sentia o cheiro de sangue puro no ar, um cheiro forte, e sentia que o dono desse sangue não estava muito bem. Quando olhei vi ela indo para fora. Passei rapidamente por minha filha, que parecia esta ajudando alguém, pois o estava enfaixando com uma toalha de mesa, olhei para a amiga dela, e vi que a mesma vigiava Selene, então deixei quieto.

Olhei pela janela quebrada que Angel estava lá fora, e pelo que parecia não estava muito bem, aqueles cães, não seriam faceis, mas o que não me agradou foi o olhar daquele vampiro em direção a ela. Pensa, Pensa, Pensa. Sinto o cheiro de sangue humano, lembro daquela cascata de sangue que estava na festa. Felizmente estava inteira, mas parece que não estava funcionando, mas isso não era o que eu queria, queria apenas uma coisa. Olhei de baixo dessa mesa, e vi como era a engrenagem, e percebi o enorme galão, como aquele de água que compramos, cheio de sangue humano, parecia que poderia dar certo.

Olhei com presa e muita rapidez, sai janela a fora, indo em direção a Angel com enorme galão com quase 4 litros de sangue dentro dele, olhando para Angel me aproximei devagar para não dar erro, antes então Em um movimento rapido mandei o galão em direção ao vampiro olhando para ele, corrir, e pulei na frente de Angel. Era o que poderia fazer para salvar minha esposa. Podiamos não ser muito unidos, mas sabiamos que um protegeria o outro, e ela e quem protejo com todo a minha alma.








off. JOGADA
destreza - 3
coragem - 2
briga - 2
total - 7 dados


dificuldade 8
2 acertos


Norman McWolf | 435 anos | Vampiro (Vampire B)[size=15]
Nobre | Empresário | Playboy | Milionário | Filantropo
Conde de BlackMoon

(*) Gabriel Mostif | 465 anos | Vampire C | Assistente Pessoal[/size]
(*) Annabelly Finningan | 130 anos | Vampire C | Secretária
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Qui 26 Nov 2015 - 18:53

O membro 'Norman McWolf' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

'D10' : 1, 10, 1, 2, 5, 2, 4


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Thy
Não morda, Novato!
Não morda, Novato!


Char RPG : Mikato Sayuto
Erick Benvenoli
Humor : inesplicavel
Localização : Cross Academy
Posts: : 36
Inscrição : 21/10/2015

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Qui 26 Nov 2015 - 19:55

A noite parecia tranquila, fazia a patrulha sem ter problemas, quieto no meu canto. Eis que ouço alguns barulhos, e ao que parece, meus outros colegas também ouviram, aquela noite não seria tão tranquila assim, decidi então ir para a origem do barulho. Quando cheguei, vi criaturas semelhantes a cães e entre elas, podia ver um vampiro, que estava lutando contra elas "O que está acontecendo?" Me perguntava enquanto sacava minha espada, não sabia o motivo daquele alvoroço, mas sabia que minha missão ali era manter as coisas calmas, ou pelo menos tentar. Outras pessoas chegavam para ver o que estava acontecendo, vampiros e hunters presentes diante daquela situação "Tenho que fazer alguma coisa...mas quem eu devo atacar? quem começou isso tudo?" Via que o vampiro estava tentando apenas sobreviver ali, presumi que talvez ele fosse a vítima ali.

Os outros se espalhavam, atacando as bestas " bem, ai vou eu" partia na direção do cão mais próximo, atacava-o com um corte em diagonal, visando sua cabeça para mata-lo rapidamente, logo em seguida, me afasto, dando alguns passos rápidos para os lados e depois para trás, tomando cuidado para não ser atingido por algum golpe.

Ataque

Força = 5
perícia com armas brancas = 3
d10 : 8

--x--

Esquiva

Destreza = 6
Esquiva = 3
d10 : 8
Voltar ao Topo Ir em baixo
kagura
SP
SP


Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3598
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Qui 26 Nov 2015 - 20:13

++Jason++

O cheiro de enxofre impregnava as narinas de Jason e os dedos finos da criatura apertavam seu pescoço, mesmo que tentasse empurra-la para longe com suas mãos pálidas. Como tudo aquilo aconteceu? Ele não sabia, embora ainda tentasse tirar a arma, sem ar e cianótico, com a visão turva e uma cicatriz que talvez fosse durar por semanas em seu pescoço.

Ou pelo menos por um tempo. Sua visão estava turva, quando forçava a mão com sua parca força para um vampiro, tentando tirar o demônio. Para falar a verdade, Jason nunca fora dos mais habilidosos fisicamente, e talvez isso sempre o mantivera meio isolado dos outros, até Charles chegar. O puro havia enchergado nele o que queria e lhe ensinado a atirar. Mas, agora, sem conseguir se mover, ele mal conseguia pegar a arma. Mal conseguia se mover...

Até... Uma chama e a voz de Macwolf. Jason seu um suspiro aliviado sentindo o ar nova,ente entrando em seus pulmões. -Obrigado... - Falou um pouco taquicardico ainda, tentando se recuperar. O salão estava lotado de atacantes, e agora ele podia recuperar sua arma caída no chão e atirar. Ou, pelo menos, essa era sua responsabilidade.

++Willian++

-Não se preocupe, a chance de acontecer algo é menor que um por cento, os vampiros não costumam ser fãs de sangue em seus portões em ocasiões sociais. -Frase errada? Talvez fosse o fato mais errôneo de se comentar naquele dia, mas como Will iria saber que haveria interrupções? Claro que ele ouvirá a explosão no interior, mas, em verdade, ele mal havia se atentado para isso, apenas optando por se sentar antes que suas pernas começassem a doer e tentar tirar um cochilo diante do tédio que se instaurava. Mas o cochilo não durou um segundo... Infelizmente.

Naquele momento os gritos surgiram e o loiro se levantou em um salto em meio ao jardim. Que merda tinha acontecido? Se perguntou mais atento, e agora tirando o leve e bonito revólver vinho do cinto. - Fique atrás de mim... - Falou para a hunter da espada e traços japoneses, pensando em avançar pela porta. Tinha um mal pressentimento e por isso queria entrar. Não pelos vampiros, com eles há muito tinha se acostumado e se bem se lembrava, nenhum ousaria mordê-la por mais que alguns segundos. Mas pela sensação de estômago revirado que, do nada, tinha lhe acometido. - Vou lá dento... - Alertou, com a arma em punho se postura mais alerta.

Já até abria a porta, na verdade, quando o celular tremeu. "Problemas no lado de fora..." Ele leu a mensagem completa no iPhone, se virando e mudando o rumo para onde a mensagem de Kaito lhe mandava ir. Agora, o mau estar em sua barriga aumentava e, de alguma maneira, ele sentia um frio na espinha. A mesma sensação estranha que sentira no convento.

Que estranho... Estaria ele ficando louco? Mas não estava. Pois a criatura logo apareceu puxando-o para o choque momentâneo, que gelou seu corpo...Era a mesma, ou, quase a mesma... Will se viu então sem palavras. -Não... não... - Ele repetiu com os olhos violeta e amedrontados, diferentemente dos de antes. Como se aquele fosse seu maior medo, mas por que não seria?

Ainda temeroso e evitando pensar enquanto as criaturas se aproximavam, ele deixou sua mão apertar o gatilho. Bum. A arma ressoou em meio a sua taquipneia e nervosismo. Bam. A criatura despencou na sua frente coberta de sangue, antes de desaparecer.

E ainda vinham mais, muito mais, enquanto sua arma virava de um lado para outro, disparando em uma mira perfeita que só o desespero poderia lhe fornecer.

Dados do Will: 3(destreza)+3(armas de fogo)=6




Última edição por kagura em Qui 26 Nov 2015 - 20:24, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Qui 26 Nov 2015 - 20:13

O membro 'kagura' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

'D10' : 4, 7, 9, 7, 1, 4


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Qui 26 Nov 2015 - 20:27

Thy rolando dados

Ataque 

Força = 5
perícia com armas brancas = 3
d10 : 8

--x--

Esquiva

Destreza = 6
Esquiva = 3
d10 : 8


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Qui 26 Nov 2015 - 20:27

O membro 'Master' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

#1 'D10' : 1, 5, 9, 5, 7, 2, 7, 10

--------------------------------

#2 'D10' : 10, 9, 6, 3, 9, 9, 2, 9


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Marcelo
SP
SP


Masculino
Char RPG : Hinomaru - Hunter
Humor : Calmo quase o tempo todo...
Localização : Algum lugar. . .
Posts: : 1176
Inscrição : 08/11/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Qui 26 Nov 2015 - 21:35

Hinomaru

Spoiler:
 

Hinomaru não se sentira extremamente convencida pelos argumentos do senhor William. Não tinha nenhum plano de baixar a guarda, então continuou vigiando os arredores atentamente. Prestando atenção, podia ouvir algo de música saindo da mansão. Até que não estava desgostando tanto da vigilia.

E, logo em seguida, pode ouvir o som de gritos. O som de uma luta talvez? "Hinomaru acha que o senhor William se equivocou." A menina Hinomaru constatou, enquanto retirava a espada Hinomaru da bainha. Parecia-lhe agora provável que teria a oportunidade de realizar seu serviço. A japonesa optou por seguir com as instruções do senhor William, pelo menos por agora. Ele parecia saber o que estava fazendo, apesar da previsão enganosa.

Como esperado, após irem na direção do barulho, deram de cara com algo. Hinomaru não tinha certeza do que estava vendo. "Youkai...?" Certamente, o que quer que fossem, não pareciam amigáveis conforme se aproximavam. Assim como vampiros, eram apenas inimigos. Enquanto o senhor William atirava, Hinomaru decidiu o que fazer.

Hinomaru não proferiria palavras desnecessárias. Era perda de tempo em um campo de batalha. Simplesmente, correu em direção à criatura mais próxima, algum tipo de abominação canina. Seu plano era interceptar as criaturas e impedir que ferissem alguém. Mas, teria que tomar cuidado. Não sabia as capacidades das criaturas, não podia arriscar ser ferida.

Então, quando se aproximou a distância de um corte de espada daquele "cachorro", Hinomaru parou e esperou a movimentação daquela coisa. Como esperado, não parecia muito inteligente, avançando exatamente como esperado de um canino. A menina deu um passo rápido para a esquerda, deixando que o monstro passasse a sua direita, e desferiu um corte diagonal com a espada. O golpe foi certeiro e profundo, Hinomaru podia sentir seu aço cortando a carne daquela criatura. O cachorro caiu ensaguentado no chão ao seu lado. Suas mãos e sua lâmina estavam agora manchados pelo sangue da criatura que desaparecia. Porém, ela não teria tempo para pensar no que era aquilo que acabara de matar. A japonesa via mais criaturas se aproximando, e mais uma vez correu para enfrentá-las. Era só continuar a cortar. Cortar e cortar até que todos caíssem. Seria o bastante. Seu rosto não demonstrava emoção nenhuma, mas por dentro estava feliz. Era esse o lugar à qual pertencia afinal.


Última edição por Marcelo em Sex 27 Nov 2015 - 20:52, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Qui 26 Nov 2015 - 21:35

O membro 'Marcelo' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

#1 'D10' : 6, 3, 7, 10, 7, 7

--------------------------------

#2 'D10' : 10, 6, 3, 6, 5, 4
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Qui 26 Nov 2015 - 21:40

+Lya+

Ela sorria vitoriosa pelo caos que conseguira provocar, todo aquele cenário lembrava os velhos tempos, onde ela, Magnus e Lord saiam em vilas, aldeias e depois cidades para distribuir o caos. Sangue e lutas, discórdia e fúria, sim era maravilhoso de ver e sentir, como ela sentia viva com aquele cenário a sua frente.

Surgiam demônios a cada minuto e ela os comandavam como uma maestra satisfeita com todo seu esplendor louco de prazer pela maravilhosa música que aqueles sons de tiros, brandir de espadas e gritos das bestas atacando. Sorria satisfeita levando a mão ao seu rosto enquanto manipulava a marionete de dentro do carro.

Em seus dedos pálidos teias finas como fios faziam uma pequena mistura de madeira e carne se mexer e seus olhos amarelos fixos e estáticos somente ordenavam que a sua marionete mandasse os demônios fazerem, atacar e matar.

Ela mexia aquele brinquedo brincando com os dedos os fios ligados ao mesmo, enquanto a jovem vampira morena estava à frente daquela batalha.


+Raiven+

A vampira lutava ferozmente com as bestas naquele estacionamento, sabia que provavelmente a vampira estaria dentro daquele carro, a qual as criaturas protegiam com muita voracidade , ela acertava-as com seus punhais mesmo matando apareciam mais para impedir que chegassem ao carro.

Raiven pulava entre as feras e matava mais, estava começando a se cansar, mas não iria desistir, pois sabia que se tirasse a vampira dali conseguiria acabar com o caos que estava se formando. As feras grunhiam alto e atacavam sem deixar um momento aquele carro desprotegido.

+Lya/Melynda+

A vampira morena sorria com seus braços erguidos fazendo as bestas atacarem, a cada gesto apareciam mais e mais feras, ela dava gargalhadas ao ver o puro lutar com as bestas e mesmo matando mais apareciam, ela sabia que ele poderia cair a qualquer momento, não teria mais forças para continuar e seria a hora que o mataria.

Mas um barulho agudo passou perto de sua cabeça raspando o lóbulo esquerdo, por pouco não atravessara a cabeça, um tiro, e olhou a direção que vinha, apontou o dedo e cães do inferno foram até aquele que lhe atirou (Aidan).

A distração fora o suficiente para ver-se presa por galhos de sombra e quando abaixou viu que vinha a puro com uma espada para lhe atacar, ela ergueu uma das mãos para bloquear o ataque e sentiu a espada raspou-lhe a mão e praticamente rasgando-a para poder segurar o que ajudou afastar de seu pescoço.

Deu um grito de dor e usou a outra mão para criar um rodomoinho de ar com forte cheiro de enxofre e lançou o ataque acertando a puro a qual recebera o ataque direto acertando o seu braço, arremessando ela para o chão. O ataque faz a pele da puro arder e queimar , onde o sangue dela derramou fazendo o ar a sua volta ficar impregnando com a doçura daquele sangue... o sangue de um puro fora derramado.

+Loran+

Ele ai da lutava com  as criaturas  quando sentiu algo se aproximar e falar-lhe, ele virou e sua mão que tinha as garras expostas avançaram para segurar aquela que que chegava, a sensei Angel consegue por reflexo se afastar antes que as barras fincassem nele, mas não percebeu que um vulto pulara a sua frente... Norman.

Ele sentiu as garras de Loran atravessar seu peito rasgando-o da altura do ombro até o abdome e jorrar o sangue daquele vampiro fazendo andar cambaleando para trás, caindo aos braços de Angel.

Com o peso do corpo dele, a vampira perdeu o equilíbrio e caiu para trás, sentindo as costas. Olhou Norman que perdia muito sangue e ficava cada vez mais fraco, ele estava muito ferido.

Loran sentiu o cheiro do sangue, mas aquele não era um sangue qualquer, sentou o cheiro do sangue de Rose, ele rosnou olhando a direção que vinha aquele cheiro.


Spoiler:
 



~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Fabi
SP
SP


Feminino
Char RPG : Nero Sorel (B)

Lillian (Lily) Sorel (B)

Órion Sorel (B)

Lewis S. Murdock (A)

Lucius Sallazar (A)

Leon Gianni (Hunter)



Humor : Sei lá
Localização : Rio de Janeiro - Brasil
Posts: : 1389
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Qui 26 Nov 2015 - 22:40

+ Lily e Nero +


A vampira puxava a mão de Daryl com força enquanto seguia o pai correndo. Nero ainda segurava a outra vampira firme em si e olhou aquele pandemônio que estava ocorrendo. Espectros, agora cães infernais juntos e os caçadores entrando na batalha justo na entrada da mansão. Ele viu outros vampiros saindo, alguns para ajudar, outros para apenas fugir daquela situação. O ruivo mordeu os lábios. Era arriscado seguir para a saída com o risco de ser pego por alguma bala perdida de um caçador. No entanto, raciocinou, era muito mais perigoso ficar ali com aquelas criaturas querendo suas cabeças e justamente ficar perto delas quando elas eram os alvos daquelas armas. Decidiu arriscar.

Lily ofegava não por cansaço mas pelo medo e pelo estresse de toda aquela situação. Por onde ela olhava vinham mais e mais criaturas. Não acabavam nunca! Parecia que quanto mais eram mortas, mais delas surgiam para substituir as outras. Gemeu. Tudo que queria era sair daquele pesadelo. E ainda por cima Rose e Loran haviam sumido e ela ainda sentia o cheiro do sangue do puro. Estava preocupada com eles, preocupada com o que poderia acontecer com aquela batalha, eles pareciam ser o alvo daquela mulher estranha.

Nero se esgueirou para o canto do salão para que pudessem sair do meio da linha de combate e alcançarem finalmente as portas abertas. Assim que se viu do lado de fora se afastou para longe daquela entrada e daquela confusão. Mas quando viu o ambiente ao redor ele xingou audivelmente. Havia tantas criaturas ali do lado de fora quanto do lado de dentro. Porcaria, a situação só parecia piorar. Analisou ao redor, precisavam sair urgente dali. Pegar o carro estava fora de cogitação, era arriscado demais, teriam que sair dali correndo mesmo.

Lily saiu da mansão com os outros vampiros e olhou horrorizada para fora. Eram muitos, eram muitos até mesmo ali. A vampira tremeu. O cheiro de sangue do puro estava ainda mais forte ali. Ela olhou na direção do cheiro e prendeu a respiração. A vampira ainda continuava ali e agora Rose lutava com ela. Além disso Loran parecia estar em frenesi e agora atacava a sensei e um outro vampiro que a protegia. Ela fez menção e ir correr e ajudar, mas Nero a segurou firme pelo braço antes que se afastasse.

- Está louca?! Não vai até lá! - Nero vociferou.

- Eles precisam de ajuda! - Lily falou desesperada, não podia ver seus amigos serem atacados e não fazer nada.

A vampira tentou se livrar da mão dele, sabia que tinha mais força que Nero, mas ele apertou o braço dela e usou sua voz de comando na menina.

- Lillian, não se atreva a ir lá. Fique junto de mim - Nero a ordenou.

Lily parou no mesmo segundo e parou de tentar ir até a batalha. Ela choramingou deixando lágrimas escorrerem pelo rosto. Ela não podia ir contra as ordens de seu senhor e seu laço de sangue com o pai fazia com que obedecesse as ordens dele quando ele usava sua influência.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Angel D'Angelys
Recem Criado
Recem Criado


Feminino
Char RPG : Angel D'Angelys (Vampira / Professora)
Humor : Inconstante...
Localização : Onde menos se espera.
Posts: : 68
Inscrição : 25/10/2015

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Sex 27 Nov 2015 - 8:17

Angel estava abismada, tinha conseguido se livrar de um movimento, mas
naquele momento viu Norman pular em sua frente, fazendo receber todo o 
impacto do golpe, somente ouvia o som dos ossos se partindo, quando vi ele
voltar a mão, estava preocupada naquele momento e percebi o cheiro de sangue.
Norman tinha trago sangue para cá.

Com um movimento rápido de minhas mãos, olhando para Loran, vendo que não
queria lutar com ele, olhei para o galão de sangue, e naquele momento levantando
minha mão rapidamente, fiz um circulo de fogo em minha frente para fazer ele sair 
de perto, que levava em direção ao enorme galão aberto de sangue humano. Seria
a melhor coisa que poderia fazer naquele momento, enquanto com a força que tinha
ia arrastando Norman para longe do local, esse era o objetivo de Angel no momento.







off. jogada
destreza (3) + ocultismo (1) + esquiva (3) = 7
Dificuldade 7
2 acertos


Angel D'Angelys / 350 anos / Vampira (Vampire B)
Professora de Treinamento de combate.
Condessa de BlackMoon
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Sex 27 Nov 2015 - 8:17

O membro 'Angel D'Angelys' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

'D10' : 10, 3, 9, 2, 9, 9, 5


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Luthica
C
C


Feminino
Char RPG : Daryl Cannigan (B)

Naru Jenkins (ex-humana; D)

Elliot Casper von Wright (A)

Euphemia von Wright (A)

Vilhelmina von Wright (A)

Clã von Wright
Posts: : 481
Inscrição : 28/08/2015

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Sex 27 Nov 2015 - 10:04

Apesar de toda a situação lá dentro da mansão, Daryl sentia-se confiante de que conseguiriam derrotar aqueles demônios e estava tranquilo, até saírem e verem que lá fora estava ainda pior. Não fosse isso, Lily ainda tentou escapar para a luta.

- QUÊ!? - falou Naru junto com Nero e Daryl.

- Lily, não! - falou firme quando ela explicava desesperada, mas por sorte (e dessa vez tinha que admitir) Nero conseguiu controlá-la. Fechou os olhos e suspirou aliviado, mas ainda assim vê-la chorando era muito incômodo, quase tanto quanto ter a ciência de que o sangue de um puro tinha sido derramado.


- Eu sei que é difícil deixar seus amigos para trás, mas não podemos fazer nada muito arriscado ou podemos nos tornar só um alvo e... -

Olhou em volta. Loran estava incontrolável. Não achava que era capaz de segurá-lo com uma corrente. Rose lutava diretamente com aquela mulher. Seria apenas um alvo como a professora tinha sido do líder. Sobrava Raiven e sua investida contra múltiplos demônios. Aquela ele poderia tentar ajudar. Suspirou pesadamente. Normalmente, só sairia do local e depois contaria os corpos. Mas agora era mais complicado... Era muito cruel deixá-la sofrendo assim e simplesmente levá-la embora. Ela iria sentir-se impotente.


- Fique aqui com o seu pai, OK? A Naru também precisa de você- disse simplesmente e lhe fez um leve gracejo antes de se afastar do trio, correndo e tomou uma distância considerável do carro, o necessário para conseguir ajudar Raiven, que nem conhecia.

Ele reuniu uma bola de fogo na mão e, em seguida, começou a lançar uma a uma em uma labareda espessa para atingir os demônios que a atrapalhavam.


Destreza+briga+inteligência (não possui ocultismo)

4 (especialização: reflexos rápidos)+ 4 + 2 = 10 dados
Dificuldade 6
2 acertos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Sex 27 Nov 2015 - 10:04

O membro 'Luthica' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

'D10' : 5, 8, 10, 8, 3, 2, 2, 2, 2, 4
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Sex 27 Nov 2015 - 19:05

+Loran+

Uma muralha de fogo o distraiu, ainda estava com sede e se afastou cobrindo o rosto, seus olhos vermelhos buscaram pelo cheiro de sangue... Rose... Viu cair com ataque da vampira e rosnou enfurecido ela havia se ferido, saiu rápido de perto daquelas chamas e pelo caminho atacava as bestas com a espada, retalhando-as. Quando chegou perto pegou Rose e afastou de Lya, olhando-a com fúria.

A vampira morena estava cercada de feras que a protegiam avançando em cima dos puros para afastarem dela. Loran recua com a sua noiva nos braços o cheiro do sangue dela era terrivelmente tentado, não conseguiu se conter e afasta-se de perto das bestas e abraça-a. Em volta de ambos começa a circular um rodomoinho que evitava aproximação das feras. 

Ele passou a mão pelo rosto dela, inclinou a cabeça dela com rapidez e morde seu pescoço, estava com muita sede e sentiu o sangue escorrer por sua garganta, sugando em goles longos, sem perceber que estava tomando além do que deveria.

*******

+Daniel+

Ele avistou a ruiva, estava atacando as feras quando a viu passar, ela estava diferente, aquela aura era muito diferente do dia que a conhecerá, sentiu necessidade de chegar perto, talvez seu laço de sangue tivesse atraído para ela, a verdade precisava protege-la, era sua senhora.

Avançava contra as feras, tentando afastar de sua senhora , evitando que atacassem, ele corria e deferia golpes na diagonal com a espada. Sacou a arma e atirou a distância em outras feras que tentavam chegar na ruiva.

**********

+Raiven+

Ela ainda estava perto das feras, atirou algumas facas e lutava com chutes e bloqueios com os braços as bestas que protegiam o carro.

Nesse momento viu uma chuva de fogo cair sobre as feras e para não ser pega, saltou para trás afastando da zona de ataque, avistou com seus olhos claros um vampiro ajudá-la. Fez um gesto com a cabeça indicando que estava agradecida e voltou a atacar outras feras, conseguindo chegar no carro ela sobe no teto e saca uma espada ajoelhando e fincando no teto do carro aquela lâmina que entrou até o punho, ouviu um grito agudo e sorriu satisfeita.


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Makie
E
E


Char RPG : Personagens:

Freya Gatemberg - Night Class
Aidan Becker - Day Class
Lilac Löfgren - Universitária
Juliet Glotieb - Prof.ª Ed. Fisica
Posts: : 323
Inscrição : 26/08/2015

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Sex 27 Nov 2015 - 19:43

— Droga! – disse Aidan enquanto se erguia e se movia percebendo que havia errado. — Layla! Cuidado, vem!
Com o rifle em punhos aidan correu não mais que uns três metros para a lateral, ajustando o posicionamento. Desta vez para um lugar com melhor visão do corpo da vampira.  Isso estava demorando demais, e aquele terno era uma droga,  se as coisas continuassem assim, teria que reportar ao Zero o porque de ter matado também um sangue puro.
— Vamos lá, não me decepcione soul!
O apelido carinhoso de seu rifle era uma forma de entrar em sintonia com ele, algo que havia herdado com o treinamento de seu tio, seu outro rifle era o de trabalho de seu pai.  Aidan seguia seus passos com orgulho e desejo, talvez vingança pelo o que sofreu, ou apenas um pouco de orgulho, porém era evidente suas habilidades e sua determinação em seu trabalho
— vamos mandar mais um sanguessuga pro inferno! —com o novo projétil já engatilhado no cano da arma, Aidan realiza mais um novo disparo contra a vampira que invocava as criaturas demoníacas.

[16 dados]




Seria sorte ou azar ter vindo para esta festa? seu vestido verde estava manchado de sangue, seus cabelos haviam se soltado pelos movimentos abruptos que havia feito, viu seus amigos sofrerem, viu um grande amigo ser ferido a ponto  de simplesmente atacar, viu uma praça de guerra. Esse tipo de cena não é exatamente comum, mas ao mesmo tempo não é rara. Talvez seu nascimento até o momento tenha trazido azar para todos os que se envolviam com ela.


Freya havia atacado uma criatura, mas o golpe não havia causado grandes danos, diferente dos espinhos que a circundavam criando uma barreira que destroçou o monstro assim que ele tentou ataca-la. Era várias bestas demoníacas que atacavam a todos ali do lado de fora, freya assistiu Rose sendo atacada e cair, assistiu loran  em descontrole, e em um instante de percepção do entorno, a ruiva percebeu que ela não poderia se divertir ali ou pessoas que estimava seriam gravemente feridas. Ela sentiu o peso de suas escolhas em meio ao caos que a rodeava.  Com uma calma melancólica, erguei o rosto observando o ceu noturno, não se importava com o que estava acontecendo a sua volta, não naquele instante onde o tempo pareceu parar, e então  pensou “ eu tentei fugir por tanto tempo, como fui tola, nunca  tive a escolhe de ser o que quis”. Com os olhos fechados contendo o pânico, freya respirou fundo  quando num estalo, seus olhos se abriram num brilho esmeralda  de fúria, e de suas mãos onde vinham o chicote com alguns outros ramos de espinhos, se transformou quase que em um grande labirinto, se erguendo dos ramos que se arrastavam pelo chão, e prendendo cada uma daquelas bestas.


Os ramos deslizavam pela entrada da mansão amarrando os pés de cada criatura demoníaca, e como jiboias subiam por seus corpos , cortando suas peles e os invadindo, perfurando seus órgãos vitais com seus espinhos, deixando uma representação do que Vlad o empalador fazia com seus inimigos.
[-4 de vitae]


Ele tinha que confiar em suas habilidades e em sua arma, o vento desta vez se mantinha afavor quando o projétil foi disparado em direção a vampira que invocava os bichos, a acertando em cheio na altura do peito, fazendo a criatura agonizar e então se transformar em pó enquanto as outras criaturas em volta sangravam em estacas de espinhos como uma verdadeira cena de carnificina. O moreno se erguei da posição com um filete de suor escorrendo por sua têmpora e olhando fixamente para os vampiros que se encontravam no centro do tumulto. Preparando novamente seu rifle para o próximo alvo, o que aparentava certo descontrole evidente (loran)
 
Seus olhos revelavam o desejo pelo sangue, e o quanto havia se desgastado por tal ato enquanto via aquele corpo que havia causado tanto problema ser levado pelo vento como cinzas.  Como se algum peso de dentro dela fosse retirado e apenas um sussurro em sua cabeça dizendo “acabou”


“mas por quanto tempo?”


A voz assustadora voltava a assombra-la  quando se deu conta que a mão que segurava o chicote tremia e a garganta apertava pela secura. Precisava se alimentar, ou poderia se tornar uma besta igual a loran naquele momento.


“loran!”


Pensou quando percebeu que não poderia ajudar mais do que aquilo, ou colocaria todo o seu plano a perder. A sede começou a falar mais alto, quando algo lhe pareceu familiar, quando olhou para trás e percebeu a presença de Daniel, seus olhos demonstravam que a qualquer momento poderia avançar principalmente nele, mas ainda tentava se manter estática, por um instante não soube o que fazer naquela ocasião.


mushu:
 
coisas que apenas o chat explica!


Última edição por Makie em Sex 27 Nov 2015 - 20:21, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Sex 27 Nov 2015 - 19:43

O membro 'Makie' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

'D10' : 4, 3, 8, 1, 8, 10, 10, 10, 4, 2, 8, 9, 9, 2, 10, 8


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Angel D'Angelys
Recem Criado
Recem Criado


Feminino
Char RPG : Angel D'Angelys (Vampira / Professora)
Humor : Inconstante...
Localização : Onde menos se espera.
Posts: : 68
Inscrição : 25/10/2015

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Sex 27 Nov 2015 - 19:53

Angel conseguiu se esquivar de Loran, arrastando o corpo de Norman
para longe dali, olhou para sua volta e viu que ele estava realmente
muito mal, não tinha visto isso antes, quando olhou para ele e aproximou 
calmamente, do seu rosto. 


- Seu idiota, por que teve que fazer isso, quer virar um heroi é?
falava com a voz embargada. 


Ela arrancou uma parte do seu vestido, abrindo rapidamente a roupa de 
Norman para que pudesse ver o estrago que tinha sido feito nele, ela
lembrou de uma velha coisa que tinha aprendi a muito tempo para isso
e torcia pra que funcionasse naquele momento. Conjurando o fogo, ela fazia 
com que os ferimentos se fechassem deixando marcas vermelhas por seu 
corpo, antes de ver que estava limpando tudo que tinha pela perda de sangue
ela olha para ele, concentrada em fazer o que tinha que fazer.


Ela então mordeu seu puço fazendo com que o sangue escorresse, e colocou
em direção a sua boca acumulando ele, onde em um gesto firme tomou a boca 
de Norman, e parecendo lhe dar um beijo, deixou com que o sangue derramasse 
em sua boca, torcia para que aquilo desse certo. Ela iria lhe dar 
seu próprio sangue, sangue antigo e forte de um vampiro. Além do mais, aquela
garrafa ainda estava ali poderia usar ela depois, quando percebeu que Loran
foi para outro lado ao invés de ir atrás da garrafa. Isso era excelente. 
Teria apenas que tomar cuidado e torcer para alguém aparecer, pois parecia 
que a jovem a quem Loran sugava o sangue, estava em desvantagem como ela.







off. Jogada.
destreza (3) + medicina (1) + Raciocínio (3) - 7 dados
Dificuldade 7
2 acertos


Angel D'Angelys / 350 anos / Vampira (Vampire B)
Professora de Treinamento de combate.
Condessa de BlackMoon
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Sex 27 Nov 2015 - 19:53

O membro 'Angel D'Angelys' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

'D10' : 8, 2, 1, 8, 2, 4, 7


~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Dark_Rose
B
B


Feminino
Char RPG : Rose Valentine (PB)
Lara Kapetine (Hunter)
Humor : Incompreesível
Localização : Inglaterra
Posts: : 663
Inscrição : 06/09/2008

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Sex 27 Nov 2015 - 20:32

Usando bastante força ela tenta fazer com que a lâmina alcance o pescoço de Lya, mas a vampira consegue, usando a mão como escudo, defender-se do ataque fazendo-o desviar. Em seguida ela se vê sendo jogada no chão por causa de um redemoinho criado por Lya.
 
Já caída no chão ela sente uma ardência no seu braço direito, seu rosto esboça um leve careta de dor, quase imperceptível, mas não fala nada. Desde pequena com os treinamentos cruéis de seu pai aprendeu a evitar a esboçar a dor. Esse tipo de comportamento de demonstração de sentimento em combate significava fraqueza para o oponente.
 
Quando se levanta sente o líquido que flui em seu corpo sair pelo ferimento. Detestava se machucar, mas já estava acostumada com a sensação. Foi quando de repente sente alguém segurá-la e leva-la para mais longe da mulher. No meio do susto pela situação percebe que é Loran, tudo o que ela não queria era ele se aproximando daquela mulher, ainda mais no estado debilitado em que ele se encontrava.
 
Percebendo que ele naquele estado estava usando os poderes para defendê-la ela olha para ele, seu rosto mostrava urgência ela o segura pela blusa na altura do peito falando:
 
- Loran, saí daqui! Você tá fraco!
 
Logo depois ele passa a mão pelo rosto dela enquanto ela ainda falava, mas é interrompida.
 
- Vá para um lugar seguro! Eu consi...
 
A fala dela é interrompida no momento em que ele inclina a cabeça dela com rispidez e a morde com força fazendo-a se contrair com a dor. Ela fica sem reação, sabia que ele deveria estar com muita sede pelo nível dos ferimentos. O problema foi quando ela percebeu que ele não estava parando.
 
-L-Loran...
 
Ainda assim ele continuou a beber de seu sangue com vitalidade.
 
-Loran?
 
Ela começa a o empurrar com força, mas estava começando a se sentir fraca pela quantidade que ele tirava dela.
 
- LORAN!
 
Ainda tentando sair do abraço de seu amado descontrolado ela perde as forças fazendo suas pernas bambearem e cair no chão e mesmo assim ele continuou com a ação. Ainda tentando o empurrar sem sucesso seus saltos cravavam na grama do lugar fazendo buracos durante sua tentativa frustrada de desvencilhamento, seus braços já estavam ficando sem forças para empurrá-lo, não queria o atacar, mas se continuasse daquela forma ela iria morrer. Já ficando tonta pela perda de sangue e já sem forças ela usa seu último fôlego para gritar.
 

- PARA, LORAN! ME SOLTA, AGORA!


Lara Kapetine
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador


Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis/Arthur

Lya Merelin

Aldoph Magnus

Lord Drei Dreizahl

Kyoshiro

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2213
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Sex 27 Nov 2015 - 21:36

+Lya+

A vampira ainda manipulava aquela marionete, sorridente quando sentiu um solavanco no carro, isso a fez tirar de seu transe, as bestas que protegiam o carro, deixaram passar alguém... Nesse momento sente uma lamina fina atravessar as costas de raspão, mas aquela nao era uma lamina comum, sentou queimar a pele e deu um grito, soltando de seus dedos a marionete.

Desgraçados... ela bufou de ódio e abriu a porta do carro, saltou e viu uma vampira no teto, puxando a espada que estava fincada no teto do veículo. Lya rosnou a ela e usou seu poder de névoa das trevas para ataca Raiven.

Fora uma distração, tempo o suficiente para fugir, e quando chamou seus cães do inferno, montou sobre um deles e ordenou que corresse tirando-a daquele lugar, e assim ela partiu na noite seguida por outras bestas que a escoltavam protegendo a senhora deles.

Ao longe viu a sua marionete ser massacrada pelos vampiros e virar pó ao final dos tiros e ataques. Sorriu no canto dos lábios e satisfeita pensando o quanto ela ainda era poderosa e o caos que provocara para aqueles vampiros.

**********

+Marionete Melynda+

Aquela criatura estava furiosa e ainda mandava os cães atacarem, quando sentiu um baque na altura do abdome, ela gritou alto e se contorceu com a explosão da bala dentro de si, aquela coisa queimava e deixou ela louca de ódio.

Mas seu corpo estava no limite e não teria mais salvação, nesse momento a marionete perde as forças e estava virando pó.

***********

+Loran+

O jovem puro estava com a amada em seus braços, ele ainda sorvia de seu sangue quando ouviu ao longe alguém lhe chamar, seu nome ecoava em sua mente antes com um sussurro e aumentava a cada momento até que ouviu um grito : - PARA, LORAN! ME SOLTA, AGORA! 

Ele abriu os olhos e virou-se para ela e assustou-se... Rose estava em seus braços, fraca e ferida, seu peito doeu a segurou forte quase em desespero.

_Rose...ROSE... por favor, não faça isso ... -Pegou ela no colo fraca e a carregou olhando em volta para ver se tinha ajuda. Ele estava consciente e desespero de ver a amada naquele estava deixou apavorado.


Aquele lugar tinha virado um caos, olhava em volta e via criaturas lutando com vampiros e hunter, e as feras avançavam com fúria a todos.


Ele caminhou com Rose nos braços de volta ao interior da mansão, quando subia as escadas seu corpo estremeceu, era uma sensação de perigo, olhou em volta e viu a vampira morena levar um tiro certeiro fazendo ela entrar em processo de virar cinzas.




~* Narrador Master *~
_Agora repita comigo: Nunca mais desobedecerei um DEUS!
Assim você evita levar um mac ban feliz >D
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Norman McWolf
Recem Criado
Recem Criado


Masculino
Char RPG : Norman McWolf (Vampiro B / Nobre / Empresário)
Gabriel Mostif (Vampiro C / Servo / NPC)
Anabelly Finningan (Vampiro C / Secretária / NPC)
Humor : Incontrolavel
Localização : em algum lugar da casa.
Posts: : 56
Inscrição : 27/10/2015

MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Sex 27 Nov 2015 - 21:59

Fui maluco admito, mas foi um maluco que é apaixonado demais por essa mulher, ela tinha que esta em perigo, e eu tinha que correr eu encontro dela. Senti então aquelas mãos me rasgando, como a muito tempo não acontecia, a muito tempo não dava essa bobeira de sair em campo aberto assim. Deixei que eu fosse atingido no lugar dela. Eu a amo demais, para não fazer tal coisa por ela.

Senti meu olhos se fechando, meu coração lentamente parando de bater, como se aos poucos a vida fosse se esvaindo de mim. Ia então perder o meu amor, minha Angel, iria perder o fruto desse amor, minha doce Selene, e ainda não iria da tempo para matar Mostif por tudo que ele fez de errado hoje. Minha longa vida passava diante de meus olhos, como pequenos flashs problemáticos, onde eu via coisas que a muito tinha esquecido de pensar.

Achei que pareciam horas, ou talvez minutos, ou seria segundos? não entendi o tempo sentido meu corpo pesado, ainda mais, sabendo que não iria mais viver. Algo me deixava quente, sentia meu peito mais quente, como se fosse o inferno passando por ele, como se algo estivesse me queimando. Logo senti um gosto que a muito não sentia, um gosto doce com sabor de chocolate, seu sangue único e distinto, o tipo de sangue que tanto amava, sentia sua boca fecha sobre a minha como se fosse um beijo, para que eu pudesse me alimentar, aquele pouco sangue me trouxe de volta a consciência novamente, aquele velho sangue, mas forte. Queria da um sorriso de canto, mas não conseguia me mover, meu corpo estava paralisado como se não pudesse de mexer mais, estava fraco, precisava de mais sangue. olhei para ela e finalmente vi aquele lindos olhos verdes.

- sangue... sangue... - minha voz estava fraca e rouca, mas somente conseguia dizer isso, não sabia o quanto ira ficar acordado.


Norman McWolf | 435 anos | Vampiro (Vampire B)[size=15]
Nobre | Empresário | Playboy | Milionário | Filantropo
Conde de BlackMoon

(*) Gabriel Mostif | 465 anos | Vampire C | Assistente Pessoal[/size]
(*) Annabelly Finningan | 130 anos | Vampire C | Secretária
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Mansão Lutont   Hoje à(s) 21:17

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Mansão Lutont
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 9 de 10Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Assustador! - Episódio 1 "A Mansão Velha"
» o {Mansão} ? Descrição da Mansão
» Capítulo 3 - A Mansão do Inferno
» Garagem da Mansão
» Fachada Da Mansão

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Academia Cross RPG  :: Província Ambarantis :: Ambarantis :: Cidade Alta :: Mansão Lutont-
Ir para: