Academia Cross RPG
Bem Vindos!!

Aos visitantes e Novatos Na Academia Cross.

Leiam as Regras para participar do RPG.

Regras Gerais, orientações e Sistema do Jogo

Arigato pela Visita e volte Sempre!

Administração Equipe Cross



RPG Vampire Knight
 
Portal CrossInícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Ruínas Convento desativado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2382
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Ruínas Convento desativado   Dom 27 Set 2015 - 18:12

Relembrando a primeira mensagem :

Ruínas Convento desativado

Fora da cidade é conhecido como cidade baixa, local onde há muitas construções desativadas e inclusive um convento.

Willian havia sido convocado a invadir e exterminar um ninho de Level E, que segundo informantes. Mas na pressa Will não esperou por maiores informações do presidente. Os level E estavam muito mais fortes e alguns com poderes, por mais fracos que sejam ainda sim eram mais fortes.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda

AutorMensagem
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2382
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Qui 1 Out 2015 - 16:47

A jovem sacerdotisa ajudava a primeira garota que chorava se contorcendo de dor.

_Ajuda... ela ... me ajuda...-A garota olhou para Sakura e estava muito apavorada.

A segunda garota esta em choque e Will tentou falar com ela, mas a menina não respondia.

Nesse momento ouve uma voz muito suave cantarolando, antes era distante, mas aumentava conforme chegava aquele lugar...

Spoiler:
 

A garota que chorava junto a sakura arregalou os olhos estava apavorada.

_E..elaaa...-tapou a boca para não fazer barulho. Uma névoa frio começou a se formar, era um silêncio anormal não se ouvia nenhum soar de vento ou barulho da água que escorria das fendas do teto.

Um arrepio correu a espinha de todos. Esconder? Só isso que estava na mentes dos que ainda estavam raciocinando naquele momento.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3618
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Qui 1 Out 2015 - 19:20

Ajuda-las? Mas elas eram leveis E não eram? E se os atacassem? Não seria perigoso? E aquela coisa estranha lá em cima. Will sentiu seu corpo quase tremer com a lembrança da criatura que os perseguiu.

"Você tem medo, não é Will?"

Por instantes aquela lembrança se confundiu ao homem do sonho que o olhava ensanguentado e rindo em meio a um campo cheio de corpos sem vida.

"Eu sei que você tem medo do que nós podemos fazer..."

A voz se repetiu mais forte, enquanto ele mordia os lábios ainda agitado. Leveis E, eles eram diferentes e, em sua mente se misturavam a monstros. Criaturas sedentas por sangue que é em frenezzi que apenas desejavam ferir os outros.

"Mas você também não faz isso?"

Podia lembrar da constante voz em seus sonhos lhe acordando antes que seu avô lhe fizesse beber os frascos com antídotos durante seus pesadelos.

-Não posso... Elas vão decair e te machucar, Sakura-san.... Além disso, não viemos aqui pra garantir que não machuquem ninguém?

Falou nervoso, antes de ouvir mais gritos da mulher mais afastada. Ela estava machucada e em pânico, e, por mais que tentasse se convencer do contrário, precisava de ajuda. Mas ele não podia... Ou será que simplesmente não queria? Ah. Dane-se. Level E ou não, ele sentiu um nó percorrer-lhe sua garganta, em pena, quando correu em direção a vampira.

Estava ficando louco? Talvez. Mas não podia ficar ali parado.

-Eu vou te ajudar...

Falou em voz baixa tentando acalma-lá e procurando alguma espécie de pano no bolso. Seria bom lavar um pouco aquelas feridas para não infeccionarem, se é que vampiros tinham infecções. Mas nada tinha além de armas, celular e um pequeno frasco de bolso contendo um líquido avermelhado. Seu estoque de "remédio".

-Acho que vai precisar disso mais que eu... Só não conte para Sakura, ela não vai gostar.

Sussurrou, disfarçando e virando o pequeno frasco contendo sangue de hospital na boca da mulher, dando um jeito de chuta-lo para disfarçar em seguida. Talvez tivesse dado um jeito melhor até, em outra hora. Mas naquela, algo inesperado aconteceu, uma música suave surgia em meio aos túneis.

-Ela quem?

Perguntou para a mulher, mas diante de sua expressão, não precisou de resposta. Ela. Uma sangue puro. Quem havia feito aquilo. Sua mente completou quase imediatamente.

-Merda!

Xingou ele baixo quando um silêncio anormal se fez. E tudo o que sua mente lhe aconselhou em seguida, foi sair de perto da vampira, agarrar Sakura e tentar puxa-lá para um canto mais escondido. Afinal, realmente não estava afim de conhecer quem estava vindo.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorii'
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Sakura Tsukino Ruri Yuriev Caio Trigoli Dante Falleneaves
Humor : O novo prefume da natura ;)
Localização : Na banca de jornal mais proxima de você!
Posts: : 4567
Inscrição : 18/04/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Qui 1 Out 2015 - 19:46

Estava assustada, tremendo e sem muita ideia do que poderia fazer para ajudar aquelas garotas. Minhas mãos passaram pelo machucado dela, tentando pressionar enquanto a olhava.
Will... Ele não faria nada?

- Me machucar? - eu olhei atônita, nervosa, um misto de sentimentos - ELAS que foram machucadas, Will!!.... - eu tentava acalmar a menina, pondo a cabeça dela no meu colo para que ficasse confortável, o mínimo possível para se acalmar e fazer a ferida ficar um pouco elevada. - Elas estarem machucadas já é a prova que falhamos em algo... - disse, ressentida - Elas não escolheram por isso, Will... Elas não são culpadas do que fizeram à elas....

Eu o olhava suplicante. Will entenderia, ele tinha que entender. Se ele ainda fosse o garoto gentil que eu conheci um dia não as deixaria sofrer sozinhas ali.
Eu deu um pequeno sorriso quando ele se aproximou da outra garota, a ajudando. Não sei se poderíamos fazer muita coisa, mas eu ia tentar. Mesmo que ficasse fraca, eu as ajudaria o suficiente para que voltassem a ser quem eram.

~Qual o seu nome? - perguntei a olhando e tentando passar tranquilidade - Shizuka... Eu vou te ajudar... demo.... confie em mim.... confie.... -

Eu pousei minhas mãos ao lado das têmporas dela novamente e meus olhos se acenderam mais uma vez prateados, as íris como a lua cheia enquanto eu me concentrava em sua mente, sentia seu corpo a partir dela, buscava sua natureza e o foco de sua transformação.

Mas parei, assustada.
O alarme da garota e sua mudança súbita me assustaram e logo sentia aquela presença forte e selvagem se aproximar.
Olhei para a direção da qual vínhamos atônita.

- ie... dame dame dame.... - eu negava, me enganava. A sorte não poderia estar tão contra nós daquele jeito.

Eu mal tive reação, só senti Will me puxar, vendo as meninas ficarem para trás, caídas à mercê daquilo que vinha.

- Will!! Onegai!.... Elas... elas não podem...não podemos deixá-las! - Mas o que eu poderia fazer?

Will me arrastou para um canto escondido daquela cúpula, enquanto eu parava de resistir e me agarrava nele. Eu o abracei, me encolhendo em seu peito mas ainda olhando naquela direção da maneira que podia. Eu tremia, já não sabia mais se era pelo medo ou pela água fria que me ensopava. Eu só conseguia pensar que talvez não saíssemos mais de lá vivos. Eu só pensei em quem não veria.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2382
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Qui 1 Out 2015 - 22:29

As feras começaram a brotarem de todo lado, não eram Level E e sim criaturas demoniacas, estavam se aproximando das duas jovens quando algo as fazem parar e se abaixarem curvando diante de outro ser que surgia atras da escuridão.

Ela cantarolava, sua voz era suave e intensa, o som da melodia era hipnotizante, parou diante da jovem em estado de choque e de leve tocou seu rosto.

_I bambini piccoli non ti preoccupare mi prenderò cura di te. (Não se preocupe pequena criança eu cuidarei de ti.)


O jovens caçadores estavam escondidos, mas era um tanto em vão, ela sorriu ao perceber que havia mais humanos naquele recinto.

_I miei piccoli bambini mi porteranno più cibo. (Vão meus pequenos bebês tragam para mim mais alimento.)


Voltou a cantarolar aquela música e caminhou até a outra jovem que chorava.

_Perché piangere? Che cosa si guadagna è l'eternità.(Por que chora? Irá ganhar a eternidade.)

Sakura e Will estavam muito assustados, se aquele ser era um sangue puro e estava transformando humanos em Level E, provavelmente se fossem pegos teriam o mesmo destino.

Mas antes que pudessem pensar são surpreendidos pelo rosto olhando-os ali da coluna com um brilho no olhar.

Spoiler:
 

A pele era tão branca que parecia de porcelana e seu olhar não era de sangue puro comum, ela tinha o olhar de demônios.

_Xiiii... Che i bambini bello, spaventato ... (Que belas crianças assustadas...)


Olhava-os e se agachou, ela era imponente e seu ar sinistro tornava-a ainda mais poderosa.



Ela estava vestida com roupas de época antigas talvez século passado, o que dava a entender que havia sido acordada.

Spoiler:
 


Ela estendeu a mão pálida e tocou as mechas de cabelo de Sakura e riu baixinho olhando para Will. Levantou-se enquanto deslizou os fios de cabelos da menina entre os dedos.

_Lascerà questo angolo, il bambino deve questo freddo ...(Venham saiam desse canto, a pequena criança deve esta com frio...)


Quem era aquela vampira, que falava um idioma diferente e com aquela aura sinistra.?


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3618
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Qui 1 Out 2015 - 23:50

Não podiam deixá-las? Claro que podia,! Não que Will gostasse muito da ideia de largar alguém para trás, mas a verdade é que, quem quer que ela fosse, sabia das duas ali e estava a sua procura. Já eles... Bem a melhor chance é que não fossem percebidos, por mais que isso fosse improvável.

-Não dá

Sussurrou Will, abraçando a menina de forma carinhosa e protetora, tentando manter a calma e tranquilidade, embora somente externamente.

-Vamos sair daqui, Sakura-san, é uma promessa.

Eu vou te proteger. Completou mentalmente acariciando seus cabelos, a apertando contra si e olhando para frente de onde estavam escondidos, espiando. Um erro? Talvez. Uma coisa era certa. O que viu o fez tremer. Aquela mulher, aquelas criaturas. Tudo lhe dava aquela sensação estranha e lhe fazia ver novamente o seu sonho. Mas dessa vez ele não tremia. Tinha Sakura a proteger. Não podia mostrar seu medo. Ou qualquer coisa que tivesse lhe acometido nos últimos anos,

Quando a criatura lhes levou até "ela", também nada expressou, a não ser o corpo tenso e travado. Se recusando a soltar a menina e respirando de maneira um pouco descompensada apesar do esforço.

-Por que tem medo?

As palavras soavam em sua mente de forma incomoda. Enquanto ele mantinha o silêncio, abraçado a Sakura de maneira protetora. Tinha que arranjar um modo de tirá-la de la.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorii'
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Sakura Tsukino Ruri Yuriev Caio Trigoli Dante Falleneaves
Humor : O novo prefume da natura ;)
Localização : Na banca de jornal mais proxima de você!
Posts: : 4567
Inscrição : 18/04/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Sex 2 Out 2015 - 0:55

Eu vi as meninas ficando para trás, mas não fiz nada. Eu entendi o que Will estava fazendo e o porquê.
Nós tínhamos que nos esconder, principalmente para ter uma chance de de sobreviver e ajudar elas, era a nossa única alternativa.

Mas eu não sabia nem se nós conseguiríamos sair de lá, principalmente quando senti aquela energia que me paralisou. Meus olhos se abriram em susto e medo. Eu nunca tinha sentido uma energia assim, não era completamente vampírica, pareciam...

~oni..... 

Eu sussurrei, baixo, mas o pânico era perceptível na minha voz. Eu nunca havia me deparado com demônios. Eu conhecia a energia de objetos e estátuas onde eles haviam sido selados, mas assim... eu... Eu não tinha ideia de como nos proteger.

Ouvi a voz de Will e só me agarrei mais nele, fechando os olhos e me afundando ali. Eu não conseguia ter nenhuma ideia... eu tinha que pensar em algo, tinha que nos tirar de lá o quanto antes.

Só esse pensamento passou pela minha cabeça quando senti aquele arrepio, algo que nunca havia sentido antes que fez meu corpo inteiro congelar e meu rosto empalidecer na hora.

O toque... O simples toque daquele ser no meu cabelo me fez abrir os olhos e encarar aquele olhar demoníaco. Seus dedos corriam pelos meus cabelos mas pareciam me transmitir toda a sua energia pesada como uma pulsação forte e pesada, me fazendo paralisar enquanto a olhava.

Eu me perdi naquele olhar, como se pudesse ver mil coisas ali dentro... e temer cada uma delas....

Eu não entendia aquela língua, só sentindo como Will me abraçava mais, me apertava mais.
Eu não aguentei, um pequeno som, que nem chegava a ser um grito saiu de mim em susto, segurando com mais força em Will.
Eu ia fazer algo. Nem que eu morresse, eu daria a chance pelo menos de Will sair de lá.

Minhas mãos tremendo levemente se aproximaram devagar da bloodrose no suporte em mina coxa.
Eu a distrairia e depois, o meu cheiro seria o suficiente para prender sua atenção.

~Will.... - eu falei, rezando para que ele entendesse o que eu iria fazer, para que ele aproveitasse e fugisse. Eu não ia suportar perder Will ali.

Eu sabia tudo o que poderia acontecer caso morresse... Mas, eu não raciocinava mais como antes, eu não pensava mais da mesma forma como aquela hunter treinada. Eu só me importava com Will, eu queria salvá-lo. Nunca suportaria sentir que o havia perdido novamente... Embora isso significasse também nunca mais ver "ele".


Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2382
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Sex 2 Out 2015 - 18:33

A vampira ainda olhava-os esperando que saissem, mas eles estavam com medo e isso atiçava-a ainda mais, adorava sentir o cheiro que os humanos emanavam com o medo.

_Bambini vengano a me, non vogliono il vostro male. (Pequenas crianças venham a mim, não quero o vosso mal)


Estendeu a mão pálida para que viessem. Sua voz era inebriante e irresistível, ela chamava-os e esse chamado ecoava pela mente de ambos com se invadisse a alma dos dois jovens.

Lançar dados:
 

***************

Enquanto isso no lado de fora do convento...

O grupo de caçadores liderados por Zero chega até a proximidade do convento abandonado.

_Eu quero que entrem em duplas ou em trios, esse convento só tem duas entradas o resto são janelas e tetos abertos ao alto.- Vamos usar rádios para informar o tempo todo onde estamos, não excitem em atirar, antes eles que nós.-Zero estava furioso com aquela situação, como invadiram a associação e enviavam caçadores sem sua ordem. Irá descobrir quem estava por trás de tudo.

Assim três grupos se dividiram, Zero estava com Lohranne e dois outros caçadores, Kaito liderou outro grupo e Skay o terceiro grupo que daria apoio na retargarda.

_Vamos...-Olhou para a ruiva e entraram em um das portas de madeira do convento.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3618
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Sex 2 Out 2015 - 18:46

A vampira se aproximava e os demônios os cercavam. E tudo que Will podia ver naquele momento era a morte. O leito fúnebre que lhes aguardava mais à frente. Mas, no fundo, não era isso que lhe assustava. Muito pelo contrário, há muito a havia desejado e até pedido. Mais ali. Ali sua principal preocupação era Sakura e sua vida. Não podia deixá-la morrer. Tinha que protegê-la, sentia isso. Mas, principalmente, sentia que tinha que se afastar daquela vampira. A que acordava seus demônios e o chamava.

-Não.

Falou em voz baixa, fechando os olhos e apertando Sakura contra si, de maneira protetora.

A vampira tentará de novo. Dessa vez mais perto e com voz doce, quase hipnotizante a ponto de manter sua mente confusa.

-Não ouça... É como o sonho.

Will insistiu para si mesmo, tentando se segurar em seus resquícios de conciencia, com mãos de ferro. Mas a voz era forte.

Sakura pode ver uma careta formar em seu rosto, como se visse algo pertubador em sua mente, e então seus braços começaram a fraquejar, enquanto seus olhos violetas ganhavam o vazios. E sem perceber, ele a soltou, olhando para a vampira, quase hipnotizado.




Última edição por kagura em Sex 2 Out 2015 - 18:54, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2382
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Sex 2 Out 2015 - 18:46

O membro 'kagura' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

'D10' : 1, 10, 1, 4, 1, 6, 8


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Dorii'
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Sakura Tsukino Ruri Yuriev Caio Trigoli Dante Falleneaves
Humor : O novo prefume da natura ;)
Localização : Na banca de jornal mais proxima de você!
Posts: : 4567
Inscrição : 18/04/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Sex 2 Out 2015 - 19:24

Aquela vampira me amedrontava. Eu não sabia direito o que fazer e nenhuma das ações que passavam pela minha cabeça era sensata, mas, acho que minha única alternativa era ceder à insensatez
Eu sentia Will me apertando junto a ele daquela forma protetora e sentia que a minha postura em nada ajudava para trazer segurança à ele. Eu estava completamente à mercê da situação, eu não podia ser assim... Eu tinha decidido proteger as pessoas, e nesse momento, protegeria uma das pessoas mais importantes à mim. Will.

Quando a vampira nos chamou ainda naquela língua que eu não compreendia eu senti que Will avançaria, que ele cederia àquela voz.
Rápido... Rápido Sakura...

Pensei em tudo o que poderia acontecer ali, e novamente, nenhum movimento sensato vinha à minha cabeça. Então, a minha única escolha era optar pela insensatez....

Quando senti ele avançar eu o puxei de volta, gritando.

- IE!!!! - usei a minha força para trazê-lo para trás, enquanto aquela minha mão que já se posicionava na adaga avançou para frente da puro-sangue.




Última edição por Dorii' em Sex 2 Out 2015 - 19:32, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2382
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Sex 2 Out 2015 - 19:24

O membro 'Dorii'' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

'D10' : 7, 10, 2, 6, 5, 5, 5, 10, 2, 4, 10


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Dorii'
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Sakura Tsukino Ruri Yuriev Caio Trigoli Dante Falleneaves
Humor : O novo prefume da natura ;)
Localização : Na banca de jornal mais proxima de você!
Posts: : 4567
Inscrição : 18/04/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Sex 2 Out 2015 - 19:35

Eu tentaria ferí-la. Rezava para kami-sama que isso nos desse tempo o suficiente para fugir de lá.
Eu joguei meu corpo para frente, em direção à ela que nos estendia a mão, pronta para nos tocar, chamando.
Com um único golpe eu desci a adaga longa com força contra ela. Não me importava onde fosse acertar. Aquela era uma arma divina, era abençoada, ela faria um estrago maior do que em um simples vampiro e era a nossa última chance de fugir ou de morrer de vez.

Mas eu acertei e não dei tempo ao azar. Peguei Will pelo braço, correndo desesperada, tentando fazer o caminho inverso ou correr sabe-se lá para onde.




Última edição por Dorii' em Sex 2 Out 2015 - 19:38, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2382
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Sex 2 Out 2015 - 19:35

O membro 'Dorii'' realizou a seguinte ação: Lançar Dados

'D10' : 1, 10, 4, 3, 9, 2, 8, 1, 8, 6, 5, 3, 7


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2382
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Sex 2 Out 2015 - 20:01

Lya fazia o chamado, sabia que conseguira afetar a eles, o jovem loiro estava indo para ela, quando a garota avança sobre ela com uma estaca.

A vampira olhava-a sério e para evitar o golpe estende a mão onde a estaca atravessa-a.

_Poveri e poco istruite bambino che attacca senza motivo ..(Criança má e mal educada que ataca sem motivos..)


De repente ver sua mão doer e a pele começar e esfarelar, seus olhos amarelos se abrem e um grito agudo e forte soa de si tão estridente que varre todo o convento. Os demônios uram e avançam pelos corredores de volta a copula atrás de sua mestra.

Ela cai ao chão e arranca aquela estaca arremessando longe, seu braço queimava e sua mão começou a despedaçar. Olhou a jovem garota se afastar com o outro menino e diz com um sorriso sádico a face.

_Bambino Tornerò il suo affetto ...(Criança eu irei retribuir seu carinho...)

Caiu de joelhos ao chão e seus demônios rosnaram e estavam preste a avançar contra ambos.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3618
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Sex 2 Out 2015 - 21:03

Sua cabeça estava perdida e desatenta. Quase hipnotizada em um sonho por aquela voz. E sem conseguir reagir. Seria seu fim, pensava com os exóticos olhos violetas perdidos e focados na mulher. E apenas nela, em direção aonde estava.

Sem controle. Indefeso. Aquele era ele, mas nada conseguia fazer com os olhos perdidos, e isso era claro em sua expressão. Como e quando se livrou? Nem ele sabia. Fora rápido e confuso, e logo Sakura se apoiava em si novamente, enquanto as coisas voltavam a ficar estranhas. A vampira caia. A menina lhe puxava e seus pés voltavam a correr para qualquer direção que o levasse. Ainda estava em choque é verdade, e sua mente não andava nos eixos desde que entrara naquele lugar. Mas ainda conseguia correr, e era isso o que fazia.

Tinham que sair dali.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorii'
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Sakura Tsukino Ruri Yuriev Caio Trigoli Dante Falleneaves
Humor : O novo prefume da natura ;)
Localização : Na banca de jornal mais proxima de você!
Posts: : 4567
Inscrição : 18/04/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Sex 2 Out 2015 - 23:48

Havia funcionado.... Por Kami-sama, aquilo havia funcionado e pela primeira vez eu realmente via uma possibilidade de fuga. 

Eu se quer olhei para trás para ver o corte que havia deixado, ou o que tinha acontecido. Eu só corri, segurando a mão de Will o mais forte que conseguia junto à minha, correndo em uma velocidade que eu se quer sabia que conseguia alcançar. 

Eu senti os demônios se aproximando com o grito gutural de dor da vampira. Não sabia se íamos conseguir enfrentar tantos mas a adrenalina em meu sangue não permitia fazer questionamentos, só agir. 

- Will....  - Falei esbaforida enquanto corria - Fuja....  onegai, fuja...  Vá na frente e peça ajuda!  

Novamente eu tinha um plano louco, mas o primeiro havia funcionado. Eu ia me aproveitar da sorte. 

Saquei a bloodrose dessa vez. Ia possibilitar o ataque à distância. 

- eu vou distraí-los.... - Ergui a arma e soltei a mão de Will. Ele tinha que ir naquele momento


Voltar ao Topo Ir em baixo
Lohanne
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Lohanne - Hunter
Yan Yuriev - Vampiro Puro Sangue

Posts: : 3153
Inscrição : 15/05/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Sab 3 Out 2015 - 10:21

As ruas passaram rapidamente e a noite havia esfriado um pouco. Lohanne conduzia a moto sem dificuldades através do carro, mas sempre mantendo-se próxima ao comboio de Zero.
 
Em poucos minutos estavam diante da construção antiga, tomada pelas árvores. Boa aprte de um dos muros já havia caído.
 
“Realmente um lugar perfeito para esconder um ninho, além disso, um lugar perfeito para conseguir uma vítima. Vazio, provavelmente frequentado por usuários de drogas ou jovens desavisados” – ela pensou enquanto fazia uma breve análise do lugar.
 
O grupo de caçadores se dividiu e ela seguiu com Zero, separando-se de Skye e Kaito, entrnado na antiga construção. 
 
Em uma de suas mãos ela segurava a estaca de prata e na outra a Nightshade, ambas as mãos cruzadas, apoiadas uma na outra, seus olhos atentos enquanto adentravam a construção.
 
Mal haviam caminhado para dentro do espaço quando um grito ecoou através do ar, um grito de dor e Lohanne, sem hesitar pôs-se a caminho.
 

- Venham, por aqui! – ela chamou a Zero e aos demais caçadores.





"We greeted death as an old friend"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2382
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Sab 3 Out 2015 - 21:23

A vampira se ajoelhou no chão e vendo que perdera a mão e seu braço começava a despedaçar, fez crescer as garras da outra mão e na altura do cotovelo arranca a carne morta pela estaca da garota.

Seu olhar era assassino e ao mesmo tempo tinha um sorriso a face, se aquelas crianças eram ousadas a enfrentar um ser como ela, então eram dignas de serem suas sevas.

Ao fundo ouviu uma voz falando com ela, era um homem e ele se aproximava calmamente, falando em seu idioma.

_Lya Merelyn finalmente trovato. (Lya Merelyn finalmente te encontrei.)

Ela olhou em direção aquele homem e o reconheceu.

_Adolph Magnus ... Puoi dirmi dove mi trovo ...(Adolph Magnus... Pode dizer-me aonde estou...)

_In primo luogo la mia bella dovremmo lasciare questo posto, presto sarà pieno di cacciatori ...(Primeiramente minha bela devemos sair desse lugar, logo estará cheio de caçadores...)

Ela se levanta e olha as duas jovens que estavam ao chão abraçadas.

_Prima necessità di ripristinare il mio braccio ... Vieni bambino, ora sarà degno di servire me dando il braccio ...(Antes preciso restaurar meu braço... Venha criança, será agora digna de servi-me dando seu braço...)

Pegou a jovem que estava em estado de choque enquanto a outra chorava compulsivamente. As garras cravam o braço da jovem que antes não falava nada, mas despertou com a dor começando a gritar.

A Vampira dá um beijo a boca da garota e suga-lhe o sangue até a jovem virar pó, encaixa o braço e usa sua energia para unir a sua pele.

_Ora possiamo andare ...(Agora podemos ir...)

Olhou para outra garota que chorava e estendeu a mão.

_Sei stato il mio bambino, siete forti, e si mi servirà da ora ...(Andaste minha criança, você é forte e me servirá a partir de agora.)

A garota não podia evitar e levantou indo até Lya e Magnus, ele ando a frente seguido por elas até a próxima saída.

_Lascia un regalo per i cacciatori ...(Deixarei um presente para os caçadores...)

Brotaram diversas criaturas e todas avaçaram pelos tuneos e galerias do convento abandonado.

Magnus saiu por uma entrada e já no lado de fora estava um carro estacionado onde Vincent e mais dois seguranças esperando por eles.

Lya olhou aquele carro e arregalou os olhos a Magnus, respondendo antes dela questionar.

_Lya ha molto da fare in questa nuova era, ci sono molte cose meravigliose che sono sicuro vi innamorerete ... (Lya tem tanto a ver nessa nova era, há muitas maravilhas que tenho certeza que irá adorar.)

Ela andou até o carro e o tocou, alizando a capota sentiu o calor do motor e depois sorriu.

_E qual è questa cosa ...(para que serve essa coisa)

_Carro Lya um meio de transporte, uma máquina rápida muito mais que cavalos.

Vincent ver o sinal de Magnus e abre a porta do carro e Magnus a faz entrar juntamente com sua cria, logo em seguida ele entra e Vincent vai ao volante seguido pelo segundo carro onde todos partem para a cidade.

*********

Raiven caminha dentro do convento, a serva do Kuran matava algumas das criatura com certa facilidade, eram seres inferiores e ao longe ver Magnus e a vampira passar.

_Eles acordaram a dama negra... Loran-sama precisa saber.

Raiven havia sentido que as postas do inferno foram abertas e seguiu o rastro de sua aura maligna até o convento abandonado, ela sabia que algo estava errado.

_Angelus... -Chamou mentalmente o anjo da morte que respondeu em sua mente.

_Eu sei...Não imaginava que seriam tão ousados...

_Devemos nos preparar.-Raiven some na escuridão saindo do convento para voltar Academia Cross.

*************

Zero seguiu com a Blood Rose em mão quando ouviu a jovem russa chamar, era alguém gritando, correram em direção ao som.

Por outro corredor algumas criaturas gruniram ao ver eles passarem e avançaram contra todos.

_Essas coisas não são vampiros... "demônios"

Começou atirar nas coisas que de certa forma morriam fácil.

_Lobanova-san tenha cuidado são demônios.

Atiravam sem parar ele e mais dois caçadores que os seguiam.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3618
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Sab 3 Out 2015 - 22:05

Se não tivesse tão desesperado tentando correr, talvez agora estivesse paralisado pelo medo. Ou virasse lanchinho de vampiro, demônio ou a merda de criatura que tivesse ali. Pensava enquanto os dois seguiam em frente. Pensando bem, como podia estar sendo tão inútil? Como nada que fazia poderia estar dando certo? Teria a presença de Sakura feito se distrair tanto que virará o Will Capote novamente? Era uma hipótese. Algo que não iria agradar em nada o seu avô, pensando bem.

-Não, você não vai.

Negou de maneira energética, parando ao lado de Sakura assim que seus passos se encerraram,

-Sakura-san, não é como se fosse deixar você aqui,

Mas a menina era impassível, atirando quase em todas as direção e, ao longe, eles se aproximavam. Droga. Droga. Pense Will, pense. Ele mordeu os lábios preocupado. Mais perto. Mais perto...

-Sakura, segure em mim.

Falou com pressa, segurando-a de repente no colo e a apoiando colada em seu corpo, enquanto corria. Will ficar mais forte? Essa era uma pergunta a se fazer, enquanto ele a carregava, correndo das criaturas,

-Use meus ombros como apoio para atirar. Eu vou te tirar daqui,

Ou morrer tentando. Completou mentalmente.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorii'
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Sakura Tsukino Ruri Yuriev Caio Trigoli Dante Falleneaves
Humor : O novo prefume da natura ;)
Localização : Na banca de jornal mais proxima de você!
Posts: : 4567
Inscrição : 18/04/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Sab 3 Out 2015 - 22:54

Will...  Porque ele não podia simplesmente fazer o que eu havia pedido e ir? 

Na verdade, eu sabia, porque eu também não sairia dali sem ele. Mas naquele momento tínhamos que fazer algo.

Eu atirava a esmo,mas sempre acertava algum de tantos que eram.


Quando minhas mãos soltaram as de Will eu realmente torcia para que ele fosse, mas sua voz incisiva e determinada me dizia que não. 


- Demo....  Não tem como! Eles...


Eu parei minha frase no meio quando o senti me ergueu e ouvi seu pedido para que eu segurasse. 

- Nani? Will você...  - Eu ia dizer que ele não ia conseguir correr e me carregar no colo, mas antes de terminar a frase eu percebi que estava completamente enganada. 

Segurei nele com força, olhando os demônios que ainda nos seguiam. Mas... Como Will conseguia me carregar daquele jeito? Isso era muito mais forte do que o normal. Mas, sinceramente? Aquela horda de demônios atrás da gente não me deixava pensar em muita coisa.

Então, eu apenas fiz o que o menino pediu.
Ajeitei meu corpo, ficando de frente para Will e enlaçando minhas pernas ao redor da sua cintura e prendendo seu quadril entre as minhas coxas, firme. 
Com uma mão abracei Will para manter a minha firmeza enquanto apoiava o outro braço em seu ombro, o que eu segurava a arma, atirando nos seres que nos perseguiam. 

- Hayaku! - Gritei, pedindo para que ele corresse mais rápido e me segurando firme em Will. - Vire no corredor mais largo que tiver!

 As passagens principais de construções como aquela tinham essa característica, assim como a Cross. Geralmente eram cortadas ao meio por corredores largos e abertos nos quais os adjacentes se ligavam. 
A essa altura era a única coisa que podia pensar enquanto os via se aproximar mesmo com os meus disparos. 

- Gomenasai....  - Falei baixo com a voz chorosa próximo ao ouvido de Will, já me desculpando. Talvez eu não conseguisse tirar a gente de lá.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Lohanne
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Lohanne - Hunter
Yan Yuriev - Vampiro Puro Sangue

Posts: : 3153
Inscrição : 15/05/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Dom 4 Out 2015 - 11:21

Lohanne ouvia os grunhidos, sua arma sempre a postos enquanto ela se praguejava por não ter trazido uma lanterna. Sua visão aos poucos se acostumava ao escuro, mas agora que Zero e os demais caçadores atiravam ela não conseguia mais ouvir nenhum som além do barulho dos demônios.
 
“Meu deus que inferno!” – ela pensou irritada, era por isso que gostava de trabalhar sozinha, com tanto barulho atrás era quase impossível ouvir qualquer coisa.
 
Ela correu até o local onde achava que havia escutado os gritos, mas logo era impossível prosseguir, então ela teve que usar a Nightshade para abrir caminho, atirando primeiramente no demônio que estava à sua frente.
 
O tiro certeiro derrubou o primeiro demônio, o segundo, o terceiro e assim o caminho estava limpo. Ela continuou, deixando os demais hunters para trás, entrando em um corredor, vendo então duas sombras correndo em sua direção e logo atrás uma massa de sombras os perseguia.
 
“Devem ser os caçadores...” – ela concluiu ao ver os tiros disparados a esmo. Ela então correu na direção deles, no escuro, mal notando as expressões conhecidas seu foco total em exterminar os perseguidores que vinham a caminho.
 
Os tiros não eram a esmo, a maioria acertava, mas ela logo ficou sem munição, entrando agora em luta corporal contra um dos demônios, sua estaca prateada rasgando o peito dele, logo após chutando-o para longe.
 

- Eu adoraria uma ajuda moi drugs – ela gritou, chamando os dois que haviam passado por ela e tentando atrair a atenção dos outros caçadores, sua voz e seu forte sotaque russo ecoando alto.





"We greeted death as an old friend"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Master
Administrador
Administrador
avatar

Feminino
Char RPG : Narradora

Loran Kuran

Louis Montgomery

Lya Frantini Merelin

Aldoph Magnus

Lorde Drei Dreizahl

Kyoshiro Sugawara Dreizahl

Humor : Vai depender de sua postagem >D
Localização : Rio de Janeiro
Posts: : 2382
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Dom 4 Out 2015 - 14:51

Skye aparece no final do corredor ela atirava em vários demônios que corriam pelas paredes e tetos. O grupo que estava liderando estava atacando pelas laterais, as criaturas não paravam de sair de todos os cantos.

Zero continuou atirava, mas as criaturas não paravam de aparecer.

_Droga, não acaba nunca...- Ouve a jovem russa gritar por auxilio e a avança para acertar alguns daqueles demônios._Lobanova-san, temos que descobrir de onde veem essas coisas...

Kaito chega ao corredor principal e atira em um outro grupo desses monstros, estava com o terceiro grupo de apoio e chega a copula principal, lá ver uma fenda e dela saia as criaturas.

Chamou Zero pelo rádio.

_Kiryuu... na escuta...Encontrei a origem das criaturas...

Posiciona com os demais caçadores e começam atirar na abertura na parede.

Zero estava com o rádio na cintura e ouviu kaito falar.

_Aonde estão... Estamos presos aqui há muitos dessas coisas...

Ele continuou atirando e volta a atenção para Lobanova.

_Vou abrir caminho e você avança, kaito achou o local de onde as criaturas estam vindo.

Zero atira com a blood Rose e de repente usa seu poder e aparece os cipós de espinhos rasgando tudo e dando passagem a jovem russa.


~* Narrador Master *~
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.recantodasletras.com.br/autores/isamiranda
kagura
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG :
Chars: Charles | William | Vincent (Arthur) | Melissa
NPCS: Murtagh | Junes | Junniper | Ryan | Trevor
Humor : Mutavel.
Localização : Brasília
Posts: : 3618
Inscrição : 26/01/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Dom 4 Out 2015 - 15:42

Se fosse alguns anos atrás, talvez a menina fosse pesada o suficiente para que ele caísse no chão, como se não fizesse isso já sem um empurrão, ou se estabafasse todo no primeiro lugar que encontrasse. Mas agora. Agora a carregava sem tantas dificuldades. É... Seu treinamento havia dado certo pelo menos nisso, muito embora não pudesse dizer o mesmo daquela terrível atuação deplorável que apresentará até agora. Se não tinha morrido, fora sorte ou ajuda da menina, que agora ele tinha decidido, com todas as forças tirar dali.

-Certo.

Concordou, optando pelos grandes corredores melhores iluminados. A noite e a escuridão não lhe eram estranhas, sendo mais uma face de suas habilidades. Mas ali ele não parecia querer mexer com ela. Era muito negra e lhe assustava, assim como aquele lugar. O recanto tão semelhante à seus pesadelos.

Logo ele fez mais uma curva para a direita. Estavam chegando, ele não sabia. Mas esperava que sim. Queria pelo menos dormir e se alimentar naquela noite. As olheiras da longa viagem ainda lhe afetavam, e como tinha aula pela manhã, não podia apresentar-se mais indisposto que o normal sobre o sol quente e ir parar na enfermaria por outro desmaio.

Mais passos, mais corredores, Mais criaturas. E então ele parou quando mais um vulto passou por si. Um vulto que falava russo. Um vulto conhecido.

-Lohanne-San?

Perguntou parando em choque com Sakura nos braços.

-Está indo para o lado errado.

Sinalizou, ouvindo os gritos pelos dois lados e então notando a enrascada que tinham se metido. Droga. Repetiu e, sua mente, colocando a japonesa no chão, apesar de ainda puxa-La junto a si em direção a Lohanne. Aquele era um mal dia. Deviam correr, mas não poderia deixar ninguém para trás.

E foi então que, por sua vez, também pegou sua arma, girando o tambor para engatinhar algumas balas especiais, a entregando para Lohanne.

-Engatilhe a alavanca pra cima, vai funcionar melhor. E se preparem pra correr.

Falou, sentindo todos seus batimentos e respiração agitados. Mesmo que as meninas atirassem, estava nervoso com a aproximação, com aquelas criaturas. Mas tinha que dar certo não é? Aos poucos seus olhos coraram. Ficando mais escuros, e as sombras em volta deles se agitaram. Aquilo eram correntes. Sua forma era difícil de ver, pela escuridão do lugar. Mas no mesmo instante, algo parecia puxar as criaturas em direção à parede, para prendê-las temporariamente e abrir-lhes o caminho.

-Corram.

Gritou para as duas meninas com uma face mais séria. Não era como se quisesse mostrar algo assim perto de alguém. Mas eles não pareciam ter muita escolha. E se era pra morrerem ali, que fosse fazendo algo útil e usando todos seus esforços.

-Desculpe vovô... Mas tenho que ajudar elas

Repetia em voz baixa, sentindo seu estômago revirar e o gosto de seu próprio sangue invadir sua boca. Teria realmente que se recuperar daquilo depois. Esperava que Elliot lhe arranjasse alguns "pacotes de sangue" no hospital para ele.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Dorii'
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Sakura Tsukino Ruri Yuriev Caio Trigoli Dante Falleneaves
Humor : O novo prefume da natura ;)
Localização : Na banca de jornal mais proxima de você!
Posts: : 4567
Inscrição : 18/04/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Dom 4 Out 2015 - 16:29

Eu nunca, nunca imaginei em nenhuma circunstância que estaria vivendo aquilo. Eu fugia de criaturas demoníacas, em um convento abandonado, carregada pelo meu primeiro namorado que de dois pés esquerdos havia passado à um atleta olímpico, atirando à esmo em criaturas enquanto fugia de uma vampira -puro -sangue -demoníaca e, ainda por cima, tentando ficar sair de lá com vida. 

Isso era uma prova para nunca duvidar de como as coisas poderiam ficar estranhas na vida. E olha que bem mencionei as minhas mudanças. 

Eu estava ficando sem balas e logo os meus últimos tiros foram dados. 

- Droga! - Gritei, me segurando melhor em Will quando nós passamos por algo...  Ou alguém que realmente iria tornar tudo aquilo mais estranho. 


- Lohanne-kun? - Eu arregalei os olhos. Era ela... Era ela naquele mesmo lugar 

Agora eu podia adicionar " e uma velha amiga ex-nanica brotando do nada e dando uma surra em demônios ".  Viu como a vida realmente sempre podia ficar mais estranha? 

E isso era um problema de muitas formas...  Eu não podia revelar quem eu era, eu não podia me envolver e agora eu só parecia mais presa a tudo e todos. 

Quando Will me tirou do colo eu ainda estava completamente confusa e dessa vez foi ele quem teve que me puxar. 

Meus olhos encontraram os de Lohanne, tomados pelo medo da situação e da confusão que sentia ao ver ela ali. 

- Hayaku... - Eu guardei a arma que já não servia de nada enquanto Will entregava a sua para Lohanne 

Continuei a correr com eles quando Will parou. 

No mesmo momento eu parei também. Nós não podíamos parar, tínhamos que sair de lá o mais rápido possível... Mas eu não o puxei. 
Não o puxei porque fiquei assustada com o que vi e...  Com o que senti. 
Will liberava tentáculos de sombra que prendiam os monstros contra s parede, ele gritava para que corressemos mas eu não consegui correr.
Eu fiquei atônita... Aquela energia.... 

- Will....  - Minha voz saiu baixa em um sussurro sofrido. O que havia acontecido com Will? Kami-sama.... 

Aquela energia era demoníaca. Não era algo comum nem algo que deveria ter em humanos, algo que não deveria ter em Will. 

A energia dele me assustava e algo dentro de mim começou a se movimentar. Uma presença que eu não conseguia entender, que parecia me alertar... 

Mas ele era importante para mim, assim como Lohanne e eu não ia fazer perguntas agora. Eu ia nos tirar de lá. 
Puxei quatro selos, prendendo-os na mão e me concentrado neles. 

Eu avancei até o lado de Will, jogando os selos à frente. Eu não sabia o que havia acontecido com Will, mas tinha que tomar cuidado para meu poder não o machucasse. 

Os selos grudaram nas paredes. Eles conseguiriam purificar aquela região, expulsando os demônios por algum tempo. 

- Iku! - chamei, agora sim correndo - Lohanne-kun.... Vem!!  - A chamei voltando a correr. 

Eu ouvia a voz de outras pessoas. Eu corria em direção à elas... Mas só rezava para não ser mais ninguém perdido


Voltar ao Topo Ir em baixo
Lohanne
SP
SP
avatar

Feminino
Char RPG : Lohanne - Hunter
Yan Yuriev - Vampiro Puro Sangue

Posts: : 3153
Inscrição : 15/05/2009

MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   Dom 4 Out 2015 - 17:05

Com algum esforço e algumas feridas pequenas Lohanne conseguiu se livrar de mais um demônio e logo um dos caçadores voltava e lhe estendia a arma, explicando como usa-la, mas os olhos de Lohanne estava fixos naqueles rosto que, apesar da escuridão ela conseguia ver agora que estava perto e aquela voz...
 
- Ty... – ela sentiu sua mente afgundar, mas os rosnados e grunhidos atrás dela indicavam que aquilo não era lugar e nem aquele o momento – Spasiba – ela arrancou a arma das mãos dele e logo os canos duplos atiravam bem na testa de um demônio, a outra mão ainda segurando a estaca que certamente se faria necessária.
 
Ela então ouviu seu nome e novamente aquela sensação de afundar encheu seu peito: Sakura. Aquilo era alguma espécie de pesadelo? Algo doentio que a mente dela projetara como nas inúmeras vezes durante seu sono?
 
Não havia tempo. Agora os três corriam e ela tentou guia-los naqueles corredores escuros. Aquela noite havia se transformado em um total caos e ela nem saberia por onde começar a organizar aquilo tudo.
 
De repente Willian parou em meio ao caminho e assim como Sakura, ela também parou. Não dava para distinguir com certeza mas entre as sombras do lugar algumas se destacavam e as criaturas pareciam estar detidas por... alguma coisa.
 
~chto... – uma estranha energia emanava do garoto, mas não havia tempo para analisar o espetáculo.
 
“Quanto tempo você aguenta?” – ela pensou, vendo então Sakura tornar a correr e chama-la. Ela olhou em volta por um instante e então se virou. Não havia o que ser feito, ela precisava dos outros.
 
- Espera! – ela correu então junto com Sakura, a caminho dos demais caçadores.
 

“deixando alguém para trás...” – uma voz sussurrou em crítica em sua mente e ela apenas deixou a escuridão do lugar envolver seus passos.





"We greeted death as an old friend"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Ruínas Convento desativado   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Ruínas Convento desativado
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Ruínas Convento desativado

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Academia Cross RPG  :: Província Ambarantis :: Ambarantis :: Cidade Baixa-
Ir para: